Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

A Igreja Universal instalou 36 barras de alumínio na sua entrada para impedir, em vão, moradores de rua?

Falso

A Igreja Universal instalou 36 barras de alumínio na sua entrada para impedir, em vão, moradores de rua?

A Igreja Universal instalou 36 barras de alumínio na sua entrada para impedir, em vão, moradores de rua?

É verdade que a Igreja Universal instalou 36 barras de alumínio na entrada de seu templo em São Paulo para evitar que moradores de rua dormissem ali, mas o plano deu errado?

As imagens voltaram a ficar famosas na primeira semana de fevereiro de 2021, e mostram a entrada de um estabelecimento com várias barras de ferro espetadas no chão. De acordo com o texto que acompanha essas fotos, a Igreja Universal do Reino de Deus teria instalado as barras na entrada de seu templo em São Paulo para afastar os moradores de rua de sua fachada.

Acontece que, como podemos ver na foto seguinte, um morador de rua teria sido mais esperto, colocando seu colchão por cima das barras, mostrando que o “plano” da igreja foi por água abaixo.

As imagens e uma das versões do texto foram enviadas para o nosso grupo do Facebook para que nossos membros nos ajudassem a descobrir a origem desse fato. 

Será que essa história é real? As fotos foram mesmo tiradas na frente da Igreja Universal?

Texto de uma das versões compartilhadas juntamente com duas fotos, em fevereiro de 2021: “Igreja Universal do Edir Macedo no Brás em SP, instalou 36 barras de alumínio para impedir morador de rua de dormir nas dependências, mas esqueceu que ele é brasileiro, e os brasileiros só não dominam o mundo pq não querem.” (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Apesar do assunto ganhar força nos compartilhamentos em fevereiro de 2021, o caso já circula desde agosto de 2019, quando a própria Igreja Universal publicou uma nota explicando que essas fotos não foram tiradas em nenhuma de suas igrejas

A Igreja Universal do Reino de Deus explicou ainda que não afasta pessoas em situação de rua, mas os auxilia: 

“O fato é que a Universal não afasta os mendigos e o restante da população em situação de rua, mas os auxilia. Os voluntários do programa social Anjos da Madrugada, por exemplo, levam alimento, roupas e cobertores para pessoas em situação de rua, além de serviços de saúde, cidadania e assistência social e jurídica. Os 25.296 voluntários do grupo mantido pela Universal ajudaram, em 2018, 1.114.684 homens e mulheres em situação de rua.”

Origens

As publicações mais antigas que encontramos com essas fotos datam de julho de 2019, quando usuários do Reddit começaram a criar memes em cima da astúcia do morador de rua ao “burlar o sistema”.

Como você pode ver nessas fotos tiradas de outro ângulo, o local não parece ser no Brasil:

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Local onde as fotos foram tiradas não se parece com o centro velho de São Paulo! (Foto: Reprodução/Google Images)

Uma ampliação da imagem mostra que o logotipo estampado nas portas não é o da Universal:

Ampliação mostra que logotipo não é o da Igreja Universal

Na verdade, o logotipo se refere ao banco francês Caisse d’Epargne:

Reprodução: Google Images

Repercussão negativa fez a empresa voltar atrás

Em julho de 2019, uma agência do banco Caisse d’Epargne instalou barras de ferro na sua entrada, visando – segundo a própria empresa – a segurança do banco. Em nota enviada à rede de notícias Cnews, um porta-voz da empresa se justificou:  

“A situação é complicada. A medida foi tomada para atender aos padrões de segurança do banco. Além disso, o lugar não é absolutamente adequado para um sem-teto. Não é um domínio público. Intervimos junto à prefeitura , associações e poder público para que ele seja acompanhado e cuidado”

Após repercussão negativa nas redes sociais, o banco retirou as barras no mesmo dia:

“Entendemos que isso pode ofender, a forma não foi inteligente e que isso não correspondia à filosofia de negócios e valores da marca bancária. O dispositivo será totalmente retirado o mais rápido possível”, garantiu o porta-voz à CNEWS.

Conclusão

As fotos que mostram um morador de rua deitado sobre barras de ferro foram tiradas na frente de um banco em Paris e não tem nenhuma relação com a Igreja Universal do Reino de Deus!

Continue lendo
2 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo