Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Acervos vinculados a Universidade Petrobras foram destruídos e triturados?

Falso

Acervos vinculados a Universidade Petrobras foram destruídos e triturados?

Acervos vinculados a Universidade Petrobras foram destruídos e triturados?

Na última sexta-feira (26), o site do jornal eletrônico GGN publicou uma espécie de “denúncia” sobre uma suposta destruição de livros e pesquisas de espaços vinculados a “Universidade Petrobras” (arquivo). Esta, por sua vez, é a responsável pela formação inicial (logo após a aprovação em processos seletivos) ou continuada de todos os empregados da própria Petrobras, a estatal brasileira de petróleo e gás.

De acordo com o texto, a empresa mantinha uma biblioteca e uma área sobre conhecimentos geológicos, na cidade do Rio de Janeiro. Contudo, na semana passada, funcionários teriam sido abordados por alguns homens. Tais homens teriam avisado aos tais funcionários, que eles deveriam retirar o que quisessem, porque todo o local seria destruído! Isso também incluiria o acervo de painéis com registros de pesquisas. Todas essas informações teriam sido enviadas por um suposto leitor do GGN, cujo nome não foi mencionado.

Confira as imagens abaixo:

Primeira imagem divulgada pelo site “Jornal GGN”.

Segunda imagem divulgada pelo site “Jornal GGN”.

Terceira imagem divulgada pelo site “Jornal GGN”.

Quarta imagem divulgada pelo site “Jornal GGN”.

Posteriormente, outros sites notoriamente conhecidos pela publicação de textos ideologicamente enviesados republicaram tais informações, citando o GGN como fonte. O site “Diário Centro do Mundo” (DCM), por exemplo, alegou que livros teriam sido triturados (arquivo). Curiosamente, tal detalhe não havia sido citado pelo GGN. Aliás, sequer havia qualquer foto ou vídeo que provasse algo nesse sentido. Os sites da Federação Única dos Petroleiros (FUP) e do Sindicato dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro) também divulgaram essa suposta destruição, mas não acrescentaram nenhum outro detalhe.

Entretanto, será tais acervos foram realmente destruídos? Livros foram sumariamente triturados? A atual gestão da Petrobras teria destruído uma biblioteca conforme algumas manchetes mencionaram? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! Na verdade, as fotos mostram apenas adesivos de paredes, já danificados pelo uso, que foram descartados. E por qual motivo eles foram descartados? As instalações da Universidade Petrobras estão passando por um processo planejado de migração, que envolve a transferência de laboratórios e exposições para o Edihb. Tais adesivos não podiam ser reaproveitados no novo espaço. Aliás, para quem não conhece, o Edihb é o edifício Horta Barbosa, localizado no bairro do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Aliás, conforme é possível ver nas fotos divulgadas pelo “Jornal GGN”, os tais adesivos pertencem ao “Espaço Terra e Petróleo”, cujo acervo já teria sido transportado.

Foto do prédio Horta Barbosa (à direita) em 2017.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Em relação aos livros, a Petrobras alegou que é realizada uma triagem periódica de seu acervo e das doações que recebe. Livros em bom estado de uso são mantidos no acervo físico ou encaminhados para doação. Contudo, quando o material está defasado ou sem condições de uso, os mesmos são encaminhados para reciclagem.

Confira a nota da Petrobras sobre esse assunto, que curiosamente foi publicada no site da Federação Única dos Petroleiros (FUP), no último domingo (28):

Nota de Esclarecimento da Petrobras.

O Caos Gerado nas Redes Sociais

É muito importante destacar que, de antemão, as fotos sequer correspondiam a narrativa aparentemente fantasiosa de homens misteriosos, sem quaisquer identificações, destruindo acervos. Era nítido que se tratavam de painéis impressos, previamente colados em divisórias, e facilmente reproduzíveis. Ainda que isentas de qualquer informação de fundo, tais fotos aparentavam muito mais uma mera reforma/mudança do que a destruição de algum patrimônio. E, para completar, não havia nenhuma foto ou vídeo de livros sendo sumariamente triturados ou pesquisas sendo aleatoriamente destruídas.

Fazer acusações baseadas no famoso “, diz leitor”, tão amplamente e muitas vezes questionavelmente utilizado por alguns veículos de comunicação, é severamente complicado. E isso gera consequências nas redes sociais. Confira abaixo um exemplo de publicação, que já foi compartilhada mais de 1.100 vezes, no Facebook:

Publicação do Facebook.

Infelizmente, muitas pessoas não terão acesso à verdade sobre tais alegações com a mesma facilidade que tiveram acesso à mentira. “Enquanto a desinformação for disseminada por aqueles que se julgam vítimas, o Jornalismo continuará sendo esquartejado bem diante dos nossos olhos”, diz leitor.

Conclusão

Falso! Na verdade, as fotos mostram apenas adesivos de paredes, já danificados pelo uso, que foram descartados. As instalações da Universidade Petrobras estão passando por um processo planejado de migração, que envolve a transferência de laboratórios e exposições para o Edihb. Tais adesivos não podiam ser reaproveitados no novo espaço.

Segundo a Petrobras, a exposição em questão, “Terra e Petróleo”, já foi completamente embalada e transportada. Atualmente, ela aguarda pelo processo de montagem em local apropriado. Portanto, não houve a destruição do acervo ou de eventuais pesquisas relacionadas a exposição.

Em relação aos livros, a Petrobras alegou que é realizada uma triagem periódica de seu acervo e das doações que recebe. Livros em bom estado de uso são mantidos no acervo físico ou encaminhados para doação. Contudo, quando o material está defasado ou sem condições de uso, os mesmos são encaminhados para reciclagem.

Continue lendo

Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

14 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo