Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Camelôs estão vendendo vacina contra a covid-19 no Rio de Janeiro?

Falso

Camelôs estão vendendo vacina contra a covid-19 no Rio de Janeiro?

Camelôs estão vendendo vacina contra a covid-19 no Rio de Janeiro?

Será que a afirmação de que camelôs estão vendendo vacinas contra o novo coronavirus no Rio de Janeiro é verdadeira ou falsa?

A notícia começou a se espalhar através das redes sociais na segunda quinzena de dezembro de 2020 e afirma que vendedores ambulantes estariam vendendo uma vacina contra a COVID-19 no bairro de Madureira, zona norte da cidade do Rio de Janeiro (RJ). De acordo com a publicação amplamente compartilhada – e acompanhada de uma foto de um produto com inscrições em chinês – os camelôs estariam vendendo embalagens com a vacina por R$50 cada.

Será que isso é verdade ou mentira?

Camelôs estariam vendendo vacina contra a COVID-19 no Rio do Janeiro? (Foto: Reprodução/Facebbok)

Verdade ou mentira?

No dia 22 de dezembro de 2020, um membro do nosso grupo no Facebook publicou uma dúvida a respeito de uma notícia que havia sido publicada um dia antes no site Diário do Rio. Segundo que constava na matéria (versão arquivada aqui), vendedores ambulantes do bairro carioca de Madureira estariam vendendo uma vacina contra a Covid-19 por R$50 cada, mais R$10 caso o “cliente” desejasse a aplicação na rua mesmo.

No entanto, o site se baseou apenas em relatos anedóticos e em apenas uma única foto de uma mão segurando uma embalagem com letras no idioma chinês. Fora isso, não havia mais nada.

Dois dias após a publicação, o Diário do Rio atualizou a matéria, explicando que a reportagem havia se pautado em postagens feitas por internautas e, dentre eles, o produtor cultural Sérgio Oliveira, morador de Madureira e conhecido como Jones MFjay. A postagem feita por MFJay foi apagada, mas o Diário do Rio havia salvado um print:

Foto: Reprodução/Facebook

O curioso disso é que não há outras fotos ou sequer algum vídeo sobre a tal “vacina clandestina” circulando na web. Todas publicações feitas nas redes sociais são da mesma foto.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Origem da foto

Conforme apurado pelo jornalista Marco Faustino, com a dica valiosa de um membro do nosso grupo no Facebook, a foto que se espalhou pelas redes sociais como sendo de Madureira foi, na verdade, tirada durante um evento de vacinação ocorrido em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, e promovido pela Palms Sports no dia 11 de dezembro de 2020. A vacina havia sido aprovada naquele país dias antes.

Nessa postagem do Instagram podemos ver similaridades entre o local e a foto:

Na imagem abaixo, podemos ver que o chão do ginásio é igual ao da foto:

Reprodução/Instagram

A Polícia Civil foi acionada e, no dia 23 de dezembro de 2020, informou que a Delegacia do Consumidor (Decon) instaurou um inquérito para apurar imagens que circulam nas redes sociais sobre suposta venda de uma vacina falsa contra a covid-19, mas que já havia a suspeita de que a informação era falsa. 

A agência de notícias CNN Brasil fez o que o Jornalismo deve fazer e passou 2 dias apurando a suposta comercialização da vacina e não viu nada relacionado no local citado:

“Há dois dias a CNN vem apurando a suposta comercialização da vacina. A produção circulou pelo camelódromo – como é conhecida a região – de Madureira e conversou com ambulantes. Todos negam e afirmam se tratar de fake news. A associação de moradores do bairro afirmou à CNN ser um caso de fake news.”

Conclusão

Não há nenhuma prova de que camelôs estejam vendendo vacina contra a COVID-19 no Rio de Janeiro (ou em qualquer outra cidade do país). Notícia falsa!

Continue lendo
1 Comentário

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo