16 C
São Paulo
terça-feira, agosto 3, 2021

Conheça a verdade sobre a manifestante com o cartaz: “Chega de universidade. Armas Sim!”

- Publicidade -

Diversas fotos e vídeos foram divulgados desde a mais recente onda de manifestações ocorridas no Brasil, no último domingo (26). Já publicamos, inclusive, um artigo anterior sobre a foto de um banner onde supostamente estaria escrito a palavra “Forca”, logo acima das imagens do presidente Jair Bolsonaro e dois ministros de seu governo. Vale muito a pena conferir!

Além daquela foto, também tivemos uma outra imagem que teve uma certa repercussão, principalmente no Twitter. Na foto podemos ver uma manifestante segurando um cartaz com os seguintes dizeres: “O PT acabou com a minha vida. Chega de universidade. Armas sim! Bolsas não!“. Milhares de pessoas retuitaram a imagem. A absoluta maioria, no entanto, acreditou que se tratava de uma manifestante pró-Bolsonaro, uma apoiadora da agenda de reformas, que estava sendo predominantemente reivindicada durante as manifestações.

Assim sendo, a manifestante se tornou alvo de muitas críticas, principalmente de militantes de viés político-ideológico oposto, ou seja, da chamada esquerda brasileira.

Confira abaixo alguns exemplos (arquivos 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7):

A manifestante se tornou alvo de muitas críticas, principalmente de militantes de viés político-ideológico oposto, ou seja, da chamada esquerda brasileira.

Entretanto, será que essa imagem é verdadeira? Será que houve manipulação digital? Será que se trata mesmo de uma manifestante pró-Bolsonaro? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

A imagem é verdadeira, não há manipulação digital! Porém, a mulher que aparece na foto é uma militante de esquerda! Segundo a militante, tudo não teria passado de uma “trollagem” contra a manifestação pró-Bolsonaro.

O nome da responsável pelo cartaz é a Mariana Motta. Ela possui um canal no YouTube, assim como um perfil no Instagram chamado “Canal Púrpura”. Tanto no YouTube, quanto no Instagram, este é definido como sendo uma “mídia alternativa dedicada a desenvolver temas atuais relacionados à Sociologia e à Política segundo a perspectiva da autora“. No último domingo (26), Mariana compareceu a manifestação pró-Bolsonaro que estava ocorrendo na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo/SP.

A mulher que aparece na foto é uma militante de esquerda! Segundo a militante, tudo não teria passado de uma “trollagem” contra a manifestação pró-Bolsonaro.

Confira abaixo algumas fotos, que ela publicou no perfil do Instagram de seu canal, assim como em seu próprio perfil:

- Publicidade -

Foto publicada pela militante Mariana Motta.

Mais uma foto publicada pela militante Mariana Motta.

Montagem publicada pela militante Mariana Motta.

Confira também um vídeo publicado por ela, no YouTube:

A Explicação para a Ação

Em uma das publicações no Instagram, Mariana explicou em que consistia sua ação. Eis o que ela disse:

Gente, MUITO OBRIGADA pela repercussão da foto com o outro cartaz ♥ Hoje, eu me vesti de #barbiefascista e fui pro meio dos coxa com cartazes cheios de frases escrotas que eles vivem mandando pro @canalpurpura . A ação tinha como objetivo construir imageticamente o estereótipo do ódio que levou (e leva) parte da população a apoiar um governo antipovo que implode as bases populares e entrega nossos recursos à exploração do capital estrangeiro num projeto de poder potencialmente destrutivo.

Entretanto, é importante ressaltar que, boa parte da ação de Mariana, ao menos num primeiro momento nas redes sociais, se converteu em disseminação de ódio contra os manifestantes pró-Bolsonaro. Posteriormente, quando muitos começaram a dizer que se tratava de uma “trollagem” houve um apoio por parte daquelas pessoas que antes a hostilizavam.

Conclusão

A imagem é verdadeira, não há manipulação digital! Entretanto, a mulher que aparece na foto é uma militante de esquerda! Segundo a militante, tudo não teria passado de uma “trollagem” contra a manifestação pró-Bolsonaro, que estava sendo realizada no último domingo (26), na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo/SP.

Assim sendo, definimos o caso como “Fora de Contexto”. Apesar da imagem ser verdadeira, esta reflete uma ação promovida por terceiros com objetivo diferente do contexto geral da manifestação. A imagem, inclusive, acabou sendo mal-interpretada por milhares de militantes da própria esquerda.

- Publicidade -
Marco Faustinohttp://www.e-farsas.com/author/marco
Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

22 COMENTÁRIOS

  1. De uns tempos pra cá, o Canal E-Farsas subiu um importante patamar na credibilidade de suas matérias.
    O responsável por esse valioso upgrade atende pelo nome de Marco Faustino.
    Além de investigar em profundidade, escrevendo verdadeiros livros de tanta informação colhida, ele recoloca o portal de volta a um lugar de isenção e imparcialidade, coisa que vinha se perdendo a olhos vistos.

    Parabéns, Marco Faustino!
    De novo, meus parabéns, Marco Faustino, pela seriedade, trabalho árduo e equilíbrio na hora de trazer fatos totalmente desprovidos de viés ideológico.

    Eu também sou obrigado a reconhecer o mérito de Gilmar, seu fundador, por ter aceitado ter o Marco como parceiro.

    Vivemos tempos de profunda crise de credibilidade.
    Como estamos em plena era da informação, ela passa a ser mercadoria facilmente adulterada.
    O trabalho incansável do E-Farsas tem se mostrado de imenso valor.

    Vida longa à página.

    • Verdade, quando tenho tempo leio a matéria toda e fico espantado com a qualidade do texto e com o nível de aprofundamento… sou analista de sistemas e pra escrever metade do que ele escreve levo dias rs, imagina o tempo de pesquisa e estruturar toda a matéria.

    • “fatos totalmente desprovidos de viés ideológico”???
      Selecionar verdades e mentiras à tira-gosto da própria ideologia é o inverso de imparcialidade. Mas está certo em uma coisa, Gilmar acertou, com certeza o e-farsas está tendo muito mais compartilhamento no whatsapp e aprovação dos gados.

      • Explique o “Selecionar verdades e mentiras à tira-gosto da própria ideologia”, sendo que o Gilmar faz textos desmentindo tanto boatos criados pela esquerda quanto pela direita. Que tipo de verdades e mentiras ele teria que selecionar? No aguardo.

        • Simples, clique no perfil dele e analise os artigos, se vc não for burra nem hipócrita perceberá e concordará que a linha editoria dele é sim enviesado politicamente, dando preferência em veracidar boatos negativos à esquerda e desmentir boatos que ataca a direita. Claro, há algumas exceções, mas isso não o torna imparcial. E também não estou dizendo que ele mente ou distorce fatos nas matérias, mas que devido posicionamento ideológico e obviamente fontes de suas redes sociais ele acaba tendo mais conhecimento de matérias com viés ideológico pró direita e contra esquerda.

          • Simples, clique no perfil dele e analise os artigos
            Cliquei e analisei.
            se vc não for burra nem hipócrita
            Burro é você que não sabe ler: Meu nick é ELE+NAO+ME+REPRESENTA. Não sou mulher.
            perceberá e concordará que a linha editoria dele é sim enviesado politicamente, dando preferência em veracidar boatos negativos à esquerda e desmentir boatos que ataca a direita.
            Mentira. A direita que inventa mais boatos contra a esquerda, por isso a quantidade maior.
            Claro, há algumas exceções, mas isso não o torna imparcial. E também não estou dizendo que ele mente ou distorce fatos nas matérias, mas que devido posicionamento ideológico e obviamente fontes de suas redes sociais ele acaba tendo mais conhecimento de matérias com viés ideológico pró direita e contra esquerda.
            Porque são MAIORIA.

          • 1- Veja o histórico de artigos dele como lhe sugeri. 2- Trace o viés ideológico dele, analisando quem ele mais ataca e quem mais protege. 3- crie um contrassenso considerando o fato indiscutível de sua observação, de que a direita cria muito mais fakes e portanto pela lógica deveria ter muito mais artigo os desmentido do que à esquerda. Se depois de tudo isso vc não chegar a conclusão de que ele é sim parcial pode pedir diploma de mula.

            E devido a falta da cerquilha não percebi que seu nick é uma hashtag e li só início, ‘elena’, por isso o equivoco.

  2. Infelizmente, essa ação ao invés de gerar questionamentos entre os manifestantes, do tipo “ninguém aqui quer isso, para de atrasar nosso lado”, só gerou mais ódio nas redes sociais. No fim, ela vai ficar conhecida como alguém que foi na manifestação a qual se opõem para “tentar invalidar as reivindicações”.

  3. É muito irônico ela ser uma militante petista e ser antifascista. Tudo o que o PT fez foi o mais puro fascismo, na mais sincera definição da palavra.

    Trabalhismo, subsídios, assistencialismo, corporativismo, segregação, tudo isso é o fascismo na mais pura definição.

    • É muito irônico ela ser uma militante petista e ser antifascista. Tudo o que o PT fez foi o mais puro fascismo, na mais sincera definição da palavra.
      É muita ignorância acusar o PT de fascista, sendo que claramente você desconhece o que seja fascismo.
      Trabalhismo, subsídios, assistencialismo, corporativismo, segregação, tudo isso é o fascismo na mais pura definição.
      AHAHAHHAHAHAHAHAH QUEM DISSE ISSO, criatura? Recebeu pelo ZapZap e acreditou, né?

    • Proponho um exercício simples. Abaixo estão algumas características comuns atribuídas a alguns governantes – Mussolini e Fujimori incluídos -, levantadas pelo escritor Laurence W. Britt, após analisar 7 regimes fascistas:

      http://www.hartford-hwp.com/archives/27/076.html

      1. Empoderamento nacionalista contínuo.
      2. Desdém por direitos humanos.
      3. Identificação do inimigo como causa unificadora.
      4. Supremacia militar.
      5. Sexismo desenfreado.
      6. Controle de mídias de massa.
      7. Obsessão com segurança nacional.
      8. Governo e religião interligados.
      9. Poder/direitos corporativistas protegidos.
      10. Poder/direitos de trabalhadores suprimidos.
      11. Desdém pelos intelectuais e pelas artes.
      12. Obsessão por crime e punição.
      13. Corrupção e nepotismo desenfreado.
      14. Eleições fraudulentas.

      Agora faça um X na frente de todos os itens que seu presidente se encaixa e veja que se ele (ainda) não é fascista, está caminhando a passos largos para se tornar um. Se você não sabe o que é fascismo, o problema é com você, única e exclusivamente, imbecil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui