14.6 C
São Paulo
sexta-feira, agosto 12, 2022

Criança com deformação na cabeça pede sua ajuda no Facebook

- Publicidade -

Para cada compartilhamento, o Facebook doará R$ 0,05 para ajudar no tratamento de uma criança com deformação no crânio. Mas será que essa campanha é real?

Nos primeiro dias de julho de 2012, a foto abaixo começou a ser compartilhada no Facebook. De acordo com o texto que a acompanha, para cada compartilhamento feito, a criança será ajudada em R$ 0,05 pelo Facebook em seu tratamento.

Criança com a cabeça deformada pede sua ajuda no Facebook
Criança com a cabeça deformada pede sua ajuda no Facebook! Foto retirada de uma postagem do Facebook. (A tarja foi inserida pelo E-farsas)

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

O Facebook não faz campanhas desse tipo. O fato de compartilhar ou curtir uma foto não ajuda em nada no tratamento de ninguém!

É claro que, sendo uma ferramenta de alcance mundial, o Facebook já utilizou de sua popularidade para criar campanhas criativas, como essa que incentiva a doação de órgãos. Mas isso é totalmente diferente dessas falsas ajudas que alguns internautas espalham na rede (achando que estão ajudando, de fato).

Não dá pra saber pela postagem no Facebook quem é a criança, qual a sua idade, qual a sua nacionalidade, qual o mal que a aflige… Correntes falsas são sempre assim: com enorme ausência de informação.

Também não é explicado como que o Facebook fará essa ajuda. Seria depositado o dinheiro em uma conta? O próprio Mark Zuckerberg iria tirar do próprio bolso?

Já mostramos aqui no E-farsas diversas vezes que falsas campanhas como essa eram espalhadas por e-mail e, agora, estão sendo disseminadas pelo Facebook. A única coisa a fazer quanto a isso é ignorar.

Felizmente, o pessoal do Facebook está retirando (aos poucos, devido a enorme quantidade de posts desse tipo) falsas histórias como essa que estão sendo publicadas na sua rede social. Quem sabe, um dia, teremos uma internet limpa dessas bobeiras…

A criança da foto

- Publicidade -

Não descobrimos o nome da criança. Apenas sabemos que, possivelmente, a má formação em seu crânio se deveu a contaminações por urânio durante guerras no Oriente Médio.

De acordo com o levantamento feito por Asaf Durakovic e por Martin Chulov, houve um aumento significativo de crianças nascidas com defeitos genéticos e malformações congênitas. Resultado de contaminações por armas químicas e radioativas.

Conclusão

História falsa! Não há nenhuma campanha no Facebook para ajudar essa criança. Ao ler postagens como essa no Facebook, ignore ou denuncie.

Sites citados

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui