16.6 C
São Paulo
quinta-feira, abril 22, 2021

É verdade que o WhatsApp vai sair do ar amanhã?

- Publicidade -

Alerta espalhado pela web pede para que os usuários passem a usar o Telegram como mensageiro instantâneo no lugar do WhatsApp, pois ele sairá do ar! Será verdade?

O aviso apareceu nas redes sociais e, principalmente, através do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp. De acordo com o texto, o WhatsApp irá sair do ar devido a um pedido de um juiz do Piauí, que teria ordenado a suspensão das atividades do app aqui no Brasil .

Corrente que se espalhou pelo WhatsApp!
Reprodução de uma das versões da corrente que se espalhou pelo WhatsApp!

O texto, que já foi compartilhado centenas de milhares de vezes desde o dia 25 de fevereiro de 2015, pede para que os usuários do mensageiro migrem para outro aplicativo, o Telegram, pois o serviços do WhatsApp irão parar de funcionar em pouquíssimo tempo.

Será que essa história é real? Há alguma chance do WhatsApp parar de funcionar aqui no Brasil?

Fim_do_WhatsApp

Verdadeiro ou falso?

O alerta é um pouco exagerado que nasceu de uma notícia real!

No dia 11 de fevereiro de 2015, o juiz da Central de Inquérito da Comarca de Teresina, do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia, determinou que todas as companhias de telefonia suspendam temporariamente o funcionamento do aplicativo Whatsapp no Brasil. As empresas de telefonia foram notificadas no dia 19 do mesmo mês e a punição seria de “apenas” 24 horas.

Na ocasião, o motivo da suspensão não havia sido divulgada, pois o processo corria em segredo de justiça. No entanto, no dia 25, o próprio juiz Luiz de Moura Correia explicou em entrevista à Folha de São Paulo que a sua a medida visava forçar a empresa dona do aplicativo a colaborar com investigações da polícia do Estado do Piauí. Segundo Correia, o WhatsApp não estaria ajudando nas investigações relacionadas a crimes contra crianças e adolescentes realizadas desde 2013.

Essa medida acabou se espalhando pela web, ganhando novas versões e novas proporções, se tornando algo como o “fim definitivo do WhatsApp”!

- Publicidade -

Só que, no dia 26 de fevereiro, o desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar – do Tribunal de Justiça do Piauí, conseguiu suspender a decisão do primeiro juiz, invalidando o pedido de suspensão das atividades do WhatsApp no Brasil.

Ficou tudo como estava e o WhatsApp não parou de funcionar em nenhum minuto!

Concorrentes aproveitaram o boato

Parece que um boato nem sempre é ruim para todos e há quem se aproveite de rumores para crescer. Conforme apurado pelo Meio Bit, o Telegram (aplicativo semelhante ao WhatsApp) ganhou mais de 2 milhões de usuários em apenas 20 horas – entre os dias 25 e 26 de fevereiro. A empresa comemorou no seu perfil do Twitter:

  O crescimento do número de usuários foi tão grande e em tão pouco tempo que os servidores do Telegram não aguentaram e começaram a ocorrer várias quedas no serviço (voltando a ser normalizado horas depois):

 

Aproveitando o boato do fim do WhatsApp e as quedas constantes do Telegram, o Viber (outro aplicativo semelhante aos dois) também garfou novos usuários:

Atualização 17/12/2015

No dia 16 de dezembro de 2015, as operadoras de telefonia móvel receberam uma ordem judicial para seja cortado o serviço de mensagens WhatsApp em todo o Brasil por 48 horas.
Segundo informado pelo Portal R7, essa medida foi imposta pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP) através de uma medida cautelar em que o autor da ação não foi divulgado por causa de segredo de justiça.
O Tribunal de Justiça afirma que o WhatsApp não cumpriu duas determinações judiciais dos dias 23 de julho e 7 de agosto de 2015 e, por isso, a ordem deve ser executada a partir da meia-noite do dia 16 para o 17 de dezembro de 2015. 

Conclusão

O WhatsApp não irá parar de funcionar no Brasil (pelo menos, até que algum outro juiz decida tentar tira-lo do ar novamente!). O boato acabou sendo bom tanto para as concorrentes do aplicativo (que ganharam novos usuários) como também para os usuários (que conheceram alternativas ao WhatsApp).

Com a contribuição de @Valeria_Olv, através do nosso Twitter!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

8 COMENTÁRIOS

  1. Servidor Telegram do Brasil loga seu chat e atividades. Tá no contrato, privacidade zero. Viber BR é a mesma coisa, são projetados para facilitar o acesso da Polícia em investigações de crimes, pedofilia, tráfico, etc.

    • Acho que me expressei mal. Quis dizer “servidores responsáveis aos usuários brasileiros”. De qualquer maneira, o Telegram não disse nesse link onde ficam seus servidores (pelo menos, não encontrei isso).

  2. Mas passou perto. Muitos sites já afirmavam o fim do “Zap-Zap” e induziam as pessoas a substituí-lo por outro semelhante.

    Na boa, a rede social estava mesmo sem controle e só merecia voltar depois que estivesse conforme as normas/leis brasileiras. Sem bloqueio à pornografia e ainda dando espaço para pedófilos – crianças sem nenhuma supervisão de adultos poderiam ter acesso ao conteúdo e, pior, serem vítimas destes aproveitadores?! Nossa legislação tem muitas falhas mesmo! (Pareceu-me ao desembargador ser MAIS IMPORTANTE para os brasileiros que o aplicativo tão-somente continue no ar [será que rolou “dinheiros”?]! O que tem de tão ESPECIAL nele? – me refiro ao aplicativo!)

  3. Então é melhor assim. o Whats App poderia fazer a mesma coisa. Quem não faz merda não tem nada a temer…. Quanto à privacidade, o usuário posta foto até no banheiro no Facebook e depois fica com medinho de arquivarem suas conversas por escrito?

  4. Fico indignado com a falta de capacidade investigativa da polícia. Por quê não usar o aplicativo a seu favor para auxiliar na busca e captura de criminosos e pedófilos que o utilizam também? É só se infiltrar num desses grupos do whats.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui