22.9 C
São Paulo
quarta-feira, junho 29, 2022

Foto mostra um mercado muçulmano de escravos na Líbia?

- Publicidade -

Será realmente verdadeira uma “foto” onde mostraria um suposto mercado muçulmano de escravos, na Líbia? Bem, esse foi um recente questionamento, que recebemos de um usuário do nosso grupo, no Facebook. Esse usuário chegou a comentar que não era a primeira vez que havia se deparado com a “foto”, mas que seria interessante ter uma confirmação.

Ao fazermos uma rápida busca reversa por imagens, em mecanismos de busca, percebemos que essa “foto” circula há alguns anos, e viralizou mais recentemente em março deste ano, principalmente no Twitter. Tanto internacionalmente (arquivo) quanto nacionalmente (arquivo) houve uma mesma alegação sobre a “foto”: a de representar seres humanos – muçulmanos – em situação de escravidão.

Tuíte de um usuário – colunista e Mestre em História – no Twitter alegando que a “foto” é real e representa um mercado muçulmano de escravos, na Líbia.

Tuíte de um outro usuário, deste vez internacional, que começou a disseminar a imagem em março deste ano.

Entretanto, será que a alegação é condizente com a “foto”? Estamos realmente diante de escravos ou de um mercado de escravos na Líbia? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Fora de Contexto! A imagem é autêntica, mas não estamos diante de mercado de escravos, tampouco o registro foi feito na Líbia. Na verdade, tudo indica que estamos diante de um treinamento militar realizado com recrutas no “Depot Nigerian Army“, na cidade de Zaria, na Nigéria. O local é um centro de treinamento do Exército da Nigéria.

Outro detalhe importante é que não estamos diante de uma foto, mas de um frame de um vídeo gravado durante um desses treinamentos. Embora não tenhamos encontrado exatamente o mesmo vídeo de onde esse frame partiu, encontramos um outro vídeo mostrando a dinâmica desse exercício.

Confira o vídeo abaixo e reparem como estamos falando exatamente dessa mesma situação:

Outros Vídeos de Treinamentos Realizados no Local

No YouTube encontramos diversos outros vídeos de treinamentos realizados com recrutas nesse mesmo local.

- Publicidade -

Confira alguns exemplos, abaixo:

Enfim, acreditamos que tenha ficado claro que, por mais que os vídeos mostrem treinamentos um tanto quanto questionáveis, não se trata de um mercado de escravos.

Isso não quer dizer que leilões de pessoas negras, muitas delas migrantes, que são vendidas como escravas, não ocorram na Líbia. O que estamos dizendo é que essa “foto”, assim como outras que abordamos no passado (o renomado site “Snopes” também fez um artigo semelhante), não representam pessoas em situação de escravidão na Líbia.

As fotos de leilão de escravos na Líbia são reais?

Conclusão

Fora de Contexto! A imagem é autêntica, mas não estamos diante de mercado de escravos, tampouco o registro foi feito na Líbia. Na verdade, tudo indica que estamos diante de um treinamento militar realizado com recrutas no “Depot Nigerian Army“, na cidade de Zaria, na Nigéria. O local é um centro de treinamento do Exército da Nigéria.

Portanto, nada de mercado de escravos.

- Publicidade -
Marco Faustinohttp://www.e-farsas.com/author/marco
Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

2 COMENTÁRIOS

  1. Bom, pelo menos acho que agora o Twitter, Facebook etc estão reagindo. Ouvi dizer que eles estão BANINDO contas que criam/espalham Fake News, com o apoio de denúncias e/ou A.I. (Inteligência Artificial). Vamos ver se as coisas melhoram com o tempo. 🙂

  2. Bom, pelo menos acho que agora o Twitter, Facebook etc estão reagindo. Ouvi dizer que eles estão BANINDO contas que criam/espalham Fake News, com o apoio de denúncias e/ou A.I. (Inteligência Artificial). Vamos ver se as coisas melhoram com o tempo. 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui