18.1 C
São Paulo
domingo, dezembro 5, 2021

Hoax o que é? Parte 1 – Características

- Publicidade -

Iniciamos essa série explicando o que é um hoax. Como reconhecer um boato virtual e como fazer para tentar identificar uma farsa da web!

Aqui no E-farsas, muitas vezes nos referimos ao termo “hoax” para identificar uma mentira que circula pela web. Porém, nunca nos aprofundamos no tema para explicar o que é, como surgem e como fazemos para identificar um boato digital.

Por isso, a partir dessa semana, vamos tentar mostrar como é o processo de identificação de um hoax. Acompanhe conosco e, se possível, deixe seus comentários no final desse artigo.

hoaxes

O Hoax

O termo “hoax” (pronuncia-se “rôuquis”) se popularizou em inglês e significa “embuste” ou “trote” e é usado para designar falsas notícias que circulam pela internet. A palavra começou a ser usada bem antes da criação do WWW. Há registros de publicações do verbete na metade do século XVIII.

A origem exata dessa palavra ainda é incerta, mas acredita-se que “hoax” seja uma contração da palavra mágica “hocus” (de hocus pocus), mas – como já afirmamos – a origem exata ainda é um enigma.

Características

Geralmente, uma noticia falsa possui algumas (ou todas) das características abaixo:

1 ) Cita nomes de pessoas ou de instituições para conseguir mais credibilidade

Exemplos:

Esse aviso partiu da Secretaria de Segurança

A Universidade Nacional Autônoma do México aprova o uso do leite de alpiste para a cura do diabetes

Leite de Alpiste
Leite de Alpiste cura o diabetes? (reprodução do PowerPoint que circula pela web!)

2) Usa nomes de pessoas inexistentes com cargos de nomes pomposos e/ou de instituições que não existem

Ao contrário da característica número 1, há hoaxes que usam nomes de pessoas ou de empresas que não existem. Para verificar isso é fácil: basta buscar algum dos nomes citados no texto no Google, por exemplo. Se o nome do personagem só aparece em blogs que apenas copiaram a notícia, pode ser um indício de farsa.

3) Não é datada para que o leitor sempre tenha a impressão de que a notícia é recente

- Publicidade -

Exemplos:

“Família da garota Ashley Flores, desaparecida há 2 semanas, pede sua ajuda”. Na verdade, essa história já ronda a web há anos!

Família de Ashley Flores procura deseperadamente a garota desaparecida há 2 semanas
Foto da garota Ashley Flores, que estaria desaparecida há 2 semanas!

4) Pede para ser repassada ao maior numero de pessoas

A maioria dos hoaxes pede para ser repassado. Atualmente, os boatos que trafegam pelo Facebook pedem para ser compartilhados para, dessa forma, se espalharem mais e mais.

5) Possui um texto incoerente e confuso

Os autores dessas notícias falsas nem sempre estão preocupados com a gramática ou com a consistência de seus textos. Uma rápida análise em alguns parágrafos já dão pistas de possíveis fraudes.

6) Ausência de fontes

Quando uma noticia chega até você, o primeiro passo é tentar localizar a fonte daquela “bomba”. Grande parte dos hoaxes não possui autor ou fontes confiáveis.

7) Trata de algum assunto que atraia a maior quantidade de leitores

Assuntos como “saúde”, “famosos”, “crianças”, “maus tratos com animais”, “religião” e “dinheiro” são corriqueiros entre os hoaxes. Quanto mais gente ler aquela notícia, maiores são as chances da história ser repassada.

8) Possui um tom conspiratório

Muitas das mensagens falsas que rondam a internet possuem um tom conspiratório como se apenas as pessoas que lerem aquilo passarão a fazer parte de um seleto grupo de pessoas esclarecidas. Ou seja, só quem está lendo o texto tem o privilégio de se proteger de alguma ameaça.

Alien encontrado na Sibéria!
Alien encontrado na Sibéria! (só nós sabemos disso, hein?)

9) Usa algumas palavras em letras maiúsculas e/ou coloridas para chamar a atenção do leitor

Vários hoaxes possuem algumas das palavras “URGENTE”, “ATENÇÃO”, “LEIA ESSA MENSAGEM” e outras. A maioria delas escrita em letras garrafais ou coloridas. O leitor é atraído quase que inconscientemente para esses trechos do texto.

10) Mistura fatos reais com ficção

Às vezes, o autor de um boato mistura fatos reais com coisas que saíram de sua mente. Um exemplo disso é aquela famosa teoria que lista várias coincidências entre os presidentes Lincoln e Kennedy.

coincidencias kennedy X lincoln - será?
Coincidências entre Kennedy X Lincoln: Será?

Conclusão

Mostramos nessa pequena lista acima algumas das principais características de um hoax. É claro que há boatos de diversas formas diferentes das mostradas aqui. A ideia é a de mostrar apenas algumas delas e nos aprofundar nas próximas partes desse artigo.

Na semana que vem tem mais. Esperamos seus comentários aí embaixo:

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

65 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom texto, bastante claro e didático. Já tenho uma bela lista de contatos para repassar a leitura. As pessoas que não importa quantas vezes eu devolva mensagens dizendo que são farsas, continuam a repassá-las.
    O e-farsas faz um excelente trabalho, mas cabe a todos os internautas saber reconhecer os hoaxes e, além de não os repassarmos, alertarmos aos remetentes. Inibir a distribuição é a única maneira de fazê-los causar menos danos, já que provavelmente nunca vão morrer.

  2. Bom dia!

    Gosto muito do trabalho de vocês e já o recomendei á inúmeras pessoas, que via de regra estão espalhando hoax ou até mesmo phishing.

    Com a leitura das análises do e-farsas passei a ser mais cauteloso e naturalmente descofiado de notícias bombásticas, mas infelizmente a maioria das pessoas ainda são muito sensíveis a este tipo de artimanha, por falta de conhecimento, inocência, curiosidade…

    Das características citadas no artigo, creio que a mais utilizada por mim é a verificação das fontes. Se algo não tem uma fonte confiável, eu não uso em um texto que eu esteja escrevendo a partir de pesquisas na internet, nem muito menos recomendo a alguém, pois se não é mentiroso, ao menos não é tão confiável, por ausência de fontes.

    Em nosso tempo as pessoas estão tão saturadas de informação que acabam sendo superficialistas, não se preocupando em checar e entender mais aprofundadamente um assunto antes de repassá-lo e, às vezes até mesmo defendência “com unhas e dentes”, como se fosse verdade…

    Parabéns ao e-faras por contribuir com o esclarecimento destes boatos, e continuem a nos fornecer algo mais sobre as técnicas que vocês usam para as análises, para que comecemos a ser mais criteriosos com todo tipo de informação que nos chega aos ouvidos e monitores.

  3. Sou antigo na informática. Mesmo assim cai no que acho deve ter sido o primeiro boato digital.
    Foi nos tempos do BBS. Repassei aquela velha história da receita de cookie mais cara do mundo, na qual a pessoa achou que estavam cobrando 2,50 dólares, mas na “verdade” eram 250. A pessoa, depois de pagar, se sentiu no direito de espalhar a receita que era da sua propriedade e pedia para repassar. Eu achei no caderno Info, etc. dO Globo e repassei no meu BBS. Paralelamente testei a receita e realmente resultava em cookies muito bons. Dos males o menor.

  4. O que se ve ouva a toda hora. Os programas d e TV sempre usam as pessoas que estäo apresentando p program para `mentir`com cvredibilidade E VENDEM todo tipo d epanacéias. Quando alguma `sabido`começa a emitir opiniuöes e conceitos, eu pergunto : Mas quem é vocë, ? è um epecialista? Onde leu e auem disse ?

  5. Excelente as informações sobre os hoax, e sobre o Felipe Faglioni ter citado a Revista Veja como um “Hoax de cabo a rabo”, afirmo que discordo totalmente desse jovem ou robô, porque sabemos que o Governo e o status quo contrata robos para distribuir falsos argumentos pela internet, como se emitidos por pessoa física, embora algumas pessoas físicas até pareçam robos em muitas ocasiões. Inclusive, sob esse ponto de vista do rapaz, ou robô acima citado as Revistas Época e Isto É, para não citar jornais, igualmente seriam “Hoax de cabo a rabo”, pois estão publicizando as falcatruas que estão sendo descobertas, como diz a presidenta dia e noturnamente em nosso Brasil.

  6. Muito bom, eu tava procurando algo explicativo assim, achava que era só sinônimo de “trollagem” ou algo do tipo, mas é um termo muito mais abrangente, pelo visto! 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui