Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Imagens mostram médica antes e depois do vício no crack! Será verdade?

Falso

Imagens mostram médica antes e depois do vício no crack! Será verdade?

Imagens mostram médica antes e depois do vício no crack! Será verdade?

Será que as imagens mostrando uma médica antes e depois do vício em crack são verdadeiras ou falsas?

Apesar de não serem recentes, uma foto e um vídeo se espalharam através das redes sociais e de grupos no WhatsApp com bastante força na segunda semana de dezembro de 2018 e deixaram muita gente desconfiada. Na foto podemos ver uma jovem vestida com um jaleco branco mostrando a médica “antes das drogas” e, compartilhado juntamente com a imagem, um vídeo com o depoimento de uma mulher viciada em crack (sendo depois das drogas).

Será que as duas mulheres são a mesma pessoa?

A médica antes e depois do crack! Será verdade? (fotos: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

O vídeo, como dissemos lá no começo desse texto, não é novo! Circula desde 2015 e, de acordo com reportagens feitas na ocasião, as imagens foram gravadas no Estado de São Paulo (como podemos notar no uniforme dos policiais) e divulgadas em páginas dos agentes policiais sem a autorização da corporação e/ou das pessoas expostas nas filmagens!

Só para se ter uma ideia, em apenas uma das publicações feitas em uma página do Facebook, o vídeo mostrando da mulher se apresentando aos policiais como uma médica (que largou tudo para viver nas ruas) já foi visto mais de 41 milhões de vezes.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

No entanto, não encontramos nada que confirme os dados apresentados pela moradora de rua. O número de CRM apresentado por ela não existe nos cadastros dos Conselhos Regionais de Medicina.

Quanto à foto de uma jovem vestida de médica, ela não tem nenhuma relação com a mulher do vídeo. Trata-se de uma falsa médica que atendia no Pronto-Atendimento do município de Alumínio (SP)! Ela foi investigada por usar o nome e o registro profissional de outra pessoa e só foi descoberta quando abandonou seu posto em um plantão sem dar justificativa.

Uso indevido das imagens por canais evangélicos

O vídeo da mulher que foi abordada e exposta por policiais foi usado outras vezes por outros aproveitadores e em outras ocasiões! No vídeo abaixo, o canal Crente Ungido juntou o vídeo da moradora de rua com o do depoimento de uma médica que “diz ter sido salva” pela igreja (o curioso é que o pastor no vídeo está com um produto ilícito nas mãos, mas não é preso e nem apanha de policiais por isso):

https://www.youtube.com/watch?v=LS9dL_-sTFs

Conclusão

A moça que aparece vestida com jaleco branco é uma falsa médica que exercia a medicina ilegalmente em um hospital no interior de São Paulo e não tem relação com a mulher que aparece em um vídeo sendo abordada por policiais militares!  

Continue lendo
20 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo