25.7 C
São Paulo
terça-feira, novembro 29, 2022

Inventora cria o Rapex, preservativo feminino antiestupro!

- Publicidade -

Sonette Ehlers inventa uma camisinha feminina com farpas afiadas em seu interior que ficam presas no estuprador, dando a chance da vítima fugir! Será verdade?

A notícia apareceu no Facebook na penúltima semana de julho de 2012. Varias postagens na rede social afirmavam que a sul-africana Sonette Ehlers, preocupada com a grande quantidade de vítimas de estupros em seu país, teria inventado uma camisinha feminina diferente. O preservativo possuiria farpas pontiagudas em seu lado de dentro para se prender e causar dor no estuprador!

Tem até foto do produto:

rapex-condom
Rapex Condom – Verdadeiro ou farsa?

 

Será que isso é verdadeiro ou farsa?

É verdade. O produto existe mesmo!

De acordo com a rede de notícias CNN, a Dra. Sonnet Ehlers estava de plantão quando atendeu em seu consultório uma moça que acabara de sofrer um estupro. Muito assustada, a moça disse à doutora: “Se eu tivesse dentes lá em baixo…”. A doutora, então, prometeu a ela que um dia iria fazer algo para ajudar pessoas como aquela sua paciente.

40 anos depois, nascia o Rapex (algo parecido com “Estuprex”), um dispositivo parecido com um absorvente interno feito de látex e com farpas afiadas que se grudam à pele do agressor, dando à vítima tempo para fugir, além de ajudar a identificar os culpados.

Dra. Sonnet Ehlers e sua invenção
Dra. Sonnet Ehlers e sua invenção (reprodução)

O “rapex” também reduz bastante a possibilidade da mulher ficar grávida ou pegar Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, já que funciona como uma camisinha feminina.

Notícia antiga

- Publicidade -

Apesar da ideia ser muito boa, a invenção não é recente! Essa reportagem do UOL foi publicada em 2005 e, apesar da Dra. Ehlers afirmar à CNN que seriam dsitribuídas 30.000 camisinhas para a população mais pobre da África do Sul, até hoje não há nenhum indício de que o produto já esteja à venda ou distribuído gratuitamente para as africanas.

Veja algumas fotos do dispositivo aqui!

Conclusão

A camisinha antiestupro realmente existe. Mas até agora não está à venda.

Sites citados

 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

32 COMENTÁRIOS

  1. Aposto que os estupradores espancarão as mulheres até a morte no instante seguinte a serem vítimas desse negócio.
    Acho que o caminho contra o estupro não é com a vítima revidando, isso é guerra.
    Deve haver investimento em prevenção (segurança), educação e punições severas.

    • concordo com voce, a mulher teria que usar isso todos os dias, ja que nao saberia quando o estrupador iria ataca-la, ate na sua propria casa, ou entao, deixando de usar justamente no dia que o mesmo a atacaria, sendo um verdadeiro azar, seriamos vitimas de qualquer forma, pois o estrupador ja sabendo deste produto em uso pelas mulheres, iria antes de praticar, dizer a mulher que iria mata-la com muito mais crueldade, ja que o bandido alem de ser um monstro tambem eh bem esperto, o mais certo seria capa-lo, olho por olho, dente por dente, mas ao inves disto, muitos continuam levando vantagens.

    • entao vc quer dizer que as vitimas nao têm o direito de revidar(é guerra) e o q vc acha que acontece na vida delas depois disso seu panaca? algumas chegam a se suicidar..

    • Então é melhor morrer espancada que estuprada, meu filho. Se o homem ainda não satisfeito com estupro e ainda pensar em espancar, significa que ele virou um animal endemoniado sem salvação, que merece prisão perpétua e trabalhar todos os dias da sua vida enriquecendo a vítima de indenização (se a vítima sobreviver, senão, sua família serve). A melhor forma de punir um homem é aprender artes marciais, mas aprender pra valer mesmo. Eu indico jiu jitsu, kung fu, boxe, e muay thai, até mesmo karate eu indico. O kikyboxing, o Krav Maga, o Ninjutsu, e Wing Chun, quem tiver oportunidade que faça. Ou MMA pra quem quer ficar troncuda e quebra pau. Depois, é bom andar armada com porretes, e outras armas que arte marcial ninja usa. Essa camisinha é uma boa ideia e as mulheres devem se prevenir SIM! Se ficar pensando em ‘ah, vou apanhar do estuprador’, que pense, é melhor apanhar (pra quem não sabe se defender) que viver para o resto da vida com a dignidade, intimidade e sexualidade violada.

  2. Pedro Torres tem fundados motivos para sua preocupação. Lamentável a presunção de que a mulher seja sempre vítima. Em tempo: tenho 62 anos.

  3. eu francisco,sou contra estrupador,sou a favor desse RAPEX q vai cometer ao vagabundo o q e dor e outro motivos,ref.comentario sob espancar até matar a mulher o q já é normal por eses pcopatas e xaropes q existem, a mulher tem q procurar a policia e outros meios, ok

    • talvez ela demorou 40 anos no desenvolvimento do produto… ou você acha que pesquisas, especialmente quando não há o interesse público (estamos falando da áfrica, continente onde violência sexual e/ou contra mulheres é tratado como algo normal e ninguém é punido), trazem resultados rápidos e sempre favoráveis?

        • Desculpem, mas queixa-se de que ela demorou 40 anos a desenvolver o produto. Supondo que não foi a única médica/profissional a deparar-se com esse problema,pergunto: os outros, desenvolveram algum produto?
          É que, suponho, não é fácil ultrapassar questões monetárias, culturais e, principalmente políticas. Só o ato em si já demonstra uma mudança importante. Mesmo com 40 anos.

  4. Um estuprador merece muito mais que uma machucadinha no pênis , deveria ter ácido lá dentro do preservativo , e imediatamente o verme teria seu membro do mal destruído . ou quem sabe um veneno mortal de cobra … boas idéias hein ?

  5. Sou a favor. E acho que é genial o cara vai sintir tanta dor no pênis que não vai ter forças nem condições pra espancala. E quem disse ai qe a mulher nao devia revidar é um machista,ja passou da hora das mulheres daquele lugar reagirem

  6. Eu acho que isso é em parte errado. Não tem que ensinar a nós mulheres como nos defendermos de um estupro, e sim ensinar essas pessoas, que eu me recuso a chamar de homens, a não estuprar. Será que é difícil entender que nós só queremos ser respeitadas? claro que ele não conseguir consumar o ato alivia um pouco a dor, mas só o fato de alguém tentar invadir seu corpo sem a sua permissão, já é algo traumatizante! Acho que pensar em uma punição mais severa seria mais Sensato !

  7. Eu acho que isso é em parte errado. Não tem que ensinar a nós mulheres como nos defendermos de um estupro, e sim ensinar essas pessoas, que eu me recuso a chamar de homens, a não estuprar. Será que é difícil entender que nós só queremos ser respeitadas? claro que ele não conseguir consumar o ato alivia um pouco a dor, mas só o fato de alguém tentar invadir seu corpo sem a sua permissão, já é algo traumatizante! Acho que pensar em uma punição mais severa seria mais Sensato !

  8. É né, mas na África, suponha que você tem 13 anos e tem medo de ser estuprada… Alguém já viu a profundidade desse treco? Uma pré-adolescente precisa romper o hímen apenas por medo de ser estuprada? Ok que em qualquer um dos dois já romperia, mas afinal, ambos podem fazer muito mal pra uma mulher..
    Idealizando o produto, eu faria algo que não penetrasse muito, e que segurasse caso a pessoinha fosse muito forte direto(O que também machucaria e deixaria o estuprador atônito), mas como não sou muito criativa, não saberia dizer o quê.

  9. E uma excelente idéia. Lamento não nos permitirem usufruir desse mecanismo de segurança uma vez que e melhor a morte do que um vagabundo destuprador abusando do nosso corpo que e um nojo.

  10. E se a mulher usar isso num buraco e o estuprador preferir o outro? Se andar com os dois buracos tapados, vai parecer que estão caminhando dançando “pula boi, pula cavalo..”!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui