22.1 C
São Paulo
quinta-feira, maio 13, 2021

Juiz decreta prisão de Idosa que reagiu e matou assaltante! Será?

- Publicidade -

Será verdadeira a notícia do juiz que teria decretado a prisão de uma idosa por ela ter reagido a um assalto e matado o assaltante menor?

A notícia ganhou força na segunda quinzena de abril de 2017 e rapidamente se espalhou através de vários sites e blogs policiais. De acordo com o texto, uma senhora de 87 anos de idade estaria presa no Distrito Policial de Barrinha (SP) sob as acusações de homicídio e posse ilegal de arma!

A senhora, que teria afirmado em entrevista que já havia sido assaltada outras 15 vezes por esse bandido, teria matado o assaltante menor de idade Márcio Nadal Machado, ao se defender do assalto. O menor teria sido morto com três tiros pela aposentada depois dele ter invadido o apartamento dela.

Juntamente com a notícia, podemos ver fotos da idosa no momento da prisão e do garoto caído no chão, já sem vida!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Idosa está presa por se defender de bandido! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou farsa?

A notícia apareceu em diversos blogs pequenos, especializados em disseminar notícias não verificadas, como o Sobral 24 horas. Rapidamente, outros sites e blogs começam a replicar a história, sem a mínima preocupação da veracidade do que está sendo publicado.

Assim nascem os boatos…

O primeiro detalhe que chama atenção nessa “reportagem” é que o nome da senhora não é citado nenhuma vez. Falam o nome do assaltante, o nome do delegado, mas não falam nenhuma vez o nome da detenta.

Além disso, o assaltante é tratado como “menor de idade” no começo da matéria, mas logo em seguida é afirmado que ele tinha 33 anos de idade quando foi morto.   

- Publicidade -

O curioso é que o texto apresenta o mesmo teor (é quase igual) a outra notícia de dezembro de 2016, só que – na ocasião – quem havia reagido ao assalto era um senhor e não uma mulher. Alguém pegou o mesmo texto e fez uma adaptação.

Uma busca pelo nome do bandido, nos remete a uma notícia de 2013, quando o Ministério Público de Caxias do Sul (RS) arquivou o inquérito policial da morte de Márcio Nadal Machado, o Cachorrão, ocorrida em 9 de junho de 2012. De acordo com o inquérito, a aposentada Odete Hoffmann Prá, de 88 anos de idade, admitiu ter matado a vítima após a invasão de seu apartamento.

A idosa foi inocentada pois, segundo a promotoria, ela atuou em legítima defesa.

Ou seja, mesmo se fosse o mesmo caso, a senhora não foi presa!

Outro detalhe (triste) é que a dona Odete Hoffmann Prá acabou falecendo em um incêndio, alguns meses depois!

As fotos do crime

Se essa notícia é falsa, quem é a senhora que aparece na foto que ilustra essa “reportagem”?

A idosa mostrada na foto é a senhora Otacília Ferreira de Medeiros, de 66 anos de idade, que foi presa em junho de 2016 em Elesbão Veloso (PI). Conhecida como a “Tia do tráfico”, a dona Otacília foi presa em flagrante com 16 papelotes de crack e dois de maconha, além de dinheiro.

A imagem do homem caído no chão é de um bandido que foi baleado durante uma tentativa de assalto, em Nova Iguaçu (RJ). O crime aconteceu em agosto de 2015 e nada tem a ver com o fato dessa e-farsa!

Já a imagem que mostra um carro de polícia é de uma operação que a PM fez no Guarujá, em 2014. Naquele local, um turista havia sido baleado durante um assalto.

Conclusão

A notícia da idosa que teria sido presa por agir em legítima defesa e ter matado um menor de idade (de 33 anos) é falsa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

1 COMENTÁRIO

  1. Quando li o título lembrei automaticamente do caso que ocorreu aqui no Rio Grande do Sul, lembro que na época foi feita uma perícia no apartamento da idosa pois o delegado estava desconfiado de que ela não poderia ter atirado no ladrão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui