28.9 C
São Paulo
terça-feira, setembro 28, 2021

Londres não sofreu bombardeios de gás durante a Segunda Guerra Mundial

- Publicidade -

Uma foto de enfermeiras e bebês usando máscaras de proteção contra gases comumente circula nas redes sociais para demonstrar os horrores da Segunda Guerra Mundial. Na pandemia de Covid-19, essa e outras fotos semelhantes ganharam notoriedade em páginas de curiosidades gerais.

Quase sempre encontramos a foto atrelada a alegação de que um ataque com gás estava ocorrendo no momento que a foto foi tirada ou então que ataques com gás aconteciam com alguma frequência em Londres, na Inglaterra.

Exemplo disso é uma publicação da página “Fatos Desconhecidos”, no Facebook, em 10 de novembro de 2020 (arquivo), que já obteve mais de mil compartilhamentos e 19 mil reações desde então.

Publicação da página “Fatos Desconhecidos”, no Facebook, em 10 de novembro de 2020.

Entretanto, embora a foto seja verdadeira e tenha sido tirada em Londres, em 1940, a capital inglesa não sofreu nenhum ataque com gás durante a Segunda Guerra Mundial! Aliás, sequer houve ataques com gás em batalhas ocorridas na Europa no referido período.

A Verdade Sobre a Foto

Na verdade, essa foto pertence a coleção oficial referente a Segunda Guerra Mundial do antigo Ministério da Informação (MOI), que foi dissolvido em 1946, do Reino Unido. Ela retrata tão somente uma simulação de ataque com gás ocorrida num hospital de Londres naquele ano.

Eis o que consta na legenda oficial:

Three nurses carry babies cocooned in baby gas respirators down the corridor of a London hospital during a gas drill, 1940. Note the carrying handle on the respirator used to carry the baby by the nurse in the foreground

(Três enfermeiras carregam bebês encapsulados em máscaras de gás, própria para bebês, no corredor de um hospital em Londres durante uma simulação de ataque à gás em 1940. Observem a alça da máscara usada para carregar o bebê pela enfermeira em primeiro plano)

Na verdade, essa foto pertence a coleção oficial referente a Segunda Guerra Mundial do antigo Ministério da Informação (MOI), que foi dissolvido em 1946, do Reino Unido. Ela retrata tão somente uma simulação de ataque com gás ocorrida num hospital de Londres naquele ano.

Há diversas outras fotos desse período, que mostram crianças usando máscaras de gás no Reino Unido. Contudo, as crianças não usavam rotineiramente tais máscaras. Elas usavam durante treinamentos ou em alguma situação muito específica, que visava prepará-las para um eventual ataque inimigo.

Uma vez que não houve nenhum ataque dessa natureza (com a utilização de gás) contra Londres, a eficácia dos treinamentos nunca pode ser comprovada.

Poucos Ousaram Repetir o Terror Gerado pela Primeira Guerra Mundial

- Publicidade -

Após a utilização do gás cloro, do fosgênio, e do gás mostarda na Primeira Guerra Mundial havia o temor que ataques com gás também ocorressem na Segunda Guerra. Contudo, isso não aconteceu em Londres, tampouco em qualquer outra batalha em território europeu. O mesmo não podemos dizer do Exército Imperial Japonês, na Ásia.

Por medo de retaliação, no entanto, essas armas nunca foram usadas contra os ocidentais, mas contra outros asiáticos considerados “inferiores” pela propaganda imperial.

Importante destacar, que agentes nervosos chegaram a ser estocados pelos nazistas, assim como pelos britânicos. Num memorando, Winston Churchill defendeu a possibilidade de um ataque químico às cidades alemãs usando gás venenoso, e possivelmente antraz, mas a ideia provocou muita discussão e foi rejeitada.

Já o famigerado “Zyklon-B” foi utilizado nos campos de concentração nazistas, mas Hitler sempre foi relutante em utilizar gás contra os inimigos. A estratégia militar utilizada (Blitzkrieg) e o medo de uma retaliação na mesma moeda podem ter influenciado diretamente nessa relutância.

Conclusão

Fora de Contexto! Embora a foto seja verdadeira, e tenha sido tirada em Londres, em 1940, a capital inglesa não sofreu nenhum ataque com gás durante a Segunda Guerra Mundial! Aliás, sequer houve ataques com gás em batalhas ocorridas na Europa no referido período.

A foto retrata tão somente uma simulação de ataque com gás ocorrida num hospital de Londres naquele ano. Uma vez que não houve nenhum ataque dessa natureza (com a utilização de gás) contra Londres, a eficácia dos treinamentos nunca pode ser comprovada.

- Publicidade -
Marco Faustinohttp://www.e-farsas.com/author/marco
Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

2 COMENTÁRIOS

  1. Já li um artigo dizendo que os nazistas não usaram gás exatamente por esse medo de retaliação, já que boa parte de sua rede de suprimentos dependia de cavalos. Como não encontraram modo de proteger os cavalos contra o gás, temiam ataques que matasse os cavalos, o que os levaria à derrota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui