Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Marina Silva já invadia fazendas com o MST e a CUT desde 1986?

Falso

Marina Silva já invadia fazendas com o MST e a CUT desde 1986?

Marina Silva já invadia fazendas com o MST e a CUT desde 1986?

É verdade que a candidata à Presidência Marina Silva invadia fazendas com o apoio do MST e da CUT desde 1986?

Uma foto circula através das redes sociais mostrando a senadora Marina Silva mais jovem, liderando um grupo de pessoas em meio a uma mata, e o texto que acompanha a imagem afirma que a jovem Marina invadia fazendas juntamente com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e que essa fotografia foi tirada durante uma invasão de uma fazenda no Acre, em 1986!

Será que essa história é real?

Marina Silva invadia fazendas com o MST desde 1986? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

A foto circula há anos pela web e volta a ficar em evidência com a proximidade das eleições presidenciais no Brasil. Diferente do que algumas publicações no Facebook sugerem, a foto não é algo que “vazou na net”. Uma busca no verbete dedicado à Marina Silva no Wikipédia e podemos ver que a imagem está lá, disponível desde fevereiro de 2010:

A foto, na verdade, se refere a um empate e não a uma invasão de terras. Para quem não conhece o termo, um empate é uma manifestação de ativismo político em prol da preservação da floresta amazônica pelos seringueiros.

Nesse tipo de manifestação, pessoas se unem com as mãos dadas em torno da área a ser devastada, formando uma enorme corrente e impedindo dessa forma desmatamento da área!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Outra tática dos manifestantes é a de cercar os trabalhadores encarregados do desmatamento até que seu líder assine algum documento garantindo que o trabalho será suspenso.

Note que, curiosamente, no verbete do Wikipédia a respeito de Empates, a foto da jovem Marina Silva é usada como exemplo.

Ou seja, a invasão (ou invasões) ocorreu, mas não era nada relacionado ao MST.

Nessa matéria da Folha de São Paulo, de 2009, é explicado que vários motivos dificultavam a organização do MST no norte do país e que estados como o Acre não eram abrangidos pela área de atuação do movimento.

Amor e ódio ao MST?

Ambientalista, Marina Silva já deu declarações contra e a favor do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Em 2009, por exemplo, a então senadora disse apoiar a CPI envolvendo o MST, no entanto, afirmou que os fazendeiros também tem que ser investigados:

“É fundamental que se investigue não só o MST, mas também os produtores. Violações e irregularidades acontecem de todos os lados” disse a então pré-candidata a presidente da República ao jornal Extra

Em abril de 2018, a pré-candidata na eleições daquele ano fez um “comício” para os integrantes do MST e atacou seu adversário, Jair Bolsonaro, dizendo que ele faz parte do “lado negro da força”.

Conclusão

A foto antiga mostrando Marina Silva liderando um grupo no meio do mato é de uma manifestação chamada “empate” contra o desmatamento de uma área de extração de seringueiros!

Continue lendo
45 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo