Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

A França aprovou uma lei que liberou a pedofilia?

Crimes

A França aprovou uma lei que liberou a pedofilia?

A França aprovou uma lei que liberou a pedofilia?

É verdade que agora, na França, uma nova lei liberou a pedofilia e adultos podem se relacionar com crianças de qualquer idade sem que haja nenhuma punição?

A notícia se espalhou através de várias publicações em sites e blogs, além de vídeos e textões nos grupos de WhatsApp, na segunda quinzena de agosto de 2018. De acordo com o que se espalhou, a França promulgou uma lei que libera a prática de sexo entre adultos e crianças!

Conhecida como a Lei Schiappa, as novas regras passariam a valer logo após a sua promulgação, no dia 03 de agosto de 2018, e estaria estipulando que não haja mais um limite mínimo para que uma criança se relacione sexualmente com um adulto!

Será que isso é verdade mesmo?

Agora na França está liberada a pedofilia? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Antes de tudo, precisamos deixar claro aqui que estamos nos baseando em um “artigo” publicado no site conhecido aqui no E-farsas por criar fake news há anos: O Sempre Questione!

Só para você ter uma ideia, esse é o mesmo site que publicou a “notícia” afirmando que um funcionário de um necrotério foi cremado por engano enquanto tirava uma soneca, dentre várias outras que já desmentimos aqui!

Voltando ao tema principal dessa nossa pesquisa, a França aprovou, de fato, a Lei 2018-703 – no dia 03 de agosto de 2018, mas apesar de toda a polêmica criada sobre isso, a lei não afirma que a pedofilia está liberada no país.

Na legislação anterior, já era ilegal ter relações sexuais com alguém de 15 anos ou menos, crime punível com cinco anos de prisão e uma multa de 75.000 euros. O que mudou com a nova lei é que ela aumentou essas penas para sete anos de prisão e uma multa de 100.000 euros.

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

A nova lei também torna mais fácil as denúncias contra um adulto que tenha relações sexuais com uma criança de 15 anos ou menos e o que gerou certa confusão é que agora não há uma idade mínima para que seja considerado crime. Pelo menos, não, textualmente!

No entanto, é bom lembrar que a França já não tinha expressa em sua Lei uma idade considerada mínima para que fosse caracterizada a pedofilia. A “novidade” é que nessa nova lei, o texto diz isso textualmente (que não há idade mínima para se caracterizar a pedofilia).

Em outras palavras: Não importa se a vítima tem 15, 14, 10, 5 anos de idade! Se o adulto for denunciado e condenado, as penas são até mais duras do que eram antes!

Ah! Outro detalhe é que a nova lei também penaliza o assédio nas ruas.

Conforme bem apurado pelo site de língua inglesa Fact Check, a  Lei Schiappa (em homenagem à Marlène Schiappa, secretária de Estado da Igualdade entre Mulheres e Homens) também amplia o que constitui estupro quando um adulto faz sexo com alguém de 15 anos ou menos. Os fatores de coerção e surpresa, de acordo com a lei, podem ser caracterizados pelo “abuso da vulnerabilidade”, se a vítima não tiver “o discernimento necessário para esses atos”.

Fica a cargo dos juízes decidir se a vítima foi ou não capaz de dar o consentimento.

Origens

Toda essa confusão parece ter começado nos Estados Unidos, quando o site Your News Wire (conhecido por disseminar fake news há anos) criou a notícia falsa, distorcendo completamente os fatos a respeito da Lei Schiappa e dando a entender que a França havia liberado a pedofilia!

Recapitulando

Diferente de outros países (incluindo aí o Brasil), a legislação da França não prevê uma idade mínima para que sexo entre um adulto e uma criança seja considerado pedofilia, mas isso não significa que a prática não seja crime. Alguns exemplos são:

  • O artigo 227-25 do código penal francês proíbe a “infração sexual da pessoa de uma criança menor de 15 anos” (chamada de “atteinte sexuelle”). Como mencionamos lá em cima, a pena para esse crime era de cinco anos de prisão e 75.000 euros e foi aumentada para 100.000 euros e 7 anos de prisão com a nova lei;
  • No artigo 222-24 do mesmo código penal, é previsto que a violação de uma criança com menos de 15 anos é considerada uma violação agravada, o que aumenta a punição para 20 anos de prisão.
  • Também, no artigo 222-22, a lei é clara e define o estupro como “uma agressão sexual cometida com violência, coerção, ameaça ou surpresa”.

Conclusão

Uma nova lei aprovada na França não determina uma idade mínima para que a prática de sexo entre um adulto e uma criança seja considerada crime. No entanto, não havia nada que estipulava uma idade mínima para isso nas leis francesas! A nova lei dá mais ferramentas para que os juristas possam julgar os crimes contra as crianças no país e não tornou a pedofilia algo legalizado!

Continue lendo
337 Comentários

Comente

337 Comments

  1. Pingback: A França aprovou uma lei que liberou a pedofilia? - Blog Ultradicas

  2. Marcelo

    23 de agosto de 2018 em 7:09

    E farsas fazendo fale News e se contradizendo no próprio texto.
    Com a lei atual sem idade limite um ato sexual com menor de 15 anos é considerado um agrave, pode chegar até 7 anos. Se fosse com lei de idade mínima isso seria considerado pedofilia, pena de até 20 anos. Como que a lei sem idade mínima é mais rígida?? Vocês cagaram no texto.

    • Eu™

      23 de agosto de 2018 em 16:43

      “Fale news”. Tá “serto”. Nem escrever sabe, e quer comentar. Analfabeto funcional.

      • Eliã Faustino

        24 de agosto de 2018 em 14:35

        o outro veio corrigir, vc sabe que a letra K fica ao lado da letra L, então é só juntar os pauzinhos e vai ver que foi um erro de digitação!

        E sim a França legalizou a pedofilia por tabela na lei, visto que não tendo idade minima, basta a criança consentir e convenhamos ludibriar uma criança não é difícil

        • Eu™

          26 de agosto de 2018 em 23:12

          Fonte: cu. Ok.

        • Eu™

          27 de agosto de 2018 em 17:26

          o outro veio corrigir, vc sabe que a letra K fica ao lado da letra L, então é só juntar os pauzinhos e vai ver que foi um erro de digitação!

          >Continua sendo analfabeto funcional.

          E sim a França legalizou a pedofilia por tabela na lei, visto que não tendo idade minima, basta a criança consentir e convenhamos ludibriar uma criança não é difícil

          >Fonte: CU. Dá uma lida, dá:

          https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2018/08/25/verificamos-franca-nao-aprovou-lei-da-pedofilia/

          Tente aprender a interpretar textos. Faz bem e evita passar vergonha.

          • CLIFFORD PATRICK TAVARES HODGSON

            27 de agosto de 2018 em 22:10

            O autor deste blog está afirmando uma coisa e esta pessoa do Lupa está afirmando outra. Aqui se diz que os juízes vão decidir se houve ou não coerção. Lá se diz, ao contrário, que a coerção é presumida para sexo com menores de 15 anos…

          • Danilo Augusto Zouain Porto

            27 de agosto de 2018 em 23:22

            Se você não entendeu bem , mas sem idade de consentimento sexo com uma menina de 11 anos so vai ser estupro se nao tiver uma conversa antes e o consentimento , então sim a pedolifia (ou o nome bonitinho de quem defende pedossexual) esta descriminalizado , e como o cidadao pode fazer tudo que a lei não proíbe, e alei não proibe sexo com menoes de 15 anos, ou seja desde que tenham consentimento ele poderá ter relações sexuais com quantas crianças quiser , so sera punido se tiver o estupro ou o ato sexual forçado com ou sem penetração.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 15:58

            Não. Nada disso faz sentido. Lamento, você continua equivocado.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 16:01

            E-farsas:
            “Uma nova lei aprovada na França não determina uma idade mínima para que a prática de sexo entre um adulto e uma criança seja considerada crime. No entanto, não havia nada que estipulava uma idade mínima para isso nas leis francesas! A nova lei dá mais ferramentas para que os juristas possam julgar os crimes contra as crianças no país e não tornou a pedofilia algo legalizado!”

            “A lei 2018-703 é, na verdade, contra violências sexuais em geral. O artigo dois, do segundo capítulo é o que trata especificamente da violência contra menores de idade. Foi ele que causou polêmica, ao não incluir a expressão “não-consentimento” em seu texto. Mas, em nenhum momento, libera a pedofilia.

            A lei francesa jamais fixou de forma clara uma idade de consentimento, e isso não foi alterado pela Lei Schiappa. Isso não significa, no entanto, que adultos podem fazer sexo com crianças impunemente.”

            Lupa:

            Onde são afirmações distintas?

        • Léo Silva

          28 de agosto de 2018 em 15:29

          Esse tal de “Eu” só entra pra denegrir pessoas , religiões e gosta de ridicularizar os demais nos comentários.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 16:26

            Vai chorar?

          • Leandro Gomes

            28 de agosto de 2018 em 21:24

            Ele é somente o fake de um pedófilo se doendo. Nada demais.

          • Eu™

            29 de agosto de 2018 em 10:01

            “Ele é somente o fake de um pedófilo se doendo. Nada demais.”

            Prove. Duvido. Se não provar que sou pedófilo, vou te processar por calúnia.

      • SERGIO ROBERTO DOS SANTOS MARCIANO

        24 de agosto de 2018 em 20:50

        Este “fale” News com certeza, foi um erro de digitação, Nao de não saber escrever!!! Quer dizer… que num país, onde não se existe idade mínima de consentimento, o pedófilo (abusador) só será um criminoso, se ele for DENUNCIADO e/ou CODENADO? Isto se a vítima a (criança) terá que conseguir provar, que ela não consentiu tal ato, ou não foi coagida, aliciada, amedrontada, ameaçada e forcada??? E nós que somos analfabeto funcionais??? Rpz… Eh querer desprezar demais a capacidade de inteligência do ser humano, viu?! Pelo amor de Deus… Isto que vcs estão fazendo eh um CRIME, um Desserviço total, uma VERGONHA!!! Vcs são os FAKES NEWS!!!!!!!!!!!!!!!

      • Diogo

        28 de agosto de 2018 em 19:00

        Vai atacar o mérito ou não. Na verdade esse site agora foi uma vergonha. Aqui no Brasil também não tem. O 14 anos foi criado por costume jurídico. Agora. Oficialmente não a idade. Ou seja. Se o homem provar que a menina com 12 era prostituta. Ok . Liberado o sexo. Entende. Sem uma idade mínima. O sexo infantil vai ser liberado.

        • Eu™

          29 de agosto de 2018 em 10:03

          Fonte: CU.

      • Yuri Silva

        28 de agosto de 2018 em 19:19

        Amigo, recomendo que verifique atenciosamente a pontuação dos seus textos antes de críticar alguém.

    • Junior L. Botelho

      25 de agosto de 2018 em 13:09

      O cara não sabe nem ao menos obedecer a gramática e a ortografia, ainda mais interpretar um texto. Temos que ter muito cuidado pois esse tipo de pessoa, infelizmente, vota.

    • Irineu

      28 de agosto de 2018 em 9:24

      Ô, seu Zé ruela…. O de 7 anos é quando não há o abuso físico e o de 20 é quando há o abuso físico.

      Vê se aprende a ler, caramba!

    • MRC

      28 de agosto de 2018 em 15:44

      O que dizer disso “Fica a cargo dos juízes decidir se a vítima foi ou não capaz de dar o consentimento.” Quem tiver amigos no judiciário não será condenado, isso pra mim é permissão do Estado para pedofilia.

  3. Daniel Pino

    23 de agosto de 2018 em 8:24

    1 – Não existe criança de 15 anos ou menos. Existem crianças (0 a 11 anos) e adolescentes (12 a 17 anos).
    2 – Nenhum país do mundo permite sexo com criança.
    3 – Nenhum país democrático do mundo proíbe sexo com adolescente com ou menores, exceto com aqueles abaixo da idade legal de consentimento, que varia de país para país. A média na maioria dos países é 14 anos. Na Califórnia a lei proíbe relacional sexual com menor de 18, mas a Califórnia não é um país, é um estado.
    4 – Sexo com menor ou com adolescente não é pedofilia.
    5 – Pedofilia não é abuso sexual.
    6 – A lei francesa não faz nenhuma menção a criança de 15 anos ou menos, coisa que não existe, mas a menor de 15 anos ou menos.
    7 – A idade de consentimento na frança era de 11 anos emn 1832, 13 em 1863. Em 1942, legisladores homofóbicos diferenciaram as leis e passou a ser de 21 para relacionamentos com o mesmo sexo e ainda de 13 para relacionamentos héteros. Em 1945 igualou-se todos para 15 anos. Em 1974 os homofóbicos atuaram novamente e a idade para relacionamento homossexual foi fixado em 18. In 1982, foi igualado tudo novamente para 15. Intelectuais franceses como Sartre e Foucault sempre pressionaram para a idade ser fixada em 12, ou seja, no início da adolescência, acabando com discriminação e punições injustas.

    • Gilmar Lopes

      23 de agosto de 2018 em 12:19

      Resumiu bem!

      • Diogo

        28 de agosto de 2018 em 19:07

        Então. Resumiu O seu erro e vc não tem a coragem de admitir que errou. Antes os julgados falavam 12 anos. Agora. Acabou a idade. E dependendo do caso 09 anos pode se a menina já for praticante. Vergonha vc nesse momento.

        • Eu™

          29 de agosto de 2018 em 10:04

          E. Você. Não sabe. Usar pontuação. Como. Acha que. Pode comentar?

          • diogo

            29 de agosto de 2018 em 16:27

            Celular. Escrevo como quero.
            Vai atacar raciocínio ou a pessoa?

          • Eu™

            29 de agosto de 2018 em 16:44

            A pessoa. Sempre. Se a pessoa nem escrever corretamente, sabe, por que acharia que o raciocínio faz sentido?

    • mmm

      23 de agosto de 2018 em 13:14

      homofóbicos

    • Douglas

      23 de agosto de 2018 em 14:13

      “Sartre e Foucault” Progressista detectado.
      “Pedofilia não é abuso sexual”, mano… procure tratamento psiquiátrico.
      7- na idade média a idade mínima para o ato sexual era equivalente ao período da puberdade… bora reviver a inquisição também pra combinar? A Sharia também não especifica idade mínima para o nikah https://oglobo.globo.com/mundo/menina-de-oito-anos-morre-apos-lua-de-mel-com-marido-de-40-9902004

      • Eu™

        23 de agosto de 2018 em 16:44

        Mais um analfabeto funcional que não entendeu nem o texto nem o comentário do Daniel. Triste.

      • Jonas

        24 de agosto de 2018 em 1:08

        Pedofilia não é abuso,🤔
        Bom… pedófilos que devem pensar assim né?!

        • Eu™

          24 de agosto de 2018 em 9:11

          Não. Inteligentes pensam assim. Idiotas acham que pedofilia é abuso ou crime. Não é.

          • Eduardo Mansur

            28 de agosto de 2018 em 17:31

            Tentar explicar para quem não tem estudo essa diferença entre estupro de vulnerável, ou abuso de menores e a parafilia que consta no CID-10 da psiquiatria é UMA TORTURA.

            Sério, a internet uniu mesmo os idiotas.

            Parabéns por tentar informar, Daniel Pino.
            Só que idiotas nem entendem o que vc fala. 🙁

        • Carlos E. D.. Bernardo

          24 de agosto de 2018 em 20:32

          Se pedofilia não é abuso é o que então? Vai dizer que existe amor entre uma criança de 8 anos e um velho de 60, só na sua cabeça doentia

          • Eu™

            27 de agosto de 2018 em 10:30

            Pedofilia é doença. O crime é abusar de crianças. Nem todo pedófilo abusa de crianças e nem todo abusador de crianças é pedófilo. Aprenda a diferença. Ninguém pode ser preso por ser pedófilo (“portador” do transtorno pedofilia), a não ser que infrinja alguma lei referente, como abusar de crianças ou produzir e armazenar conteúdo sexual envolvendo crianças, etc.

        • Descrente

          26 de agosto de 2018 em 17:25

          Ele quis dizer q pedofilia a filia em si não é abuso em si, apenas se for praticado.

        • Álissom

          27 de agosto de 2018 em 12:13

          Com certeza. Defendendo os próprios interesses e desejos ilícitos e excusos. Triste ver pra onde estamos “evoluindo”……

        • Miguel Salazar

          27 de agosto de 2018 em 19:45

          “O ECA também trata de crimes envolvendo a pedofilia:

          Art. 240 do ECA – utilização de criança ou adolescente em cena pornográfica ou de sexo explícito;
          Art. 241 do ECA – comércio de material pedófilo;
          Art. 241-A do ECA – difusão de pedofilia;
          Art. 241-B do ECA – posse de material pedófilo;
          Art. 241-C do ECA – simulacro de pedofilia;
          Art. 241-D do ECA – aliciamento de menores.
          O art. 241-E do ECA trata-se de norma explicativa dos crimes previstos no art. 240, art. 241, art. 241-A a art. 241-D do ECA.” Parece que o senhor “Eu” não atentou para o que realmente está escrito no ECA. Ou não fez e nem faz questão disso. Seria ele, o “Eu” um pedófilo prestes a perder o controle? Bem provável que sim!

          • Bonozélio Tu Eles

            28 de agosto de 2018 em 10:29

            Miguel, só pelo fato do cidadão intitulado “Eu” não ter se dado ao trabalho de ter lido tudo isso que vocês pôs ai, comprovando crime de pedofilia, já é motivo de sobrar para tentarmos descobrir quem é essa criatura e mantermos ele longe de qualquer criança/adolescente. Isolado do Mundo.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:43

            Eu li. Em nenhum momento afirma que pedofilia seja crime. Não confunda as coisas, analfabeto funcional.

            Vou explicar novamente, quem sabe desta vez você compreenda… se não, eu posso desenhar pra você, que tal?

            O termo “pedofilia” parece bastante óbvio, mas não o é.

            Sendo assim, afinal, o que é pedofilia?

            Muitas coisas acerca de tal denominação são debatidas e nem sempre condizem com a realidade.

            Certamente haverá muita divergência de opinião sobre o presente escrito, porém, como o assunto aqui está sendo tratado de forma técnica, temos que assim expor ignorando o “senso doutrinário comum”.

            Conforme estabelece a nossa Constituição Federal em seu art. 5º, XXXIX, todo crime deve ter expressa previsão em lei

            Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal.
            e, assim sendo, não existe em nosso ordenamento jurídico atual, por exemplo, os crimes de pedofilia e abuso sexual por total ausência de previsão normativa.

            Apenas a título de esclarecimento, por não ser objeto da discussão do esboço em comento, todo crime sexual é um abuso sexual, mas o crime de “abuso sexual”, propriamente dito, não existe.

            A pedofilia, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é uma doença em que o indivíduo possui um transtorno psicológico e, assim sendo, apresenta um desejo, uma fantasia e/ou estímulo sexual por crianças pré-púberes.

            Vale a observação de que em nenhum momento exige-se que o pedófilo tenha contato físico com a “vítima” e, assim sendo, a pedofilia pode exteriorizar-se em diversas formas como veremos adiante.

            A pedofilia é uma doença e, como tal, deve ser encarada e tratada.

            Grande questão que surge quando tratamos deste polêmico tema é: se pedofilia não é crime, como punir o pedófilo?

            Ninguém pode ser punido criminalmente por ter alguma doença, porém, quando o pedófilo (quem tem pedofilia) exterioriza a sua patologia e essa conduta se amolda em alguma tipicidade penal, estará caracterizado o crime (da tipicidade incorrida E NÃO DE PEDOFILIA).

            Importante ressaltar que não existe cura para a pedofilia e, por este motivo, o pedófilo (que é quem padece de pedofilia) deve ter acompanhamento clínico constante para que não exteriorize a sua patologia.

            Há de se dizer que nem todo pedófilo é um “criminoso”. Só comete crime aquele que exterioriza a sua pedofilia.

            Dessa forma, que crimes tipificados em nosso ordenamento jurídico os pedófilos podem incorrer?

            Os mais comuns, que sugerimos a leitura para melhor compreensão do tema, são os tipificados nos arts. 240 ao 241-D do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e nos arts. 217-A e 218-A do CP (Código Penal).

            Vale a observação de que nem todos os que incorrem em alguma das tipicidades citadas são pedófilos.

            Muitas pessoas cometem crimes de conotação sexual sem nenhuma patologia clínica, diferentemente dos pedófilos que padecem de um transtorno mental sexual.

            Assim, como podemos observar, o pedófilo, a princípio, não é um criminoso, mas um doente. Ele torna-se criminoso a partir do momento que exterioriza a sua patologia e esta se enquadra em algum crime previsto no ordenamento jurídico como já observamos.

            Entendeu agora, apedeuta?

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:44

            Parece que o senhor “Eu” não atentou para o que realmente está escrito no ECA. Ou não fez e nem faz questão disso. Seria ele, o “Eu” um pedófilo prestes a perder o controle? Bem provável que sim!

            >Ao contrário de pedofilia, injúria e difamação são crimes previstos no código penal. Se me acusa disso, deve provar o que afirma, do contrário poderá ser acusado criminalmente. Cuidado, hein?

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 15:19

            “O ECA também trata de crimes envolvendo a pedofilia:”

            CRIMES ENVOLVENDO A PEDOFILIA.

            Não que PEDOFILIA (que é uma doença) seja crime.

            Interpretação de textos, analfabetos funcionais. Interpretação de textos.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 16:03

            Bonozélio Tu Eles acha aí no texto do Miguel qual artigo versa sobre ser portador de pedofilia. No aguardo.

          • Eduardo Mansur

            28 de agosto de 2018 em 17:33

            DHWAHAUHDWAUHDWAH O CARA MUDOU O ECA e trocou as palavras da tipificação penal pela PEDOFILIA! kkkkkk

            Amigo, alterar qualquer lei e postar na internet é CRIME, ta?

      • Guilherme

        24 de agosto de 2018 em 10:37

        Pedofilia como o nome ja diz é sexo com crianca e criancas nao possuem dicernimento nenhum para praticar sexo tanto fisilogicamente como psicologicamente, alem de serem facilemente manipulaveis se um individuo é pedofilo abusa sim sexualmente da crianca

    • Eodwynn

      23 de agosto de 2018 em 14:23

      A esquerda ADORA jogar com palavras e enganar as pessoas.
      Resumindo: se não existe idade mínima pra proibir uma pessoa de fazer sexo com uma criança, quando a criança ou adolescente consentir o ato, NÃO SERÁ crime. Pedofilia escancarada cara, daí vem essas fact checking dar de intelectual! Vão se ferrar!

      • Eu™

        23 de agosto de 2018 em 16:45

        Pedofilia não é crime. Duvido apresentar a lei no código penal ou no ECA que explicite que pedofilia é crime. No aguardo.

        • Andre Santiago Henriques

          23 de agosto de 2018 em 18:43

          Pedofilia é crime sim! Não é preciso ter a palavra “pedofilia” escrita na lei para que seja crime. Basta que os atos de pedofilia estejam tipificados. E eles estão! Leia os seguintes artigos do ECA e do Código Penal:

          ECA: artigos 240, 241, 241A, 241B, 241C. 241D e 241E;
          Código Penal: artigos 217A, 218, 218A e 218B

          Não defenda Pedófilos!

          • Ronaldo lira

            23 de agosto de 2018 em 22:58

            Maravilha!! Vamos combater contra estes argumentos do inferno.

          • marcio

            24 de agosto de 2018 em 7:53

            na verdade irão.pedofilia não é crime não…. seus atos de execução sim…

          • Eu™

            24 de agosto de 2018 em 9:14

            Analfabetismo funcional, a gente vê por aqui!

            Infelizmente o assunto está na crista da onda recorrente em vários canais de comunicação, tais como rádios, telejornais, revistas, sites e telenovelas, porém, longe de ser uma novidade.

            A pedofilia existe há séculos e, certamente, com a globalização ela está muito mais aparente.

            O termo “pedofilia” parece bastante óbvio, mas não o é.

            Sendo assim, afinal, o que é pedofilia?

            Muitas coisas acerca de tal denominação são debatidas e nem sempre condizem com a realidade.

            Certamente haverá muita divergência de opinião sobre o presente escrito, porém, como o assunto aqui está sendo tratado de forma técnica, temos que assim expor ignorando o “senso doutrinário comum”.

            Conforme estabelece a nossa Constituição Federal em seu art. 5º, XXXIX, todo crime deve ter expressa previsão em lei

            Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal.
            e, assim sendo, não existe em nosso ordenamento jurídico atual, por exemplo, os crimes de pedofilia e abuso sexual por total ausência de previsão normativa.

            Apenas a título de esclarecimento, por não ser objeto da discussão do esboço em comento, todo crime sexual é um abuso sexual, mas o crime de “abuso sexual”, propriamente dito, não existe.

            A pedofilia, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é uma doença em que o indivíduo possui um transtorno psicológico e, assim sendo, apresenta um desejo, uma fantasia e/ou estímulo sexual por crianças pré-púberes.

            Vale a observação de que em nenhum momento exige-se que o pedófilo tenha contato físico com a “vítima” e, assim sendo, a pedofilia pode exteriorizar-se em diversas formas como veremos adiante.

            A pedofilia é uma doença e, como tal, deve ser encarada e tratada.

            Grande questão que surge quando tratamos deste polêmico tema é: se pedofilia não é crime, como punir o pedófilo?

            Ninguém pode ser punido criminalmente por ter alguma doença, porém, quando o pedófilo (quem tem pedofilia) exterioriza a sua patologia e essa conduta se amolda em alguma tipicidade penal, estará caracterizado o crime (da tipicidade incorrida E NÃO DE PEDOFILIA).

            Importante ressaltar que não existe cura para a pedofilia e, por este motivo, o pedófilo (que é quem padece de pedofilia) deve ter acompanhamento clínico constante para que não exteriorize a sua patologia.

            Há de se dizer que nem todo pedófilo é um “criminoso”. Só comete crime aquele que exterioriza a sua pedofilia.

            Dessa forma, que crimes tipificados em nosso ordenamento jurídico os pedófilos podem incorrer?

            Os mais comuns, que sugerimos a leitura para melhor compreensão do tema, são os tipificados nos arts. 240 ao 241-D do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e nos arts. 217-A e 218-A do CP (Código Penal).

            Vale a observação de que nem todos os que incorrem em alguma das tipicidades citadas são pedófilos.

            Muitas pessoas cometem crimes de conotação sexual sem nenhuma patologia clínica, diferentemente dos pedófilos que padecem de um transtorno mental sexual.

            Assim, como podemos observar, o pedófilo, a princípio, não é um criminoso, mas um doente. Ele torna-se criminoso a partir do momento que exterioriza a sua patologia e esta se enquadra em algum crime previsto no ordenamento jurídico como já observamos.

            Questão interessante a se debater é a sanção imposta a um pedófilo quando exterioriza a sua conduta. Aplica-se pena a um doente mental que comete crime?

            A resposta é: depende.

            Quando alguém comete um crime aplica-se a este uma pena ou uma medida de segurança.

            Superficialmente, para melhor entendermos o contexto exposto, de acordo com o Código Penal:

            Art. 32 – As penas são:
            I – privativas de liberdade;
            II – restritivas de direitos;
            III – de multa.
            Ainda, segundo o Código Penal:

            Art. 96. As medidas de segurança são:
            I – Internação em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou, à falta, em outro estabelecimento adequado;
            II – sujeição a tratamento ambulatorial.
            No caso dos pedófilos é de suma importância a observância de cada caso concreto para que haja uma minuciosa análise clínica devidamente atestada e fundamentada em laudo pericial para a aplicação de uma pena ou medida de segurança.

            Dependendo do grau da pedofilia (doença) que padece o sujeito ativo, a pena (restritiva de liberdade – detenção ou reclusão) pode ser substituída por uma medida de segurança.

            Como os crimes que citamos são apenados com reclusão, a medida de segurança a ser imposta é a internação em hospital de custódia e tratamento psiquiátrico.

            Apenas por fidelidade jurídica, ainda que de forma minoritária, algumas decisões estão sendo proferidas no sentido de aplicação da medida de segurança de tratamento ambulatorial para condutas criminosas apenadas com reclusão.

            Majoritariamente, a aplicação de tratamento ambulatorial é apenas para condutas tipificadas com pena de detenção (e não reclusão).

            A grande dificuldade da correta aplicação da sanção ao pedófilo é a deficiência do sistema estatal como um todo, pois o “doente psicológico sexual” é tratado da mesma forma que o “criminoso sexual”.

            Obviamente que não pregamos abrandamento ao pedófilo, pois a vítima de um pedófilo será sempre uma vítima sexual com traumas, muitas vezes, irreversíveis, porém, como operador do direito tenho que respeitar o ordenamento jurídico vigente e trazer à baila uma discussão de suma importância.

            Ressalta-se, oportunamente, que o art. 26 do Código Penal sempre deve ser observado para a aplicação da pena ou da medida de segurança:

            Art. 26 – É isento de pena o agente que, por doença mental ou desenvolvimento mental incompleto ou retardado, era, ao tempo da ação ou da omissão, inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com esse entendimento.
            Parágrafo único – A pena pode ser reduzida de um a dois terços, se o agente, em virtude de perturbação de saúde mental ou por desenvolvimento mental incompleto ou retardado não era inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato ou de determinar-se de acordo com esse entendimento.
            Por fim, longe de esgotar o tema, a discussão trazida é para elucidar que a pedofilia não é um crime, mas sim uma doença, como, também, discutir a correta aplicação da sanção imposta a um pedófilo que, clinicamente, é um doente.

          • Mauro Wunderlich

            17 de setembro de 2018 em 15:48

            Estão falando a mesma coisa e se perdendo na semântica. O que o “Eu” está dizendo é que a pedofilia é a VONTADE de praticar sexo com crianças. Isso não é um crime. É um estado patológico.Se torna crime se o indivíduo realmente FIZER sexo com crianças.
            Um paralelo poderia ser ter VONTADE de matar alguém. Isso não é um crime. O crime acontece se efetivamente vc MATAR alguém.

          • Eu™

            18 de setembro de 2018 em 10:06

            Não adianta, Mauro. 100% dos 92% estão aqui nos comentários. Eles são incapazes de compreender um texto. É o reflexo da falta de investimento na educação.

            E são esses quem escolhem nossos governantes. Assustador.

        • Allan

          23 de agosto de 2018 em 20:15

          Doente..

          • Eu™

            24 de agosto de 2018 em 9:15

            Idiota e analfabeto funcional.

          • Cruz Alberto

            28 de agosto de 2018 em 14:46

            Esconda-se atrás de um codinome ”eu”. Pela conversa você provavelmente é um pedofilo com medo de quando for descoberto ir para a cadeia e receber o que merece. Vem com conversinha de tratamento. Na cadeia você sabe qual o tratamento.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:58

            Esconda-se atrás de um codinome ”eu”. Pela conversa você provavelmente é um pedofilo com medo de quando for descoberto ir para a cadeia e receber o que merece. Vem com conversinha de tratamento. Na cadeia você sabe qual o tratamento.

            >Lembrando que – ao contrário da pedofilia -, calúnia, injúria e difamação SÃO crimes previstos no código penal e você pode ser submetido às sanções legais caso não consiga evidenciar o que me acusa, hein?

            Cuidado, acusação sem provas pode te trazer problemas, hein? Ainda bem que já capturei a tela com seus comentários!

        • Vitor de Melo Gonçalves

          23 de agosto de 2018 em 22:20

          Art. 217-A do CP – Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos: Pena – reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos. Se bem, que você está indicando que deveria ter a rubrica encriminadora, ou seja, você gostaria de um novatio legis encriminadora para descrever? Não precisa essa já basta. Ok. Um abraço. Tem alguma vaga de emprego aí com vocês?

          • Descrente

            26 de agosto de 2018 em 17:55

            Art. 217-A do CP – Ter CONJUNÇÃO CARNAL ou PRATICAR OUTRO ATO libidinoso com menor de 14 (catorze) anos

          • Eu™

            27 de agosto de 2018 em 11:19

            Só gostaria que você citasse onde no código penal ou no ECA diz que PEDOFILIA É CRIME. Até agora, NADA.

        • Mumas Santis

          24 de agosto de 2018 em 14:55

          Eu™, Seu comentário estará sendo enviado para a polícia. Pessoas que pensam como vc, provavelmente já devem ter praticado atos ilicitos ou compartilhado conteúdo ilícito sobre pedofilia.

          • Eu™

            26 de agosto de 2018 em 23:08

            Opa, aguardarei ansiosamente a chegada dos policiais, assim poderemos todos te prender. Ops, esqueci que, assim como pedofilia, idiotice não é crime! Droga!

          • Eu™

            26 de agosto de 2018 em 23:10

            A propósito, já conseguiu achar no código penal ou no ECA onde diz que pedofilia é crime? Até agora ninguém conseguiu…

      • Solitário

        26 de agosto de 2018 em 3:30

        Os bicho tentando disfarçar a liberação da pedofilia!!
        Grande bosta essa fak News…

    • Luiz

      23 de agosto de 2018 em 19:01

      Me pareceu que entende correto ou certo a atividade sexual com crianças de 12 anos…Vá se cuidar! Desde quando um adolescente de 12 tem sequer ideia de certo ou errado com relação a sexo? E por qual razão os legisladores seriam homofóbicos, se a interpretação histórica deve sempre ser considerada em seu contexto?
      É esse o problema….muita gente querendo se aproveitar de crianças. Cretinice de altíssimo nível.

    • Maralana

      4 de setembro de 2018 em 8:24

      Pedofilo encubado

      • Agente da Polícia Federal - Crimes Digitais

        4 de setembro de 2018 em 10:30

        Calúnia é crime previsto pelo art. 138 do Código Penal

        Seu endereço IP foi registrado e encaminhado às autoridades.

  4. YURI GIVAGO

    23 de agosto de 2018 em 8:48

    Tem nada de farsa então,realmente não existe limite para o consentimento.

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:23

      snopes.com/fact-check/france-law-children-consent-sex/

  5. Jorge Luiz

    23 de agosto de 2018 em 8:58

    Eu li a respeito disso em outros artigos, mas deixa eu ver se entendi, no caso, se um homem adulto tiver relação sexual com uma menina de 10 anos, e esta não confirmar que foi abusada, que a mesma fez com o seu consentimento, este homem não será condenado? Se for isto é pedofilia liberada!

    • Luis

      23 de agosto de 2018 em 12:47

      É exatamente isso o que acontece na pratica.

      A pergunta que fica é: uma criança de 10 anos é desenvolvida fisica e mentalmente o suficiente pra consentir em um relacionamento sexual?
      Segundo a mente de pedofilos, ela tem…Esse texto do e-farsas é um deserviço e de uma maldade tremenda

      • Eu™

        27 de agosto de 2018 em 13:08

        Hum… não, não é. Sugiro que aprenda a interpretar textos.

    • FABIANA DE LIMA AGUIAR

      24 de agosto de 2018 em 12:22

      O Incapaz não pode dar consentimento, simples assim.

      • Eu™

        27 de agosto de 2018 em 13:07

        Por isso que não é isso que está na lei. Simples assim.

  6. Josias

    23 de agosto de 2018 em 9:16

    Parabens pelo lixo de materia, Na lei a cima, a palavra MENOR é trocada por vitima VITIMA, fazendo com que se o menor de 15 anos não conseguir comprovar que foi de fato abusada, mesmo sendo menor que 15 anos, o abusador não sera condenado.

    Legalizando sim na pratica a pedofilia pois o abusado menor geralmente esta sozinha sem a presença dos pais ou responsável, se tornando uma vitima de facil manipulação.

  7. Cesar Crash

    23 de agosto de 2018 em 10:01

    Gilmar: “punível com com cinco anos de prisão”

    • Gilmar Lopes

      23 de agosto de 2018 em 12:14

      ops! valeu

  8. Wagner

    23 de agosto de 2018 em 10:15

    Espera.
    Se não tem idade certa para considerar um ato como pedofilia, então significa que a pedofilia está aberta para qualquer interpretação.
    Se a interpretação para pedofilia está aberta, já que não tem uma idade certa para ser considerada, então os juízes decidirão se é pedofilia uma criança de nove anos transar com um adulto.
    Aí eu te pergunto: e se os juízes disserem que a relação sexual entre um homem e uma criança não é pedofilia?
    Está bem claro a armadilha dos pro pedofilia. Deixe a idade em aberto, a partir dela usaremos o relativismo para autorizar a pedofilia ou não.

  9. Emerson

    23 de agosto de 2018 em 10:22

    Então não precisaria ter tirado a idade minima, era só aumentar a punição!
    Não adiantou aumentar a punição, e agora, se um adulto fizer sexo com alguém (criança) de 5 anos,
    como vou provar que foi crime? pois se não tem idade minima, não é crime! não posso nem denunciar.
    Um leigo faz essa interpretação meus caros. Vão contar outra na esquina.

  10. Gilson

    23 de agosto de 2018 em 11:17

  11. Gabriel Vaz

    23 de agosto de 2018 em 11:40

    “Fica a cargo dos juízes decidir se a vítima foi ou não capaz de dar o consentimento.” Pera ai amigos, vc’s só podem estar de sacanagem… quer dizer então que eu com 30 anos, se convencer uma criança de 10 a fazer sexo comigo, caso o juiz entenda que a criança deixou isso não é pedofilia?! Quer dizer então que uma criança de 10 anos tem capacidade de consentir ou não?!?! Pelo que eu entendo a lei de pedofilia é muito clara quanto a isso… NÂO IMPORTA QUE A CRIANÇA QUEIRA FAZER, ELA NÃO TEM IDADE PARA O TAL, LOGO TODO ATO, CONSENTIDO OU NÃO É UM ATO DE PEDOFILIA!!! E FARSAS AJUDANDO A AMENIZAR UM PROBLEMA DESSES COM EMBROLHOS!!! PASSEM BASTANTE PANO MESMO!!! VCS TAMBEM SÃO FAKE NEWS!!!! NOJO!!!!!!

    • Gilmar Lopes

      23 de agosto de 2018 em 12:14

      Você me entendeu, né? Ou acho que não fui muito claro…
      Pra começo de conversa, não existe o crime de pedofilia! O assunto é tratado com um transtorno mental. A consumação de um ato sexual entre adulto e criança é estupro e pra isso não tem conversa!
      O caso da França, cabe o juiz determinar a pena, já que culpado o sujeito já está.

      • Gabriel Vaz

        23 de agosto de 2018 em 13:10

        Gilmar Lopes, me responda uma coisa, se eu seduzir uma criança na frança, ela gostar da coisa, nós faremos sexo consentido (por ela), isso anula o meu ato pedófilo?! para de fazer embrolhos, responda o que eu estou questionando… Se eu seduzir, a criança gostar, nós vamos fazer sexo… Alguém irá me denunciar, irei perante ao JUIZ com a CRIANÇA e essa dirá que fez pq quis… Neste caso, pelo que eu entendi, estou absolvido e não sou mais um pedofilo?! você não acha que QUALQUER um pode se usar da inocência de uma criança com isso?! você não concorda que isso ABRE BRECHA para pedofilos seduzirem crianças?! O seu texto é bem CLARO, fica na mão do juiz decidir se houve ou não consentimento, havendo isso ANULA A PEDOFILIA?!?!?!?!?! Quer falar em fake news mas interpreta o caso feito um analfabeto funcional… Pelo o que vc esta descrevendo se a criança deixar não é mais pedofilia.

        • Gilmar Lopes

          23 de agosto de 2018 em 15:33

          A lei agora está mais rígida com os estupradores (porque, na verdade, a pedofilia não é crime. O crime é consumir o ato e continua sendo).
          Do ponto de vista legal, a criança não pode consentir nada em idade alguma e é isso que mudou. Antes, a vítima acima de 15 anos já tinha idade para “aliviar” a pena do estuprador e agora isso não acontece mais (pelos menos, não de acordo com a lei).
          Não tenho ideia de como funciona a lei na França. Não sei se lá as leis são descumpridas igual acontece aqui no Brasil, mas a intenção inicial é a de acabar com (ou diminuir) as brechas legislativas usadas pelos advogados de defesa dos criminosos!

          • Jordan Lira de Araújo Junior

            23 de agosto de 2018 em 17:32

            Gilmar Lopes 23 de agosto de 2018 em 12:14: O caso da França, cabe o juiz determinar a pena, já que culpado o sujeito já está.
            Gilmar Lopes 23 de agosto de 2018 em 15:33: Não tenho ideia de como funciona a lei na França. Não sei se lá as leis são descumpridas igual acontece aqui no Brasil, mas a intenção inicial é a de acabar com (ou diminuir) as brechas legislativas usadas pelos advogados de defesa dos criminosos!

          • Gilmar Lopes

            23 de agosto de 2018 em 17:39

            Não sei se me expliquei direito aqui, mas digo que não sei se as leis lá na França são cumpridas ou é igual aqui no Brasil onde criam leis e depois não cumprem!

          • JOVANI PAULO DE SOUSA

            28 de agosto de 2018 em 17:33

            Consumar o fato e não consumir o fato

          • Dony

            28 de agosto de 2018 em 21:23

            Vamos lá:
            Gilmar diz que antes quando havia uma restrição de idade era pior que agora que não há. Então gostaria que me respondesse de forma clara: Se uma criança de 10 anos na lei anterior tivesse relação sexual com alguém maior de idade, o que PODERIA aconteceria com ele, e se este mesmo caso ocorresse na na aplicação lei atual, o que PODERIA acontecer com o acusado?
            A lei nova pode até ter aumentado a pena x, mas não adianta de nada aumentar a pena e relativizar o crime. Um exemplo do que estou tentando passar é: Do que adianta eu aumentar a pena do crime de roubo, se para constituí-lo, eu exigir que a vitima comprove que tipo arma foi utilizada,se estava municiada e com quantas balas, etc para comprovar a violência ou grave ameaça?
            O que o Gabriel expõe acima é exatamente isso, e não foi respondido de forma clara. O minimo que deveria ser posto no artigo do e-farsas era que eles não poderiam concluir de fato se as consequências da nova legislação iriam ou não autorizar na pratica a “pedofilia”.

      • Pedra no Sapato

        23 de agosto de 2018 em 22:24

        Aonde você viu que pedofilia não é crime? Faz o seguinte, passa numa Vara da Infância e juventude mais próxima da sua casa e bate um papinho com qualquer magistrado de plantão.
        Tá aqui, Seu defensor da pedofilia:
        CP – Crimes contra a dignidade sexual:
        Art. 217-A do CP – estupro de vulnerável;
        Art. 218 do CP – mediação de menor de 14 anos para satisfazer a lascívia de outrem;
        Art. 218-A do CP – satisfação da lascívia mediante a presença de menor de 14 anos;
        218-B do CP – favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de criança, adolescente ou vulnerável.

        ECA:
        Art. 240 do ECA – utilização de criança ou adolescente em cena pornográfica ou de sexo explícito;
        Art. 241 do ECA – comércio de material pedófilo;
        Art. 241-A do ECA – difusão de pedofilia;
        Art. 241-B do ECA – posse de material pedófilo;
        Art. 241-C do ECA – simulacro de pedofilia;
        Art. 241-D do ECA – aliciamento de menores.
        O art. 241-E do ECA trata-se de norma explicativa dos crimes previstos no art. 240, art. 241, art. 241-A a art. 241-D do ECA.

        • Ana

          24 de agosto de 2018 em 13:00

          Então Pedra, em nenhum desses artigos está escrito que a pedofilia é crime, e sim seu ato ou a difusão de materiais. Pedofilia é basicamente a atração que alguns adultos transtornados sentem por crianças. Existem muitos pedófilos por aí que não abusam de ninguém durante toda a vida, então diante da nossa lei eles não devem ser presos, entende? (Imagino eu que deveriam ser tratados para que nunca venham a cometer abusos ou consumir e difundir qualquer material, mas daí já é uma coisa mais difícil de acontecer efetivamente nesse país chamado Brasil, afinal, o que funciona aqui?).

      • Diogo

        28 de agosto de 2018 em 19:15

        Não. Pedofilia é sentir tesão por criança. E o sexo com elas é praticar pedofilia. Não estrupo. Se não tem idade mínima. Se a criança quis. O sexo com crianças.praticando o ato de Pedofilia, pode. Simples. Aceita que doi menos.

        • Eu™

          29 de agosto de 2018 em 10:14

          Não. Pedofilia é sentir tesão por criança.

          >Exato. DOENÇA.
          |
          E o sexo com elas é praticar pedofilia.

          >Errado.
          |
          Não estrupo.

          >Errado. EstuPRO de vulnerável pode ocorrer através de um indivíduo que sofre de pedofilia ou por um indivíduo que NÃO sofre de pedofilia.
          |
          Se não tem idade mínima.

          >Tem.
          |
          Se a criança quis. O sexo com crianças.praticando o ato de Pedofilia, pode. Simples.

          >Não, não pode.
          |
          Aceita que doi menos.

          >Aprenda a interpretar textos, que evita passar vergonha.

        • Eu™

          29 de agosto de 2018 em 10:28

          Cara, sério. Para que tá ficando difícil de te defender.

  12. Dan

    23 de agosto de 2018 em 11:52

    “Fica a cargo dos juízes decidir se a vítima foi ou não capaz de dar o consentimento.”

    Com todo erotismo banalizado pela internet, filmes e series. Não preciso dizer mais nada.

    • DEIVID DA SILVA VIEIRA

      23 de agosto de 2018 em 13:26

      Estratégia do movimento pró-pedofilia: Primeiro dizem que é doença para não dizer que é crime. Depois tornam crime dizer que é doença.
      doença = transtorno mental.

      • Gilmar Lopes

        23 de agosto de 2018 em 15:25

        Esqueceu de dar o crédito dessa frase ao astrólogo Olavo de Carvalho!

        • Emanuel

          23 de agosto de 2018 em 15:58

          Esse Gilmar Lopes é um imbecil. Faz posts tentando desfazer “Fake News” e consegue ainda dar informações imprecisas. Quem caralho é um inútil como você para falar do Olavo?

          • Gilmar Lopes

            23 de agosto de 2018 em 16:13

            kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
            Olavo é um sujeito que não merece nem o meu bom-dia!

          • Eu™

            27 de agosto de 2018 em 14:07

            Grande Olavo, FPN. Filósofo de Porra Nenhuma.

        • Nome Sobrenome

          25 de agosto de 2018 em 2:34

          Gilmar Lopes mostrando imparcialidade em seus artigos e comentários, como sempre, para desfazer uma dita “fake news” sobre um assunto sério. Poxa Gilmar, se não consegue evitar de esquerdar, pelo menos tente disfarçar 😉

          • Gilmar Lopes

            26 de agosto de 2018 em 20:22

            A “Esquerda” da qual sou acusado de fazer parte apoia a pedofilia?

          • Eu™

            27 de agosto de 2018 em 13:37

            “A “Esquerda” da qual sou acusado de fazer parte apoia a pedofilia?”

            Claro que sim, Gilmar! Afinal, comunista é comedor de criancinha, lembra? OPS!

  13. Rômulo Felix do Rosário

    23 de agosto de 2018 em 12:10

    • Gilmar Lopes

      23 de agosto de 2018 em 12:23

      Pode criar um site para nos auditar! Seria uma boa, mesmo!
      Quanto ao link enviado, ele está disponível apenas para assuntantes 🙁

    • Eu™

      23 de agosto de 2018 em 12:54

      E você precisando aprender a escrever a palavra FARSA!

    • Eu™

      28 de agosto de 2018 em 17:06

      E digo mais: O artigo em nenhum momento fala que a pedofilia tenha sido liberada, mas que lamentam que não tenha sido mais abrangente ou clara.

      De novo, analfabetismo funcional, em sua forma mais pura e simples.

  14. And

    23 de agosto de 2018 em 12:57

    Vc literalmente escreveu q liberaram a pedofilia man. O resto é jogo de palavras

    • Eu™

      23 de agosto de 2018 em 16:46

      E você é um analfabeto funcional.

  15. Gustavo Reis.

    23 de agosto de 2018 em 13:11

    Poxa vida, o texto bem elaborado e simples e os caras ainda não entendem. Resumindo, antes na França não “existia” uma idade definitiva para realizar o ato sexual, depois dessa nova lei agora tem, ajudando os juristas a julgarem pessoas que abusaram de menores de idade. Pelo que eu vi no YouTube, o Nando Moura também não entendeu seu texto, acho melhor fazer um desenho pra explicar.

    • Sillas

      23 de agosto de 2018 em 17:38

      Vc n leu o texto não? Pelo contrário, existia sim, agora não existe mais. Ou seja, td vai envolver a interpretação do juiz se houve consentimento.

      • Eu™

        27 de agosto de 2018 em 13:15

        -Vc n leu o texto não?

        >Eu li, inclusive em outros idiomas. Você, claramente, não.

        -Pelo contrário, existia sim, agora não existe mais.

        >Errou. Não existia, e continua não existindo, porém sexo com menores de 15 anos pode ser punido.

        -Ou seja, td vai envolver a interpretação do juiz se houve consentimento.

        >Pelo contrário. Antes da lei sim, alguns agressores foram absolvidos após interpretação do juiz. Com a lei nova, fica mais difícil.

  16. Weliton

    23 de agosto de 2018 em 13:18

    Então se um adulto dizer que é brincadeira e ter relações sexuais sem agressão para acostumar a criança significa que não será crime?

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 13:13

      Não é isso que está na lei. Aprenda a ler.

  17. Santana

    23 de agosto de 2018 em 13:20

    Galera vamos denúncia esse lixo de efarsas bando de otáRio pedofilia e crime seus lixo

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 13:16

      Galera, vamos denunciar o analfabeto funcional do Santana, que nem leu o texto e veio aqui cometar bosta!

  18. Ajjsjs

    23 de agosto de 2018 em 13:22

    Pedofilia e crime vou te dá um tiro seu lixo

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 13:17

      Não, não é. Duvido mostrar no código penal ou no ECA alguma lei que diga que ser pedófilo é crime. DUVIDO. Se você achar, pode dar um tiro. Se não achar, EU vou dar um tiro em você. Valendo?

  19. DEIVID DA SILVA VIEIRA

    23 de agosto de 2018 em 13:22

    Boa tarde.
    O titulo trata dessa forma porquê em última análise praticamente legaliza a pedofilia tendo em vista que não há requisito de idade e ainda imputa aos pais da criança o Ônus de provar que a criança não consentiu para o ato sexual.
    Quem trabalha na área jurídica sabe como é provar um fato negativo.

    Assim sendo respondo a sua pergunta constante do título: “É verdade que agora, na França, uma nova lei liberou a pedofilia e adultos podem se relacionar com crianças de qualquer idade sem que haja nenhuma punição?”
    Resposta: Sim desde que os pais não consigam provar que a criança não consentiu.

    Aguardo retorno

  20. Roberto Dias

    23 de agosto de 2018 em 13:25

    Atenção Consulado da França no Brasil:
    Quem divulgou esse absurdo no Youtube chama-se Bernardo P Küster, e ele está esperando receber um processo, pois quis insinuar que o povo francês é conivente com essa pratica abominável da pedofilia.
    https://www.youtube.com/watch?v=E6lDwOR4ZKo

  21. DEIVID DA SILVA VIEIRA

    23 de agosto de 2018 em 13:30

    Putz apos ler a matéria e os comentários e a resposta do Sr. Gilmar vejo que o e-farsas, infelizmente não é mais uma fonte confiável. Que pena!

    • Gilmar Lopes

      23 de agosto de 2018 em 15:24

      No que estamos errados? Ajude a melhorar nossas pesquisas, por favor!

      • Sillas

        23 de agosto de 2018 em 17:36

        “Fica a cargo dos juízes decidir se a vítima foi ou não capaz de dar o consentimento”

        Se a” vítima tiver menos de 9 anos e o juiz entender que a mesma deu consentimento, pelo que está escrito, não é estupro. A lei deixa aberto pra isso acontecer.

    • Lana

      24 de agosto de 2018 em 18:12

      Disse tudo.Eu ouvi falar sobre a polêmica da lei mas não parei pra ver ou ler nada.Por acaso me deparei no twitter com uma pessoa divulgando esse link do e-farsas e alegando que as pessoas estavam mentindo,que a pedofilia não foi liberada, etc.O que eu fiz?Resolvi ler primeiro essa matéria do e-farsas em uma tentativa de não me influenciar pela visão de sites e youtubers que gosto.E o fato é que só de ler os trechos da lei dá pra perceber que a galerinha que tá revoltada com ela está certa.A França descriminalizou sim a pedofilia,o que na prática significa sua legalização.Um verdadeiro nojo!E qto ao E-farsas,já era.Perdeu completamente a credibilidade.Não confio mais em nada.

      • Eu™

        26 de agosto de 2018 em 23:06

        Fonte: vídeos do youtube e cu. Tá certo.

      • Luiz Pedro S A

        20 de outubro de 2018 em 4:47

        Lana sexo entre alguém de 15 anos ou mais e alguém de 14 anos ou menos é sempre crime na França, já era e continua sendo, a analise dos juízes é só sobre o tamanho da pena. Quanto a dizer que a França “descriminalizou a pedofilia”, se essa afirmação for pelo uso da frase “idade de consentimento”, saiba que NUNCA EXISTIU uma coisa chamada “idade de consentimento” na França, mas na verdade a idade de 15 anos é equivalente à idade de consentimento, já que se alguém acima desse limite de idade fizer sexo com alguém abaixo desse limite de idade é crime.

  22. mahikeulbody

    23 de agosto de 2018 em 13:53

    @Rômulo Felix do Rosário : se você sabe ler o frances poderia ler isso também :

    http://www.liberation.fr/checknews/2018/05/15/que-prevoit-l-article-2-de-la-loi-schiappa-a-propos-des-violences-sexuelles_1653698

    Esse artigo mostra que tem muitos casos a considerar e que nao é tao simples que de dar uma idade (qualquer seja).

    NB. O Figaro nao faz jornalismo, ele é a voz do partido de direita grande favorito das ultimas eleçoes (LR) mas que acabou perdendo contra o Macron. Nao sei como fica no Brasil mas aqui, na França, a costume é criticar tudo que vem de outro partido => a lei poderia ter sido exatamente como eles queriam que teria sido criticada com a mesma mau fê.

    • Leandro Gomes

      23 de agosto de 2018 em 21:04

      Você é jornalista para dizer o que ele faz? Com base em qual critério? O Le Figaro é maior que o Le Monde. E é de centro-direita, como todo grande jornal, tem sua preferência política. Isso não o invalida.

      Ler uma bobagem dessas é o mesmo que ver um gringo perdido das ideias aqui dizer que o Estadão não faz jornalismo por sua posição editorial.

      • Eu™

        28 de agosto de 2018 em 17:04

        “O Le Figaro é maior que o Le Monde”

        Falácia do ad numerum. Não significa que só porque seja maior, que esteja correto.

  23. Rick

    23 de agosto de 2018 em 14:00

    “Na legislação anterior, já era ilegal ter relações sexuais com alguém de 15 anos ou menos”

    “No entanto, não havia nada que estipulava uma idade mínima para isso nas leis francesas!”

    >”já era ilegal com 15 ou menos”
    >”não havia nada que estipulava uma idade mínima”

    Ué, caro redator, se decida! Essa matéria tá muito confusa/contraditória, ora você sugere que há sim [ou já houve] idade de consentimento [legalmente falando], ora sugere que não…

    • Daniel

      24 de agosto de 2018 em 15:04

      O redator se embananou todo quando escreveu a matéria:

      O lance é que a relação sexual consentida NUNCA teve limite de idade na França. Com o julgamento recente no qual a promotoria alegou que não haviam provas o suficiente para proceder à acusação do abuso de duas crianças de 11 anos, o governo Macron tentou criar uma lei com uma NOVA ofensa de “violação sexual de um menor por penetração” na qual haveria a idade estrita de 15 anos…

      O novo delito afirma que as relações entre um adulto e um menor de 15 anos ou menos podem ser classificadas como estupro se houver “abuso da vulnerabilidade da vítima” e se ela “não tiver o discernimento necessário para consentir”.

      O governo não teve escolha a não ser abandonar os planos anteriores de simplesmente introduzir uma idade mínima estrita depois que o mais alto tribunal administrativo da França, o Conselho de Estado, advertiu que isso poderia minar a presunção de inocência do acusado e arriscaria ser declarada inconstitucional.

      Não há “legalização”. A escolha de abandonar a “idade mínima estrita” era no projeto de lei, e não na lei em vigor. A lei em vigor na França nunca possuiu essa proibição, o jornalista errou quando falou que “agora não tem idade legal de consentimento”, pois nunca realmente teve na França, e quando falou “O governo do presidente Macron votou contra a idade de consentimento sexual na França”, pois o governo do presidente foi o PROPOSITOR da lei!

  24. Lawrence

    23 de agosto de 2018 em 14:08

    Pela sua lógica, e é o que a França fez, se um pedófilo fizer sexo com uma criança de 7 anos e ela disser que está tudo bem, não haverá crime algum.

    Que belo desserviço vocês estão prestando.

    Mas não é de se admirar, já que o próprio autor considera que um pedófilo é um mero “doente mental”.

    Deprimente.

    • Eu™

      23 de agosto de 2018 em 16:47

      Mais um analfabeto funcional.

      E pedofilia é um transtorno mental SIM. Não é crime. Duvido mostrar uma lei no código penal ou no ECA que fale que pedofilia é crime.

      No aguardo.

  25. Javorski

    23 de agosto de 2018 em 15:20

    Consentimento sexual: a lei não estabelece um limite de idade

    Antes, se um adulto praticasse o ato sexual com um menor de 15 anos ou menos, já era punido por pedofilia.

    Agora a lei retirou essa idade mínima, a criança poderá conceder o ato se for de seu querer, só será considerado pedofilia se a criança provar que foi abusada sem consentimento. Um absurdo isso, já que os pedófilos fazem a cabeça das crianças para elas acharem que aquilo tudo é normal, que aquilo é o certo.. Como uma criança de 3,5,10 anos vai categorizar isso como um abuso, sendo um inocente que ainda não sabe de nada da vida?! Revoltante.

    • Eu™

      23 de agosto de 2018 em 16:46

      Outro analfabeto funcional…

      • Homenzinho

        23 de agosto de 2018 em 21:17

        Esse é o seu único argumento? O doutrinado que só dá ctrl + v e digita asneiras e ainda quer corrigir os outros sem ter dado nenhum argumento.

        • Eu™

          26 de agosto de 2018 em 23:04

          Sim. E ainda assim é melhor que os seus, tipo estatísticas inventadas e mimimi de quem não consegue provar que o e-farsas está errado. Lamentável.

  26. mahikeulbody

    23 de agosto de 2018 em 15:47

    @Javorski
    > só será considerado pedofilia se a criança provar que foi abusada sem consentimento.

    Isso é nao é verdade. A criança nao precisa provar que foi sem seu consentimento. A lei diz que o juiz tem que levar em conta a diferencia de idade (16 com 14 nao é igual que 30 com 14) e a maturidade da pessoa menor.

    Imagina esse caso : 14 com 17 anos (com consentimento) : dentro da lei. O relacionamento continua e o 17 chega a 18 um pouco antes do 14 chegar a 15 => vira crime !

    Me perdoa mas pensar realmente que a França liberou a pedofilia é uma muita ingenuidade…

    • Eu™

      23 de agosto de 2018 em 16:41

      “Me perdoa mas pensar realmente que a França liberou a pedofilia é uma muita ingenuidade…”

      Não é ingenuidade. É BURRICE mesmo. E analfabetismo funcional. Dos 41 comentários (até agora), a maioria foi dos burros e analfabetos funcionais – que são 92% da população brasileira, diga-se de passagem. Lamentável.

      • Nome Sobrenome

        25 de agosto de 2018 em 2:48

        Mais fácil você ser o burro que faz parte dos 50% que dividem a burrice generalizada da população brasileira, por exemplo, do que 92% da população brasileira ser burra e você estar entre os 8% de “escolhidos”, não acha 😉 ?

        Tanta arrogância assim pra dar ctrl+c e ctrl+v nos comentários e chamar todo mundo que discorda de você de “analfabeto funcional”, sem dispor de nenhum argumento. Clássico e clichê… Você não engana nem um analfabeto de verdade! Patético.

        • Eu™

          26 de agosto de 2018 em 23:03

          E, até agora não conseguiu apresentar um argumento que comprove que a França tenha “liberado a pedofilia”. E claramente não compreendeu as alterações na lei. Triste.

  27. VALDENOR CURVELO TAVARES DE SA

    23 de agosto de 2018 em 16:30

    Ou o Gilmar tem uma mentalidade esquerdista ou acabou de publicar uma fake News em um site q combate fake News. Prevejo alguns des-seguidores em suas redes.

    • Gilmar Lopes

      23 de agosto de 2018 em 17:41

      Não importa a quantidade de seguidores! A função do artigo foi a de explicar que a França NÃO LIBEROU O SEXO COM CRIANÇAS!

      • ELOY FERNANDO CAMPANA

        23 de agosto de 2018 em 19:23

      • Lucas

        23 de agosto de 2018 em 19:35

        Só pode se elas consentirem…

        • Caio Borges

          24 de agosto de 2018 em 0:07

          E qual criança tem discernimento para consentir algo assim?
          Vc lê o que escreve,Lucas?

          • Eu™

            27 de agosto de 2018 em 13:21

            Perdoe o Lucas, ele não sabe o que escreve. É mais um que faz parte dos 92%.

        • Eu™

          27 de agosto de 2018 em 13:20

          Não. Não é isso. Você está errado.

      • Leandro Gomes

        23 de agosto de 2018 em 21:08

        A França não liberou o sexo com crianças, apenas acabou com a certeza de punição na letra da lei para o sexo praticado com menores de 15 – o que era antes. A sua interpretação de que não havendo idade de consentimento no país, tido sexo com menor seja configurado estupro ou coisa do tipo é sem pé, nem cabeça.

        • Eu™

          27 de agosto de 2018 em 13:21

          Não, não acabou. E pare de divulgar fake news, é feio!

  28. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:35

    Tá falando besteira! Pedofilia é crime sim!

    A palavra “pedofilia” não precisa estar escrita na lei, basta que os atos de pedofilia estejam previstos como atos criminosos. Segue os artigos do ECA e do Código Penal que tratam do assunto:

    ECA:
    Art. 240. Produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente:
    Pena – reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:13

      A palavra “pedofilia” não precisa estar escrita na lei, basta que os atos de pedofilia estejam previstos como atos criminosos.

      Exatamente o ponto que eu queria chegar. Pedofilia não é crime. Psicopatia não é crime. Crime é abusar de crianças e adolescentes, crime é assassinar alguém. São coisas distintas.

  29. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:36

    ECA:

    Art. 241. Vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:
    Pena – reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa.

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:17

      E, até agora, nada da pedofilia ser crime… que pena.

      • Miguel Salazar

        27 de agosto de 2018 em 19:31

        Realmente, ser pedófilo, psicopata e ter só em mente que afanar o povo, aproveitando de se ser um político carismático não é crime. Mas, a partir do momento que se perde o controle, se põe em prática o motivo da “pseudo doença, se estupra/seduz uma criança, se mata por prazer e se rouba por falta de caráter e vergonha na cara, a coisa muda, muito, de figura. Inclusive para quem defende, se simpatiza,ou finge não ver tais coisas. Infelizmente, nossas leis bisonhas e nossos legisladores não estão nem aí para a prática de quem extrapola os limites e perde o controle. Inclusive, muitos comentaristas de blogs e alguns donos desses mesmos blogs que tem filhos deveriam se revoltar com o detrimento desses, digamos, “doentes”. Deveriam, por obrigação, serem mais, muito mais, cautelosos e zelarem pela manutenção da ordem, do respeito e da família.

        • Eu™

          28 de agosto de 2018 em 9:23

          Vou repetir aqui pra quem ainda não entendeu:

          A pedofilia existe há séculos e, certamente, com a globalização ela está muito mais aparente.

          O termo “pedofilia” parece bastante óbvio, mas não o é.

          Sendo assim, afinal, o que é pedofilia?

          Muitas coisas acerca de tal denominação são debatidas e nem sempre condizem com a realidade.

          Certamente haverá muita divergência de opinião sobre o presente escrito, porém, como o assunto aqui está sendo tratado de forma técnica, temos que assim expor ignorando o “senso doutrinário comum”.

          Conforme estabelece a nossa Constituição Federal em seu art. 5º, XXXIX, todo crime deve ter expressa previsão em lei

          Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal.
          e, assim sendo, não existe em nosso ordenamento jurídico atual, por exemplo, os crimes de pedofilia e abuso sexual por total ausência de previsão normativa.

          Apenas a título de esclarecimento, por não ser objeto da discussão do esboço em comento, todo crime sexual é um abuso sexual, mas o crime de “abuso sexual”, propriamente dito, não existe.

          A pedofilia, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é uma doença em que o indivíduo possui um transtorno psicológico e, assim sendo, apresenta um desejo, uma fantasia e/ou estímulo sexual por crianças pré-púberes.

          Vale a observação de que em nenhum momento exige-se que o pedófilo tenha contato físico com a “vítima” e, assim sendo, a pedofilia pode exteriorizar-se em diversas formas como veremos adiante.

          A pedofilia é uma doença e, como tal, deve ser encarada e tratada.

          Grande questão que surge quando tratamos deste polêmico tema é: se pedofilia não é crime, como punir o pedófilo?

          Ninguém pode ser punido criminalmente por ter alguma doença, porém, quando o pedófilo (quem tem pedofilia) exterioriza a sua patologia e essa conduta se amolda em alguma tipicidade penal, estará caracterizado o crime (da tipicidade incorrida E NÃO DE PEDOFILIA).

          Importante ressaltar que não existe cura para a pedofilia e, por este motivo, o pedófilo (que é quem padece de pedofilia) deve ter acompanhamento clínico constante para que não exteriorize a sua patologia.

          Há de se dizer que nem todo pedófilo é um “criminoso”. Só comete crime aquele que exterioriza a sua pedofilia.

  30. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:37

    ECA
    Art. 241-A. Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:
    Pena – reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa.

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:14

      Mas cadê o que pedi? Não fala nada sobre pedofilia ser crime!

  31. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:37

    ECA

    Art. 241-B. Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:
    Pena – reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:13

      Nenhuma ligação entre isso e pedofilia ser crime… tente de novo.

  32. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:37

    ECA

    Art. 241-C. Simular a participação de criança ou adolescente em cena de sexo explícito ou pornográfica por meio de adulteração, montagem ou modificação de fotografia, vídeo ou qualquer outra forma de representação visual:
    Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:12

      Sem relação com pedofilia ser crime. Desculpe.

  33. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:38

    ECA

    Art. 241-D. Aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso:
    Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:12

      Nada sobre pedofilia. Lamento.

  34. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:39

    ECA

    Art. 241-E. Para efeito dos crimes previstos nesta Lei, a expressão “cena de sexo explícito ou pornográfica” compreende qualquer situação que envolva criança ou adolescente em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas, ou exibição dos órgãos genitais de uma criança ou adolescente para fins primordialmente sexuais.

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:12

      Ainda não fala sobre pedofilia. Lamento.

  35. Andre Santiago Henriques

    23 de agosto de 2018 em 18:39

    Código Penal:

    Art. 218. Induzir alguém menor de 14 (catorze) anos a satisfazer a lascívia de outrem:
    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.

    Art. 218-A. Praticar, na presença de alguém menor de 14 (catorze) anos, ou induzi-lo a presenciar, conjunção carnal ou outro ato libidinoso, a fim de satisfazer lascívia própria ou de outrem:
    Pena – reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos.

    Art. 218-B. Submeter, induzir ou atrair à prostituição ou outra forma de exploração sexual alguém menor de 18 (dezoito) anos ou que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, facilitá-la, impedir ou dificultar que a abandone:
    Pena – reclusão, de 4 (quatro) a 10 (dez) anos.

    • Jo

      25 de agosto de 2018 em 19:58

      Onde está escrito pedofilia? Está escrito lascívia, ato libidinoso e exploração sexual.

      • Eu™

        27 de agosto de 2018 em 11:18

        Exatamente. O cara falhou miseravelmente na intepretação de textos. Assim como 92% da população brasileira, infelizmente…

  36. Leandro Gomes

    23 de agosto de 2018 em 20:56

    A criatura ordinária passa o dia respondendo comentários com o seu pseudônimo de troll. É preciso ser muito desocupado para isso.

    A fonte é o Le Figaro, segundo maior jornal do país. Sabe o Le Monde, mais conhecido por aqui? Perde em número de tiragem. Eles não cometeriam um erro desses.

    Fato é que havia uma idade de consentimento e isso não há mais. Margens para interpretação. Antes, qualquer relação sexual com um menor de 15 era deduzido como não consentido. Na prática, a lei faz com que se analise cada caso. Perdeu-se a segurança jurídica da legislação anterior e esse questionamento você consegue encontrar bastando não ser um completo idiota.

  37. Juvenal

    23 de agosto de 2018 em 21:30

    Site tendencioso, no texto fica claro duas coisas: deixa de haver idade na lei e fica a cargo do juiz decidir se houve abuso ou não. Então SIM, a pedofilia FOI legalizada.

  38. Vitor de Melo Gonçalves

    23 de agosto de 2018 em 22:54

    Não precisa liberar, é só deixar brechas.

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:05

      Isso pode acontecer com toda e qualquer lei. Inclusive era o que acontecia até agora na França. Mas independente de criarem uma lei “perfeita” (isso não existe), sempre encontrarão brechas. Desde que essas brechas sejam a exceção, e não a regra, há de se conviver com isso.

  39. Léo

    23 de agosto de 2018 em 23:19

    Esse tal de “Eu” e o bonzão 😂,o bambabam,entra só pra menosprezar os comentários alheios,n deve ter nd melhor pra fzr aí entra só pra chamar os outros de analfabetos funcionais,vai procurar uma lavagem de roupa rapá,ainda se esconde por trás de um pseudônimo,para n dzr vulgo msm.Já q a população brasileira te parece tão burra vai morar em outro país,ou melhor,na lua ou em Marte .

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:22

      E você é um idiota, vá estudar pra não zerar o ENEM de novo este ano, vá, arrombado.

  40. Silva

    24 de agosto de 2018 em 0:56

    Super tendencioso…utilziam argumentos contraditórios constantemente.
    A única coisa que ficou provado foi que e-farsas É UMA FARSA.

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:18

      Ainda bem que o choro é livre.

    • Ernesto

      24 de agosto de 2018 em 10:58

      Perfeito

      • Eu™

        26 de agosto de 2018 em 23:00

        E você é um perfeito idiota.

  41. Adoniran Barbosa

    24 de agosto de 2018 em 6:25

    Há algumas contradições neste texto.

    No início está escrito que não há previsão de idade mínima para a relação sexual (levando ao estupro com presunção de violência).

    No final está escrito que a pena aumentou para a violência sexual contra menores de 15 anos.

    Um fato para ilustrar o caso:

    Várias entidades de classe solicitaram a idade mínima para o estupro presumido, devido a um julgamento de um homem que manteve relações sexuais com duas meninas de onze anos.

    Neste exemplo, não foi comprovada violência, ameaça, abuso, constrangimento, etc e o réu foi inocentado.

    Significa dizer que uma criança teria condições de consentir ou não em um ato sexual, independente da idade, e por isso estaria liberada a prática sexual consensual entre uma criança e um adulto.

    Entendeu agora porque a pedofilia está liberada na França? Este julgamento que cietei abriu a porta, mas a lei atual derrubou a parede que protegia a sexualidade da criança.

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:18

      snopes.com/fact-check/france-law-children-consent-sex/

  42. leadro

    24 de agosto de 2018 em 7:55

    perfeito.. isso mesmo. a pedofilia foi legalizada..

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:17

      Hum. Não, não foi. Outro analfabeto funcional.

  43. joao

    24 de agosto de 2018 em 8:15

    nao fale besteira… volte a estudar irmao.. pedofilia não é crime.. atos de execução são.. será que vc tem condições de fazer uma prova de penal.rdssssssssss

    • Eu™

      24 de agosto de 2018 em 9:17

      Pois é. Bando de analfabetos funcionais.

  44. Jeane

    24 de agosto de 2018 em 8:53

    Vocês estão querendo dar um tiro no pé, só pode.
    Sabem ler ou traduzir no google?
    https://planetes360.fr/la-loi-schiappa-adoptee-il-ny-a-desormais-plus-dage-minimal-pour-le-consentement/

  45. Ernesto

    24 de agosto de 2018 em 10:56

    Precisa Criar um E-Farsas para o E-Farsas, deu uma volta pra mascarar a realidade, em resumo: liberado o sexo com menores desde que o juiz entenda que houve consentimento…..se isso não é pedofilia nada mais é!

    Tomara que sua filha ou filho de 6 ou 7 anos ( ou sem idade específica) faça sexo com um adulto,ou vários, com consentimento é claro!

    • Gilmar Lopes

      26 de agosto de 2018 em 20:33

      Estou muito ansioso para ser auditado por esse tal E-farsas para o E-farsas! Faz anos que leio isso aqui nos comentários do site, mas nunca levaram à sério esse projeto!
      Quanto aos meus filhos, tenho apenas um e ele tem 12 anos. Como pai, tenho obrigação de mostrar como é o mundo para ele e tento ensiná-lo como se defender de assédio. Infelizmente, ninguém está protegido contra tarados e, tristemente, a maior parte dos estupros ocorrem dentro da própria família.

      • Eu™

        27 de agosto de 2018 em 13:42

        Imagina! Você acha que esse povo vagabundo vai levantar o cu da cadeira e fazer um site? Pior, vai pesquisar alguma coisa que seja contrária ao viés observacional deles? Pior ainda, vão fazer qualquer coisa que não seja dar likes em páginas idiotas no Facebunda e vídeos conspiracitários no Youtube?

        Dá trabalho fazer o que você faz. É bem mais fácil ficar do outro lado da tela criticando, ao invés de fazer algo de útil.

  46. André

    24 de agosto de 2018 em 14:01

    “o texto diz isso textualmente (que não há idade mínima para se caracterizar a pedofilia).”
    Já é o suficiente para adultos maliciosos convencerem a crianças a fazerem sexo fazendo que essas crianças não considerem isso ruim e não denunciem…
    Só não quer ver isso, quem é de esquerda.

  47. Anti-Astrólogo

    24 de agosto de 2018 em 14:10

    Como sempre o astrólogo débil-mental Olavo de Carvalho acredita em fake-news (o velhinho acredita em tudo) e sai passando para frente para os demais retardados da seita divulgarem.

  48. FÁBIO DE OLIVEIRA BELEM

    24 de agosto de 2018 em 14:23

    Então se a criança consentir não tem problema!
    E-farsas distorcendo os fatos.

    • Gilmar Lopes

      26 de agosto de 2018 em 20:27

      Eu não disse isso!

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:01

      Não é isso que está escrito, analfabeto funcional. Aprenda a interpretar textos antes de comentar, faz bem e evita passar vergonha.

  49. Alessandro Gigante

    24 de agosto de 2018 em 16:07

    E-Farsas fazendo Farsa? Kkkkkkk… também gerenciado por um esquerdopata que trata o filósofo Olavo de Carvalho como “astrólogo” só porque ele gosta do assunto, a gente poderia esperar o quê né? 😉

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 11:00

      Olavette acéfala detected!

      Se doeu porque falaram mal do seu ídolo, é?

      Chola mais.

  50. Inaiá

    24 de agosto de 2018 em 21:26

    Já nem preciso dizer que o gilmar é a favor a todo esse acontecimento né ?

    Esse é pró- pedofilia escancarado… imagina se isso acontecesse com as filhas dele???

    • Gilmar Lopes

      26 de agosto de 2018 em 20:25

      Nossa, meu! Não viaja!
      Eu só tenho um filho (não tenho filhas), mas mesmo assim me preocupa deixar ele exposto e desprotegido por aí. O que posso fazer como pai é explicar para ele que tem gente doente nesse mundo e como ele pode se defender de eventuais assédios.
      Particularmente, defendo punições severas para casos de estupros, mas também acredito que a punição deva vir acompanhada de tratamento.

      • Eu™

        26 de agosto de 2018 em 23:16

        Gilmar, tá ligado que você pode processar esse povo aí que entra na “sua casa” te ofendendo com essas barbaridades, né? Seria ótimo ver alguns destes analfabetos funcionais tomando um processinho e servindo de exemplo para outros que entrem aqui e pensem em fazer o mesmo!

        • Gilmar Lopes

          27 de agosto de 2018 em 8:38

          Se eu começar a processar essa turminha vou ficar milionário!

      • Pedro Assis

        28 de agosto de 2018 em 7:05

        Você deveria ter dito que defende punições severas para casos de estupros logo no início, Senhor Gilmar! Agora, você não defende punições severas para casos de pedofilia, ou ataque de pedófilos à crianças/adolescentes?! Se não, muito estranho da sua parte isso, levando-se em consideração que tem um filho e que esse filho talvez ainda seja uma criança. Ou… Criar celeuma e bobalhões como o(a) “Eu” faz parte do circo?

        • Gilmar Lopes

          28 de agosto de 2018 em 8:14

          Vixe! Acho que eu não me expliquei direito, né? Ou você é que não me entendeu…
          Vamos ler juntos o que eu disse:
          “Nossa, meu! Não viaja!
          Eu só tenho um filho (não tenho filhas), mas mesmo assim me preocupa deixar ele exposto e desprotegido por aí. O que posso fazer como pai é explicar para ele que tem gente doente nesse mundo e como ele pode se defender de eventuais assédios.
          Particularmente, defendo punições severas para casos de estupros, mas também acredito que a punição deva vir acompanhada de tratamento.”
          Leu essa parte? ===>>>>>> […]defendo punições severas para casos de estupros[…]
          Tudo indica que eu disse, sim, que defendo punições severas para casos de estupro!

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 10:13

            Você foi bem claro, Gilmar. O problema é que o rapaz faz parte dos 92%. Não é sua culpa, a culpa é do nosso falho sistema educacional.

          • Pedro Assis

            28 de agosto de 2018 em 10:24

            Não, não se explicou direito! Releia sua resposta. Eu lhe perguntei sobre os casos da pratica da pedofilia e você foi genérico demais repetindo o mesmo texto. Repito a pergunta, mas de uma forma mais cristalina para que talvez você consiga matar a minha curiosidade: você não defende punições severas para casos de pedofilia, ou ataque de pedófilos à crianças/adolescentes?!… Casos esses não só de estupro de vulnerável, mas observação, vigia, perseguição, sedução, tentativa… Ou crê que seja preciso que o ato seja consumado e, infelizmente, coisa pior aconteça.

          • Gilmar Lopes

            28 de agosto de 2018 em 10:27

            Punição severa!

        • Eu™

          28 de agosto de 2018 em 9:19

          Tá vendo? Analfabeto funcional.

          E se faço parte do circo, você é o palhaço! 🙂

          • Pedro Assis

            28 de agosto de 2018 em 10:43

            Demorou a responder hein Gilmar! Tava devendo a alguém?! A mim, quero dizer, ao “Eu”?! Ao seu “Eu” interior?! Viu, bobalhão, digo, “Eu”? Nosso colega e colaborador e combatedor de fake news, Deus o tenha, Gilmar, deseja que você sofra uma punição severa! Melhor rever seus conceitos! A não ser que… rsrs

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:41

            E começaram os ad hominem. Não tem argumentos e muda de assunto, abusando de falácias, faz acusações falsas dizendo que sou o Gilmar, e afins. Idiotas seguem a mesma cartilhinha da estupidez…

            Chora mais, analfabeto funcional.

        • Eu™

          28 de agosto de 2018 em 10:08

          “defende punições severas para casos de pedofilia”

          PEDOFILIA não é crime. É doença.

          “ou ataque de pedófilos à crianças/adolescentes?!”

          AÍ SIM, é crime. E o Gilmar DEFENDE punições severas nestes casos. Basta LER e ENTENDER, não faça parte dos 92%!

          • Pedro Assis

            28 de agosto de 2018 em 11:11

            A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou, na quarta-feira (18), o Projeto de Lei 1776/15, que inclui todos os crimes de pedofilia na Lei dos Crimes Hediondos (8.072/90). A pena para esses crimes deve ser cumprida inicialmente em regime fechado e é insuscetível de anistia, graça, indulto e fiança.

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:39

            Vou explicar novamente:

            A pedofilia existe há séculos e, certamente, com a globalização ela está muito mais aparente.

            O termo “pedofilia” parece bastante óbvio, mas não o é.

            Sendo assim, afinal, o que é pedofilia?

            Muitas coisas acerca de tal denominação são debatidas e nem sempre condizem com a realidade.

            Certamente haverá muita divergência de opinião sobre o presente escrito, porém, como o assunto aqui está sendo tratado de forma técnica, temos que assim expor ignorando o “senso doutrinário comum”.

            Conforme estabelece a nossa Constituição Federal em seu art. 5º, XXXIX, todo crime deve ter expressa previsão em lei

            Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal.
            e, assim sendo, não existe em nosso ordenamento jurídico atual, por exemplo, os crimes de pedofilia e abuso sexual por total ausência de previsão normativa.

            Apenas a título de esclarecimento, por não ser objeto da discussão do esboço em comento, todo crime sexual é um abuso sexual, mas o crime de “abuso sexual”, propriamente dito, não existe.

            A pedofilia, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), é uma doença em que o indivíduo possui um transtorno psicológico e, assim sendo, apresenta um desejo, uma fantasia e/ou estímulo sexual por crianças pré-púberes.

            Vale a observação de que em nenhum momento exige-se que o pedófilo tenha contato físico com a “vítima” e, assim sendo, a pedofilia pode exteriorizar-se em diversas formas como veremos adiante.

            A pedofilia é uma doença e, como tal, deve ser encarada e tratada.

            Grande questão que surge quando tratamos deste polêmico tema é: se pedofilia não é crime, como punir o pedófilo?

            Ninguém pode ser punido criminalmente por ter alguma doença, porém, quando o pedófilo (quem tem pedofilia) exterioriza a sua patologia e essa conduta se amolda em alguma tipicidade penal, estará caracterizado o crime (da tipicidade incorrida E NÃO DE PEDOFILIA).

            Importante ressaltar que não existe cura para a pedofilia e, por este motivo, o pedófilo (que é quem padece de pedofilia) deve ter acompanhamento clínico constante para que não exteriorize a sua patologia.

            Há de se dizer que nem todo pedófilo é um “criminoso”. Só comete crime aquele que exterioriza a sua pedofilia.

            Dessa forma, que crimes tipificados em nosso ordenamento jurídico os pedófilos podem incorrer?

            Os mais comuns, que sugerimos a leitura para melhor compreensão do tema, são os tipificados nos arts. 240 ao 241-D do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e nos arts. 217-A e 218-A do CP (Código Penal).

            Vale a observação de que nem todos os que incorrem em alguma das tipicidades citadas são pedófilos.

            Muitas pessoas cometem crimes de conotação sexual sem nenhuma patologia clínica, diferentemente dos pedófilos que padecem de um transtorno mental sexual.

            Assim, como podemos observar, o pedófilo, a princípio, não é um criminoso, mas um doente. Ele torna-se criminoso a partir do momento que exterioriza a sua patologia e esta se enquadra em algum crime previsto no ordenamento jurídico como já observamos.

            Entendeu agora ou preciso desenhar, analfabeto funcional?

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:54

            E se você ao menos tivesse se dado ao trabalho de LER a lei que citou, antes de entrar aqui e escrever bosta, teria visto isso:

            https://bit.ly/2BWo7fh

            Vou destacar a parte mais curiosa do texto:

            “A palavra pedofilia, etimologicamente, origina-se da
            palavra grega paidofilia, que é obtida pela aglutinação das palavras paidós
            (criança) e philia (amor a, amizade), tendo por significado, “amor por crianças”.
            A pedofilia consubstancia em um distúrbio psicológico e
            patológico que leva o indivíduo a sentir atração sexual por crianças, nutrindo
            um desejo pela prática de atos libidinosos.”

          • Eu™

            28 de agosto de 2018 em 14:55

            Exatamente o que eu venho falando desde que o Gilmar fez este post.

            Pedofilia é doença, um pedófilo nunca vai ser preso apenas por ser um pedófilo, se ele nunca cometer nenhum crime relacionado à sua doença, como abusar de uma criança. assim como um psicopata, que tem o transtorno de psicopatia, não pode ser preso só por isso, se ele nunca matar ninguém. e não precisa ser pedófilo – ou seja, ser portador do distúrbio – para cometer crimes de pedofilia, um ofensor sexual que não tenha pedofilia e porventura venha abusar de uma criança, vai ser preso não por ser pedófilo – ele não é – mas por abusar de um menor.

            “nesse contexto, consideram-se como crimes de pedofilia
            as condutas descritas, no código penal, nos artigos 217-a, caput, estupro de
            vulnerável; 218, corrupção de menores; 218-a, satisfação de lascívia mediante
            presença de criança ou adolescente e 218-b, favorecimento da prostituição ou
            de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou de
            vulnerável”

            Ee novo, nem todo pedófilo é criminoso sexual assim como nem todo criminoso sexual é pedófilo, mesmo quando há o envolvimento de crianças.

            Difícil entender, hein?

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 10:48

      E você é uma analfabeta funcional que fugiu da escola.

  51. William

    24 de agosto de 2018 em 22:56

    Estou preocupado…por qualquer notícia que não acreditava e que tinha dúvidas da sua veracidade consultava esse site por ser excelência e nos mostrar o fato real sem hipocrisia.
    Agora essa matéria apavorante sendo espalhada aos milhares de site agora e venho aqui para encontrar a verdade ainda a matéria confusa desci para entender melhor o que não o que foi escrito e os comentários me fez rever que precisamos consultar não só uma fonte mas diversas do todo mundo.

  52. Adalberto

    25 de agosto de 2018 em 8:10

    Porque sera que vcs tem essa mania de dizer “analfabeto funcional” na internet? eu acho vcs patéticos com essa mania de superioridade, um povinho insignificante que vive num pais caindo pelas tabelas, cheio de corrupção e gente fraudulenta uma mistura de Índia, USA, Africa e Oriente médio(Radical) e quem sabe uma pontinha de Camboja, uma verdadeira favela, vcs acordem viu? aqui na Europa eu vi o tamanho da merda que vcs são, que adianta ser alfabetizado na pior educação do mundo? que adianta ter um bacharelado nas piores universidades do mundo civilizado, cujo diploma não e reconhecido em lugar nenhum? bando de arrogantes, escoria da humanidade, vermes que se debatem no estrume e com mania de grandeza. vcs merecem o que vem por ai com esse candidato admirador de Trump…

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 10:46

      “Analfabetismo funcional é a incapacidade que uma pessoa demonstra ao não compreender textos simples. Tais pessoas, mesmo capacitadas a decodificar minimamente as letras, geralmente frases, sentenças, textos curtos e os números, não desenvolvem habilidade de interpretação de textos e de fazer operações matemáticas.”

      https://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/so-8-dos-brasileiros-sabem-se-expressar-plenamente-diz-pesquisa-18773598

      Por isso.

      • Adalberto

        1 de setembro de 2018 em 11:59

        quem tem nome de eu? tem vergonha do que? usando pseudônimo, não falta mais nada…

        • Eu™

          3 de setembro de 2018 em 9:47

          Falacia do “olha o avião”. E refutar os argumentos do estudo, vai quando?

  53. Cleber

    25 de agosto de 2018 em 12:32

    Foi mais explicativo ler os comentários do que o artigo do e-farsas, uma pena, gostava de ler o conteúdo daqui, agora tenho dúvidas sobre a credibilidade do e-farsas. Creio que muitos usuários de internet e principalmente os que costumam frequentar este site já aprenderam a lição de casa, nós checamos as notícias e procuramos nos informar melhor. Existem muitas fontes sobre o assunto, inclusive fontes da própria França, mas o que mais me incomoda é a tentativa de tentar interpretar por nós o que significa a lei Schiappa. Bom…não tenho mais nada pra relatar aqui.

  54. Gloria

    25 de agosto de 2018 em 13:13

    Ja amei esse site! Mas parece que muitos idiotas nesses comentarios nem sequer leram a materia! Ai é foda

    • Adalberto

      1 de setembro de 2018 em 12:16

      oba!!!!!! suruba, to dentro, mas sem pedofilia, ok?

  55. Michele

    26 de agosto de 2018 em 1:50

    Acabando com as fake news? kkkkkkkkkk não aqui né!
    Você é um retardado que está passando pano pra pedófilo. Seu canalha mal caráter. Porque você não citou uma fonte francesa? Porque desviou o assunto para “pode ter começado” em um site americano.Porque você é um canalha nojento,que passa pano pra pedófilo.
    Lê aí seu hipócrita, você quer saber mais do que as próprias associações francesas que defendem as crianças, seu mal caráter ordinário.

    http://www.lefigaro.fr/actualite-france/2018/08/03/01016-20180803ARTFIG00271-consentement-sexuel-la-loi-ne-pose-pas-de-limite-d-age.php

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 10:33

      Você foi enganada. Admita.

  56. Michele Carla

    26 de agosto de 2018 em 2:02

    Acabando com as fake news? kkkkkkkkkk não aqui né!
    Você é um retardado que está passando pano pra pedófilo. Seu canalha mal caráter. Porque você não citou uma fonte francesa? Porque desviou o assunto para “pode ter começado” em um site americano.Porque você é um canalha nojento,que passa pano pra pedófilo.
    Lê aí seu hipócrita, você quer saber mais do que as próprias associações francesas que defendem as crianças, seu mal caráter ordinário.

    http://www.lefigaro.fr/actualite-france/2018/08/03/01016-20180803ARTFIG00271-consentement-sexuel-la-loi-ne-pose-pas-de-limite-d-age.php

    • Gilmar Lopes

      26 de agosto de 2018 em 20:17

      O conteúdo desse artigo do Le Figaro está aberto só pra assinantes! Você conseguiu ler? O que diz?

      • Eu™

        27 de agosto de 2018 em 13:38

        Ler? Ela não sabe ler nem em português, vai querer que uma analfabeta funcional como essa leia em francês? Faz-me rir, jovem mancebo (pleonasmo intencional)!

    • Eu™

      27 de agosto de 2018 em 10:33

      Michele, sugiro que aprenda a ler antes de comentar sobre o que claramente desconhece…

      https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2018/08/25/verificamos-franca-nao-aprovou-lei-da-pedofilia/

      Ah sim, ler e interpretar textos.

  57. teco

    27 de agosto de 2018 em 3:07

    Eu sugiro que o site se retrate enquanto procura mais fontes sobre o tema, recentemente na Suécia um juiz resolveu algo semelhante mesmo sem uma lei específica. Tudo isso se deve ao multiculturalismo (muçulmanos não respeitam meninas que não usam véu) e todo mundo foge desse fato com medo de ser acusado de islamofóbico, como os estupros em série de Rotherham que vitimaram 1400 meninas “brancas”

  58. Miguel Salazar

    27 de agosto de 2018 em 19:43

    O senhor “Eu” precisa parar de chamar os coleguinhas de analfabetos funcionais e se maquiar melhor de frente a um espelho (por trás não vale). O mesmo Estatuto do ECA que ele copia e cola aqui prova o contrário do que ele prega. E você, Gilmar, por ter filho, ou filhos, deveria ter mais cuidado com o que comenta. Abra o olho! Fique esperto! Não finja que certas coisas são normais, modernas, que você e os seus são inatingíveis, ou que porque certas “culturas” são antigas, podem ser consideradas “naturais”. Qualquer um que pratique ato libidinoso com menores de idade, pelo menos para mim, é considerado um monstro.

    • Eu™

      28 de agosto de 2018 em 9:26

      O senhor “Eu” precisa parar de chamar os coleguinhas de analfabetos funcionais e se maquiar melhor de frente a um espelho (por trás não vale).

      >Só chamo os analfabetos funcionais de analfabetos funcionais. Quem entendeu o texto, ou melhor ainda, quem entendeu que pedofilia NÃO É CRIME, eu não chamo.

      O mesmo Estatuto do ECA que ele copia e cola aqui prova o contrário do que ele prega.

      >Ótimo. Então mostre no Código Penal ou no ECA onde está constando que pedofilia seja crime. No aguardo.

      E você, Gilmar, por ter filho, ou filhos, deveria ter mais cuidado com o que comenta. Abra o olho! Fique esperto! Não finja que certas coisas são normais, modernas, que você e os seus são inatingíveis, ou que porque certas “culturas” são antigas, podem ser consideradas “naturais”. Qualquer um que pratique ato libidinoso com menores de idade, pelo menos para mim, é considerado um monstro.

      >E você continua sendo um analfabeto funcional. Sério, largue a internet e vá fazer algo de útil da sua vida, tipo estudar.

      • Miguel Salazar

        28 de agosto de 2018 em 11:14

        E você, acéfalo, tire sua bunda gorda, suja e suada do banquinho e vá pescar. Tu tá muito nervosa, santa! Gilmar, me perdoe, mas esse seu amiguinho imaginário está atrapalhando sua biroscka! kkkkkkkk

        • Eu™

          28 de agosto de 2018 em 14:32

          E esse é o seu melhor argumento?? Pensou nele sozinho ou teve que pedir ajuda para os coleguinhas da quarta série, beócio analfabeto funcional?

  59. Maria do Rolário

    28 de agosto de 2018 em 11:21

    Ser pedófilo, assim como ser psicopata não é crime. Realmente não o é! Mas o ato cometido por um pedófilo, um bandido, um monstro, deve ser combatido a ferro e fogo. No mínimo castração química e no máximo, nada mais justo que a Pena Capital. E, antes que eu me esqueça, a partir do momento que um cidadão for reconhecido, declarado como pedófilo (já que pedofilia é uma doença, uma doença sem vergonha e sem cura) o mesmo deveria, ou deverá ser tratado, rigorosamente, com acompanhamento psiquiátrico, medicamentoso e, claro, ter seus desejos libertinos reduzidos a zero, ou perto disso, com a castração. Nada mais justo para proteger nossas crianças.

    • Eu™

      28 de agosto de 2018 em 14:31

      Ser pedófilo, assim como ser psicopata não é crime. Realmente não o é!

      >EXATAMENTE!

      Mas o ato cometido por um pedófilo, um bandido, um monstro, deve ser combatido a ferro e fogo.

      >Perfeito. Ninguém disse o contrário aqui.

      • Maria do Rolário

        28 de agosto de 2018 em 16:48

        Te perguntei alguma coisa, acéfalo?! Bom, de qualquer forma, ninguém realmente disse o contrário por aqui. Mas muitos como esse energúmeno, o tal de “Eu” e o Gilmar, se calaram a respeito. No caso do Gilmar, até passa pela pseudo imparcialidade dele e pelo fato do mesmo ser dono desse antro de comuninhas e comunistas que é isso aqui. Mas, no caso do “Eu”, fica a impressão de que o mesmo tem algo a temer. Bom, são só teorias a respeito.

        • Eu™

          29 de agosto de 2018 em 10:18

          Te perguntei alguma coisa, acéfalo?!

          >A partir do momento que comentou em uma área de comentários PÚBLICA, QUALQUER um pode responder, inclusive Eu™. Se não quer resposta, crie um site e modere os comentários.
          |
          Bom, de qualquer forma, ninguém realmente disse o contrário por aqui.

          >Então você não leu os demais comentários…
          |
          Mas muitos como esse energúmeno, o tal de “Eu” e o Gilmar, se calaram a respeito.

          >DEFINITIVAMENTE você não leu os outros comentários.
          |
          No caso do Gilmar, até passa pela pseudo imparcialidade dele e pelo fato do mesmo ser dono desse antro de comuninhas e comunistas que é isso aqui.

          >Uau, só faltou chamar ele de feio, bobo e cara de melão!
          |
          Mas, no caso do “Eu”, fica a impressão de que o mesmo tem algo a temer. Bom, são só teorias a respeito.

          >Lembre-se que, ao contrário de pedofilia, calúnia é crime, previsto pelo código penal, hein? Cuidado com o que afirma sobre mim…

        • Eu™

          29 de agosto de 2018 em 10:31

          Você veio aqui expor sua opinião. Opinião é como bunda, a partir do momento que você expôs a sua na janela, não reclame se tomar uma dedada. Não quer que respondam a seus comentário? Crie um site e modere. Se não aguenta brincar, não desce pro play. E lembre-se, calúnia é crime, hein? Cuidado…

  60. Ochogeek

    28 de agosto de 2018 em 13:38

    O Bernardo já replicou a acusação de suposto fake news que estava sendo acusado.

    https://www.youtube.com/watch?v=L7ul7PGEyzw

  61. ANDRE RENATO DALCOMUNI

    28 de agosto de 2018 em 14:03

    Feio E-farsa…muito feio. ECA liberar menores de 18 anos de cometer assassinato! Falso pq não esta escrito isso na leia….Mas na pratica…o menor pode matar, estuprar e torturar que no máximo ele sofre um medida socio-educativa….quando sofre. Sim na pratica vai rolar pedofilia, relações de abuso e prostituição infantil na França as claras. Quando vcs se se venderam para agenda 2030???

  62. Zal Ramos

    28 de agosto de 2018 em 14:15

    Putz já vi que a hermenêutica passou longe de vocês. Um site de fake News publicando outro e sem contexto. Ele no vídeo em momento algum citou lei e sim prática. Mudanças jurídicas com nomenclaturas que nao foram a conduta moral. Se a França tivesse aprovado a lei com o termo pedofilia obviamente seria questionada por vários países. Porém, assim Como, no Brasil, ela tem sido inserida como “doença ” e logo em seguida como preferência sexual. Segue o link que contesta não ser um fake News https://eduardocabette.jusbrasil.com.br/artigos/618063725/a-franca-legalizou-a-pedofilia-na-pratica-isso-nao-e-fake-news

  63. MRC

    28 de agosto de 2018 em 15:45

    O que dizer disso “Fica a cargo dos juízes decidir se a vítima foi ou não capaz de dar o consentimento.” Quem tiver amigos no judiciário não será condenado, isso pra mim é permissão do Estado para pedofilia.

    • Eu™

      28 de agosto de 2018 em 16:38

      Ainda bem que ninguém se importa com você ou com o que você acha.

  64. Jhonny

    28 de agosto de 2018 em 16:51

    Vou explicar melhor pra vocês então! se mexer com algum de meus filhos é BALA NA CABEÇA, não interessa se legalizaram, se é bom se é ruim! Se tem porte se não tem, se vai pro céu, pro inferno. Vai morrer e pronto!

    • Gilmar Lopes

      29 de agosto de 2018 em 8:50

      Pronto! Problema resolvido!

  65. JOVANI PAULO DE SOUSA

    28 de agosto de 2018 em 17:41

    Pelos comentários parece que ninguém entendeu o texto apenas o Gilmar e a pessoa que se intitula “Eu”.
    Só os 2 estão certos quem discorda é burro……esse site é um lixo mesmo!

    • Eu™

      29 de agosto de 2018 em 10:22

      Pelos comentários parece que ninguém entendeu o texto apenas o Gilmar e a pessoa que se intitula “Eu”.

      >Na real há mais alguns inteligentes que fazem parte dos 8% que também entenderam. Mas não fique triste, a culpa não é sua, mas sim do nosso parco sistema de ensino…
      |
      Só os 2 estão certos quem discorda é burro……

      >Burro não, analfabeto funcional. É diferente.
      |
      esse site é um lixo mesmo!

      >O site é um reflexo de seus frequentadores.

  66. Fora Esquerdalhada

    28 de agosto de 2018 em 19:58

    Apenas leiam ao artigo abaixo:

    https://eduardocabette.jusbrasil.com.br/artigos/618063725/a-franca-legalizou-a-pedofilia-na-pratica-isso-nao-e-fake-news

    Lembrem-se, ninguém vai aprovar uma lei dessas abertamente, ex.: PEDOFILIA LIBERADA GERAL!
    É claro que virá com outros caminhos, outros meios de fazer o povo aceitar sem ver isso como uma coisa ruim. O famoso jogo de palavras que eles usam para simplesmente normalizar tudo. Sites que defendem isso, não o fazem na inocência, é malícia esquerdista mesmo, são panos mornos colocados em feridas crônicas para que avancem sem resistência.

  67. tassios

    28 de agosto de 2018 em 20:11

  68. Jalin Rabei

    28 de agosto de 2018 em 21:53

    Esse cara do E farsas e burro de mais sugiro aprender a ler depois de sair comentando que uma noticia e fake news esse site ta um lixxxo ta virando a globo e perdendo acredibilidade assiste esse video e seja homem [link removido pelo moderador]

  69. wln

    29 de agosto de 2018 em 1:16

    Pedofilia é doença …
    E a unica cura é a castração química !

    Foda-se imundos

  70. Carlos Eduardo

    30 de agosto de 2018 em 18:36

  71. PF

    5 de outubro de 2018 em 13:40

    Nem todo psicopata mata, mas vuve a margem do crime, nem todo pedófilo abusa, e vivem a margem do crime, somente a espreita esperando o momento certo. Infelizmente são protegidos, pela farsa que é a psiquiatria.

    • Eu™

      5 de outubro de 2018 em 15:34

      Fonte: CU. Como sempre. Vá estudar pra não zerar o ENEM de novo este ano, analfa.

  72. Alan

    5 de outubro de 2018 em 17:07

    Acho que o texto que segue ajudará a entender melhor a questão.
    E que o site e-farsas possa usar tbm como fonte futura.

    https://jus.com.br/artigos/68611/a-franca-legalizou-a-pedofilia-na-pratica-isso-nao-e-fake-new

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Voltando a Circular

Publicidade

Topo