Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Novas ferramentas podem ajudar na luta contra as fake news?

Foto:

Tecnologia

Novas ferramentas podem ajudar na luta contra as fake news?

Novas ferramentas podem ajudar na luta contra as fake news?

Será que as novas tecnologias podem ajudar a criar ferramentas para ajudar na luta contra as fake news e sites pouco confiáveis?

Foto: Pixabay

As fake news são um dos principais problemas do mundo moderno, seja por questões políticas ou até educacionais. Por conta disso, algumas empresas e organizações estão focando quase que totalmente no uso de novas tecnologias para combater esse problema que atinge, principalmente, as mídias digitais. São ideias variadas, que vão desde o incentivo ao consumo de fontes confiáveis, até o uso de aplicativos que classificam automaticamente uma notícia como falsa ou verdadeira.

Essa confiança no consumo de conteúdo digital é algo importante, e usado em diferentes categorias. Por exemplo, o portal TechTudo possui várias listas com indicações de aplicativos e gadgets de todos os tipos para smartphones, seja um Android ou um iOS. Da mesma forma que, para os fãs de jogos digitais, o portal da Casinos.pt possui uma lista das melhores plataformas de cassinos online para jogar pôquer, blackjack e outros jogos de apostas. Já o aplicativo JustWatch ficou popular pelas indicações das melhores plataformas de streaming para quem gosta de assistir filmes e seriados.

O objetivo de algumas ações contra as fake news é criar um sistema parecido, onde seja possível indicar sites e mídias que sejam confiáveis para se informar e divulgar novas informações. Uma dessas iniciativas é o SOS Alert do Google Search, que funciona como uma ferramenta informativa sobre assuntos considerados importantes, como comunicados oficiais do Governo ou algum acontecimento especial.

Outra iniciativa interessante surgiu do Instituto de Pesquisa em Computação do Catar (QCRI), que desenvolveu uma plataforma que tem como objetivo ensinar qual o jeito mais saudável e eficiente de consumir notícias. A plataforma chamada de Tanbih possui apenas versões em inglês e árabe, mas é uma iniciativa interessante e que poderia funcionar muito bem em outros países, inclusive no Brasil.

Bloqueios e proibições

Outra forma de atingir as fake news, e que vem sendo implantada principalmente nas redes sociais, é a exclusão de contas e mensagem com informações falsas. Apesar de existirem moderadores com essa função, é cada vez mais comum ver softwares que podem fazer isso automaticamente. O Twitter e o Facebook já confirmaram que utilizam inovação desse tipo, mas nenhuma delas é 100% efetiva.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

O único problema é que essa ação de excluir e bloquear pode ser entendida como censura, já que não é possível ter qualquer margem de erro ao deletar uma mensagem ou excluir uma conta na rede social. Por conta disso, o uso de tecnologias cada vez mais inovadoras é essencial para aplicar essas ações. Como a fake news é um problema global, não faltam países que buscam soluções assim.

No Brasil, por exemplo, uma parceria entre o WhatsApp e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez com que o aplicativo norte-americano lançasse uma espécie de assistente contra fake news. Além de informar sobre uma possível notícia errada, o aplicativo também possui uma ferramenta que tira dúvidas quanto a informações oficiais. Um exemplo de como a tecnologia pode ajudar a acabar com esse problema.

Aplicativos em teste

Um dos aspectos mais importantes na luta contra a fake news é a capacidade de definir uma notícia como verdadeira ou falsa. Nós abordamos melhor este assunto na participação que fizemos no podcast Arco43, que foi gravado em parceria com a Editora do Brasil e a Agência Bowie. Resumindo, é um trabalho complicado, mas que pode ser facilitado com algumas iniciativas para automatizar essa avaliação.

Em 2018, durante a Hackathon Talent Land no México, os desenvolvedores Miguel Eduardo Romero Ruiz e Erick Manuel Troyo del Campo criaram um algoritmo capaz de detectar uma fake news. Essa iniciativa pode facilitar a vida de moderadores, e também acabar de forma efetiva com a quantidade de informações falsas que são espalhadas via redes sociais e outras plataformas. No Brasil, em uma parceria entre pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), uma iniciativa parecia como a dos mexicanos também foi desenvolvida.

Conclusão

As fake news estão crescendo e continuam a ser um dos maiores problemas que a internet enfrenta. Entretanto, novas iniciativas para acabar com isso estão surgindo a todo o momento. As novas tecnologias podem ser a solução desse problema, fazendo com que os sites confiáveis se destaquem perante aos locais que disseminam informações falsas. O e-farsas trabalha com o mesmo objetivo, e ter inovações que ajudem nessa tarefa é uma notícia excelente para quem luta contra as mentiras que podem ser encontradas na web.

Continue lendo
Clique para comentar

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo