23.4 C
São Paulo
domingo, setembro 19, 2021

O diretor do HC recomendou o chá de erva-doce para curar a doença do coronavírus?

- Publicidade -

É verdade que o diretor do Hospital das Clínicas enviou um alerta ensinando que o chá de erva-doce possui a mesma substância do Tamiflu e cura as vítimas do coronavírus?

A imagem retirada de um e-mail começou a se espalhar através das redes sociais na segunda quinzena de fevereiro de 2020 e mostra o texto que teria sido enviado pelo diretor do Hospital das Clínicas com recomendações para os pacientes do coronavírus. De acordo com o texto, o chá de erva-doce teria a mesma substância do medicamento Tamiflu e é indicado para curar os pacientes do coronavírus!

Será que isso é verdade ou mentira?

Texto do e-mail que se espalhou na web: “Diretor do HC (Hospital das Clínicas) preocupado com a nova gripe, faz as seguintes recomendações: – Fazer do álcool gel o nosso aliado. – Começar a tomar vitamina C urgente, cuidar das crianças. – Lavar as mãos muitas vezes ao dia. – evitar locais onde haja multidão; – tomar vitamina C; – comer fígado de boi; – ingerir sucos de acerola e laranja. – Tomar chá de erva-doce duas vezes ao dia. ERVA-DOCE O chá de erva-doce tem a mesma substância que o medicamento TAMIFLU, o remédio usado para tratar a gripe A – H1N1. Aconselha-se tomar o chá corno se fosse café, após as refeições. Um infectologista do hospital São Domingos, recomenda tomar de 12 em 1 rhoras o chá de erva doce, pois ele mam o vírus da influenza. E da erva-doce que é feito o TAMIFLU. Repasse para seus familiares e amigos pois é muito importante.

Verdade ou mentira?

Em primeiro lugar, (apenas como curiosidade) chama muito a atenção o fato do e-mail ter sido enviado de uma pessoa chamada Renato Ribeiro para outra pessoa com o mesmo nome. A impressão que fica é que o autor dessa foto quis dar um tom a mais de credibilidade ao fotografar um e-mail e não compartilhar somente o texto.

Além disso, o texto segue algumas das características de um boato digital, como a de se aproveitar de um assunto que está na moda para conseguir mais compartilhamentos, além de usar um cargo importante (como o do “diretor do HC”) para dar mais credibilidade ao rumor!

No site do Hospital das Clínicas há publicações com recomendações para se evitar o contágio pelo coronavírus, que são basicamente as mesmas de para uma gripe comum:

  • Se tossir ou espirrar, cubra a boca com um lenço ou o braço;
  • Usar lenço descartável para higiene nasal;
  • Evitar tocar em mucosas de olhos, nariz e boca;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;
  • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;
  • A pessoa doente deve evitar sair de casa, deslocando-se apenas se houver necessidade de ir a serviço de saúde.

Não encontramos no site do Hospital das Clínicas nenhuma recomendação em relação à cura pela ingestão do chá de erva-doce.

Boato requentado

Quem inventou essa história sequer teve uma ideia original. Em janeiro de 2019, o Ministério da Saúde já havia desmentido uma fake news semelhante, com a diferença de que na ocasião o texto que se espalhou falava sobre a possível cura da gripe H1N1:

Versão que circulou em 2019! (foto: Reprodução: Ministério da Saúde)

- Publicidade -

Em 2020, o Ministério da Saúde voltou a explicar que o chá de erva-doce não tem o mesmo princípio ativo do Tamiflu em sua composição e que não existe nenhum fundamento no texto que se espalhou na web sobre o assunto. 

Desmentimos 9 fake news sobre o coronavírus

No começo de fevereiro de 2020, preparamos um vídeo explicando a verdade sobre 9 notícias falsas sobre o coronavírus que foram disseminadas na web:

Conclusão

O chá de erva-doce não cura doentes do coronavírus! A notícia que foi disseminada através de grupos do WhatsApp é falsa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui