today-is-a-good-day
20.9 C
São Paulo
sexta-feira, maio 24, 2024

O livro A Verdade Nunca Revelada, de Jair Bolsonaro, foi banido por Alexandre de Moraes?

- Publicidade -

Livro escrito por Jair Bolsonaro, que revela erro nas contagens do segundo turno das eleições de 2022, teria sido banido pelo ministro do STF Alexandre de Moraes! Será?

O recorte do que parece ser uma reportagem do dia 10 de setembro de 2023, no portal de notícias G1, começou a ser compartilhado através de grupos do WhatsApp no começo de outubro de 2023. De acordo com o texto, que também se espalhou em grupos do Telegram, o livro A Verdade Nunca Revelada, de Jair Bolsonaro, teria sido proibido de ser comercializado por decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Além do banimento, Moraes teria ordenado a queima de mais de 150 mil exemplares do livro e o motivo do banimento seria uma revelação bombástica: houve erro na contagem dos votos no segundo turno das eleições de 2022!

Será que isso é verdade ou mentira?

Texto de uma das versões compartilhadas em outubro de 2023: “Moraes inicia BANIMENTO da venda de livro que revela erro nas contagens do 2° TURNO A VERDADE NUNCA REVELADA – Ministério da 24 horas para todas as vendas serem paralisadas, e pede para que mais de 150 mil cópias sejam queimadas – Por Daniel Saad – ‘ELES QUEREM NOS CALAR MAIS UMA VEZ’ VAMOS TODOS COMPRAR ANTES QUE O STF DERRUBE” (foto: Reprodução/Telegram)

Verdade ou mentira?

Em primeiro lugar, procuramos pela manchete no portal G1 e não encontramos. Não há nenhum Daniel Saad no expediente desse portal.

O livro existe, mas não foi escrito pelo ex-presidente Jair Bolsonaro. Aliás, o livro não é assinado por nenhum autor.

Em publicações feitas nas suas redes sociais no final de setembro de 2023, Bolsonaro nega ter qualquer envolvimento na elaboração de livros sobre sua trajetória política e que vários pontos de A Verdade Nunca Revelada “não condizem com a verdade dos fatos”:

Reprodução/Twitter

O livro em questão está disponível para venda em diversos serviços online e, inclusive, pode ser baixado de graça em sites simpatizantes ao ex-presidente. Ao ler a obra podemos perceber se tratar de um texto pobre, com vários trechos que dão fortes indícios de terem sido gerados com a ajuda de software com inteligência artificial.

- Publicidade -

Além disso, os autores não acrescentaram a bibliografia (e, portanto, não há provas de onde as afirmações expostas ali foram tiradas) e não há nenhum crédito dos detentores dos direitos das imagens usadas para ilustrar o livro.

Até a metade do livro, o texto conta – de uma forma bem simplória e com alguns deslizes gramaticais – a história de Jair Bolsonaro, desde seu nascimento até o fim do seu mandato na Presidência, no final de 2022. Apenas o capítulo 5.1 trata de eleições presidenciais, mas as de 2018, quando houve a “vitória surpreendente” do “então desconhecido” Jair Bolsonaro. 

Não há nenhuma menção ao segundo turno das eleições de 2022. Também não encontramos a palavra “fraude” ou derivadas em nenhuma parte do livro.

Também não há nenhuma menção ao STF, Alexandre de Moraes ou a qualquer outro ministro do Supremo. A única vez que a palavra “ministro” aparece na obra é sobre a indicação do o ex-juiz Sérgio Moro para o cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro.

O STF baniu o livro?

Não encontramos nenhum documento, notícia ou afirmação sobre a proibição da venda do livro. A tática de espalhar inverdades como essa para fins de divulgação é parecida com uma que desmentimos aqui no E-farsas em julho de 2023, sobre a suposta prisão dos integrantes da banda Arriba Saia a pedido do ministro Alexandre de Moraes. Segundo o que foi espalhado pelo vocalista da banda, Moraes teria ordenado a prisão e proibido a veiculação de uma música que criticava o ministro.

Obviamente, a notícia falsa foi espalhada apenas para divulgar a nova canção, que continua disponível nas plataformas de streaming até hoje.

Conclusão

Não é verdade que o ex-presidente Jair Bolsonaro escreveu um livro, não é verdade que o livro fala sobre fraudes nas eleições de 2022 e não é verdade que ele foi banido pelo ministro Alexandre de Moraes!         

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla! Autor do livro de ficção Marvin e a Impressora Mágica!

Últimas Atualizações

- Publicidade -Compre o livro Marvin e a impressora Mágica de Gilmar Lopes

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui