Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O papa Francisco deu um terço de presente para o Lula?

Falso

O papa Francisco deu um terço de presente para o Lula?

O papa Francisco deu um terço de presente para o Lula?

É verdade que o papa Francisco presenteou um rosário com contas pretas para o ex-presidente Lula, preso desde abril de 2018?

A notícia surgiu no dia 11 de junho de 2018 e se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais naquele dia. De acordo com a manchete, Juan Grabois, assessor do papa Francisco para assuntos de Justiça e Paz, teria entregue ao ex-presidente preso um rosário enviado pelo papa Francisco.

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

O papa Francisco deu um rosário de presente ao ex-presidente Lula, na cadeia? (foto: Reprodução /Facebook)

Verdade ou mentira?

No dia 11 de junho de 2018, vários meios de comunicação online publicaram a notícia afirmando que o papa Francisco teria dado um rosário de presente ao ex-presidente Lula, preso desde abril de 2018 na sede da Polícia Federal em Curitiba.

O fato foi noticiado até mesmo pelo perfil oficial do ex-presidente no Twitter:        

No entanto, apesar de muita polêmica em cima do suposto presente, o próprio Vaticano desmentiu o acontecido em seu perfil português no Twitter:

O Vaticano também emitiu uma nota para tentar esclarecer o mal entendido:

“Em mérito às notícias circuladas sobre o suposto envio de um Terço pelo Papa Francisco ao ex-presidente Lula, esclarecemos que o advogado argentino Juan Gabrois, fundador do Movimento dos trabalhadores excluídos e ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz, tentou fazer uma visita – a título PESSOAL – ao ex-presidente, tendo após a tentativa infrutífera, concedido uma entrevista diante do prédio da Polícia Federal em Curitiba. Na entrevista – e nos ativemos a ela – EM NENHUM MOMENTO Grabois afirmou que o Terço foi enviado pelo Santo Padre, mas apenas “ABENÇOADO” pelo Papa.”

“Confusão” depois de entrevista

No dia 11 de junho, o argentino Juan Grabois deu uma entrevista coletiva, em espanhol, afirmando que havia sido proibido de visitar o Lula na PF, e que o terço havia sido abençoado pelo papa. Ele não disse que o rosário era um presente enviado diretamente pelo papa ao preso, mas algumas agências traduziram como se fosse, dando origem ao “mal-entendido”!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Atualização 13/06/2018

No dia seguinte à publicação da nota afirmando que Grabois não visitou o ex-presidente em nome do papa, o Vaticano fez uma correção por meio de outra nota, explicando que “se enganou” e que o advogado argentino Juan Gabrois é consultor de uma área que agora faz parte do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral.

“[…]O advogado argentino Juan Gabrois é Consultor do ex-Pontifício Conselho Justiça e Paz, que passou a fazer parte do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, e é o coordenador do encontro mundial dos movimentos sociais em diálogo com o Papa Francisco.[…]”

A correção feita pelo Vaticano não valida o fato alardeado em vários veículos de comunicação que afirmava que o papa teria enviado um rosário diretamente para o ex-presidente Lula. O próprio Juan Gabrois disse que havia trazido um rosário benzido pelo sumo pontífice e não que o terço foi enviado diretamente por ele.

Até o Partido dos Trabalhadores fez uma publicação no Twitter explicando que, diferente do que eles haviam informado, o rosário não foi um presente do papa:

Atualização 13/06/2018 – parte 2

Na tarde de 13 de junho de 2018, o Juan Gabrois publicou uma nota endereçada ao ex-presidente Lula no seu perfil do Facebook, afirmando que foi impedido de visitar o preso na sede da Polícia Federal, mas que entregou um presente aos colaboradores do preso para que lhe fosse entregue. Gabrois também afirmou que o site Vatican News não pode ser considerada oficial, culpando o redator do site pelo “erro” na divulgação de sua visita frustrada à PF em Curitiba.

Em sua carta, Gabrois se contradiz ao explicar que o rosário – que tanto causou polêmica na web – foi um presente dado pelo próprio papa em maio, ocasião em que ele fez diz ter feito uma visita ao sumo pontífice e avisar que iria visitar o ex-presidente Lula.  

Conclusão

O papa não enviou um rosário de presente ao ex-presidente Lula, preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba! Um representante tentou visitar o preso com alguns presentes (dentre eles, um terço benzido pelo papa), mas foi impedido pela Polícia Federal de entrar.

Atualização da conclusão: Juan Gabrois publicou uma carta endereçada ao ex-presidente Lula acrescentando à sua versão anterior que se encontrou pessoalmente com o papa que lhe pediu que entregasse um rosário ao preso. 

 

Continue lendo
34 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo