16.5 C
São Paulo
sexta-feira, junho 18, 2021

Recuo do mar no Brasil é aviso de tsunami?

- Publicidade -

Será verdade que o recuo do mar no litoral do Brasil é um prenúncio de que seremos engolidos por um tsunami?

A notícia deixou muita gente preocupada nas redes sociais na segunda semana de agosto de 2017. De acordo com diversas publicações em sites e blogs, o repentino recuo da água do mar – principalmente na região sul do país – seria um forte indício de que um tsunami irá engolir muitas cidades litorâneas brasileiras!

Os moradores das regiões próximas ao litoral devem deixar suas casas urgentemente, segundo o que textos espalhados através do WhatsApp e do Facebook!

Será que isso é verdade ou é alarme falso?

Tsunami gigante irá atingir o Brasil! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Como já explicamos diversas vezes aqui no E-farsas, muita gente se aproveita de notícias reais para criar boatos alarmistas e deixar os leitores assustados! Com essa artimanha, sites especializados em disseminar notícias falsas ganham rios de dinheiro com cliques e as chances do boato ser passado adiante são bem maiores!

É verdade que o mar recuou muitas praias na região sul do país em agosto de 2017, mas isso não tem a ver com um possível tsunami aqui no Brasil.     

O Diário Catarinense, por exemplo, publicou no dia 14 de agosto de 2017 uma notícia a respeito do recuo da água do mar desde a costa uruguaiana. No entanto, especialistas consultados pelo jornal explicaram que o vento foi o responsável pelo recuo!

O fenômeno é conhecido por Transporte de Ekman, quando as águas do oceano são empurradas pelo vento durante a chegada de uma frente fria e a redução no nível do mar é temporária, voltando ao normal após a passagem do fenômeno pela costa.

Dias antes, o jornal El País (dentre tantos outros) já havia tranquilizado a população, explicando que o fenômeno é “natural e habitual” no Uruguai e que não há o menor risco de tsunami!

- Publicidade -

De acordo com a Defesa Civil Estadual Catarinense, a explicação para a chamada maré seca é:

“Como a Terra gira em torno de si mesma, essas águas são desviadas para a esquerda do vento no hemisfério sul, fazendo com que o mar literalmente recue, causando maré seca nas praias, principalmente nos horários de maré astronômica baixa. Com o avanço da frente fria, esse padrão muda completamente ao longo do dia.”

O órgão adverte para um possível aumento de ondas de até 4 metros de altura em algumas praias, mas descarta a possibilidade de tsunamis!   

Caso você ainda esteja preocupado, pode acompanhar em tempo real a situação do nosso planeta através do excelente Painel Global, que exibe informações de monitoramento da Terra “ao vivo”!

Boato recorrente

É claro que essa não foi a primeira vez que a internet foi invadida com notícias falsas sobre um possível tsunami ocorrer no Brasil! Em 2016, desmentimos aqui um boato que afirmava que o Brasil seria afetado por um grande tsunami e essa previsão teria sido feita pela NASA. Mais de um ano se passou e (felizmente) nada de tsunami!     

Conclusão

Não há nenhum risco de tsunami no Brasil! O recuo do mar em algumas regiões da região sul do país é considerado normal pelos especialistas!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

5 COMENTÁRIOS

  1. Kkkkkkk……quem conhece o efeito tsunami sabe que a agua recua na hora que onda está chegando….nao por um dia inteiro….A massa não pensa como disse Z no MIB 1……kkkkkkk

  2. Quem acha que estamos livre desse risco esta TOTALMENTE ENGANADO! já houveram minis tsunamis aqui no Rio de Janeiro, inclusive noticiado pela imprensa!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui