15.2 C
São Paulo
quinta-feira, maio 13, 2021

Tigre que atacou garoto em zoológico será sacrificado?

- Publicidade -

É verdade que o tigre que atacou um menino no zoológico na cidade de Cascavel será sacrificado pelos veterinários que tratam do animal?

No dia 30 de julho de 2014, um incidente grave ocorreu no zoológico na cidade de Cascavel, no Paraná. Um garoto de 11 anos, em visita ao parque com seu pai e irmão, atravessou a grade de proteção que separa o público da jaula dos animais e começou a “brincar” com um leão e um tigre!

Ao tirar um alimento do bolso e oferecer ao tigre, através dos vãos da jaula, o garoto foi atacado pelo felino, ferindo gravemente o braço do imprudente (e não supervisionado) menino.

De acordo com matéria da revista Veja, apesar do socorro imediato, a criança teve o braço amputado. O tigre Hu, de 3 anos de idade, foi isolado em uma pequena jaula, longe do público.

Imediatamente, vários sites e blogs começaram a publicar a notícia afirmando que o animal (o tigre, no caso) já estaria com os dias contados, pois seus tratadores iriam sacrifica-lo!

Será que isso é verdade? Vão sacrificar mesmo o bicho?

Imagens mostram momentos antes do garoto ser atacado pelo tigre! (foto: Reprodução)
Imagens mostram momentos antes do garoto ser atacado pelo tigre! (foto: Reprodução)

Verdadeiro ou falso?

A história do sacrifício do “felino selvagem” se espalhou rapidamente entre vários sites, além das redes sociais. Muita gente indignada com a possível atitude que o zoológico estaria prestes a fazer. O pobre tigre, segundo defendido em vários comentários nas redes sociais, teria atacado o menino seguindo apenas seus instintos e não teria culpa nenhuma. Não merecia morrer por causa disso.

A comoção foi tanta que até foi criada uma petição online no Avaaz, onde estão sendo colhidas assinaturas para proteger o animal de ser sacrificado. Até a publicação desse artigo, o documento já havia conseguido colher mais de 120mil assinaturas!

Além disso, a prefeitura de Cascavel disse ter recebido mais de 10.000 e-mails de pessoas pedindo a preservação do bicho. Até de outros paises como a Inglaterra e Estados Unidos.

- Publicidade -

No entanto, apesar de todo esse movimento em favor do tigre, essa história de sacrifica-lo não passou de um boato!

De acordo com a direção do zoológico, o tigre não será sacrificado e o delegado responsável pelo caso, Denis Merino, disse à Veja que avalia a responsabilidade criminal do pai do menino no acidente – e poderá indiciá-lo pelo crime de lesão corporal grave.

Em entrevista ao Jornal O Globo, o médico veterinário do zoológico, Valmor dos Passos, afirmou que:

“[…]em nenhum momento foi cogitada a possibilidade de descartar o animal, quer seja removendo-o ou encaminhando para o sacrifício. Tais especulações são idiotas” — disse.

O veterinário também afirmou que o animal está em boa saúde, calmo e se alimenta normalmente.

De acordo com o portal A Tarde, o tigre Hu saiu do isolamento no dia 05 de agosto, sem sinais de estresse e já está de volta, exposto ao publico.

Conclusão

O tigre que atacou um menino em um zoológico no Paraná não será sacrificado!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

4 COMENTÁRIOS

  1. O pai é muito irresponsável e deveria perder a guarda. Se trouxe osso de galinha pro filho alimentar os felinos, deve ser criminalizado por tudo o que aconteceu.

  2. Só de precisar existir um E-Farsas( n estou criticando o site) mostra o quando o brasileiro é despreparado e ingênuo na internet. Acredita em tudo que lê compartilha qualquer porcaria sem ao menos dar 2 cliques e buscar fontes da informação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui