17.5 C
São Paulo
sexta-feira, setembro 30, 2022

Um homem ganhou o direito de receber Auxílio-doença do INSS por ser corno?

- Publicidade -

É verdade que um homem ganhou o direito de receber o Auxílio-doença do Governo após comprovar que já foi traído pela sua esposa mais de 800 vezes?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs na segunda semana de maio de 2018 e afirma que um paraense chamado Amarildo Ferreira Cavalcante ganhou o direito de receber o Auxílio-doença do INSS por ser “corno”!

A reportagem afirma que Amarildo teria dito que sua mulher já lhe traiu mais de 800 vezes, e que a sua vida de corno tem lhe feito passar por situação de humilhação e constrangimento no trabalho.

O homem, segundo que diz na notícia, não consegue mais trabalhar, visto que é motivo de piada e por isso não consegue sair de casa e nem conviver em sociedade…

O valor total liberado pelo INSS foi de R$ 1229,00 por mês, durante tempo indeterminado!

Será que isso é verdade?

Homem estaria recebendo auxílio-doença por ter sido traído! Será verdade? (foto: reprodução/WhatsApp)

Uma busca pelo nome do suposto beneficiário e não tivemos nenhum resultado, exceto em alguns sites que apenas copiaram o mesmo texto dessa “notícia”.

E por falar em copiar, os sites que postaram essa história citam como fonte uma publicação feita no site GShowPlay, já conhecido aqui no E-farsas por espalhar inúmeras fake news pela web.

O site GShowPlay ainda mostra um “documento” que atesta a veracidade dos fatos. No entanto, como podemos ver na imagem, não há o Número de Benefício ou do Requerimento, dados importantes para que alguém possa averiguar no site do Governo:

- Publicidade -

As fotos usadas na “notícia”

O autor dessa fake news juntou as fotos de um homem e de uma mulher em situações diferentes para dar a entender que o eles seriam os protagonistas dessa notícia. No entanto, a foto do homem foi tirada desse vídeo de 2011, de um homem preso pelo roubo de uma moto:

Já a foto da mulher foi tirada de outro vídeo, publicado em 2014:

https://www.youtube.com/watch?v=rEykVJ_Bajc

 

Conclusão

Um órgão público não iria expedir um documento com termos chulos como “corno”! Além disso, o caso surgiu em um site conhecido por disseminar notícias falsas e não há nenhuma prova de que isso tenha ocorrido de verdade!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

4 COMENTÁRIOS

  1. Qualquer pessoa que tenha o mínimo de senso crítico, ao ler o tal “documento” perceberia que é falso. Cheio de erros de concordância, além de citar o número da lei errada! falta de serviço!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui