22.9 C
São Paulo
quarta-feira, junho 29, 2022

Uma lutadora de vale tudo morreu ao enfrentar uma adversária trans?

- Publicidade -

Será verdadeira a notícia da morte da lutadora de MMA Shang Mau Bi que sofreu um traumatismo craniano ao lutar contra uma adversária trans?

De acordo com a notícia que se espalhou no final de janeiro de 2018, a luta teria acontecido em Kuala Lumpur, na Malásia, no dia 21 do mês de janeiro, quando Mau Bi teria sido nocauteada e levada ao hospital após o combate o contra sua adversária, que é transgênero!

A lutadora belga Nilika Drobonev (que passou por uma cirurgia de redesignação sexual) teria causado um traumatismo craniano em Mau Bi, que não teria resistido aos ferimentos e falecido devido à hemorragia cerebral.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Lutadora teria morrido após enfrentar oponente transgênero! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou farsa?

A primeira coisa que chama a atenção nessa notícia é que ela só se espalhou aqui no Brasil e (coincidentemente) apenas em sites especializados em espalhar fake news! Nem no país onde essa morte teria acontecido há postagens a respeito.

Uma busca pelos nomes das duas lutadoras no site especializado em lutas Sherdog não retorna nada. Isso também é curioso, pois todos os lutadores do mundo estão cadastrados nesse site…

Mas… e as fotos?

Se essa notícia é falsa, como explicar as fotos usadas nas “reportagens”?

Os sites que inventaram e espalharam essa fake news usaram imagens de outras notícias para tentar enganar os leitores.

A foto de duas lutadoras, no octógono, é de uma luta entre a australiana Bec Rawlings e a lutadora norte-americana Carla Esparza.

- Publicidade -

Já a fotografia de mulheres sentadas no chão e chorando, trata-se um funeral de um policial, morto em um acidente de trânsito ocorrido em 2015, na Tailândia. A moça que está em destaque na imagem é a atriz britânica Anna Reese, que está pedindo perdão à família do morto (cuja morte ela foi acusada).

E, para finalizar, a foto da lutadora que seria a vítima dessa história também não tem nenhuma relação com a notícia. A moça da fotografia é a lutadora de MMA sul-coreana Ham Seo-Hee.

Lutadora Trans

Apesar dessa notícia ser falsa, existe uma lutadora de MMA que fez operação de readequação sexual. Seu nome é Fallon Fox, uma norte-americana que nasceu homem e “operou” em 2006.

Mesmo após o Comitê Olímpico Internacional ter autorizado atletas trans a participarem de competições, muita polêmica ainda ronda o tema, visto que – para muitos – uma atleta transgênero seria muito mais forte do que uma mulher cis.  

Conclusão

A notícia afirmando que uma lutadora transgênero chamada Nilika Drobonev teria matado outra lutadora é falsa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

2 COMENTÁRIOS

  1. I thinks this is very close because there is a fight there might be injuries of course. But there may happened very serious injuries. In this sense, boxing entertainment works more hard and provide us favorite stars info.
    Although, there might be 50 50 situations but transgenders are one of the best boxing player of this age.

  2. Analisa então isso para gente:
    Em 2014, Fallon Fox estava lutando contra sua oponente feminina Taika Brents. Em última análise, deveria ter sido apenas “mais uma luta” para Fallon e Tamika, se Tamika não sofresse lesões graves antes de ter terminado via TKO.
    Tudo aconteceu no primeiro round nos primeiros dois minutos e meio. Foi uma luta complicada, sangrenta e não foi fácil para todos verem. Durante a luta Tamika sofreu uma concussão e fracturou o osso orbital no crânio e Fallon Fox não parou até que Tamika Brents foi finalmente TKO’d. Após a luta, ela recebeu vários agrafos na cabeça
    https://www.youtube.com/watch?v=PX3f3KnRvAk&t=159s

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui