Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Vídeo mostra esquerdistas queimando os pertences de um morador de rua?

Conspirações

Vídeo mostra esquerdistas queimando os pertences de um morador de rua?

Vídeo mostra esquerdistas queimando os pertences de um morador de rua?

Desde ontem (1), um vídeo mostrando manifestantes queimando os pertences de um morador de rua (ou “pessoa em situação de rua” embora haja diferença) vêm viralizando nas redes sociais. Tanto no Facebook (arquivo) quanto no Instagram (arquivo), uma versão específica desse vídeo nos chamou atenção. Nela constam as seguintes frases, que aparecem na tela durante toda a ação:

Esquerdistas incendeiam únicos pertences de homem sem-teto.

Você ainda acha que eles se preocupam com os mais pobres?

Confira o vídeo, abaixo:

 

Somente no Facebook essa versão do vídeo já foi assistida mais de 160 mil vezes e obteve mais de 12 mil compartilhamentos! Já no Instagram, o vídeo já foi visualizado mais de 20 mil vezes!

Somente no Facebook, essa versão do vídeo já foi assistida mais de 160 mil vezes e obteve mais de 12 mil compartilhamentos!

Já no Instagram, o vídeo já foi visualizado mais de 20 mil vezes!

Inúmeras pessoas, por algum estranho motivo que daqui há pouco iremos comentar, acreditaram que esse vídeo retratasse uma ação ocorrida nas recentes manifestações ocorridas no último domingo no Brasil. Isso, evidentemente, acabou polarizando ideologicamente o vídeo.

Entretanto, será que essa ação aconteceu aqui no Brasil? Estamos diante de “esquerdistas” queimando os pertences de um morador de rua? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Vamos por partes, porque esse vídeo não é tão simples de ser analisado quanto parece. Logo, leiam tudo com muita atenção, combinado?

Em primeiro lugar, o vídeo não foi gravado no Brasil, mas na cidade de Austin, capital do estado norte-americano do Texas, na noite de 31 de maio de 2020, durante uma onda de protestos violentos que assolaram não somente Austin, mas diversas cidades dos Estados Unidos. Desde o início era possível ter uma noção, que  ação não tinha ocorrido no Brasil, porque o senhor que aparece no vídeo fala inglês.

Em segundo lugar, ao menos até o momento da publicação deste artigo, a identidade dos responsáveis por atear fogo nos pertences desse morador de rua não pôde ser confirmada. Muito menos, é claro, suas ideologias políticas. A situação é tão complicada, que nas redes sociais foram apontados diversos culpados.

Uma Equipe do Site InfoWars?

Houve quem dissesse, por exemplo, que uma equipe do site “InfoWars” conhecido site de viés conservador flagrado inúmeros vezes disseminando conteúdo enganoso e teorias conspiratórias infundadas teria sido a responsável pelo ato.

Houve quem dissesse, por exemplo, que uma equipe do site “InfoWars” teria sido a responsável pelo ato.

Um Policial Disfarçado?

No entanto, durante a ação houve quem especulasse que um policial disfarçado teria sido o responsável por desencadear todo o incêndio!

No entanto, durante a ação houve quem especulasse que um policial disfarçado tivesse sido o responsável por desencadear todo o incêndio!

Baderneiros Aleatórios?

Já outros atribuíram o deplorável ato, de forma genérica, a baderneiros ou manifestantes, sem mencionar qualquer ideologia política envolvida. Aliás, essa é crença da maioria dos comentários que vimos em diversos tuítes relacionados a esse assunto.

Já outros atribuíram o deplorável ato, de forma genérica, a baderneiros ou manifestantes, sem mencionar qualquer ideologia política.

Confira abaixo a ação por um outro ângulo:

Um Outro Morador de Rua Levou um Soco no Rosto!

Naquela noite, um jornalista e podcaster local chamado Gary Faust registrou, inclusive, o momento em que um outro morador de rua foi agredido por um dos manifestantes.

Confira o vídeo, abaixo:

 

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

É importante destacar, que em nenhum momento Gary Faust classificou as pessoas que aparecem no vídeo como membros do site “InfoWars”, “esquerdistas” ou “policiais disfarçados”, apenas retratou o que acontecia mediante a opinião, especulação ou versão apresentada por algumas outras pessoas presentes naquele ato.

A Tentativa de Encontrar os Responsáveis pela Ação

Sites como o “The Daily Dot” e o “RT” publicaram artigos para expor a polêmica em torno da responsabilidade por esse ato totalmente reprovável.

O Artigo do “RT”

Segundo o “RT”, o cinegrafista do site “InfoWars” disse que havia começado a filmar, quando notou que os manifestantes, alegadamente do movimento “Antifa”, estavam tirando pessoas de seus carros numa rodovia local. Sua assistente, Savanah Hernandez, divulgou um vídeo mostrando os manifestantes reunindo os pertences de moradores de rua e queimando-os de vários ângulos. Nas filmagens podemos ver homens e mulheres, brancos e negros, envolvidos no ato. Houve até que resolvesse tirar “selfies” com o incêndio como pano de fundo.

Confira o vídeo, abaixo:

 

Ainda de acordo com o “RT”, Alex Jones, responsável pelo site “InfoWars” prometeu processar por difamação os usuários do Twitter que ousassem manchar a reputação do site.

O Artigo do “The Daily Dot”

A equipe do “The Daily Dot” não foi capaz de identificar, de forma independente, os responsáveis pela ação. Eles chegaram a mencionar que, nas redes sociais houve quem comentasse que tudo não teria passado de uma ação encenada, e que não se tratava de um morador de rua, mas de um ator contratado!

Contudo, uma jornalista chamada Jessica Huseman, do site investigativo norte-americano “ProPublica”, publicou no Twitter que o homem era, de fato, um morador de rua e se chamava Cale! Isso porque, o homem “morava” em frente ao prédio dela.

Tuíte da jornalista Jessica Huseman.

A jornalista ainda “deu a entender” (esse é um ponto bem delicado), que o ato teria tido influência do “InfoWars”.

Jessica Huseman deu a entender que membros do site “InfoWars” estariam por trás da ação.

De qualquer forma, não temos elementos suficientemente claros para atestar a identidade dos responsáveis por tais atos, tampouco seus vieses ideológicos.

O Artigo da “KSAT”: Um Final Menos Trágico Para Cale

De modo geral, milhares de usuários nas redes sociais ficaram revoltados ao verem os pertences daquele morador de rua sendo incendiados.

A emissora KSAT, afiliada da ABC pra as regiões Central e Sul do Texas, também não foi capaz de identificar os responsáveis pela ação, mas hoje (2) a emissora divulgou uma boa notícia! Segundo uma matéria publicado no site da KSAT, um usuário da rede social “Tik Tok”, apelidado do @uncorked, publicou um vídeo onde Cale aparece agradecendo as doações que ele havia recebido. Sim, diversas pessoas se mobilizaram e doaram uma barraca, um colchão novinho em folha, comida, roupas e, inclusive, dinheiro.

Confira o vídeo, abaixo:

 

Eis um trecho do Cale disse no vídeo:

Obrigado Austin. Eu te amo, Austin. Vocês são os melhores. Sem ressentimentos. Apenas no lugar errado, na hora errada”

Conclusão

Uma vez que tivemos vários elementos analisados nessa publicação, vamos dividir a nossa conclusão.

Embora a versão do vídeo em que acusa “esquerdistas” pelo incêndio não diga explicitamente que o vídeo foi gravado no Brasil ou nos Estados Unidos, a acusação feita de maneira dúbia permitiu que diversos usuários, principalmente aqueles que não assistiram ao vídeo, o compartilhassem como se o ato tivesse ocorrido em território nacional. Conforme verificamos, o vídeo retrata uma ação ocorrida na noite de 31 de maio de 2020, em Austin, capital do estado norte-americano do Texas. O vídeo é verdadeiro, mas a forma como foi divulgado gerou uma descontextualização em relação ao local do ato. Assim sendo, classificamos esse elemento como “Fora de Contexto”.

Em relação a acusação de que “esquerdistas” teriam incendiado os pertences daquele morador de rua, não há elementos que possam atestar, de maneira clara e objetiva, ao menos até o momento da publicação deste artigo, a identidade dos responsáveis pelo ato, tampouco suas respectivas ideologias políticas. Desde a veiculação de vídeos que mostram a ação, de diferentes ângulos, diversas especulações foram feitas. Houve quem dissesse que teriam sido membros do site “InfoWars”, manifestantes do movimento “Antifa”, “baderneiros aleatórios” que não faziam parte do movimento “Antifa”, até “policiais disfarçados”. Portanto, classificamos esse ponto, ainda que temporariamente, como “Indeterminado”. Qualquer tentativa de generalização é meramente especulativa.

Caso os responsáveis sejam identificados, assim como suas motivações ou ideologias, publicaremos uma atualização nesta artigo e avisaremos vocês pelas nossas redes sociais!

Continue lendo

Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

17 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo