16 C
São Paulo
terça-feira, agosto 3, 2021

Vídeo prova que voluntária não tomou uma vacina contra a COVID-19 em SP?

- Publicidade -

Nas últimas 24 horas um vídeo muito estranho vem viralizando nas redes sociais, sendo impulsionado, primordialmente, por perfis de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (1,2). Ele mostraria o momento da aplicação da primeira dose da vacina produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac Life Science no Brasil. A aplicação ocorreu no dia 21 de julho de 2020, no Hospital das Clínicas, na capital do Estado de São Paulo.

Contudo, segundo milhares de usuários, a voluntária, a médica Stefânia Teixeira Porto, não teria recebido a vacina, o que provaria que a vacina não existe ou não seria tão segura assim. Isso porque o vídeo mostra que a agulha ainda estava envolvida pelo protetor, indicando, portanto, que a vacina não teria sido aplicada.

Exemplo de tuíte que viralizou nas últimas 24 horas.

Mais um exemplo de publicação, dessa vez no Facebook, que viralizou nas últimas 24 horas.

Confira o vídeo que vem sendo disseminado:

 

Entretanto, será que a vacina não foi aplicada na voluntária? Descubra agora, aqui, no E-farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Fora de Contexto! Na verdade, o vídeo retrata uma simulação voltada tão somente ao registro audiovisual por parte da imprensa. A aplicação da vacina ocorreu em um outro momento que foi registrado pela Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo.

A seguir, vamos deixar isso bem claro para vocês.

A Reportagem da TV Canção Nova

- Publicidade -

É importante deixar claro, que o vídeo não é falso, ele foi apenas tirado de contexto, ou seja, o leitor ou usuário não foi devidamente informado sobre o que esse momento se tratava.

Particularmente, sempre considero essa atitude, de realizar dois registros uma simulação e uma aplicação verdadeira um desserviço a população, embora seja justificável perante protocolos sanitários (daqui a pouco falaremos melhor sobre isso), ainda mais em meio a uma pandemia.

Nesse sentido, confiram abaixo o início da reportagem produzida e publicada no YouTube pela TV Canção Nova:

No início da reportagem é mostrado que a agulha ainda estava dentro do protetor, que é justamente o momento simulado para o registro geral por parte da imprensa.

No início da reportagem é mostrado que a agulha ainda estava dentro do protetor, que é justamente o momento simulado para o registro geral por parte da imprensa

O Momento Verdadeiro da Aplicação

O registro verdadeiro da aplicação foi divulgado, por exemplo, pela conta do portal “UOL”, no YouTube:

Contudo, para aquele que mente e propaga a mentira, apenas a simulação é a “verdadeira” ação, ignorando completamente a existência de um outro momento onde a vacina é realmente aplicada.

Voltando no Tempo: O Caso da Ministra da Saúde de Ontário

Em novembro de 2019 foi necessário um grande esforço para desmentir as acusações que recaiam sobre a ministra da Saúde de Ontário, no Canadá. O motivo? Naquela época também houve a alegação, através da divulgação de um único e determinado vídeo, que ela não tinha tomado uma vacina contra gripe. Logo, tudo não teria passado de encenação para enganar a população.

Contudo, assim como ocorreu recentemente em São Paulo, havia sido feito dois registros: um do momento verdadeiro da aplicação e outro para registro da imprensa, com um tempo mais prolongado, inclusive. A ausência de transparência e esse duplo registro permitiu o impulsionamento de narrativas completamente deturpadas por parte de teóricos da conspiração.

Ministra da Saúde de Ontário fingiu ter tomado uma vacina contra a gripe?

A Nota da Secom que Foi Enviada a Agência Lupa

Em nota a Secom afirmou a Agência Lupa basicamente o que dissemos a vocês.  Segundo a secretaria, por causa “dos protocolos de segurança e prevenção à Covid-19” foi permitida apenas a entrada na sala de profissionais de vídeo e fotografia da Secom durante a aplicação da vacina. Depois, “foi organizada uma simulação para os respectivos registros audiovisuais”.

Em nota a Secom afirmou a Agência Lupa basicamente o que dissemos a vocês.

Aliás, como prova, eles enviaram à Lupa tão somente o registro fotográfico da aplicação da vacina, mas acreditamos que tenha ficado bem claro a existência de dois momentos e a finalidade de ambos, não é mesmo?

Conclusão

Fora de Contexto! Na verdade, o vídeo retrata uma simulação voltada tão somente ao registro audiovisual por parte da imprensa. A aplicação da vacina ocorreu em um outro momento, mais reservado e obedecendo a protocolos de segurança e prevenção à COVID-19, que foi registrado pela Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo.

- Publicidade -
Marco Faustinohttp://www.e-farsas.com/author/marco
Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

12 COMENTÁRIOS

  1. Mas esses caras também não ajudam, né?
    Sabem que uma parcela da população não tem confiança no Governo Estadual, na China, na ciência da vacina, e na própria pandemia em si, daí me fazem um video simulado pra alimentar ainda mais os conspiracionistas!
    Era só não ter feito registro audiovisual nenhum e só soltar nota oficial dizendo que os testes começara.
    E a imprensa que use seu banco de imagens de gente se vacinando (aqueles que as reportagens deixam passando em loop)
    enquanto leem a nota oficial da Sec de Saúde. Simples!

  2. Simulação de uma aplicação de vacina, era realmente necessário? Pq ñ fizeram o serviço sem essa coisa toda ou seja só registrar quando realmente a vacina estivesse sido aplicada? Daria ruim? Tinha q ser desse jeito mesmo? Ou era isso ou nada? Emfim tudo isso só faz dar munição a conspiracionista.

  3. Quando eu li “sendo impulsionado, primordialmente, por perfis de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro” pensei: Só pode vir merda por aí. Não deu outra. É assim que gente desse tipo chega ao poder: por meio de fake news.

    • Fora de contexto. O site copia as informações e cita que a fonte é o “Il Giornale” e esse site cita outro site, o Fdesouche. Nesse site francês a única coisa que se fala sobre o assunto é que no site da prefeitura de Paris, alguns estabelecimentos estarão fechados no dia 15 de agosto por ser o “fetê des chats” que seria o “Festival dos Gatos”. O site atual mostra apenas que estará fechado no dia 15:

      https://www.paris.fr/equipements/piscine-d-auteuil-3324

      Porém no Wayback machine, em outra data realmente havia o festival dos gatos como motivo do fechamento:

      https://web.archive.org/web/20200717124556/https://www.paris.fr/equipements/piscine-d-auteuil-3324

      MAS não significa que a prefeita tenha mandado alguma coisa. Parece muito mais um erro de codificação do site. 15 de agosto é o dia da Assunção de Maria, mas honestamente faria muito mais sentido um festival dos gatos, é mais plausível. Porém não há registros da realização deste festival nesta data. Especialmente porque o Dia Internacional do Gato é 8 de agosto, não 15.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui