Connect with us

E-farsas

Você costuma dormir com celular na cama? Veja isso!

Acidente com celulares!

Acidentes

Você costuma dormir com celular na cama? Veja isso!

Texto que circula pela web afirma que atender celular na cama pode causar incêndios e ferir o usuário. Será verdade?

A história não é nova. Todo ano, volta e meia, recebemos e-mails com essa notícia. De acordo com o texto, uma pessoa estava carregando seu celular na cama e resolveu atendê-lo quando este ainda estava sendo carregado. Essa pessoa teria recebido uma enorme carga de eletricidade e morreu ao dar entrada no hospital!

A notícia vem acompanhada de algumas fotos assustadoras que mostram um princípio de incêndio e uma mão com dedos queimados.

Acidente com celulares!

Acidente com celular! Verdadeiro ou farsa?

Será que essa história é verdadeira ou farsa?

É farsa! Mas nem tanto…

De acordo com uma matéria publicada no jornal inglês The Independent,  Uma das primeiras versões desse incidente teria surgido em 2004, quando um indiano chamado K. Viswajith – então com 31 anos – morreu após levar uma descarga elétrica ao atender um celular ligado à tomada. Essa é a parte real.

Um ano depois, outra versão dessa mesma noticia já passou a circular com algumas variações. Segundo o Textually, um nigeriano teria morrido em 2005 ao ser eletrocutado por um aparelho celular ligado à tomada. Porém, essa notícia não foi confirmada e suas fontes são muito fracas.

A mensagem atual

A mensagem que estamos pesquisando nem é tão nova assim. O E-farsas encontrou essa mesma história em sites com postagens de 2005 e, em 2007, quando foram acrescentadas as fotos.

Ou seja, as fotos (que foram acrescentadas em 2007) não têm nada a ver com essa história (que “nasceu” em 2005). Provavelmente, alguém achou que as imagens dariam mais veracidade ao texto e, ao que parece, conseguiram!

Como um carregador de celular funciona!Conforme explicado pelo site Como as Coisas Funcionam, um carregador de celular converte a eletricidade de 120 para 3 volts (esse valor varia dependendo do fabricante). O componente responsável por essa conversão fica no extremo oposto ao usuário do celular. Próximo à tomada e distante do celular.

Se houver uma descarga de energia no carregador, esse pode apresentar problemas (e até derreter) perto da tomada e nunca próximo do celular como está sendo mostrado nas fotos! É bom lembrar também que os fios não aguentam descargas muito acima do normal e derretem ao menor sinal de aquecimento.

Além disso, a mensagem que está circulando pela web não fornece muitas informações precisas sobre o acidente, o que já denuncia um indício de fraude. Logo no primeiro parágrafo da corrente temos:

Uma pessoa estava carregando seu telefone móvel perto da cama.

Quem é essa pessoa? Assim como o nigeriano que teria morrido em 2005, a “pessoa” citada na mensagem também não tem nome.

Outra duvida que aparece é: Quando o fato ocorreu?

Como já mostramos aqui no E-farsas, diversos boatos eletrônicos possuem essa característica de não ser datada. Dessa forma, quem lê a história hoje, pode achar que o incidente aconteceu há pouco tempo.

Mais adiante, o autor da mensagem afirma:

Seus familiares acudiram imediatamente encontrando-o inconsciente, praticamente sem pulso e com uma queimadura nos dedos das mãos. Foi transportado com urgência ao hospital onde deu entrada morto.

Em qual hospital o acidentado foi socorrido? Não sabemos…

O texto acaba com a seguinte frase, em letras maiúsculas:

TRANSMITA ISSO ÀS PESSOAS QUE VOCÊ CONHECE !

Já falamos aqui que 99% das correntes falsas que pesquisamos pedem para que as repassemos adiante? Pois é…

Celulares explodiam

Apesar dessa história ser falsa, há relatos de celulares que realmente explodiram, causando queimaduras em seus usuários. Em 2004, a agência de notícias Associated Press publicou o incidente ocorrido com o filho de 13 anos do americano Curtis Sathre. De acordo com a notícia, o jovem Michael machucou seu braço quando seu aparelho de celular explodiu. Além desse, outros 83 usuários afirmaram que se feriram com explosões de seus telefones móveis.

A fabricante se defende, afirmando que as vítimas [possivelmente] estavam usando celulares com baterias falsificadas! (Devemos acreditar nela ou não?)

Em 2007, outro acidente vitimou um jovem chinês de 22 anos. O portal G1 de notícias conta que Xiao Jinpeng morreu depois que o celular que ele levava no bolso de sua jaqueta explodiu, quebrando algumas de suas costelas e perfurando seu coração.

Dicas da CPSC

A CPSC (EUA Consumer Product Safety Commission), que é uma comissão que regulamenta a segurança dos produtos eletronicos nos Estados Unidos, dá algumas dicas para quem quer usar celulares em segurança:

  • Não use baterias incompatíveis e/ou não autorizadas nos celulares.
  • Não mexa com a bateria ou a perfure, esmague, ou entre em contato com objetos metálicos fora do telefone.
  • Evite danificar o telefone, largando-o, mantendo-o onde ele pode se tornar superaquecido, ou permitindo que ele se molhe.
  • Siga as instruções dos fabricantes para o uso da bateria, armazenamento e recarga.

 

Conclusão

A história é falsa, mas houve relatos de explosões de baterias de celular no passado. Atualmente, segundo os fabricantes, tais incidentes são quase impossíveis de acontecer!

Sites citados

 

Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas e, em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar é o autor do livro "Caçador de Mentiras" pela Editora Matrix e da aventura de ficção infantojuvenil "Marvin e a Impressora Mágica"!

Comentários

Mais Checagens em Acidentes

To Top