Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Aconteceu no Barra Shopping (droga Burundanga ou escopolamina)

Correntes

Aconteceu no Barra Shopping (droga Burundanga ou escopolamina)

Mensagem que circula pelas redes sociais alerta para um novo tipo de crime onde a vítima é sedada com uma nova droga chamada “Burundanga”. Será verdade?

O texto explica que um cliente teria sido atacado no estacionamento do Barra Shopping, no Rio de Janeiro, após entrar em contato com um cartão de visitas impregnado com uma nova droga – a “Burundanga” ou “escopolamina”.

A vítima ainda conta em seu alerta, que está sendo compartilhado nas redes sociais, que após segurar o tal cartão por alguns segundos começou a sentir tonturas e náuseas e foi levado ao hospital, onde foi informada que teve muita sorte de não ter acontecido coisa pior…

De acordo com o texto, exames médicos teriam comprovado que o contato da pele com a droga causa “a perda total do livre-arbítrio” e bandidos estariam usando tal medicamento para o famoso golpe “Boa Noite Cinderela”, onde a vítima faz tudo o que lhe é pedido e não se lembra de nada horas depois.

Vítima de sequestro teria sido drogada no estacionamento do Shopping Center! Será? (foto: Reprodução)

Vítima de sequestro teria sido drogada no estacionamento do Shopping Center! Será? (foto: Reprodução)

Verdadeiro ou falso?

A mensagem apareceu no Facebook em 2013, mas é bem mais antiga. Encontramos registros dessa historia em publicações de sites em 2009 e pode ser que tenha surgido até mesmo antes disso.

O tom alarmista do aviso já dá indícios de que estamos diante de mais um boato digital. Como sempre enumeramos aqui no E-farsas, esse tipo de hoax possui algumas características denunciam a farsa:

  • Não é datada
  • Não cita os nomes dos envolvidos
  • Cita nomes de profissionais do assunto
  • Mistura fatos reais com trechos inventados
  • Trata de um assunto que chama a atenção do leitor
  • É alarmista
  • Pede para ser repassada ao maior numero de pessoas

A primeira coisa que chama a atenção no texto é que, segundo o que está escrito logo nos primeiros parágrafos, o fato teria acontecido “no último sábado”.

Não há nenhuma notícia publicada em jornais de circulação nacional sobre o tal crime cometido no Barra Shopping com essas características no dia 13 de abril de 2013. Também não encontramos nenhuma referência ao fato em nenhum dos últimos sábados.

Como já verificamos, o texto apareceu na web antes de 2009, portanto podemos afirmar com certeza de que o tal crime não ocorreu no dia 13 de abril de 2013. O texto não é datado justamente para que ele possa ser reciclado e voltar a aparecer na internet outras vezes (como já vem acontecendo há, pelo menos, 4 anos).

Quem foi a vítima?

Não sabemos… Não é mencionado no tal alerta o nome dos envolvidos. A suposta vítima não se identifica.

Em um site especializado em lendas urbanas norte-americanas há algumas versões dessa mesma lenda datada de 2008. Lá nos Estados Unidos o fato teria ocorrido em outros lugares como postos de gasolina e estacionamentos de lojas de conveniências.

Na versão que circula em espanhol, a história teria se passado em um estacionamento em Guadalajara.

 

O médico citado

Em certo trecho, o autor do texto cita o Dr. Raul Reisman. O médico teria verificado nos exames que o paciente poderia ter morrido ao entrar em contato com o pó da Burundanga e avisou sobre os diversos mortos que estão sendo encontrados com restos da droga no organismo.

No entanto, uma rápida busca no Google mostra que o doutor só aparece em publicações que apenas copiaram o texto, como se a única coisa boa que o profissional fez na vida foi ter atendido essa ocorrência.

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

Além disso, o tal médico não foi encontrado no banco de dados do Conselho Federal de Medicina. Isso nos leva a crer que:

  1. O citado doutor não possui CRM, portanto não pode exercer a medicina
  2. O Dr. Raul Reisman não existe
Reprodução do resultado da busca pelo doutor no site do Conselho Federal d Medicina!

Reprodução do resultado da busca pelo doutor no site do Conselho Federal de Medicina!

 

A escolopamina ou burundanga

Apesar de a história ser falsa, é preciso que leitor saiba que a tal droga existe, de fato!

A burundanga é a versão “caseira” de uma droga farmacêutica chamada escopolamina. É feita a partir de extratos de plantas da família das solanáceas, como estramônio. A Datura stramonium é conhecida como figueira-do-diabo e a ingestão da planta pode causar delírio, desorientação, perda de memória e alucinações.

Datura_stramonium

No entanto, o princípio ativo só é metabolizado pelo organismo se for ingerido ou inalado. Não há como absorver o medicamento pela ponta dos dedos!

Abaixo, um documentário sobre a droga:

[iframe: width=”560″ height=”315″ src=”http://www.youtube.com/embed/ToQ8PWYnu04″ frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

Mas a questão é que o fato da droga existir não significa que o crime relatado no texto seja real! Já mostramos aqui no E-farsas a história da lenda do cidadão que acorda em uma banheira cheia de gelo e descobre que seus rins foram extraídos depois dele ter caído no golpe conhecido como “Boa Noite Cinderela”.

O golpe existe mesmo – bandidos drogam a pessoa com um medicamento (que não é a burundanga) que a deixa desnorteada e se aproveitam da situação para arrancar dinheiro da vítima –, mas daí afirmar que só porque o golpe existe a lenda deve ser verdade já é demais…

Confundindo o leitor

No final do texto, a nova versão do alerta cita uma notícia que teria sido apresentada na TV e falava sobre uma mulher que bebeu uma garrafa d’água comprada no transito contaminada com um anestésico veterinário. Uma notícia que não tem nada a ver com o fato relatado no início do boato e foi inserida na versão que circula em 2012. Talvez, o autor tenha acrescentado esse trecho para tentar dar um pouco mais credibilidade ao seu artigo.

Conclusão

Apesar de existir uma droga chamada escopolamina, a história é falsa!

 

Continue lendo
10 Comentários

10 Comments

  1. Pingback: 10 coisas legais achadas na web (63)

  2. Pingback: 10 coisas legais achadas na web (63) | Humor Total

  3. Claudio Bucci

    16 de abril de 2013 em 13:42

    Valeu a informação , mas o que me deixa revoltado é que essa planta ser brasileira e a porra do vídeo está em inglês.Por aí se vê que a amazônia é nossa só no mapa.

    • Paulo

      26 de maio de 2017 em 11:29

      essa planta existe no mundo inteiro.

  4. Pingback: 10 coisas legais achadas na web (63) | Super agregador

  5. Marina Alberton

    17 de abril de 2013 em 19:48

    Essa droga não só existe como é muito usada por mulheres no período menstrual e por pessoas com cólicas intestinais ou que fizeram cirurgias do aparelho digestivo. É o famoso Buscopan!
    Nunca ouvi falar de gente que sentiu esses efeitos ao tomar buscopan, talvez num caso extremo de superdose isso pudesse acontecer, mas no geral isso não acontece!

  6. Pingback: Aconteceu no Barra Shopping (droga Burundanga ou escopolamina) | TudoSobreTech

  7. Anonimo

    24 de maio de 2015 em 5:49

    Em 2002 a bbc já falava sobre isso. Será que eles tb foram enrolados?
    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2002/021112_valquiriaep.shtml

  8. Marisa

    19 de agosto de 2015 em 13:54

    Desculpe lhes informar, mas o golpe existe. Aconteceu com uma pessoa que conheço há muitos anos, de total confiança, uma senhora muito centrada e honesta. Ela foi abordada por uma pessoa que alegava não saber ler, e que lhe pediu para ler um bilhete. Em seguida, essa pessoa pediu que minha conhecida fosse ao banco e sacasse todo seu dinheiro. Mesmo ela pensando que não deveria fazer aquilo, ela não conseguiu “não obedecer”. O filho dela levou ela para a polícia, para prestar queixa, e lá que ficaram sabendo dessa droga. Não vou revelar o nome dela, mas aconteceu em Londrina-PR, já faz 2 anos. Podem ligar para as delegacias e perguntarem.

  9. Wjunior

    2 de março de 2017 em 13:16

    Se a burundanga da efeitos hipnóticos a um leigo, imagine então nas mãos de um hipnotizador… portanto acho que o golpe pode existir, não pela inalação da pele, mas pela fragrância com técnicas de sugestão.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo