Afinal, é possível se estocar o vento?

Share Button

Após pronunciamento da presidente Dilma na ONU sobre a impossibilidade de se estocar vento, várias publicações surgiram sobre o tema. Dá pra estocar vento?

Durante entrevista coletiva realizada em um evento da Organização das Nações Unidas, em Nova York (EUA) Dilma Rousseff sugeriu a invenção de uma tecnologia para estocar vento. Essa declaração da presidente fez surgir inúmeras piadas a respeito na web, além de outras inúmeras publicações sobre pesquisas realizadas com a possibilidade da estocagem de vento.

Os sites que publicaram a respeito dessa tecnologia de armazenamento citam um projeto de um consórcio no Iowa Stored Energy Park, no Estados Unidos, que consiste em guardar o vento excedente do dia em rochas para, posteriormente utilizar esse vento para gerar energia eólica.  

Mas a dúvida que fica é: Afinal de contas, é possível se armazenar o vento?

É possível se armazenar o vento?

É possível se armazenar o vento? (foto: Reprodução/YouTube)

Verdadeiro ou falso?

Após o discurso de Dilma Rousseff, feito no dia 27 de setembro de 2015 durante entrevista coletiva promovida pela ONU em Nova York – onde a presidente afirmou que é impossível se estocar vento – milhares de blogs e sites começaram a ressuscitar notícias antigas a respeito de uma fazenda eólica no Estados Unidos que estaria estocando vento para poder gerar energia eólica em dias sem vento.

Todos os sites e blogs citam como fonte uma publicação de 2007 do site Inovação Tecnológica, que falava a respeito de um consórcio de empresas norte-americano, reunidas no Iowa Stored Energy Park, que estava realizando estudos para armazenar o próprio vento, que seria utilizado para gerar energia quando nos momentos de pico.

O vento excedente, de acordo com o projeto, seria utilizado para alimentar enormes compressores de ar, que enviariam esse ar comprimido para uma camada de arenito a cerca de 1.000 metros de profundidade e, posteriormente, esse ar que estava comprimido nessas rochas profundas seria redirecionado para a superfície, gerando eletricidade.

O que não foi explicado na época era como os compressores de ar iriam funcionar sem consumir eletricidade… Mas isso é só um detalhe!

No entanto, como a matéria citada como fonte é antiga, fomos atrás de atualizações a respeito desse ambicioso projeto e descobrimos que ele não deu certo!

Na edição de 6 de fevereiro de 2012, a revista Public Power Weekly explicou que a ideia de “armazenamento de vento” proposta pelo consócio em Lowa acabou se mostrando inviável. De acordo com a publicação, o projeto foi cancelado após se descobrir que as condições geológicas eram “desfavoráveis”.

Revista especializada explica o fim do projeto de "estocagem de vento"!

Revista especializada explica o fim do projeto de “estocagem de vento”!

Quando o projeto foi cancelado, o consórcio já havia usado U$8 milhões dos $400 milhões previstos para a sua realização e, só para não ficar no prejuízo, lançou um site chamado Lições de Lowa com os erros e acertos desses estudos (que se mostrou inviável).

Em entrevista à Scientific American, o diretor sênior de iniciativas tecnológicas no Operador do Sistema de Transmissão Centro-Oeste, Rich Kalisch, disse que:

“Há uma afinidade natural entre o armazenamento e as energias renováveis”

Rich, que administra cerca de 100.000 milhas de linhas de transmissão em 13 estados norte-americanos afirmou também que essa questão é bastante preocupante e que milhões de dólares são gastos anualmente para que sejam encontradas formas de se armazenar energia renovável.

Outras formas de armazenamento

Existem inúmeras outras formas de se armazenar energia excedente na forma eólica, mas estamos falando de energia potencial, gravitacional e/ou cinética, por exemplo.

Em países como Alemanha, Espanha e Portugal, há iniciativas da geração em conjunto com hidrelétricas de reservatório e eólicas (híbrida eólica-hídrica). Quando há um excedente de produção de energia eólica, usa-se esta energia para bombear água de baixo para cima do reservatório de água da hidrelétrica. Dessa forma, o vento ajuda a armazenar a água novamente nas barragens  e essa mesma água volta a movimentar as turbinas, gerando mais energia.

Em 2011 foi inaugurado um projeto-piloto na Alemanha de uma usina híbrida, que transforma o vento excedente em hidrogênio (não descobrimos como), que pode ser utilizado em horários em que não há vento, para geração de energia:

Usina alemã transforma energia eólica em hidrogênio, mas ainda é só um projeto-piloto! (foto: Reprodução)

Usina alemã transforma energia eólica em hidrogênio, mas ainda é só um projeto-piloto! (foto: Reprodução)

E pra quem ainda não viu o pronunciamento da presidente (e pra quem acha que o E-farsas defende a petista), a seguir uma das brincadeiras mais engraçadas que fizeram com o seu discurso, na ONU:

 

Conclusão

Apesar da péssima oratória da nossa presidente, ainda não é possível se estocar vento. No entanto, há outras maneiras de se guardar outras formas de energia para transforma-la em elétrica.

Share Button
Política, Tecnologia
, , , , ,

Comente pelo Facebook

72 comentários

  1. Jose Valente

    Pessoal
    O que esta senhora disse é IMPOSSIVEL DE EXISTIR. Vento é o ar em movimento, logo não pode ser estocado e sim sentido.
    O ar em movimento faz turbinas girarem, geradores eolicos acumularem energia, estocar não se pode. Esta senhora é ignorante em varias aterias, sua assessoria parece querer derruba-la.

    • alan

      cara!primeiro lugar não sou petista,segundo o ignorante é você, o que ela disse é importante e em nenhum momento ela disse que se estoca vento e sim sugeriu inventar tecnologia para tal,o interesse nisso não é só dela mas dos americanos também,se vc pesquisar vai ver que já foi gasto milhões nessa tentativa.embora ainda não houve grande avanço.

      • Marcos A.

        Podem gastar todo o dinheiro da corrupção do PT que não vão criar uma forma de armazenar vento. Isso é delírio. Seria como armazenar a correnteza de um rio.

        • Chico Monteiro

          “Pois é o Brasil é detentor da melhor tecnologia de armazenar correnteza de rio por intermédio das UHEs” e não foi com dinheiro de corrupção do PT ,mas foi desviado muito dinheiro dessas usinas por corrupção de outros partidos como PSDB, PMDB, ditadura militar e etc.

  2. Jan Mozol

    “There’s a natural affinity between storage and renewables,” said Rich Kalisch, senior director of technology initiatives at Midwest Independent Transmission System Operator, which manages nearly 100,000 miles of transmission lines in 13 states.
    Tá lá no site indicado pelo e-farsas, diz exatamente ao contrário do que vcs afirmam.

    • Gilmar Lopes
      Author

      Ué! O Google traduziu como “Não há”. Logo a seguir, no próximo parágrafo, o diretor ainda diz: “estamos muito preocupados”.
      Não acredito que ele diria isso se a frase anterior fosse afirmativa!

      • Roberto

        Gilmar, ele está correto. Se o google enfiou um “não”, está errado. Ele disse que há uma afinidade natural entre armazenamento de energia e energias renováveis (como uma necessidade). Eles estão muito preocupados com a falha do projeto.

          • Leandro

            Concordo com o Roberto, a tradução correta seria afirmativa e não negativa. Estudei inglês mais de 10 anos da minha vida e posso afirmar isso categoricamente. Além disso assisti ao vídeo que está no site http://www.lessonsfromiowa.org e verifiquei outros furos na matéria sobre o assunto. O redator da matéria, apesar de ter, aparentemente, acatado a sugestão de correção da matéria com a afirmativa correta, até agora não se dispôs a corrigir a informação. A tradução correta da afirmação seria essa:

            “There’s a natural affinity between storage and renewables,” said Rich Kalisch, senior director of technology initiatives at Midwest Independent Transmission System Operator, which manages nearly 100,000 miles of transmission lines in 13 states.”

            “Existe uma afinidade natural entre armazenamento e renováveis”, disse Rich Kalisch diretor de iniciativas tecnológicas da Midwest Independet Transmisstion System Operator, que gerencia aproximadamente 100.000 milhas de linhas de transmissão em 13 estados”

      • daniel

        Quando se coloca a frase com a ASPA DUPLA no google tradutor, a frase torna-se negativa:
        “There’s a natural affinity = “Não há uma afinidade natural
        There’s a natural affinity = Há uma afinidade natural

        Quem explica?

        • Gilmar Lopes
          Author

          Olha que curioso! Pode ser isso que aconteceu comigo na tradução. Talvez, as aspas duplas dá um sentido de ironia ao texto, fazendo com que o Google entenda como uma inversão do sentido da frase!

          • Levy Veroneze

            Por isso você não pode confiar 100% no google tradutor (como qualquer outro programa/site do gênero), apesar de quebrar um galho dependendo da situação, quando você não tem domínio sobre um certo idioma estrangeiro em detrimento do seu nativo, as vezes o algoritmo faz uma bela “cagada” na interpretação seja por qual motivo for (afinal é uma maquina fazendo a analise de algo que é mais subjetivo do que objetivo, como é a interpretação de textos), simplesmente pelo fato de você colocar “aspas” uma frase afirmativa em um idioma, virou uma negativa em outro! Coisa Bizarra! xD

  3. adriel

    esaa dilma e muito burra

    O ar é a camada que envolve o nosso planeta, a atmosfera, composta de gases, entre eles o oxigênio. Este é um gás incolor e inodoro, cuja fórmula é O2, indispensável à respiração e à queima de alguns materiais. É o elemento químico mais abundante na crosta terrestre. O oxigênio faz parte de 2/3 do corpo humano, sob a forma de água e outros compostos.

    O vento é o ar em movimento e se forma devido à desigualdade de pressão atmosférica e temperatura. O vento se desloca das áreas de alta pressão para as de baixa pressão. A força do vento depende das desigualdades de pressão: áreas frias têm maior pressão e áreas quentes, menor pressão. Quanto maiores essas diferenças, mais fortes são os ventos

    a uma diferença em alojar ar comprimido e pegar vento kk

    • Rafael Mordente

      Amigão, vc esqueceu de citar a fonte da sua resposta tão inteligente e bem elaborada:

      http://www.klickeducacao.com.br/bcoresp/bcoresp_mostra/0,6674,POR-673-5605-h,00.html

      uaaahahahaha

      Mais uma ajuda… Essa* Dilma É* muito burra – HÁ* uma diferença em…

      1 – tudo é impossível até que se descubra como fazer, a exemplo da internet, fogo, alavanca, entre outros;
      2 – a Dilma não falou da solução, mas de estudos na área, o que a iniciativa em Iowa comprova a existência;
      3 – saudade do tempo que as pessoas assumiam sua carência intelectual e se limitavam a assistir TV. O que divide o país, atualmente, é essa ERRÔNEA impressão que as pessoas têm de que ao ler manchetes da VEJA irão se tornar politizadas.

      • rotula com o q te convém

        rafael, amigao, o que divide o país atualmente são pessoas arrogantes como vc. saudades tu tem da humildade, senhor dono da verdade. posso te rotular como pessoa que lê carta capital e se acha politizada. falacia, se vc acha o adriel ignorante o que dirá de vc? tua prepotência é suplantada pela tua prepotência

  4. José Toniolo

    Vento não é ar comprimido.
    (…) O vento é o fluxo de gases em curta escala. Na Terra, este corresponde ao deslocamento do ar, que migra de regiões de alta pressão atmosférica para pontos em que essa pressão é inferior (…).
    (…) Ar comprimido é o ar estocado em galões, cilindros ou botijões através de processos mecânicos para compressão e armazenamento de ar gerados por um compressor de ar, para outrora ter sua aplicação efetuada. Pode-se ter diversas formas de aquisição e aplicação (…).
    Wikipédia
    Portanto, comparar armazenamento (represamento) de água com armazenamento de ar é simplesmente um absurdo.

  5. Suarz

    Tão somente foi uma demostração de despreparo, falta de conhecimento, de retórica, eloquência, inteligência que é notável em todas suas falas!

  6. Alexandre Bitencourt

    As maiores descobertas da humanidade nasceram de coisas aparentemente impossíveis. Há algumas centenas de anos atrás as pessoas morriam por afirmar que a terra era redonda.

    Hoje as pessoas copiam e colam a definição de vento para se apresentar menos ignorante que a presidenta.

    Mas a ciência é assim: ela questiona. E questionar o “impossível” não é sinal de burrice, mas de inteligência.

    • sergio simao

      Na verdade ninguém morria por afirmar que a Terra é redonda… isso é só mais um mito… porém concordo com o resto que disseste: por exemplo o transplante de órgãos ou a simples transfusão de sangue já foram bem ridicularizadas há tempos atrás… o Bóson de Higgs foi comprovado bem recentemente e também teve sua cota de chacota…

      Realmente dizer que algo é impossível ou ridículo soa como estar engessado no tempo… Para a ciência, a pergunta é sempre “quando” e “como”…

  7. Cristina Rizzini

    Já usamos a tecnologia no Canadá!! Pesquisem mais pois vento é apenas ar em movimento devido á pressão atmosférica, aqui armazenamos o vento em balões com pressão hidroestática! A atmosfera é um grande balão que estica todo o vento terrestre portanto quem pagou mico foi quem quis dar uma de esperto!! Brasil do Atraso!! Ainda bem que temos Dilma!

  8. Leila Pereira

    Ela falou uma grande bobagem do ponto de vista semântico, sim! Falou em “estocagem de vento”, não em estocagem de ENERGIA do vento. Se tivesse dito a palavra ENERGIA, a conotação teria sido outra. Colocar vento como sinônimo de energia, como a matéria insinua, é o mesmo que dizer que na rede elétrica da sua casa vem água, não a energia produzida pela queda da água.

    • marcos

      é aonde se estoca ou armazena energia? a energia não tem como ser armazenada ela é produzida e disponibilizada, o que se “estoca” ou armazena é a material que faz gerar a energia, no caso a água das hidroelétricas. engraçado essa galera gingar, ofender, descriminar ela, mas são tão ignorantes o tanto que chamam ela.

      • JESSÉ

        Tem certeza que não é possível armazenar energia?

        – Energia Potêncial Gravitacional;
        – Energia Potêncial Elástica;
        – Energia Elétrica (Potencial Elétrico);
        – Energia Química;
        – Energia Térmica;
        – Energia Mecânica (Pressão Pneumática);

        Concordo com você que todos estes processo de armazenamento de Energia envolve o armazenamento de matéria, mas temos também:

        – Energia Solar (Luz, Fótons);
        – Energia Eletro-magnética;
        – Energia Sonora;
        – Energia Escura (Espaço);

        Voltando ao assunto VENTO, não é possível Armazená-lo,

    • Dante

      Não foi a matéria que insinuou isso, Leila, mas sim a própria Dilma. Ela saiu do script e, como sempre, acabou metendo os pés pelas mãos.
      Ela disse e deixou bem claro que gostaria de armazenar o vento, tanto é que houve uma comparação inicial com uma hidroelétrica, que consegue gerar energia a partir da água armazenada.

    • Marcos A.

      Leila, em nenhum momento ela pensou em estocar energia, pois comparou a estocagem de vento com a estocagem de água em uma hidroelétrica. Fato é que até uma amiga minha, petista roxa e de carteirinha, ficou com vergonha desse discurso.

  9. Lucas

    Nao entendi o questionamento de “como os compressores funcionariam sem energia elétrica”.

    A idéia é que a energia elétrica excedente gerada pelas turbinas alimentasse os compressores, que armazenariam essa energia excedente na forma da compressão mecânica do ar. O “armazenamento” do vento é apenas simbólico, sendo armazenada a energia, quem também poderia ser armazenada em baterias, por exemplo.

    Pelo visto o processo não foi viável devidoa dificuldades em manter o ar comprimido dentro da rocha artificialmente (o que ocorre na natureza com o gás natural, por exemplo).

    • JESSÉ

      kkkkkkkkkkkkk é verdade. Principalmente nas embalagens de Ruffles.

      Mas na padaria também tem estoque de vento em embalagens biodegradáveis (Pastéis).

      🙂

      Cada discurso que essa presidentA faz é uma pérola. Quando os dois mandatos do Molusco terminaram achei que com a chegada da Dilma, pelo menos, os discursos iriam melhorar.

      Eu sou um brasileiro que tem vergonha de ter uma pessoa que discursa dessa maneira sendo a representantA de nossa nação. Os líderes estrangeiros devem pensar muito bem de nosso país ao verem uma Chefe de Estado discursando dessa maneira.

      Brasileiro vive pegando no pé dos Portugueses com piadinhas pejorativas, mas acho que, devido a esses discursos de nossa RepresentantA a realidade deva ser o contrário do que acontece.

      Dia das crianças foi ontem, vamos relembrar outra pérola dessa infame.

      https://www.youtube.com/watch?v=AZV_hiD8EiU

      Vamos relembrar também que essa mulher que esta sugerindo criar uma tecnologia para estocar vento foi nossa MINISTRA DE MINAS E ENERGIAS acho que em 2002.

      que piada.

  10. sergio giraldi

    Até o dia em que Santos Dumont decolou com o 14 Bis, parecia impossível o aparelho mais pesado que o ar se elevasse do solo por seus próprios meios!!! Mas hoje sabemos que isso é possível e muito mais!!! Então armazenar vento ou sua energia poderá ser possível sim!!! Basta que se pesquise profundamente essa tecnologia!!! Também a alguns anos atrás era impossível fabricar óleo diesel, hoje temos o biodiesel!!!

    • JESSÉ

      Amigo, vc pode sim armazenar Ar Comprimido, que não tem nada haver com Vento.

      Você pode sim converter a energia cinética dos Ventos em outro tipo de Energia para ser armazenado, ex:

      – Transformar diretamente a energia Eólica (cinética) em energia elétrica e armazená-la em baterias.
      – Utilizar a Energia Eólica (cinética) para bombear água para um reservatório mais elevado sendo armazenado a Água (Energia Potencial).

      Mas definitivamente NÃO, vc NÃO pode armazenar o Vento, você pode armazenar o AR PARADO, mas o Vento, definitivamente Não. Qualquer estudo feito nesse sentido vc vai chegar a conclusão de que pode armazenar a energia gerada pelo vento, mas O VENTO vc não pode armazenar.

      É o mesmo que gastar dinheiro pra pesquisar a transmissão de energia por WI-FI 🙂

      E nunca ninguém afirmou ser impossível um objeto mais pesado que o Ar poder voar, qualquer homem das cavernas já sabia que era possível voar, só não sabia como fazer.

      E muito antes do 14 BIs ja existam balões e dirigíveis.

  11. Mauro Faustino

    Deste infeliz pronunciamento eu entendo o seguinte, não estocamos a corrente dos rios, estocamos a energia gerada por este movimento de águas. Diversos colegas petistas estão na defesa do indefensável, o mulher e louca e fala groselha atras de groselha e sim, ela envergonha a nação.

  12. Leandro

    A análise que fizeram em relação à este assunto não foi completa. Pois o site lessons com Iowa, através deste vídeo, prova, categoricamente, que a tecnologia existe é factível, mas só cancelaram o projeto devido à limitações geológicas específicas daquela região de Iowa.

    Aos aproximadamente 5:10 deste vídeo do site lessons from Iowa é dito que eles resolveram a testar a solução de estocar o ar(vento) em rochas porosas de aquíferos, pois a northern natural gas company estoca, com sucesso há décadas, gás natural usando a mesma formação rochosa só que a algumas milhas de distância da locação escolhida por eles. Mais adiante no vídeo também é dito qual foi a limitação geológica que impediu o prosseguimento do projeto. Apesar de o aquífero ter arenito suficiente, a Rocha logo acima do arenito era sólida e o arenito até tinha poros o suficiente, mas a permeabilidade era muito baixa, fazendo com que o reservatório fosse considerado inadequado. OU SEJA, É SIM POSSÍVEL, MAS DEVE-SE CONSTRUIR ONDE HAJA CONDIÇÕES GEOLÓGICAS FAVORÁVEIS! Na Alemanha e no Alabama existem CAES(compressed air energy storage) ou armazenamento de energia de ar comprimido que, ao invés de armazenar nas rochas de aquíferos, armazena o ar comprimido em cavernas no subsolo. Então galerinha da zoeira sem limites, estudem o assunto e procurem fontes limpas de informação para não pagarem mico!

    https://youtu.be/0rMnXBo-UcA

      • Leandro

        Cara, voar é factível, apesar de inúmeros experimentos terem dado errado no passado até que o avião foi criado, mas voar sempre foi factível. O projeto de Iowa só deu errado porque O LOCAL ESCOLHIDO não favoreceu a armazenagem. Ou seja, escolhendo outro terreno, pode dar certo, o que falta é encontrar o terreno adequado. Ou seja, é factível sim, falta agora achar o lugar certo.

        • Leandro

          Outro ponto falho desta matéria é este trecho: “O que não foi explicado na época era como os compressores de ar iriam funcionar sem consumir eletricidade… Mas isso é só um detalhe!”

          Obviamente os compressores não iriam funcionar sem consumir energia. O que foi também foi explicado no vídeo é que à energia eólica excedente produzida seria utilizada para alimentar enormes compressores de ar para que enviasse ar comprimido para as rochas de arenito do subsolo e, nas horas em que os ventos fossem mais fracos, o ar armazenado seria liberado para turbinas que gerariam eletricidade para ser distribuída. Veja que eles explicam e a matéria omite essa informação de seus leitores. Sugiro que o redator da matéria se informe melhor, lendo todo o conteúdo do site, por ele próprio citado, lessons from Iowa e faça as correções pertinentes.

          • Gilmar Lopes
            Author

            Favor ajudar a explicar também os motivos pelos quais o projeto não funcionou e foi descontinuado.
            Se o motivo foi apenas o terreno, por que não não houve uma iniciativa no sentido de procurarem outro terreno?

          • Gilmar Lopes
            Author

            Já arrumei o parágrafo no artigo. Agora a dúvida que fiquei foi: Por que o diretor disse na matéria que está preocupado?

          • Leandro

            A matéria em inglês da Scientific American diz respeito a outro projeto que nada tem a ver com o de Iowa para estoque de ar em rochas de arenito. Na matéria cita um outro projeto em que a energia seria armazenada em rodas de 2.500 libras que ficariam girando em rotações acima da velocidade do som e, essa energia cinética armazenada, seria usada para gerar a energia na falta dos ventos. Mais abaixo diz que um grupo sem fins lucrativos que gerencia 6,600 megawatts de energia eólica tem 54.000 megawatts projetados em desenvolvimento. Depois diz que estes projetos podem podem ameaçar a confiabilidade e daí vem a frase “we are concerned” onde o cara diz que está preocupado com essa ameaça da confiabilidade.

            Mas essa matéria da scientific american que você colocou (http://www.scientificamerican.com/article/wind-power-turbine-storage-electricity-appliances/) nada tem a ver com o projeto de Iowa e, inclusive, sequer deveria ter sido utilizada como fonte de argumentação da matéria. O único site que citou que faz parte do projeto e inclusive é site oficial do projeto de Iowa, foco da matéria escrita é o http://www.lessonsfromiowa.org

          • Leandro

            No próprio link que você publicou tem a informação.

            http://www.naylornetwork.com/app-ppw/articles/index-v2.asp?aid=166176&issueID=23314

            ‘Lessons Learned’ report published by Sandia National Laboratories

            Haug and Schulte said they believe the concept still is a good one, and might bear fruit elsewhere. In January, Sandia National Laboratories and the Iowa project team issued a report, Lessons from Iowa: Development of a 270 Megawatt Compressed Air Energy Storage Project in Midwest Independent System Operator.

            ‘Lições aprendidas’ relatório publicado pela Sandya National Laboratories

            Haug e Schulte disseram que acreditam que o conceito continua sendo bom, e deve gerar frutos em outro lugar. Em janeiro o Sandya National Laboratories e o time do projeto de Iowa publicaram um relatório, Lessons from Iowa: Development of a 270 Megawatt Compressed Air Energy Storage Project in Midwest Independent System Operator.

            Ou seja, eles não enterraram o conceito e o acham um bom conceito. Outro ponto, no próprio site do lessons from iowa deixam bem claro que o projeto foi cancelado por razões específicas das limitações geológicas da região escolhida.

            http://www.lessonsfromiowa.org/about/

            “After eight years of development and $8.6 million of investment, the project was terminated in 2011 due to site-specific geology limitations.”

            Após oito anos de desenvolvimento e um investimento de US$8.6 milhões, o projeto foi interrompido em 2011 DEVIDO A LIMITAÇÕES GEOLÓGICAS ESPECÍFICAS DA LOCAÇÃO.

            Não só nesse trecho como no vídeo que coloquei o link, que é do site, afirmam isso também.

  13. marcelo

    Existe vento estocado, na cabeça dela e dos eleitores que a elegeram. Que se acham espertos, foram na conversa dela e estão vendo ela fazer tudo aquilo que o concorrente faria caso fosse eleito. Gilmar voce votou nela também? kkkk abraços para esta página que tanto defende esse governo patético!!

  14. Pingback: estocar o vento? | ^v

  15. Daniel Bomfim

    Pelamor! Sras. e Srs. que ainda tem essa dúvida: Vamos voltar as aulas de ciências sociais; hoje presente no ensino fundamental. O vento é o ar em movimento! O que se pode estocar é a energia cinética do vento já transformada em outro tipo de energia, no caso a energia elétrica. Vento é AR que, por sua vez, é a matéria se deslocando no espaço. No caso de usinas eólicas a energia cinética se transforma em energia mecânica(giro das hélices) que por sua vez gera a movimentação de cargas elétricas em um fio/bobina (eletricidade) por indução do campo magnético de um imã girando. Lembrando que AR COMPRIMIDO não é, e nunca será vento, portanto, citar essas pesquisas de forma errônea pode gerar ainda mais dúvidas e devaneios de pessoas que defendem o indefensável.

  16. dudu

    Já apareceram alguns vigaristas com títulos de Doutor da USP(t) para defender a vaca terrorista. Segundo os “zênios” da USP(t) a presidANTA está certa e é possível estocar vento, (assim como a Petrossauro tem tecnologia avanssada di aguas pró-fundas) em forma de líquido. Incrível como a vigarice intelectual tomou as universidades brasucas!!!

  17. sim é Possível estocar vento sim . eu é meu Filhos estamos estocando Papel em Paraíso fiscais . porque a Dilma não pode estocar vento isso é Preconceito desses Tucanos Invejosos . temos que acabar com esse Preconceito que o POVO BRASILEIRO TEM …

  18. O sábio

    Estocar vento é fácil, é só desenvolver balões enormes como os de festas de aniversário e direcionar o vento para dentro desses balões, estes balões vão inflar e podem ser fechados após um determinado limite de ar.

    Quando for a hora de utilizar estes balões basta abrir totalmente a entrada por onde o ar entrou, o balão vai tentar voltar ao seu estado original (já que foi esticado para comportar o vento), isso fará com que o ar saia com pressão neste caso (vento)

  19. Estocar Papel Moeda é fácil, é só desenvolver sacolas enormes como os de festas dos Deputados direcionar o Papel Moeda para dentro dos meus Cofres , estes sacolas vão inflar e não pode ser fechados porque não vai limite de PAPEL MOEDA . de Preferência em Dólar aceito doações em Real Também …

  20. André Luiz.'.

    “Em 2011 foi inaugurado um projeto-piloto na Alemanha de uma usina híbrida, que transforma o vento excedente em hidrogênio (não descobrimos como)” — faltou um pouco mais de pesquisa séria sobre o assunto! A ideia é usar a potência elétrica gerada para produzir hidrogênio (H2) por eletrólise da água, e o H2 gasoso, assim produzido, pode ser armazenado!
    A geração eólica e a geração solar (seja fotovoltaica, ou termossolar) esbarram ambas no problema de como regular a geração à demanda, bem como da ‘intermitência’ da geração (na geração solar, obviamente, só é possível gerar energia durante o dia; e na geração eólica, pode acontecer de não haver suficiente vento para geração nos horários de demanda e/ou de ‘excesso de vento’ em horário em que não há consumo). Usando H2 como ‘vetor energético’, é possível regular produção com demanda. A ‘reconverção’ do H2 em eletricidade se dá por meio de “células a combustível” (Fuel Cell), onde o H2 é o combustível que reage com o oxigênio atmosférico produzindo eletricidade, e água! A mesma tecnologia das células a combustível H2 está na base de novas meios de transporte urbano não poluentes, como o Projeto do Ônibus Brasileiro a Hidrogênio, em fase de testes no Corredor ABD (Jabaquara – São Mateus) de São Paulo !

  21. Bruno

    Tecnicamente, é sim possível estocar vento (Ar).

    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=energias-renovaveis-armazenadas-ar-liquido&id=010115140604#.VmlvqLgrLIU

    Nesse artigo eles falam sobre o armazenamento de ar em forma liquida, no caso, comprimir ar por meio de liquefação (~710litros de ar geram 1litro de ar liquido), que pode ser “descongelado” para ter seu tamanho aumentado para fazer as turbinas de um gerador movimentarem-se e gerar energia…

  22. Silas Siqueira

    É mais facil e ja se tem tecnologia para estocar agua nas represas. a agua é bombeada rio acima para outra represa em um nivel mais alto quando se sobra energia.(ou mais facil ainda, deixa de produzir energia e a agua continua onde estava e com o potencial de gerar energia.
    Mas pior que isso vi ha algum tempo eles soltando a agua para nao provocar enchentes sem gerar energia eletrica. teria que ser gerada energia e poupada a agua de outras represas que estiverem mais secas.

  23. Sem sobra de duvidas a nossa presidente virou um bandida desfaçada de humorista. Suas atitudes acarretaram a enumeras coisas, como o aumento da aflição, gasolina até mesmo aumento do dólar e muito mais. Pede pra sair Dilma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *