Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Cachos gigantes de uvas em Israel! Mais uma prova que a Bíblia é verdadeira?

Falso

Cachos gigantes de uvas em Israel! Mais uma prova que a Bíblia é verdadeira?

Cachos gigantes de uvas em Israel! Mais uma prova que a Bíblia é verdadeira?

Será verdade que cachos de uvas gigantes que teriam nascido em Israel estariam comprovando que passagens da Bíblia são reais?  descubra a verdade aqui no E-farsas!

Desde a primeira semana de janeiro de 2019, vem sendo compartilhada uma imagem no Facebook referente a “cachos de uvas gigantes“, em Israel. O texto que acompanha a imagem diz: “Olha o tamanho dos cachos de uvas em Israel. Mais uma prova que a Bíblia é verdadeira, quando relata que eram precisos dois homens para carregarem um cacho de uvas da terra prometida“. Em um outro texto, dessa vez da própria publicação, é possível ler: “Essas uvas são das terras de Israel.. Deus tem o melhor para seus filhos.. Deus preparou um novo tempo para você..e para o nosso Brasil“.

Entretanto, será mesmo que a imagem mostra “cachos de uvas gigantes” em Israel? Essa seria mais uma prova que a Bíblia é verdadeira? Bem, é justamente isso que vocês irão descobrir a partir de agora.

Captura de tela mostrando uma das publicações que foram feitas recentemente no Facebook, e que já alcançou cerca de 14 mil compartilhamentos

A Referência Bíblica Atribuída a Imagem

Existe uma referência bíblica no texto que acompanha a imagem. A referência se encontra no Livro dos Números (Números 13:23), o quarto dos cinco livros da Torá, a primeira seção da Bíblia hebraica, e do Antigo Testamento Cristão. Este livro marca o final da história do êxodo de Israel da opressão no Egito Antigo e sua viagem para conquistar a terra prometida por Deus a Abraão.

Assim sendo, Números conclui narrativas iniciadas no Gênesis e elaboradas no Livro do Êxodo e no Levítico: Deus havia prometido aos israelitas, que eles seriam grandes (ou seja, seriam numerosos), que eles teriam uma relação especial com Javé, seu Deus, e que eles conquistariam a terra de Canaã.

Diz a passagem:

Quando chegaram ao vale de Escol, cortaram um ramo do qual pendia um único cacho de uvas. Dois deles carregaram o cacho, pendurado numa vara. Colheram também romãs e figos

Ilustração chamada “O retorno dos espiões para a terra prometida” criada pelo pintor e ilustrador francês Gustave Doré

Até hoje há muita discussão, principalmente no âmbito religioso e filosófico, sobre o tamanho desse tal único cacho de uvas, que seria necessário dois homens para carregá-lo (embora, curiosamente, não seja dito que ele é pesado ou gigante). Uma vez que as uvas foram as primeiras frutas a serem plantadas após a Grande Inundação, e da região de Canaã ter sido uma das primeiras produtoras de vinho, é possível que as uvas fossem um símbolo da promessa de Deus sobre a terra prometida ao povo hebreu. Um símbolo de prosperidade, fartura, pujança.

Essa talvez seja a principal razão de vermos procissões em festivais, onde aparecem dois ou mais homens e até mesmo crianças carregando uma espécie de “cacho único de uvas” (embora composto por inúmeros cachos individuais), pendurado em uma vara ou tronco de madeira. Apesar de não termos como saber o real tamanho do cacho mencionado no Livro dos Números, que poderia ser até maior do que temos hoje em dia nos supermercados, muito dificilmente teria qualquer semelhança com aquilo que vemos na imagem divulgada no Facebook.

Verdadeiro ou Falso? A Realidade Por Trás da Foto à Esquerda!

Conforme vocês podem perceber, a imagem divulgada no Facebook é composta por duas fotos. Enquanto muitas pessoas alegaram que ambas se tratam de montagem, outras alegam que os tais “cachos gigantes” nada mais são do que um agrupamento de cachos menores. de uva Nesse ponto, podemos dizer que ambas as fotos são verdadeiras, mas não se tratam de cachos gigantes de uvas, e nem mesmo foram tiradas em Israel. Para tentar entender melhor essa situação, vamos analisar as fotos separadamente. Vamos começar pela foto à esquerda.

A foto em que uma mulher vestindo uma blusa preta aparece abraçando, aquilo que para muitos seria um “cacho gigante de uvas”, foi tirada em um festival chamado “Донская лоза” (“Donskaya Loza”, oficialmente chamado de “Festival Etnográfico Regional de Donskaya Loza“).

Mapa contendo as atrações do festival “Донская лоза”, que no ano passado foi realizado no dia 29 de setembro.

Esse festival é realizado há 11 anos, ou seja, desde 2008. O evento acontece todos os anos, no último sábado do mês de setembro, na Fazenda Puhlyakovsky. É basicamente um festival dedicado ao vinho, que conta com o apoio do Museu Reserva Etnográfico Razdorsky, e com a participação de vinícolas da região de Rostov, uma cidade localizada no sul da Rússia, nas margens do rio Don, um dos maiores rios do país. O festival, que atrai mais de 20 mil pessoas todos os anos, também conta com a apresentação de grupos folclóricos locais, degustação de vinho, e feira de artesanato.

Ao pesquisarmos as fotos, que foram tiradas ao longo de todos esses anos, reparem bem em algumas delas:

Foto tirada no Festival Etnográfico Regional de Donskaya Loza, em 2017

Foto tirada no Festival Etnográfico Regional de Donskaya Loza, em 2013

Foto tirada no Festival Etnográfico Regional de Donskaya Loza, em 2013 (Reprodução)

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Agora reparem em uma série de semelhanças em relação ao local em que essa estrutura geralmente é montada:

Análise da foto à esquerda da imagem divulgada no Facebook

Na placa acima da estrutura montada, a partir de inúmeros cachos de uvas individuais, é possível ler a seguinte expressão: “Пухляковский техникум” (“Escola Técnica de Pukhlyakovskiy“), que é uma instituição de ensino local voltada mais para a agricultura e a indústria. Já na foto tirada em 26 de setembro de 2015, é possível ler que a estrutura inteira pesaria cerca de 120 quilos.

Especificamente, em relação a foto da mulher de blusa preta, é difícil cravar quando ela foi tirada, mas estimamos que a foto tenha sido tirada entre os anos de 2013 e 2015. De qualquer forma, a foto não representa um único cacho gigante de uvas, e nem foi tirada em Israel.

Verdadeiro ou Falso? A Realidade Por Trás da Foto à Direita!

A segunda foto, à direita na imagem, é um pouco mais complicada, visto que a absoluta maioria dos sites na internet não dizem exatamente onde a foto foi tirada. Aliás, fotos semelhantes possuem uma péssima resolução, dificultando a leitura de alguns elementos presentes na foto. No entanto, encontramos uma versão com melhor definição, no fórum de discussão “BGlife.ru”.

Foto à direita da imagem divulgada no Facebook

Na foto acima podemos notar dois detalhes, que nos indicam que a foto não teria sido tirada em Israel:

  1. Uma marca d’água referente ao antigo logo da rede social russa “Одноклассники (Odnoklassniki ou OK.ru), denotando que a foto provavelmente foi divulgada em território russo, antes de junho de 2011.
  2. Um placa, aparentemente de madeira, na parte superior da foto, com os seguintes dizeres em romeno: “Cine rămâne în Mine şi în cine rămân Eu aduce mult rod. Ioan 15:5“. Esse é um trecho de uma passagem da Bíblia, João 15:5, que diz: “Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto“. Tal passagem é explicada pelo site “Simplesmente Cristão“.

Nada indica que a foto tenha sido tirada em Israel, visto que todo o conjunto probatório aponta que teria sido tirada em 2009, em algum país do Leste Europeu. Provavelmente a Romênia ou até mesmo a Rússia. Além disso, a foto não mostra um único cacho de uvas, mas inúmeros cachos de uvas aglomerados em uma única estrutura montada artificialmente. Atrás do homem presente na foto também podemos ver uma estrutura semelhante feita com cachos de uvas brancas.

É muito interessante notar, que tais estruturas contendo dezenas de cachos de uvas individuais geralmente são montadas tão somente para exibição em feiras agrícolas ou festivais dedicados ao vinho em diversos países no mundo. Temos, como exemplo, uma estrutura semelhante montada na Feira Agroindustrial de Kuban, na Rússia, em 2014, outra na República Tcheca, entre muitas outras que são montadas em festivais espalhados pela França, devido ao lançamento do vinho Beaujolais Nouveau, que são realizados anualmente, na terceira quinta-feira de Novembro.

É muito interessante notar, que tais estruturas contendo dezenas de cachos de uvas individuais geralmente são montadas tão somente para exibição em feiras agrícolas ou festivais dedicados ao vinho em diversos países no mundo. Temos, como exemplo, uma estrutura semelhante montada na Feira Agroindustrial de Kuban, na Rússia, em 2014…

…entre muitas outras que são montadas em festivais espalhados pela França, devido ao lançamento do vinho Beaujolais Nouveau, realizados anualmente, na terceira quinta-feira de Novembro.

Qual o Maior Cacho de Uvas já Registrado Até Hoje?

De acordo com o “Guinness Book” (O Livro dos Recordes), o maior cacho de uvas do mundo foi cultivado por uma empresa chilena chamada Bozzolo Y Perut Ltda., em 1984. O cacho pesava cerca de 9,4 quilos. Contudo, essa história pode mudar. Isso porque, no ano passado, foi apresentado um único cacho de uvas, que pesaria 10 quilos e 180 gramas.

Esse cacho teria saído da propriedade do agricultor Sebastián Gómez Falcón, morador de Los Palacios, uma cidade ao sul de Sevilha, na Espanha. A empresa “Ferm O Feed”, responsável pela produção do fertilizante utilizado por Sebastián, fez questão de expor em sua conta no Twitter o que seria o novo recorde do maior cacho de uvas do mundo. Até o momento, no entanto, não há nenhuma confirmação oficial por parte do Guinness Book.

Esse cacho de uvas teria saído da propriedade do agricultor Sebastián Gómez Falcón, morador de Los Palacios, uma cidade ao sul de Sevilha, na Espanha.

Conclusão

Apesar das fotos serem verdadeiras, ou seja, não terem sofrido qualquer tipo de manipulação digital, elas não foram tiradas em Israel e não representam um único cacho gigante de uvas, visto que as estruturas são artificialmente montadas a partir de inúmeros pequenos cachos individuais. Tais estruturas são comumente colocadas em exibição em festivais ou feiras agrícolas ao redor do mundo. Além disso, temos a foto do que seria o maior cacho de uvas do mundo já registrado até hoje. O cacho pesaria cerca de 10 quilos, porém seu tamanho é muito menor do que vemos nas fotos divulgadas no Facebook.

 

Continue lendo
37 Comentários

37 Comments

  1. Nako

    8 de janeiro de 2019 em 11:30

    Quer provar a fé, mais ai esquece convenientemente quem é o pai da mentira

  2. Carlos

    9 de janeiro de 2019 em 9:16

    Parabéns pela investigação!

    • Marco Faustino

      12 de janeiro de 2019 em 9:50

      Ficamos felizes que tenha gostado, Carlos!

      • Nilson de souza

        17 de outubro de 2019 em 15:13

        Trabalhou muito para desacreditar um testo Bíblico. Já que é tão capaz, porque não investiga sobre os irmãos e irmãs de Jesus fato registrados na Bíblia: Mc.3:31-35 / Mt.12:46:50 / Mt.13:53-56 / Lc.8:19-21 / 1ª Cor.9:5 / Mc.6:3 / Jo.7:5 / Mc.3:31-35 / Gl.1:19 / Jo.2:12 / Mc.16:1 / Mc.15:40 / Lc.2.7 (Primeiro filho) / At.1:14, Faço este desafio, me mostre a sua capacidade,

        • Gilmar Lopes

          17 de outubro de 2019 em 15:31

          Ôoooorraaaa, Marco! Desafiou na cara dura! Se fosse eu, não deixava! 🙂

          • Marco Faustino

            17 de outubro de 2019 em 17:56

            Olá Nilson,

            Não entendo a obsessão que as pessoas têm em acreditar que o objetivo da postagem é desacreditar a Bíblia. Não fui eu que compartilhei aquelas duas fotos para dizer que Israel provê cachos de uvas daquele tamanho. Milhares de pessoas assim fizeram por acreditar em meras fábulas geradas nas redes sociais. A alegação de que as fotos sejam um único cacho de uva, e que isso prova que a Bíblia é verdadeira, infelizmente é totalmente falsa. Uma invenção para tentar corroborar com uma narrativa até então insustentável. Nunca tivemos quaisquer registros de cachos únicos de uva daquele tamanho na história da humanidade. O que foi dito no texto é que: “Apesar de não termos como saber o real tamanho do cacho mencionado no Livro dos Números, que poderia ser até maior do que temos hoje em dia nos supermercados, muito dificilmente teria qualquer semelhança com aquilo que vemos na imagem divulgada no Facebook.”

            Além disso, a Bíblia não diz que o único cacho é pesado ou gigante, apenas que dois homens o carregaram. Essa passagem dá uma sensação de que ele fosse grande, mas não há nenhuma outra passagem que nos dê uma melhor noção sobre isso. Tanto é que está mencionado no texto: “Até hoje há muita discussão, principalmente no âmbito religioso e filosófico, sobre o tamanho desse tal único cacho de uvas“.

            Sobre o tal desafio, caso um dia você queira me pagar para fazer isso, faço com o maior prazer. Provavelmente, daria um documentário no History Channel 🙂

  3. Cinquentinha

    9 de janeiro de 2019 em 13:32

    Bem detalhado e explicado.parabéns

    • Marco Faustino

      12 de janeiro de 2019 em 9:52

      Agradecemos pelo seu comentário, Cinquentinha! Sempre bom saber que a publicação serviu para prestar os esclarecimentos necessários!

    • Tanakuio

      5 de julho de 2019 em 13:24

      Para mim, o mais importante é perceber que há de fato a possibilidade de um cacho gigante. Um único cacho com 10kg já é suficiente para a necessidade de 2 homens carrega-lo, a fim de preservat a integridade.
      Por fim, a Bíblia não relata o tamanho, mas a necessidade de dois homens carrega-lo.

    • vitoria

      27 de outubro de 2019 em 14:03

      parabéns pela pesquisa.

  4. Carlos

    9 de janeiro de 2019 em 14:29

    A foto pequena pode até enganar mas ampliada já dá para notar que são vários cachos agrupados.

  5. Ivan Frizollo

    13 de janeiro de 2019 em 13:46

    Bela investigação. Conclui-se então que novamente cristãos tentam provar a bíblia de maneira inadequada. Se a bíblia contém a verdade, jamais será provada por mentiras.
    A bíblia pode e deve ser questionada sim, cientificamente, mas deve se haver coerência para apresentação dos fatos.
    O cientista Adauto Lourenço diz que “a ciência devidamente estabelecida e as escrituras devidamente interpretadas jamais entrarão em contradição”.

    • Cesar Crash

      23 de janeiro de 2019 em 10:45

      Acho que pra tirar esta conclusão, é preciso também verificar se quem criou isso é cristão ou não.

      • Francisco Alves

        10 de outubro de 2019 em 7:31

        A BÍBLIA é verdadeira. Não adianta tentar provar sua veracidade.Ou você acredita ou não.

    • Leandro Gostao

      6 de julho de 2019 em 12:16

      Ah, cara, pelo amor de Deus! quantos bilhões de Cristãos existem no mundo pra tu resumir todos em uma questão simplória como essa? coisa ridícula! Tem muita gente inocente, ingênua, ignorante por assim dizer que acredita nessas coisas, acredita em qualquer montagem até porque nao entende desse tipo de coisa. então pare de ser inconsequente e leviano nesse tipo de discurso bobo e infantil

    • Maraíza Possa Reys

      23 de julho de 2019 em 17:08

      Verdade!

    • Miqueas

      7 de setembro de 2019 em 16:15

      Bem aventurados os q nao virao e nao ouvirão. mais crê q tudo o q esta escrito na palavra de Deus.e verdadera e a conteceu e vai acontecer.nos cristãos nao precisarmos mostra mentiras para provar averdade sobre o q esta escrito nela.o q aconteceu no passado e o q esta preste a contercer e veritico.nao tenha duvida q Deus em Cristo vos abençoe…..

      • Francisco Alves

        10 de outubro de 2019 em 7:33

        AMÉM!

  6. Paulo

    5 de julho de 2019 em 0:11

    Verdade?

    Por isso, ao crente sempre digo:
    A Espanha existe, o Caminho de Santiago de Compostela também, e os peregrinos por lá caminham todos os dias, se hospedando nas estalagens a beira do caminho.
    Tudo conforme foi narrado pelo autor do livro “O diário de um mago”, o brasileiro Paulo Coelho, que também existe.
    Por tudo isso ele é mago e faz chover quando quer, como afirmou?
    Claro que não.
    Qualquer pessoa sabe que é apenas uma ficção, um conto, cujo cenário e alguns personagens existem realmente, como o país, o caminho, o autor, etc.
    Mas e o resto?
    Pois bem, no que a bíblia é diferente?
    Você gostaria de citar alguma coisa da bíblia que vá além disso?
    Teria provas de algo?
    Ou aceita como verdade o que ali está só porque o cenário existiu?

  7. Elizete xxxx

    15 de julho de 2019 em 22:45

    Esta foto pode nao ter sido tirada em Israel, mas me parece que esta noticia tem por objetivo desfazer o que diz a Bíblia, ou confundir as escrituras, mas não tem problema não, e como diz as escrituras: -Aí das pedras de tropeços que se poe contra os pequeninos no caminho, mais valia amarrar uma corda ao pescoço e lançar se ao mar.
    Acredito sim que estes cachos nao sao de Israel, mas isto não serve para invalidar o facto escrito nas sagradas escrituras.

    • Marco Faustino

      16 de julho de 2019 em 9:59

      Olá Elizete, acredito que passagem a qual você se referiu esteja em Mateus 18.6-9:

      “6 Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar.
      7 Ai do mundo, por causa dos tropeços! pois é inevitável que venham; mas ai do homem por quem o tropeço vier!
      8 Se, pois, a tua mão ou o teu pé te fizer tropeçar, corta-o, lança-o de ti; melhor te é entrar na vida aleijado, ou coxo, do que, tendo duas mãos ou dois pés, ser lançado no fogo eterno.
      9 E, se teu olho te fizer tropeçar, arranca-o, e lança-o de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que tendo dois olhos, ser lançado no inferno de fogo.”

      Se estiver correto, meu objetivo não era me automutilar em virtude de um eventual pecado ou muito menos escandalizar e fazer alguém recuar de sua fé. Apenas expliquei resumidamente a passagem, mostrando, inclusive, que dificilmente seria do tamanho da imagem que estava sendo divulgada no Facebook. Além disso, as demais fotos não representam um único cacho de uvas e nada indica que as estruturas artificiais tenham sido montadas em Israel. Para completar, mostramos aquilo que é considerado o maior cacho de uvas do mundo moderno, é claro, segundo o Livro dos Recordes. Apenas isso 🙂

    • Joaquim Levy

      3 de setembro de 2019 em 10:24

      Parece-me que ninguém tenta falar invalidar o que quer que seja.
      Sejamos coerentes e usemos a capacidade de raciocinar…

  8. Giovani

    14 de agosto de 2019 em 20:57

    Então eu acho que se fosse cacho real porque não estaria no pé de uva e não teria outros cachos de super uvas,no super pé de uva? São vários cachos juntos! Bem,li nos apócrifos que foram abolidos da bíblia,que o s frutos do paraiso eram do tamanho de uma melancia.não sei o tamanho dessa melancia,mas assim foi comparado os frutos do Jardim. O figo de qual Eva apanhou e deu a Adão. Em outro apocrifo diz;um vinha terá 10 mil pes e cada pé 10000 Ramos e cada ramo 10000 racimo e cada racimo 10000 bago e cada bago produzirá até quarenta litro de vinho.(isso no paraiso restaurado) a terra dara cem por um.lenbrando que Isaque colheu cem por um.seria cem por um de cem por um que isac colheu?ou seria o cem por de isaque no paraiso?

    • Zocollotti

      7 de setembro de 2019 em 10:14

      Acho que a investigação foi correta, ninguém precisa provar que a bíblia é verdadeira, a palavra de Deus é intocável, não se pode provar com mentiras as verdades de Deus, os falsos cristãos existem, e muitos, não julguem todos por um erro de uma menoria. Parabéns pela reportagem.

  9. Adriano Reis

    30 de agosto de 2019 em 19:57

    os frutos da epoca,não são abundantes como da epoca de hoje.e também em nenhum momento a bíblia diz: que o cacho de uvas era unico.

    • Marco Faustino

      31 de agosto de 2019 em 7:39

      Olá Adriano!

      Diz sim. Eis alguns links como referência, em português:

      1) https://www.suabiblia.com/versiculo/numeros_13_23/
      2) https://www.bibliaonline.com.br/nvi/nm/13/23

      Agora, caso você questione que traduziram isso errado, que tal pegar essa passagem diretamente do site do Vaticano, em inglês?

      They also reached the Wadi Eshcol, where they cut down a branch with a single cluster of grapes on it, which two of them carried on a pole, as well as some pomegranates and figs. It was because of the cluster the Israelites cut there that they called the place Wadi Eshcol.” (http://www.vatican.va/archive/ENG0839/__P3R.HTM)

      Também podemos pegar a mesma passagem, em latim (http://www.vatican.va/archive/bible/nova_vulgata/documents/nova-vulgata_vt_numeri_lt.html#13):

      Pergentesque usque ad Nehelescol absciderunt palmitem cum uva sua, quem portaverunt in vecte duo viri. De malis quoque granatis et de ficis loci illius tulerunt, qui appellatus est Nehelescol, eo quod botrum portassent inde filii Israel.

      Agora, caso o Vaticano esteja errado, peço que você envie um email para eles e, quando tiver a resposta, nos avise para fazermos a devida correção!

      • Gilmar Lopes

        31 de agosto de 2019 em 9:14

        Excelente, Marco!

    • Miqueas

      7 de setembro de 2019 em 16:39

      Tabem acho Elizete xxxx q Deus em Cristo vos abençoe sua vida

  10. Almir (kaleb)

    3 de setembro de 2019 em 4:42

    Tudo constante na bíblia tem conotação mitologias, me lembra as fakes News dos últimos tempos,alarmistas,nada mais!

    • Almir ((kaleb)

      3 de setembro de 2019 em 4:47

      *conotação mitológica…sensaciolismo
      Fábulas e falácias…

  11. Rosimeire

    4 de setembro de 2019 em 21:41

    Quando eu era pequena meu avô tinha uma videira em seu quintal. Os ramos de uva são conduzidos por estacas até fios ou outro tipo de armação, de forma que podem ser dispostos como varais de lado a lado de uma área qualquer, grande ou pequena, depende do tamanho dos fios que se use. Os cachos nascem como se fossem um pisca-pisca e assim sendo é possível colher os ramos e enrolá-los no formato de um único e grande cacho de uva… Eu acho que é isso.

  12. Alberto Carlos

    11 de setembro de 2019 em 11:37

    Em momento algum a Bíblia relata o tamanho, mas a necessidade de dois homens carrega-lo.Tamanho ou volume não tem aver com peso. 1kg de algodão tem mais volume que 1kg de feijão. Colocar a Bíblia como referência para provar uma farça foi desnecessário.

    • Marco Faustino

      11 de setembro de 2019 em 12:33

      Olá Alberto,

      Desnecessário da parte de quem disseminou essa história nas redes sociais, né?

      No artigo mencionamos que: “Até hoje há muita discussão, principalmente no âmbito religioso e filosófico, sobre o tamanho desse tal único cacho de uvas, que seria necessário dois homens para carregá-lo (embora, curiosamente, não seja dito que ele é pesado ou gigante). Uma vez que as uvas foram as primeiras frutas a serem plantadas após a Grande Inundação, e da região de Canaã ter sido uma das primeiras produtoras de vinho, é possível que as uvas fossem um símbolo da promessa de Deus sobre a terra prometida ao povo hebreu. Um símbolo de prosperidade, fartura, pujança” 🙂

      • Francisco Alves

        10 de outubro de 2019 em 7:35

        Rapaz, tú nasceu ontem e quer invalidar a Bíblia?!!

        • André Leão

          14 de outubro de 2019 em 10:35

          Não precisa dele pra invalidar a bíblia. Ela se invalida sozinha, basta um mínimo de raciocínio de quem lê

  13. Ronival Gonçalves

    24 de outubro de 2019 em 13:20

    Meu caro Marcos Faustino! A Bíblia não especifica tamanho ou peso do cacho de uvas mencionado em Núm. 13:23. O verso 24 sugere que esse cacho de uvas não deveria ser muito pequeno, pois levou os israelitas a colocarem um nome no vale, por causa dele. Agora, querer levar as pessoas a desacreditarem de toda a Palavra de Deus, por conta de um único texto da Bíblia (o qual está ali por inspiração divina), é muita pretensão. E uma pretensão satânica, diga-se de passagem! Principalmente, porque muitos relatos paralelos dos cinco primeiros livros da Bíblia já foram provados verdadeiros, pelos diversos ramos da Ciência, como a existência de Sodoma e Gomorra e a circuncisão no oitavo dia. Bem, se você quer um desafio que valha à pena, experimente desfazer da veracidade de Daniel 2 e 9, em relação com a história dos povos e de Jesus. Meu amigo, as únicas fraudes, aqui, são aqueles que ousam se levantar contra o Assim diz o Senhor! E, em breve, eles serão lançados fora, por terem procurado desacreditar a Palavra de Deus. Pense nisso!

    • Marco Faustino

      24 de outubro de 2019 em 14:25

      Olá Ronival! Por favor leia novamente o artigo e, de preferência, leia também as respostas que forneci aos outros usuários. Depois que fizer isso, e se ainda tiver alguma dúvida sobre o que escrevi, a gente conversa 🙂

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo