Conecte com a gente

E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

Capa do jornal francês Le Monde ironizou a Justiça brasileira?

Política

Capa do jornal francês Le Monde ironizou a Justiça brasileira?

Capa do jornal francês Le Monde ironizou a Justiça brasileira?

É verdade que o jornal francês Le Monde publicou uma revista cuja a capa ironiza o tribunal de exceção brasileiro, com Gilmar Mendes de toga ao lado do presidente?

A imagem se espalhou através das redes sociais em março de 2018 e voltou a ganhar força nos compartilhamentos em julho do mesmo ano. Nela podemos ver uma ilustração representando uma execução pública onde a estátua da Justiça será enforcada. Gilmar Mendes é o carrasco que, ao lado do presidente, irá cumprir a sentença.

O texto que acompanha a imagem afirma que a França resolveu representar a situação política do Brasil no seu jornal Le Monde.

Será que isso é verdade?

Capa da revista francesa ironiza o Brasil! Será verdade?

Verdade ou mentira?

A imagem existe e foi mesmo publicada no Le Monde, mas não na França!

Entre em contato via WhatsApp: (11) 96075-5663

Em março de 2018, a revista Le Monde Diplomatique Brasil publicou a sua edição 128, onde fala sobre a situação político-judiciária do Brasil.

A edição do mesmo mês na original francesa pode ser lida aqui e, como você vai notar, não fala sobre o Brasil.

Conclusão

A revista Le Monde que ilustra um enforcamento da Justiça brasileira é de uma edição brasileira!

Continue lendo
6 Comentários

6 Comments

  1. Alípio Martins

    12 de julho de 2018 em 2:09

    Essa Le Monde Diplomatique Brasil tem algo a ver com a Le Monde francesa ou é só o nome?
    Para os ignorantes de plantão, eu li a matéria toda, mas fiquei com essa curiosidade, e isso não ficou claro para mim. Desculpa se ofendi alguém.

    • Eu™

      12 de julho de 2018 em 11:52

      Mais ou menos. O Le Monde é um jornal diário. O Le Monde diplomatique é mensal, e o Le Monde é dono de 51% dele, porém a linha editorial é independente. Esse é o que tem relação com a edição brasileira:

      “A partir do final da década de 1970, Le Monde diplomatique começou a ser editado também fora da França. Atualmente o jornal conta com 68 edições estrangeiras, em 26 línguas, sendo 35 impressas e 33 eletrônicas. De 500 mil exemplares em 1996, o total das edições estrangeiras impressas passou a 1,4 milhão de exemplares em 2005.”

      “O jornal aborda temas relacionados à Europa, à América Latina e ao Mundo Árabe. Além dos artigos traduzidos da edição francesa, até 20% das matérias das edições estrangeiras são elaboradas por redações locais.”

      “A edição brasileira é publicada em versão on-line desde dezembro de 1999. Em agosto de 2007 estreou no formato impresso, publicada pelo Instituto Pólis. A redação é comandada por Sílvio Caccia Bava e no conselho editorial estão, entre outros, Adauto Novaes, Aziz Ab’Saber, Betty Mindlin, Heródoto Barbeiro, Fernando Gabeira, Ferréz, Igor Fuser, Jaime Pinsky, José Eduardo Martins Cardozo, Ladislau Dowbor, Leonardo Boff, Marcio Pochmann, Nabil Bonduki, Plínio de Arruda Sampaio, Raquel Rolnik, Ricardo Abramovay, Ricardo Azevedo, Rubens Naves, Sebastião Salgado e Soninha Francine.”

      Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Le_Monde_diplomatique

      • Alípio Martins

        13 de julho de 2018 em 0:54

        Obrigado.

        • Maurice Gama

          14 de julho de 2018 em 19:19

          Gilmar, tá tudo correto, mas faltou um detalhe: Você deveria ter averiguado se a matriz em Paris concorda com a capa e visão de sua sucursal aqui no Brasil. Eu aposto que você receberá uma resposta, independente de concordar ou não com a posição da sucursal, tipo, essa: [hipótese-> … “independente de nossa visão sobre os acontecimentos políticos em seu país, defendemos a liberdade de expressão, de idéias e filosofia que não atentem a meios violentos…” fim da hipótese]. Continuo fã de vocês, mas bem caberia aqui um adendo.
          Abraços.

          • Eu™

            15 de julho de 2018 em 8:26

            Pra que? O que isso tem a ver com a veracidade do “boato”? Vamos recapitular:

            “É verdade que o jornal francês Le Monde publicou uma revista cuja a capa ironiza o tribunal de exceção brasileiro, com Gilmar Mendes de toga ao lado do presidente?”

            Talvez a conclusão devesse ser alterada para algo do tipo:

            A revista Le Monde que ilustra um enforcamento da Justiça brasileira não é do jornal diário “Le Monde”, mas sim da edição brasileira de uma revista mensal francesa chamada “Le Monde diplomatique”, de propriedade majoritária do “Le Monde”.

            Irrelevante saber se concordam ou não com a capa. O foco é analisar o boato.

  2. Regis

    19 de julho de 2018 em 10:42

    Grande Gilmar.
    Parabéns por mais essa matéria.

    Mas é imprescindível dar o crédito ao artista da capa:
    Vitor Flynn.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Voltando a Circular

Publicidade

Topo