Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

É verdade que a barba é mais suja do que uma privada?

Falso

É verdade que a barba é mais suja do que uma privada?

Pesquisador mexicano teria revelado uma pesquisa provando que a barba humana possui inúmeras bactérias encontradas somente nas fezes! Será verdade?

A notícia apareceu na web no dia 04 de maio de 2015 e afirmava que o microbiologista mexicano John Golobic publicou uma pesquisa indicando que os pelos da barba dos homens podem ser tão sujos quanto um vaso sanitário.

Segundo o artigo que foi publicado em inúmeros sites de notícias no mundo inteiro, o pesquisador teria dito que “a situação é preocupante“, pois a maioria das bactérias vão parar na barba após o contato com a mão e há um pequeno risco de contaminação!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

A barba é mais suja que uma privada, diz estudo! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

A barba é mais suja que uma privada, diz estudo! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

 

Verdade ou farsa?

A manchete dá a entender que o tal pesquisador fez um estudo sério, de alguns meses ou até anos de duração, com inúmeras amostras de barbas. Tudo feito em laboratórios sérios, com publicações em revistas científicas de renome… Mas não foi bem assim que aconteceu.

Apesar do fato ter se espelhado pela web brasileira no dia 04, ela surgiu – em inglês – alguns dias antes. No dia 30 de abril de 2015, o primeiro a publicar a respeito desse “estudo” foi o site da TV KOAT, de Albuquerque – no Novo México (EUA).

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

O fato é que não houve nenhum estudo sério e aprofundado por parte do microbiologista, como está sendo espalhado por aí. Na verdade, o que ocorreu é que uma equipe de reportagem da KOAT recolheu amostras de cotonetes que foram esfregados nos pelos da barba de alguns voluntários anônimos e as levou para análise em um laboratório da cidade. Os cotonetes foram testados pelo microbiologista John GolobiČ, que concluiu que algumas amostras não continham nada de anormal enquanto que algumas apresentaram bactérias encontradas nos nossos intestinos.

Conforme bem observado pelo jornal The Guardian, a simples declaração do microbiologista de que havia vestígios de bactérias “entéricas” em algumas das amostras fez com que milhares de sites de notícias começassem a publicar notas dizendo que a barba seria mais suja que uma privada!

O exagero na notícia também foi denunciado pelo The Washington Post, explicando que:

“[…] os resultados do “estudo” não são de um estudo científico real. Em vez disso, um âncora de telejornal pegou um punhado de cotonetes de barbas pessoas aleatórias e conversou com um único microbiologista sobre o que ele poderia cultivar a partir dessas amostras”.

Além disso, explica o Washington Post, estamos cobertos de bactérias pelo corpo inteiro e que a presença desses micro-organismos nem sempre significa que isso seja prejudicial à saúde!

Arrrggg! Miojo é bem nojento mesmo!

Arrrggg! Miojo é bem nojento mesmo!

 

Conclusão

Algumas barbas são realmente nojentas, mas a notícia é um exagero que não passa de um alarmismo espalhado pela rede!

Continue lendo
14 Comentários

14 Comments

  1. Renato

    9 de maio de 2015 em 8:55

    Notícia plantada pela Gilette. eles devem ter recrutado milhares de repórteres para fazer a reportagem, alguns negaram de cara, outros fizeram o teste, não encontraram nada e a Gilette não pagou o restante do combinado (e eles não publicaram o “estudo”, e somente um conseguiu achar algo de suspeito. Vai vendo que é por aí! Um tipo de marketing desses é muito mais barato do que pagar minutos em rede nacional, horário nobre, para convencer pessoas a mudarem de hábito.

  2. Anônimo

    11 de maio de 2015 em 14:57

    Barba é anti-higiênica mesmo. Uma pesquisa apressada pode detectar algumas menos infectadas por terem sido recentemente lavadas, mas a maioria está suja. Não são contaminadas apenas pelas mãos do barbudo, como também por resíduos de muco nasal.

    Aliás, não precisamos de nenhuma pesquisa para saber da falta de cuidado da maioria com o asseio. Vemos com muita frequência pessoas deixando o sanitário sem lavar as mãos e assoando o nariz por pressão (o famoso “lenço de pressão”)

  3. Priscila Alves Borges

    11 de maio de 2015 em 15:09

    Sim,existem barbas sujas.Mas exatamente como foi dito,são sujas pq a pessoa não tem hábitos de higiene em nada,se não tivesse barba e fosse ao banheiro e não lavasse as mãos,deixaria de ser nojento?Não!!!O problema não está na barba e sim na falta de higiene de algumas pessoas que as possuem…

  4. Anônimo

    21 de maio de 2015 em 23:15

    Barba e Pelos incluindo púbicos, peitorais, perianais e de todo o corpo, retêm impurezas e detritos, são campo para proliferação de bactérias e diversos microorganismos comensais naturais do corpo. Estes micróbio já estão lá! E estariam com ou sem pêlos!! Uma vulva não depilada, axila peluda, barba ou bigodão não irão influenciar na proliferação bacteriana desde que haja higiene pessoal. A nossa sagrada boca, é seguramente repleta de micróbios causadores de doenças. Os micróbios causarão doenças no caso de grande proliferação por falta de higiene, se invadirem o organismo por um ferimento por exemplo. Nascemos programados para ter pêlos. Há motivo biológico para eles (aquecimento e proteção de áreas nobres. trocas de calor, barreira física antimicrobiana, retenção de humidade, etc). Qualquer livro de biologia e qualquer pesquisa na área confirma isso. Raspar pêlos não é higiene, é modismo quanto deixar a barba ou cavanhaque também. A moda não tem base científica. Viva aos pêlos! Ou não para quem não quer tê-los.

  5. Erick Guimaraes

    21 de fevereiro de 2016 em 20:45

    Acho que isso depende se a pessoa é ou não higiênica, se lava a barba todo dia.. Enfim e dificil dizer que esta pesquisa e correta, eu acho!!!

  6. Rick

    23 de fevereiro de 2016 em 8:49

    Barba e Pelos incluindo púbicos, peitorais, perianais e de todo o corpo, retêm impurezas e detritos, são campo para proliferação de bactérias e diversos microorganismos comensais naturais do corpo. Estes micróbio já estão lá! E estariam com ou sem pêlos!!

  7. roberto

    27 de abril de 2016 em 11:34

    confesso que não acredito nisso, é pura baléla

  8. Everton

    30 de maio de 2016 em 21:07

    É se fazer um estudo as mãos tem tanto bactérias quanto a bunda pois é ela quem limpa a bunda. moral da historia se você vai ao banheiro e não lava as mãos e passa as mãos no seu rosto com barba ou sem barba você vai ter as mesmas bactérias da sua bunda na sua cara!!!

  9. Elis

    31 de maio de 2016 em 23:25

    Pelo sim, pelo não, prefiro não confiar na higiene deles. Não beijo homem barbudo.

  10. Pingback: Notícias vs redes sociais. Posso confiar? - Vet da Deprê

  11. Pingback: Notícias e as redes sociais. Posso confiar? - Vet da Deprê

  12. Enzo A

    22 de maio de 2017 em 10:08

    Acho que pode ser verdade somente em alguns casos (de extrema falta de cuidado). É impossível ter uma barba tão nojenta se é cuidada do jeito certo. Na verdade é um exagero de notícia, tem muitos homens que cuidam mais da saúde e limpeza da sua barba que qualquer coisa, então não é bom deixar que notícias assim possam tirar a vontade de muitos homens de ter barba.

  13. Priscila

    26 de maio de 2017 em 21:48

    Tudo que não é bem cuidado tem seus riscos de bactérias , a barba hoje está em alta,e eu admiro gosto até,

  14. Regis

    12 de agosto de 2019 em 15:36

    Obvio que a barba pode ser tão ou mais suja que o cabelo, principalmente o feminino onde as mulheres ficam passando a mão sem parar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo