Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Fenômenos luminosos inexplicáveis estariam ocorrendo nos céus ao redor do mundo?

Conspirações

Fenômenos luminosos inexplicáveis estariam ocorrendo nos céus ao redor do mundo?

Fenômenos luminosos inexplicáveis estariam ocorrendo nos céus ao redor do mundo?

Será verdade que fenômenos luminosos misteriosos e inexplicáveis estariam ocorrendo nos céus ao redor do mundo? Bem, essa é a alegação de inúmeros sites de cunho conspiratório, sensacionalista ou alarmista, tanto internacionais quanto brasileiros. Esses sites dizem, que desde o ano passado, diversas pessoas vêm reportando a ocorrência de tais fenômenos, que haveria algo a mais por trás deles ou até mesmo que estariam todos conectados de alguma forma.

Entretanto, será mesmo que os tais fenômenos luminosos são realmente misteriosos e inexplicáveis? Será que todos eles estariam ocorrendo diretamente nos céus ao redor do mundo? Todos eles estão conectados de alguma forma? Chegou o momento de vocês descobrirem se tudo isso é verdade ou mentira, aqui, no E-Farsas!

1) A Luz Azul que Tomou Conta dos Céus de Nova York, em Dezembro de 2018

Para simplificar e tornar essa publicação mais “palatável”, vamos enumerar os tais fenômenos luminosos que estão sendo veiculados como misteriosos ou inexplicáveis, combinado? Assim sendo, encabeçando nossa lista está a luz azul, que tomou conta dos céus da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, no fim de dezembro de 2018. Será que ela foi realmente misteriosa ou inexplicável?

A “misteriosa” luz azul que pôde ser vista nos céus da cidade de Nova York, em 27 de dezembro de 2018

No finalzinho da noite de 27 de dezembro de 2018 (início da madrugada do dia 28 aqui no Brasil), os céus da cidade de Nova Iorque se tornaram parcialmente iluminados por uma intensa luz azul brilhante e pulsante. Rapidamente, uma parte da população (lembrando que NYC tem cerca de 8,6 milhões de habitantes) correu até as redes sociais (principalmente o Twitter) para divulgar vídeos mostrando o que estava ocorrendo, e questionando o que poderia ser. Eis alguns vídeos que foram divulgados naquela ocasião:

https://twitter.com/vfrostthefourth/status/1078475917754859520

https://twitter.com/bsheppard/status/1078475873731391489

As especulações duraram apenas alguns minutos, cerca 5 minutos para falar a verdade. Esse foi o tempo aproximado, que os bombeiros chegaram até uma subestação da ConEd, empresa que fornece energia elétrica, gás, e vapor (utilizado principalmente para garantir calefação, ar-condicionado e água quente aos edifícios, embora também seja usado para cozinhar ou limpar pratos em restaurantes, umidificar salas de museus, passar roupas em lavanderias, esterilizar materiais de hospitais etc…) para a cidade de Nova York.

https://twitter.com/NYCFireWire/status/1078475579903610880

Segundo Bob McGee, porta-voz da ConEd, uma falha elétrica num equipamento de 138.000 volts causou um arco elétrico sustentado na subestação de Astoria, no distrito do Queens. Esse evento gerou a luz azulada que iluminou parcialmente os céus do Queens, de regiões vizinhas, e pôde ser vista até mesmo de Manhattan (cerca de 25 km de distância). Devido a falta pontual de energia, o Aeroporto de LaGuardia teve alguns voos atrasados, a linha 7 do metrô também sofreu alguns atrasos e até um complexo penitenciário local passou a operar com geradores. A situação, no entanto, se resolveu rapidamente. Ainda segundo Bob, o equipamento afetado foi isolado em uma única seção dentro da subestação.

Os vídeos abaixo mostram claramente que o fenômeno luminoso não estava ocorrendo diretamente nos céus de Nova York, mas era tão somente um reflexo nas nuvens logo acima em relação ao problema ocorrido na subestação de Astoria:

https://twitter.com/elvarstam/status/1078476001150152704

https://twitter.com/richwinterhoff/status/1078476622154682369

De acordo com os policiais que estiveram presentes no local, aparentemente tinha sido apenas um mau funcionamento do equipamento, e não havia sinal de qualquer tipo de interferência externa (atentado ou coisa do tipo). Ninguém ficou ferido e não houve nenhum tipo de dano no interior da subestação de Astoria.

https://twitter.com/NYPDnews/status/1078503090351935488

É interessante destacar nesse ponto, que aquele tinha sido o segundo grande incidente envolvendo ConEd nos seis meses anteriores ao incidente. Em julho de 2018, uma explosão em um cano de vapor expeliu partículas de amianto (visto que a tubulação era antiga) no distrito de Flatiron, expulsando centenas de pessoas de suas casas e empresas.

Apesar da absoluta maioria dos nova-iorquinos ironizar e fazer piadas com a situação mencionando filmes como Cloverfield, Godzilla, Independence Day, e até mesmo citando o Stay Puft, aquele monstro gigante de marshmallow da franquia “Caça-Fantasmas”, alguns chegaram a mencionar, acertadamente, de que se tratava da explosão de algum equipamento elétrico ou transformador. Também houve piadas e brincadeiras sobre uma eventual “invasão alienígena” como é de praxe em casos assim, porém uma situação muito curiosa aconteceu.

Alguns perfis de jornalistas, a exemplo de Darren Rovell, da ESPN, publicaram que a primeira reação em massa sobre o ocorrido era de que se tratava do pouso de um OVNI, o que não foi verdade, visto que as pessoas estavam apenas brincando com isso. Ninguém estava acreditando nisso, é bem diferente. Além disso, Darren informou que uma subestação havia explodido, o que também não era verdade. Um único equipamento de uma subestação apresentou falha, tanto é que a energia não demorou para ser reestabelecida.

https://twitter.com/darrenrovell/status/1078489184694870016

Foi bem curioso notar como se tenta a qualquer custo explorar de forma midiática o assunto “OVNI”, mesmo em uma cidade com 8 milhões de habitantes munidos de celulares e câmeras para todos os lados. Como pudemos ver, a alegria dos especuladores de plantão durou apenas alguns minutos.

Conclusão do caso: A tal luz misteriosa e azulada vista nos céus de Nova York não passou de um reflexo nas nuvens a partir de uma falha elétrica em um dos equipamentos da subestação de Astoria.

2) Uma Misteriosa e Inexplicável “Luz de Cor Roxa” Tomou Conta dos Céus de Dublin, em Dezembro de 2018?

A resposta é não. Nada de luz roxa, e nada de inexplicável para o que aconteceu em Dublin, na Irlanda.

Essa informação foi divulgada no início de 2019 pelo site “OVNI Hoje”, cujo artigo é tão somente uma cópia do que foi publicado por um outro site chamado “Strange Sounds”. Por sua vez, esse site se autointutila “um blog dedicado a apresentar sons estranhos e outros fenômenos naturais incríveis, impressionantes e alucinantes ao redor do mundo.” No entanto, o “Strange Sounds” rotineiramente acaba divulgando informações falsas por não fazer muita questão de realmente pesquisar e investigar aquilo que divulgam.

No texto publicado por ambos os sites, é perguntado se alguém saberia o que aconteceu em Dublin, capital e maior cidade da Irlanda, questionando se poderia ser uma “tempestade geomagnética” ou se as luzes poderiam ser causadas por algo no solo, “tal como o mistério por trás do Projeto Bluebeam” (diga-se de passagem, o Projeto Bluebeam nunca passou de teoria conspiratória). As perguntas realizadas podem denotar duas coisas: uma completa falta de capacidade de pesquisar aquilo que se pretende informar ou a mera divulgação de um “clickbait“, ou seja, os sites sabiam previamente da inveracidade do conteúdo e mesmo assim divulgaram.

As perguntas realizadas podem denotar duas coisas: uma completa falta de capacidade de pesquisar aquilo que se pretende informar ou a mera divulgação de um “clickbait”, ou seja, o site sabia previamente da inveracidade do conteúdo e mesmo assim o divulgou.

A razão disso? Bem, inicialmente foi divulgado o vídeo de um usuário chamado “jamesfbrophy”, no Twitter, que foi publicado no dia 30 de dezembro. No tuíte, que acompanha o vídeo, o usuário questionou se alguém sabia o que era o show de luzes, que estava ocorrendo nos céus de Dublin.

https://twitter.com/jamesfbrophy/status/1079427955791708161

Algo completamente ignorado foi um comentário do próprio usuário que, posteriormente e bem antes da publicação em ambos os sites, revelou o “mistério” através de uma resposta em seu próprio tuíte:

https://twitter.com/jamesfbrophy/status/1079803613843730432

Tradução: “Holofotes. São grandes holofotes sendo projetados nas nuvens. Foi um teste das luzes de ano novo.

Em seguida, foi divulgado um segundo vídeo, dessa vez de um usuário chamado Jason O’ Halloran, no YouTube:

Esse outro usuário fez questão de dizer no título do vídeo, que havia filmado um “OVNI” em Dublin, na Irlanda. Em seu vídeo de apenas 8 segundos de duração, podemos ver algumas luzes semelhantes ao vídeo anterior. Segundo Jason, o vídeo teria sido gravado às 20h45, do dia 30 de dezembro de 2018, em Drimnagh, subúrbio de Dublin. Contudo, esse vídeo possui um detalhe muito importante em seus comentários: a presença de um usuário chamado “Drez Vidz“, que perguntou ao Jason, se ele poderia usar seu vídeo em seu canal.

Esse vídeo possui um detalhe muito importante em seus comentários: a presença de um usuário chamado “Drez Vidz”, que perguntou ao Jason, se ele poderia usar seu vídeo de apenas 8 segundos em seu canal.

Tudo isso é fundamental para entender um terceiro vídeo divulgado no artigo, como se fosse uma prova cabal, que uma “luz roxa” tivesse tomado conta dos céus de Dublin, o que é totalmente mentira. Ambos os sites simplesmente divulgaram o vídeo do usuário “Drez Vidz”, que por sua vez adicionou uma outra gravação, e repetiu ambas as filmagens por cerca de 4 minutos (com o intuito de gerar mais monetização no YouTube devido ao tempo assistido pelos usuários), aplicando, aleatoriamente, um filtro de cor roxa no vídeo:

Não houve luz roxa alguma daquela magnitudade sobre Dublin, muito menos no mesmo dia do incidente ocorrido em Nova York. O que vemos no vídeo é meramente um filtro roxo aplicado a filmagem realizada por terceiros.

Agora, se vocês se perguntarem o que eram aquelas luzes azuladas nos céus de Dublin, a resposta é bem fácil e já foi mencionada anteriormente. As luzes nada mais eram do que parte de um teste de luzes, de um evento de fim de ano, que habitualmente acontece em Dublin. Para completar, houve uma reunião (e consequentemente um teste geral em relação ao show de luzes que ocorre durante o evento), justamente na noite de 30 de dezembro, por parte do Corpo de Bombeiros de Dublin, em relação aos planos de acesso e emergência, caso algo saísse de errado na noite de ano novo.

Reparem no teste do show de luzes no céu nublado de Dublin, em algumas fotos que foram divulgadas:

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Agora, se vocês se perguntarem o que eram aquelas luzes azuladas nos céus de Dublin, a resposta é bem fácil e já foi mencionada anteriormente. As luzes nada mais eram do que parte de um teste de luzes, de um evento de fim de ano, que habitualmente acontece em Dublin

Para completar, houve uma reunião (e consequentemente um teste geral em relação ao show de luzes que ocorre durante o evento), justamente na noite de 30 de dezembro, do Corpo de Bombeiros de Dublin, em relação aos planos de acesso e emergência, caso algo saísse de errado na noite de ano novo

Conclusão do caso: Não houve uma luz roxa daquela magnitude nos céus de Dublin. As luzes azuladas que vemos nos vídeos faziam parte de um evento de ano novo, que acontece todos os anos na capital da Irlanda. Além disso, o “incidente” não ocorreu na mesma data em relação aquela luz azulada em Nova York.

3) Ocorreram Explosões Elétricas na Cidade de Kenner, no Estado Norte-Americano da Louisiana?

A resposta é sim. Porém, não tem nada de misterioso e nem inexplicável em relação ao ocorrido.

Na manhã de 27 de dezembro de 2018, ventos de até 80 km/h, provenientes de uma frente fria, varreram a cidade de Kenner, no estado norte-americano da Louisiana. Isso acabou afetando a distribuição de energia elétrica, e dificultou o tráfego na cidade e imediações.

Um vídeo gravado por um telespectador chamado Giovanni Bommarito, na madrugada do dia 27, mostrou divesas explosões na rede elétrica e de transformadores:

Conclusão do caso: Esse “incidente” não tem nenhuma relação com o ocorrido em Nova York, na noite do dia 27 de dezembro (apenas a data é uma coincidência), visto que as explosões ocorreram devido ao caos gerado por fortes ventos na cidade. Além disso, o fenômeno luminoso não ocorreu diretamente nos céus da cidade de Kenner.

4) Houve uma Estranha Explosão e o Avistamento de um Objeto em Cidade Juarez, no México?

A resposta é não. Além disso, o caso é totalmente falso.

Sinceramente, não é necessário perder muito tempo neste tópico. Ambos os sites divulgaram um “print” de uma página do Facebook, relacionada ao jornal digital mexicano “The Juárez Times” que, por sua vez, publicou um avistamento de um objeto não identificado na cidade e uma estranha explosão, que teriam ocorrido no dia 27 de dezembro. Provavelmente alguém mandou uma imagem qualquer para a página do jonal, que não se importou em checar, e sabemos o que acontece depois. Diga-se de passagem, o jornal não divulgou nenhum vídeo sobre o suposto incidente.

Avistamiento de objeto no identificado en Ciudad Juárez.

Posted by The Juárez Times on Wednesday, December 26, 2018

Seria incrível, se não tivesse um “pequeno” probleminha. A principal “foto” divulgada é, na verdade, tão somente um frame de um vídeo que mostra a explosão de transformadores na cidade de Fort Worth, no Texas, nos Estados Unidos, em 2011! Confira o vídeo abaixo e note a semelhança com a única imagem divulgada pelo “The Juárez Times“:

Conclusão do caso: Não aconteceu absolutamente nada nos céus da Cidade Juarez, no México, no dia 27 de dezembro de 2018.

5) Luzes Misteriosas e Inexplicáveis Deixaram Recentemente os Moradores de Londres em Pânico?

A resposta é que as luzes não eram misteriosas, nem inexplicáveis, e não deixaram os moradores de Londres em pânico.

Segundo o famigerado tabloide britânico “Daily Express, misteriosas luzes giratórias teriam levado pânico aos londrinos no último sábado, dia 12 de janeiro de 2019. Na descrição do principal vídeo divulgado na notícia é mencionado, que misteriosas luzes giratórias, além de um misteriosa luz azul brilhante, foram vistas no céu noturno de Londres. A filmagem teria sido realizada no último sábado (12), no distrito de Leyton, na região leste de Londres:

https://www.youtube.com/watch?v=P1IX0f76mnU

Também foi divulgado um outro vídeo, de um usuário chamado Zain Venturi, no Twitter. Essa outra filmagem também foi gravada na região leste de Londres:

https://twitter.com/ZAINVENTURI/status/1084249307430162432

Para tentar comprovar, que teria havido algum tipo de pânico entre os moradores, o “Daily Express” tentou mostrar alguns tuítes, onde usuários questionavam o que seriam as tais luzes, levantando a possibilidade de ser um OVNI. Porém, em nenhum momento é possível qualquer tipo de pânico.

De qualquer forma, há uma explicação muito simples para as tais luzes: elas foram originadas a partir de uma instalação de arte montada no Parque Lloyds, no distrito de Walthamstow, na região leste de Londres. A estrutura anelada é composta basicamente de feixes de luz, que criam formas naturais em constante evolução no céu noturno, sendo impulsionadas por murmúrios sonoros tridimensionais, que foram compostos em colaboração com o coral da comunidade de Waltham Forest, escolas locais e músicos. Essa instalação de arte pertence a um estúdio de design multimídia chamadoMarshmallow Laser Feast“, e permaneceu ativa entre os dias 11 e 13 de janeiro deste ano, das 18h30 até às 21h.

Vejam algumas fotos divulgadas no Instagram do “Marshmallow Laser Feast”:

De qualquer forma, há uma explicação muito simples para as tais luzes: elas foram originadas a partir de um de uma instalação de arte montada no Parque Lloyds, no distrito de Walthamstow, na região leste de Londres.

A estrutura anelada é composta basicamente de feixes de luz, que criam formas naturais em constante evolução no céu noturno, sendo impulsionadas por murmúrios sonoros tridimensionais, que foram compostos em colaboração com o coral da comunidade de Waltham Forest, escolas locais e músicos.

Conclusão do caso: As luzes vistas nos céus de Londres, na verdade, eram projeções de feixes de luz oriundos de uma instalação de arte montada em um parque local.

6) Luzes Misteriosas e Inexplicáveis Foram Vistas nos Céus da Cidade do México?

No dia 13 de dezembro de 2019, diversos moradores da Cidade do México foram até as redes sociais, principalmente o Twitter, para questionar o que eram as estranhas luzes que estavam sendo vistas de diversos bairros da capital, tais como: Cuauhtémoc, Gustavo A. Madero, Miguel Hidalgo e Benito Juárez. Alguns usuários disseram que as luzes pareciam com aquelas vistas em Nova York, em dezembro de 2018, já outros lembraram das famosas luzes vistas durante o terremoto de 2017. Vejam alguns vídeos, que foram divulgados:

https://twitter.com/GuillermoReyes_/status/1084620922236092416

https://twitter.com/webcamsdemexico/status/1084634239277064192

Sites habituados a divulgar conteúdo de cunho conspiratório, e sem nenhum tipo de verificação prévia, chegaram a dizer por exemplo, que era “interessante o fato o fato de vários transformadores explodirem em cadeia, e que algo perturbou de forma intensa a rede elétrica da Cidade do México.” Esses sites se esqueceram apenas de fazer uma rápida pesquisa sobre o caso. Se tivessem feito, saberiam que uma tempestade, repleta de descargas elétricas, estava se abatendo sobre a Cidade do México, na noite de 13 janeiro deste ano. Confiram os vídeos abaixo:

https://twitter.com/olga_riquelme/status/1084628488865206272

https://twitter.com/patipatodos/status/1084621276969345024

Assim sendo, não demorou muito para sabermos a realidade por trás das tais “luzes nos céus” da Cidade do México. De acordo com o “SIMMSA” (Departamento de Sismologia e Vulcanismo do Instituto de Pesquisas Geológicas e Atmosféricas do México), as luzes que foram observadas na Cidade do México, por volta das 21h, de 13 de janeiro, foram originadas por explosões de transformadores elétricos localizadas nos postes da CFE (“Comissão Federal de Eletricidade”, uma empresa pública mexicana responsável pelo controle, geração, transmissão e venda de eletricidade em todo o México). Tais postes estavam localizados nas Avenidas “3” e “Central Lázaro Cárdenas”, no bairro de Doctores.

https://twitter.com/SIMMSAmex/status/1084661900338651136

Uma moradora local, que morava em um andar alto de um edifício local, também corroborou com essa versão:

https://twitter.com/Smeraldian/status/1084630955858395136

Conclusão do caso: As tais luzes nos céus da Cidade do México nada mais foram do que reflexos nas nuvens devido a explosão de transformadores em solo. Tais transformadores explodiram devido a uma intensa tempestade repleta de descargas elétricas, que se abateu sobre a cidade na noite de 13 de janeiro de 2019!

Conclusão Geral

A alegação de que os fenômenos luminosos nos céus ao redor do mundo estariam todos conectados ou que haveria algo de misterioso por trás deles é totalmente falsa. Todos os casos foram perfeitamente explicados. Alguns envolveram explosões de transformadores (seja por falha, forte ventania ou tempestade), outros apenas luzes projetadas no céu devido algum evento ou exibição de arte, sendo que tivemos até mesmo um caso inteiramente falso. Infelizmente, hoje em dia, qualquer coisa se transforma em notícia polêmica para boa parte da mídia ou dos sites de cunho conspiratório, o que acaba gerando tais especulações irresponsáveis.

Continue lendo
3 Comentários

3 Comments

  1. Alexandre Mendes

    17 de janeiro de 2019 em 4:00

    Caraio gilmar, alguém esta lendo tudo isso?

    • Eu™

      17 de janeiro de 2019 em 10:14

      1) O texto é do Marco Faustino;
      2) Sim, eu leio tudo.

    • Alan Souza

      17 de janeiro de 2019 em 16:37

      Leio tudo. E mesmo depois do cara fazer essa matéria minuciosa e detalhista, mostrando com sobras que a notícia é mentirosa, vão aparecer idiotas reafirmando que é verdade…

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo