Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O Governo deu R$ 60 milhões para artistas pela Lei Rouanet e nada para o Museu Nacional?

Dinheiro

O Governo deu R$ 60 milhões para artistas pela Lei Rouanet e nada para o Museu Nacional?

O Governo deu R$ 60 milhões para artistas pela Lei Rouanet e nada para o Museu Nacional?

É verdade que o Ministério da Cultura alegou não ter 600 mil para salvar o Museu Nacional, mas liberou mais de R$ 60 milhões para artistas através da Lei Rouanet?

Após o incêndio que consumiu boa parte do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, no dia 02 de setembro de 2018, várias notícias (verdadeiras e falsas) começaram a se espalhar através das redes sociais e em grupos do WhatsApp sobre a relação e o descaso do Governo com a Cultura.

Uma delas afirma que o Ministério da Cultura teria liberado mais de R$ 60 milhões para projetos artísticos “de gosto duvidoso” através da Lei Rouanet, enquanto negava os R$ 600 mil necessários para manter o Museu Nacional anualmente.

É verdade que o Governo, dentre outros gastos, liberou R$ 1.526.000,00 para a gravação de um documentário sobre o ex-ministro José Dirceu?

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

Museu Nacional interditado após incêndio! (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Abaixo, uma das versões que circulam através de grupos do WhatsApp:

“Nos últimos anos não houve dinheiro para salvar o Museu Nacional que “morreu” queimado neste dia 02 de Setembro.

Entretanto, no mesmo período, via lei Rouanet, o Ministério da Cultura teve:

R$ 1.526.000,00 reais para financiar um documentário sobre a vida do condenado por corrupção José Dirceu;

R$ 516.550,00 para financiar a produção de um DVD do MC Guime;

R$ 1.356.858,00 para financiar o Blog “O mundo precisa de Poesia” da cantora Maria Bethânia (a cantora desistiu do projeto, após receber uma enxurrada de críticas);

R$ 4.143.325,00 para custear uma turnê do cantor Luan Santana;

R$ 1.086.214,40 para custear uma turnê do grupo Detonautas;

R$ 5.883.100,00 para financiar uma turnê da cantora Cláudia Leite;

R$ 1.772.320,00 para bancar uma peça teatral infantil da porquinha Peppa;

R$ 17.878.740,00 para custear um musical infantil do Shrek;

e mais

Filme Brizola, Tempos de Luta e exposição Um brasileiro chamado Brizola – R$ 1,9 milhão

Painel Artístico Club A São Paulo – R$ 5,7 milhões

Cirque Du Soleil – R$ 9,4 milhões

Queermuseu – R$ 800 mil

Livro com fotos de Chico Buarque – R$ 414 mil

Museu Lula – 7,9 milhões”

Documentário sobre José Dirceu – R$ 1.526.536,35

Em 2013, o  Ministério da Cultura autorizou, através da Lei Rouanet, a captação de cerca de R$ 1,5 milhão para a produção de um filme/documentário a respeito da vida do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. Esse trecho é real em partes, pois como podemos consultar no portal da Ancine, foram aprovados “apenas” R$ 400 mil através da Rouanet. O valor restante viria de outras fontes!

Só que o texto espalhado não fala que o projeto, na verdade, foi cancelado antes da captação dos recursos.

DVD do show do MC Guimê – R$ 516.550,00

Em 2015, a produção do cantor autorizada a captar R$ 516,5 mil de empresas privadas para gravar um DVD show de MC Guimê. Da mesma forma que ocorreu no caso do documentário sobre José Dirceu, o projeto foi arquivado no mesmo ano sem conseguir patrocínio.

Blog “O Mundo Precisa de Poesia”, de Maria Bethânia – R$ 1,3 milhão

Em 2011, um projeto da cantora Maria Bethânia visava a criação de um portal que exibiria a cantora declamando versos, durante um ano! O portal, segundo os produtores, teria um custo total de R$ 1.798.600, mas o Ministério liberou que fossem captados “apenas” R$ 1.356.858 de empresas privadas. Novamente, O texto espalhado “se esqueceu” de mencionar que o projeto – após sofrer duras críticas – não conseguiu arrecadar fundos em foi arquivado em 2012!

Turnê Luan Santana – R$ 4,1 milhões

O projeto de 2014 seria uma turnê de 15 shows do cantor Luan Santana, mas também foi arquivado sem nenhum incentivador.  

Turnê Detonautas – R$ 1 milhão

A Detonautas Roque Clube, banda de rock brasileira formada em 1997, apresentou um projeto para captação de R$ 1 milhão – em 2013 – através da Lei Rouanet. A proposta foi aprovada, mas também foi arquivada por não conseguir arrecadar o dinheiro.

Cláudia Leitte (Shows) – R$ 5,8 milhões

A cantora Cláudia Leitte foi autorizada, em 2012, a captar R$ 5.883.100 dos R$ 6.477.700 inicialmente solicitados ao MinC. A verba seria usada para custear 12 shows da cantora em alguns estados brasileiros, mas após 2 anos, só conseguiu arrecadar “apenas” R$ 1,2 milhão. Vale ressaltar que, em 2017, o Ministério da Cultura cobrou o dinheiro por descumprimento de parte do contrato.  

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

Peça da Peppa Pig – R$ 1,7 milhão

Peppa Pig é uma personagem de desenho infantil criada no reino Unido em 2004 e uma peça de teatro sua foi autorizada a captar R$ 1,7 milhão em 2014, através de renúncia fiscal via Lei Rouanet. Como podemos ver no site da Versalic, a captação de recursos ia de 2014 a 2016, mas o pedido foi arquivado por falta de interessados no projeto.

Musical do Shrek – R$ 17,8 milhões

Procuramos pelo projeto da peça “Shrek, O Musical” e descobrimos que ela foi autorizada a captar R$ 8,2 milhões dos R$ 10,4 milhões solicitados, em 2011. A produção do espetáculo conseguiu arrecadar R$ 6 milhões através do aporte de 5 empresas.

Filme sobre Leonel Brizola – R$ 1,9 milhão

Não encontramos nenhum projeto de arrecadação para um possível filme ou documentário sobre o ex-governador do Rio de Janeiro Leonel Brizola. Existe apenas uma peça de teatro autorizada em 2015 para captar R$ 1,6 milhão, mas (igualmente nos casos mostrados aqui) o projeto também foi arquivado por falta de captação de verba.

Painel Artístico Club A São Paulo – R$ 5,7 milhões

Em 2011, o Club A foi autorizado a captar R$ 5,7 milhões para a criação de um “painel artístico de difusão cultural”, mas foi arquivado após um ano sem arrecadar nada.

Cirque Du Soleil – R$ 9,4 milhões

O espetáculo circense Cirque Du Soleil conseguiu a aprovação do Minc para a captação de metade dos R$ 22,3 milhões solicitados. Conforme nota de esclarecimento publicada no site do Minc, o Pronac 046458 – referente às apresentações do circo em São Paulo (no valor de R$ 16,6 milhões) e o Pronac 061921, referente à temporada do Rio de Janeiro (no valor de R$ 5,7 milhões).

A nota também explica que a outra proposta (Pronac 061921, para apresentações no Rio de Janeiro) teve sua autorização negada pelo conselho, que julgou a proposta insatisfatória.

Queermuseu – R$ 800 mil

Como já falamos aqui no E-farsas, a exposição Queermuseu foi realizada em 2017 no Rio Grande do Sul e teve autorização do Minc para captar R$ 872.560 em um projeto e mais R$ 539.043 em outro. Desse total, a mostra conseguiu R$ 800 mil (a maioria, vindo do banco Santander).

Por tratar de assuntos ligados a diversidade sexual, a exposição sofreu duras críticas de grupos conservadores – que chegaram a acusar a mostra de apologia à zoofilia e à pedofilia – e foi encerrada antes da data prevista. Na ocasião, o Santander prometeu ressarcir os cofres públicos.

Livro com fotos de Chico Buarque – R$ 414 mil

Esse é mais recente. O projeto para a captação de recursos para a produção de um livro com fotos da vida de Chico Buarque foi liberado pelo MinC. Em apenas seis meses, foram arrecadados pela seguradora Icatu cerca de R$ 221 mil.

Museu Lula – 7,9 milhões

O Museu do Trabalho e dos Trabalhadores iria ser construído na cidade paulista de São Bernardo do Campo, mas não foi concluído!

Conhecido como “Museu do Lula“, o projeto teve a aprovação pelo MinC de R$ 19,8 milhões para serem arrecadados, mas arrecadou somente R$ 3,6 milhões em cinco anos e a sua construção foi interditada em 2017, após denúncia do Ministério Público do Estado de São Paulo de irregularidades na obra!

No final de março de 2018, o então governador de São Paulo Geraldo Alckmin autorizou a construção de uma Fábrica de Cultura no prédio onde seria o “Museu do Lula”!

Conclusão

A listagem que circula através de grupos do WhatsApp sobre o cerca de R$ 60 milhões “dados” pelo Governo para projetos culturais é falso! O texto usa dados reais, mas omite trechos importantes que mostram que a maioria dos projetos nunca saíram do papel por falta de investidores!

Continue lendo
15 Comentários

Comente

15 Comments

  1. Pingback: O Governo deu R$ 60 milhões para artistas pela Lei Rouanet e nada para o Museu Nacional? | Gtubo

  2. Dan

    5 de setembro de 2018 em 13:05

    Parabéns pelo trabalho!
    Não consigo apoiar qualquer um que trabalhe com mentiras,
    independente de que lado for!
    Espero que continue!!!!

  3. Jordana Dias

    5 de setembro de 2018 em 19:15

    Mas vale ressaltar que alguns foram aprovados.

    • Gilmar Lopes

      6 de setembro de 2018 em 9:18

      Todos da lista foram aprovados, mas não conseguiram arrecadar as verbas! Tá no texto!

      • Christian Boldrini

        19 de setembro de 2018 em 17:38

        O problema é que para essa classe de pessoas, houve disponibilidade de verbas pelo ministério da cultura, para o museu teve alguma disponibilidade? O resultado está nas cinzas.

        • Eu™

          20 de setembro de 2018 em 9:46

          O problema é que para essa classe de pessoas, houve disponibilidade de verbas pelo ministério da cultura, para o museu teve alguma disponibilidade?

          *Quanto que o museu pediu? Você sabe como funciona a disponibilização de verba via Rouanet?*

          O resultado está nas cinzas.

          *Não culpe os outros que pediram, culpe a má administração da UFRJ, do estado e do governo.*

    • Eu™

      6 de setembro de 2018 em 9:36

      Outro analfabeto funcional…

      • Maria do Rolário

        8 de setembro de 2018 em 13:41

        Isso aí, Cuco! Só sabe repetir a mesma frase que acredita ser de efeito – “outro analfabeto funcional” – quando nem se dá ao trabalho de verificar as mentiras que existem por aqui e os argumentos alheios e que não correspondem aos seus anseios. Ainda bem que bisonhos como você estão em extinção… estão se auto extinguindo – são autofágicos.

        • Eu™

          10 de setembro de 2018 em 10:50

          Ninguém perguntou, arrombado.

          • Maria do Rolário

            15 de setembro de 2018 em 21:30

            Só quem trabalha para o Governo Federal sabe das verdades e mentiras existentes por ai. Não será um “misero mortal” do tipo “maria vai com as outras que a linha é reta”, um formado em ciências ocultas e letras apagadas, um pregador de coisas vagas que vai continuar a fazer a cabeça de pessoinhas de bem. Chupa que é de cocô!

          • Eu™

            16 de setembro de 2018 em 9:16

            Bla bla bla, mimimi, chora mais.

    • Alexandre Mendes

      7 de setembro de 2018 em 22:47

      Libera a captação Adilson castro, CAPTAÇÃO. O lei rouanet não dá dinheiro por que não existe fundo, não existe caixa. ela apenas te autoriza a captar esses recursos com empresas privadas. agora se tu quer acreditar no MBL paciencia

  4. Jose Alailton

    8 de setembro de 2018 em 13:51

    Sim meu caro amigo você pegou alguns projetos artísticos da Lei Rouanet que foram aprovados mas não foram captados, mas existem vários outros que ultrapassam o a casa dos 500 mil e foram captados, é triste a realidade de prioridade no Brasil…Além de ser um absurdo essa Lei

    • José Maria Rodrigues Junior

      11 de setembro de 2018 em 16:26

      Então pq nas fake news do facebook não usaram NENHUM projeto real aprovado e captado?? preguiça ou má fé?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Voltando a Circular

Publicidade

Topo