21.3 C
São Paulo
domingo, dezembro 4, 2022

A incrível profecia de Fidel Castro existiu mesmo?

- Publicidade -

Fidel Castro teria previsto que os EUA voltariam a dialogar com Cuba quando elegerem um presidente negro e quando houver um Papa latino-americano?

Texto que circula pela web desde a terceira semana de julho de 2015 afirma que o então líder cubano, Fidel Castro, teria feito uma profecia 40 anos atrás, durante uma entrevista a um jornalista americano.

Em um ambiente descontraído – diz a notícia -, Brian Davis, jornalista de uma agência de notícias britânica, teria questionado ao Fidel, em 1973, se haveria a possibilidade de das relações entre Cuba e Estados Unidos voltarem a ser estabelecidas. Fidel Castro teria respondido:

“Os Estados Unidos só voltarão a dialogar conosco quando tiverem um presidente negro e quando houver no mundo um Papa latino-americano”.

O curioso dessa afirmação é que os Estados Unidos elegeram, de fato, um presidente negro em 2009, a Igreja Católica nomeou o papa Francisco (que é nascido na Argentina) e as relações Cuba X EUA foram restabelecidas em 2014!

Será mesmo que Fidel Castro fez essa profecia há 40 anos?

Fidel Castro teria previsto quando as relações entre Cuba e EUA iriam se restabelecer! Verdade ou farsa? (foto: Reprodução/Facebook)
Fidel Castro teria previsto quando as relações entre Cuba e EUA iriam se restabelecer! Verdade ou farsa? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

Aqui no Brasil, o primeiro site a publicar a notícia (ou um dos primeiros) foi o Pragmatismo Político, no dia 23 de julho de 2015. Os autores da matéria usaram a tradução de um artigo do jornal espanhol Clarín.

É bom ressaltar aqui que a reportagem do Clarín não é assinada e cita como fonte uma publicação do El Diario de Carlos Paz de março de 2015. No El Diario de Carlos Paz é explicado que a frase de Fidel teria sido recordada pelo jornalista argentino Pedro Jorge Solans, ao escrever um artigo sobre a abertura da embaixada cubana em Washington.

Uma busca por essa frase atribuída a Fidel Castro não mostra nenhum resultado de publicações anteriores a dezembro de 2014 (ocasião em que Cuba e Estados Unidos começaram os acordos para o restabelecimento de relações).

Ou seja, só colocaram a frase na boca de Castro após a “profecia” ter se cumprido. Em 2014, o papa Francisco já estava no Vaticano (desde 2013) e Obama já governava os EUA há 5 anos. A “profecia” só foi feita depois do fato ter ocorrido. Onde já vimos isso mesmo?

Boato em cima de outro boato

- Publicidade -

Esse boato da suposta profecia feita por Fidel é uma variação de outra história semelhante atribuída ao ex-dirigente de Cuba. Em 2014 (quando Cuba e Estados Unidos começaram a estreitar suas relações comerciais), uma publicação feita no jornal  La Jornada – da Universidade Autônoma do México – afirmava que Fidel teria dito mesmo essa frase-previsão, só que a conversa teria sido entre Castro e Che Guevara, além do fato narrado ter supostamente acontecido em 1961. Ah! Na versão do boato publicada no artigo do jornal La Jornada, Fidel Castro ainda teria dito que o papa seria argentino, assim como Che.

A publicação do La Jornada pode “ter se inspirado” em uma tirinha humorística postada em um blog no dia anterior (4 dias após Cuba e EUA assinarem o primeiro acordo) que mostrava uma foto de Fidel e Che, lado a lado, com esse mesmo diálogo.

O site Buzzfeed fez uma pesquisa sobre esse assunto e descobriu que Fidel Castro foi indagado por um repórter norte-americano, em 1977, mas a resposta do líder cubano não fala nada sobre presidentes negros e/ou papas latinos. Fidel apenas respondeu que esperava uma normalização das relações entre Cuba e os Estados Unidos no segundo mandato de Jimmy Carter (1980 e 1984). A previsão de Fidel, nesse caso, falhou, pois Carter não foi reeleito e somente em 2014 é que as relações entre os dois países foram retomadas.

O blog espanhol Periodismo fez uma seleção de alguns sites e blogs que reproduziram o hoax como se fosse verdade.

Conclusão

Não há nenhuma prova de que Fidel Castro tenha feito mesmo essa previsão. A frase atribuída a ele é uma anedota que correu o mundo e muita gente acreditou.

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu levantei que tudo partiu de uma reportagem do dia 10 de março de 2015, pelo jornalista argentino Pedro Jorge Solan (http://crimenesensangre.blogspot.com.br/…/07/pedro-solans.h…) em seu jornal “El Diario de Carlos Paz” no dia 10 de março de 2015. ( http://www.eldiariodecarlospaz.com/mundo/2015/3/10/cuba-atraviesa-tiempos-cambios-bloqueo-9988.html)

    No original a frase é “Estados Unidos vendrá a dialogar con nosotros cuando tenga un Presidente negro y haya en el mundo un Papa latinoamericano.”

    O jornalista teria ouvido essa frase do taxista cubano Eduardo de la Torre, que na época era um jovem estudante, que alegou ter presenciado a tal entrevista. O taxista pode ter inventado a “previsão” ou o jornalista argentino o fez.

    (https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1142454872436903&set=a.205535062795560.63231.100000172035749&type=1)

  2. “Uma busca por essa frase atribuída a Fidel Castro… Ou seja…” Essa é a conclusão de vcs? baseada em pesquisas feitas na internet? é isso mesmo? será mesmo que vcs teriam mais credibilidade em falar desse assunto do que uma suposta pessoa que teria vivido a situação… a conclusão de vcs não elucida nada… tanto quanto a suposta afirmação do contador da história!

    • Isso mesmo! A ideia do E-farsas sempre foi a de usar a própria internet como ferramenta.
      Além disso, quem afirma é quem tem que provar. O jornalista que começou com o boato deveria ter citado alguma fonte.

      • Algo que eu acho interessante do E-farsas é de que mesmo apresentando argumentos que validem ou que desmentem a notícia, mesmo que apresentem uma conclusão (que em alguns casos podem ser alteradas de acordo com novos fatos encontrados ). A decisão final de crer é sempre do leitor.

        1- A noticia surge (ou re-surge) no ambiente da internet,
        2- E-farsas localiza as fontes, os personagens, os fatos.
        3- De acordo com a análise dos fatos o E-farsas conclui que a notícia é Falsa, Verdadeira ou até mesmo sem uma solução até o momento.
        4- O leitor que acompanhou toda a leitura da matéria e a conclusão decide se concorda ou não. ( Já vi muita gente comentando aqui sem nem mesmo ler a matéria toda ).
        5- Caso o leitor não concorde com algo ele pode sim comentar e expressar seu ponto de vista, mas de preferência sempre indicando outros argumentos ou fontes.

        Parabéns para o E-farsas, ainda bem que vcs existem, este é um serviço que podemos dizer de utilidade pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui