test
18.6 C
São Paulo
segunda-feira, maio 27, 2024

A Pfizer mudou de nome para Viatris para não ser responsabilizada pela morte de vacinados?

- Publicidade -

Publicações afirmam que a farmacêutica Pfizer teria mudado seu nome para Viatris para apagar seu passado, quando sua vacina teria matado várias pessoas! Será verdade?

O alerta começou a ser compartilhado na última semana de outubro de 2023, sendo espalhado através das redes sociais, e alega que a multinacional Pfizer teria mudado de nome para fugir do seu passado, quando sua vacina contra a COVID teria matado inúmeras pessoas.

Junto ao texto, o recorte da Resolução nº 3.910, que teria sido publicada no Diário Oficial da União no dia 16 de outubro de 2023, sobre a mudança de nome da empresa farmacêutica.  

Será que isso é verdade ou mentira?

Texto de uma das versões compartilhadas em grupos de WhatsApp em outubro de 2023: “A PFIZER agora é VIATRIS, a ODEBRECHT agora é NOVONOR, a QUEYROZ GALVÃO agora é ALYA, a OAS agora é METHA. Favor compartilhar para que uma quantidade maior de pessoas saibam, pois estão tentando esconder o passado sujo e enganar a população em geral.”

Verdade ou mentira?

No final de outubro de 2020, a Pfizer anunciou que iria cumprir a determinação da Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos (“FTC”, na sigla em inglês), sobre o desmembramento da Upjohn – braço da multinacional voltada para a produção de medicamentos genéricos.  

Na ocasião, a Pfizer foi obrigada pelo órgão responsável pela concorrência das companhias nos EUA a fazer o desmembramento devido à fusão que a farmacêutica havia feito com a Mylan, outra gigante do ramo.

É importante deixar claro aqui que a fusão e a mudança do nome ocorreram em outubro de 2020, meses antes da vacina contra a COVID-19 estar disponível para a população.   

O anúncio do novo braço da Pfizer só ocorreu no Brasil em junho do ano seguinte, no site brasileiro da empresa. Não há nenhuma menção às vacinas, visto que tanto a Nylan quanto a Upjohn eram empresas voltadas para medicamentos genéricos e não para imunizantes.

Uma busca pela Resolução da Anvisa nº 3.916 mostra que ela existe, de fato, e foi publicada no Diário Oficial da União no dia 16 de outubro de 2023. No entanto, o documento se refere a um pedido feito em 2021 para alteração da razão social da Pfizer. O nome “Pfizer Pharmaceuticals LLC” foi mudado para “Viatris Pharmaceuticals LLC”.

- Publicidade -

Frisando aqui que a empresa que desenvolveu a vacina contra a COVID-19 não mudou de nome e continua sendo “Pfizer Manufacturing Belgium NV”.   

Conclusão

Não é verdade que Pfizer mudou de nome para Viatris para esconder seu passado como assassina de vacinados! A multinacional mudou a razão social de apenas um braço da companhia, em 2020, em determinação de um órgão que regula a concorrência do Mercado nos Estados Unidos!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla! Autor do livro de ficção Marvin e a Impressora Mágica!

Últimas Atualizações

- Publicidade -Compre o livro Marvin e a impressora Mágica de Gilmar Lopes

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui