Áudio de Jair Bolsonaro xingando enfermeira é verdadeiro ou falso?

13
19378

Será que o áudio vazado de um homem xingando uma enfermeira é mesmo do candidato à Presidência Jair Bolsonaro?

O áudio surgiu nos grupos de WhatsApp no dia 18 de setembro de 2018 e deixa transparecer a voz de um homem muito parecida com a do político Jair Bolsonaro. Após xingar uma enfermeira de vários nomes, o homem ameaça deixar o hospital e “acabar com o teatrinho”, dando a entender que o atentado que o candidato sofreu dias antes teria sido uma armação!

Será que o áudio é dele mesmo?

Verdade ou mentira?

Em primeiro lugar, a pronúncia do homem do áudio é totalmente diferente da do candidato! No áudio, a voz fala com um sotaque meio amineirado, meio caipira, com o “R” mais puxado em palavras como “porta”, “merda”. Bolsonaro é paulista, mas vive há muitos anos no Rio de Janeiro, o que lhe conferiu um sotaque meio carioca.

Além disso, Bolsonaro não fala “zente”. Ele articula bem as palavras e, apesar de sibilar um pouco em palavras com “S”, Bolsonaro não erra quando fala “gente”.

Outra coisa é que a voz parece ser de alguém que está com muito fôlego, né? O sujeito fala muito mais rápido que o Bolsonaro. Dá uma olhada em um trecho desse vídeo gravado no quarto do hospital pelo próprio Jair Bolsonaro, dias depois:

https://www.youtube.com/watch?v=rm-awY2kcbY

Um dia após esse áudio se espalhar pelas redes sociais, o site BHAZ entrou em contato com o hospital Albert Einstein – onde Bolsonaro está internado – que, por meio de sua assessoria, disse que não houve nenhum registro de de confusão e que também não houve nenhuma reclamação de funcionários.

Texto contraditório

O áudio surgiu primeiro nos grupos de WhatsApp, de modo anônimo, e logo após o resultado das pesquisas do Ibope, que saíram na noite do dia 18 de setembro de 2018. Não faz nenhum sentido o candidato reclamar que estava perdendo a eleição ficando ali preso, sendo que depois que foi internado ele só cresceu nas pesquisas.

Dois dias antes, Bolsonaro aparece com voz bem baixa, típica de quem havia acabado de passar por uma cirurgia:

https://www.youtube.com/watch?v=NA89SXpJt2I

Voltando ao áudio, uma coisa que chama a atenção é que os sons que rodeiam a cena não condizem com a voz atribuída ao Bolsonaro. Enquanto que a voz do homem está em mono (gravada em apenas um canal), o som do monitor cardíaco está nos dois canais. Outro detalhe são os sons das batidas da porta. Note que o som das portas está em uma qualidade muito superior ao do resto do ambiente:

Ouça no nosso vídeo a seguir, uma rápida análise que fizemos nesse áudio:

 

Ah! Mais um detalhe é que o som parece estar sendo gravado na boca do Bolsonaro, os interlocutores parecem estar mais longe dele. A impressão que dá é que o próprio sujeito estava gravando, como se quisesse ser gravado.

Desmentido pela própria família

No dia 19 de setembro de 2018, o filho do candidato disse no Twitter que o áudio é falso:

Conclusão

O áudio de um homem xingando funcionários de um hospital e atribuído ao candidato Jair Bolsonaro é falso!

13 COMMENTS

  1. Uiaaaa. O povo que não acredita na facada ainda não apareceu fazer mimimi? Eles são tão sujos e baixos que estão usando a foto de uma moça negra nas redes sociais, dizendo que é enfermeira que gravou o áudio e foi demitida. A que ponto chega o desespero rsrs.

  2. O cara é bom, enganou muuito bem. E ainda, não seria de estranhar, é a cara dele, senão as pessoas não comprar a ideia assim, de cara. De qualquer modo: #eleNÃO.

    • Leve seus corruptos de estimação pra sua casa então e fiquem bolando como roubar mais o povo brasileiro. O cabresto que o PT botou não quer sair.Estude um pouco a história. #EleSimJMB17

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here