Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Bolsonaro disse que pobre no Brasil só serve para votar?

Política

Bolsonaro disse que pobre no Brasil só serve para votar?

Bolsonaro disse que pobre no Brasil só serve para votar?

Frase atribuída ao presidente Jair Bolsonaro afirma que o pobre brasileiro só serve para votar! Será que ele disse isso mesmo?

Uma foto do presidente da República circulou, juntamente com uma frase que ele supostamente teria dito a respeito do povo mais pobre do Brasil, na segunda quinzena de outubro de 2020, em diversas páginas no Facebook. 

De acordo com o texto, Jair Bolsonaro teria dito que aqui no Brasil, pobre só serve pra votar e que o povo faz isso com o título de eleitor em uma mão e com um diploma de burro no bolso!

Será que o presidente disse isso mesmo?

Verdade ou mentira?

Como já mostramos diversas vezes aqui no E-farsas, é muito fácil atribuir qualquer frase a qualquer personalidade, bastando apenas colocar um texto entre aspas em cima de uma foto:

A imagem acima é apenas ilustrativa! Steve Jobs – que não é o sujeito da foto – nunca disse isso! (foto: reprodução/Facebook)

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

No entanto, a frase atribuída ao presidente da República a respeito do povo pobre que, segundo o texto, “só serve para votar”, foi realmente dita por Jair Bolsonaro!

A frase foi dita por ele em novembro de 2013, quando Bolsonaro ainda era deputado federal, no plenário da Câmara. A frase completa dita pelo então deputado foi:

“Só tem uma utilidade o pobre no nosso País: votar. Título de eleitor na mão e diploma de burro no bolso, para votar no Governo que está aí.”

A crítica do deputado federal, na ocasião, era contra as políticas de bolsas fornecidas pelo Governo.  

O discurso completo pode ser lido na íntegra no site da Câmara dos Deputados, arquivado aqui

Conclusão

A frase com afirmação de que “pobre só serve para votar” foi realmente dita por Jair Bolsonaro, em 2013, quando ele ocupava o cargo de deputado federal. A frase, dita durante um discurso na Câmara dos deputados, fazia parte de um contexto onde o parlamentar criticava os programas assistenciais do Governo da época!

Continue lendo
10 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo