Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Cadê o sangue do policial morto no ataque à Charlie Hebdo?

Conspirações

Cadê o sangue do policial morto no ataque à Charlie Hebdo?

Teorias sugerem que o ataque à sede da revista Charlie Hebdo, em Paris, foi forjado por causa de um policial que foi morto sem deixar sangue na calçada! Será?

No dia 07 de janeiro de 2015, um grupo de extremistas invadiu o escritório da revista humorística Charlie Hebdo, em Paris (França). Entre jornalistas, policiais e demais funcionários, 20 pessoas morreram (12 morreram no dia 07 e os demais morreram nos dois dias seguintes, incluindo 3 dos assassinos)!

O ataque gerou enorme comoção na web e várias teorias surgiram depois que o vídeo amador de um dos policiais sendo morto a queima roupa em uma calçada próxima ao local dos ataques foi publicado.

Muitos passaram a afirmar que o ataque foi todo forjado, uma vez que não há nenhum vestígio de sangue no local do crime!

Será que o ataque à Charlie Hebdo foi forjado? Será que isso é verdadeiro ou falso?

Terrorista atira em policial desarmado em calçada de Paris! Seria tudo isso uma encenação?

Terrorista atira em policial desarmado em calçada de Paris! Seria tudo isso uma encenação?

 

Verdadeiro ou falso?

Parece ser inevitável: Sempre que ocorre um atentado terrorista, muitos conspiracionistas criam as teorias mais estranhas para tentarem provar que o ato não ocorreu!

Dessa vez, vários sites e blogs se apoiam em pequenos detalhes para mostrar que o ataque ao escritório da Charlie Hebdo foi forjado. O policial que foi morto a queima roupa em uma calçada próxima ao local do atentado não teria deixado sangue no chão.

Aliás, a suposta falta de sangue nos locais da chacina seriam fortes indicativos de toda a farsa dos ataques!

Foram publicados uma série de vídeos do crime, gravados no momento do ocorrido, mas não iremos publica-los aqui, pois são cenas fortes!

O fato é que o policial Ahmed Merabet foi morto com um tiro de um fuzil Ak-47 e existem várias explicações para a ausência de sangue no local do crime:

Em primeiro lugar, ao contrario do que foi espalhado pela web, houve sangue, sim!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Grande parte do sangue foi absorvido pela roupa do policial, mas mesmo assim várias fotografias do local do crime foram tiradas e publicadas no Twitter, pouco tempo após o crime, mostrando a poça de sangue na calçada:

Note a poça de sangue no local do assassinato! (foto: Reprodução/Twitter)

Note a poça de sangue no local do assassinato (próxima à letra “A”)! (foto: Reprodução/Twitter)

 

Local da morte do policial  após a descontaminação! (foto: Reprodução/Twitter)

Local da morte do policial após a descontaminação! (foto: Reprodução/Twitter)

Fontes das fotos: Aqui e aqui!

Um tiro de Ak-47 teria estourado a cabeça do policial?

Quanto à alegação de que um tiro na cabeça com uma Ak-47 estouraria a cabeça do policial, podemos ver uma série de vídeos de execuções feitas com essa arma onde a cabeça da vítima não estoura (claro que não iremos publicar nenhum desses vídeos aqui, procure no Google).

Falta do impacto da Ak-47

Conspiracionistas alegam que o terrorista não sentiu o impacto ou o “tranco” da arma no momento do tiro. Novamente, uma busca no YouTube já nos mostra que esse tipo de fuzil não exerce muito impacto no atirador:

[iframe: width=”600″ height=”450″ src=”//www.youtube.com/embed/5E3OJ3WUohc” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

Ahmed Merabet era muçulmano e membro da Brigada Anti-Criminal, delegado sindical e era responsável pela patrulha da região onde funciona a sede do jornal, no 11º distrito da capital francesa. Tinha acabado de passar os testes para entrar na polícia judiciária e o dia 07 de janeiro era o seu último dia na brigada.

E ainda, sobre o atentado ocorrido dentro do escritório da revista, o Daily Mail publicou uma série de fotos das salas com o chão todo sujo de sangue!

Conclusão

Não há como negar que um crime bárbaro como esse ataque à Charlie Hebdo não tenha ocorrido. Existem muitas provas de que essa chacina aconteceu em Paris! A ausência de sangue no local da chacina não prova nada, visto que há (muito) sangue em vários locais onde as mortes ocorreram. Agora, os conspiracionistas terão que encontrar outros detalhes para criar novas teorias sobre o (não) ataque à Charlie Hebdo!

Continue lendo
22 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo