23.4 C
São Paulo
sábado, novembro 26, 2022

Cientistas descobriram um tipo de barata voadora venenosa?

- Publicidade -

É verdade que cientistas brasileiros teriam identificado uma barata ”mutante’ que voa e possui um veneno semelhante ao do escorpião?

A notícia apareceu nas redes sociais e em diversos sites e blogs no dia 26 de abril de 2016 e alerta para a descoberta de cientistas brasileiros que deixou muita gente preocupada. De acordo com o texto da reportagem, a barata venenosa Blattodea mutation teria sido identificada em 2009, na cidade de São Paulo, e o bicho teria se espalhado rapidamente por diversos estados do Brasil.

Cientistas também afirmaram, segundo a matéria, que essa ”nova geração” de baratas possui um veneno semelhante ao de um escorpião e uma picada desse pequeno animal poderia levar o ser humano a ter uma convulsão e morrer!

Será que essa história é real?

Barata venenosa teria sido descoberta por cientistas brasileiros! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)
Barata venenosa teria sido descoberta por cientistas brasileiros! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

O texto que foi amplamente espalhado pela web é muito impreciso e mistura uma série de dados inventados para tentar obter mais credibilidade, mas logo de cara podemos atestar que não existe nenhuma barata Blattodea mutation, pois uma busca a respeito desse nome só nos retorna sites e blogs que apenas copiaram essa mesma “notícia”.

Se a tal barata tivesse mesmo sido descoberta em 2009, era de se esperar que cientistas já tivessem publicado artigos científicos a respeito, mas não há nada!

Além disso, cada nova espécie descoberta tem que ser batizada seguindo as regras rígidas da taxonomia (que é a ciência que as classifica). Cada ser vivo deve ter um nome específico e um longo pré-nome. Em zoologia (ramo da ciência que estuda os animais), os nomes tem de ser em latim. Sendo assim, não poderiam registra o nome Blattodea mutation, pois “mutation” é uma palavra do inglês.

Como se isso não fosse o bastante, o nome Blattodea não se refere a uma espécie de barata, mas a uma ordem (ou a um “grupo”), o que impossibilitaria o novo animal de ser chamado de Blattodea mutation.

O texto que foi copiado por vários blogs citaram como fonte o blog Portal Atualizando que, por sua vez, não cita nenhuma fonte que comprove essa descoberta. Nenhum estudo científico, nenhum nome dos cientista envolvidos na pesquisas… Nada!

- Publicidade -

O Dr. Leonardo Oliveira, do Museu Nacional (MNRJ/UFRJ), é especialista em baratas e explica melhor os motivos pelos quais essa notícia é completamente falsa:

 

Conclusão

Não há nenhuma razão para se preocupar! Não existe nenhuma barata mutante com veneno de escorpião!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

18 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade o que se está descobrindo é uma mutação de ratos, abundantes em Brasília, que é o cruzamento das espécies michelus temer e cunhus peemedebensis, que roem tudo o que aparece pela frente.

    • Relativo… se roem tudo, é o que sobrou do imperio do “Lulas Moluscos Socialista só no papiru” e “Dilmas Fantoche”… o que não foi lá muita coisa..e a antes de mais nada.. FORA TEMER…

  2. Caraca, acabaram de me mostrar na faculdade e já está aqui. O texto era bem ruim. Não haveria por que se preocupar com baratas venenosas onde ninguém come barata.

    No caso, Gilmar, você deveria dizer que Blattodea é uma ordem, não um gênero. O primeiro nome do binominal é o gênero, junto com o segundo nome se tem o nome de espécie. É normal aparecer aí nomes que n
    ao são em latim, quando se homenageia uma pessoa ou quando se dá o nome da localidade onde foi encontrada, por exemplo: http://noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisa/heteropoda-davidbowie-e-godzillius-veja-nomes-inusitados-de-especies,8e6b00beca2da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

    • Já eu sabia que você é uma analfabeta funcional que não consegue ler além do título da matéria:

      Conclusão
      Não há nenhuma razão para se preocupar! Não existe nenhuma barata mutante com veneno de escorpião!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui