15.2 C
São Paulo
quinta-feira, maio 13, 2021

É verdade que 2% da arrecadação dos veículos do Mercosul são revertidos para a reconstrução de Cuba (Renac)?

- Publicidade -

Imagem compartilhada nas redes sociais afirma que 2% da arrecadação de impostos dos veículos com placa do Mercosul são enviados para a entidade Reconstrucción Nacional de Cuba (Renac)! Será verdade?

A imagem voltou a circular em diversas publicações nas redes e também em grupos do WhatsApp no final de abril de 2021 e mostra uma placa de automóveis do novo modelo adotado por países que fazem parte do Mercosul.

Compartilhado juntamente com a imagem, um texto revela um suposto esquema criado para beneficiar Cuba, onde 2% de tudo o que é arrecadado de impostos de veículos que usam esse tipo de placa estariam sendo enviados para a reconstrução daquele país, por meio de uma entidade chamada Renac (que, de acordo com o texto, seria uma sigla para “Reconstrucción Nacional de Cuba”)!

Será que isso é verdade?

Texto de uma das versões que se espalharam em abril de 2021: “Você sabia que 2% de toda arrecadação do veículo do Mercosul será destinado para a entidade Internacional do Mercosul RENAC, você sabe o que é a RENAC? Não sabe e por que não sabe? Por que tudo que os Comunistas fazem faz nas sombras e você vota e os apoia sem cobrar ou questionar. RENAC é Reconstrucción Nacional de Cuba.”

Verdade ou mentira?

A primeira coisa que chama a atenção nessa história é que dificilmente Cuba seja beneficiada com impostos recebidos no Mercosul, visto que a Ilha – que fica na América do Norte – não faz parte do grupo.

Conforme explicado em seu site, o Mercado Comum do Sul (MERCOSUL) é:

“[…] um processo de integração regional conformado inicialmente pela Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai ao qual recentemente incorporaram-se a Venezuela e a Bolívia, esta última em processo de adesão.”

Dentre os objetivos dessa união, ainda segundo o site do grupo, estão:

“A livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos entre os países, através, entre outros, da eliminação dos direitos alfandegários e restrições não-tarifárias à circulação de mercadorias e de qualquer outra medida de efeito equivalente.”  

A Renac existe?

Nas nossas buscas, não encontramos nada relacionado à tal da Reconstrucción Nacional de Cuba (apenas sites e blogs que copiaram o mesmo texto que se espalha pela web desde 2018).

Já o nome Renac aparece em vários resultados, como uma financiadora de crédito e uma escola alemã, mas nada que ligue a sigla à Cuba.

- Publicidade -

De acordo com o Detran-RJ (Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro), a placa possui o símbolo do Mercosul, a bandeira do Brasil, a bandeira do estado e o brasão da cidade em que o veículo foi registrado. Em 2018, quando o órgão listou os elementos presentes na então nova placa, a obrigatoriedade desses dois últimos itens (a bandeira do estado e o brasão da cidade em que o veículo foi registrado), ainda estava sendo reavaliada pelo Ministério da Cidade.

Desinformação recorrente

Essa notícia falsa já foi desmentida em 2018 por vários veículos de imprensa, como o Portal do Trânsito, que explicou na ocasião que tanto a Resolução Mercosul/GMC/ nº 33/14, quanto a Res.729/18 do Contran não fazem menção a qualquer tipo de arrecadação, muito menos em relação a inscrição Renac na placa.

Tanto isso é verdade que ao fazer uma busca reversa por essa imagem da placa que voltou a ser compartilhada em abril de 2021, encontramos a imagem original – publicada em setembro de 2018 – que não tem a inscrição “RENAC”. 

Como podemos comparar abaixo, a foto da placa original foi adulterada:

Conclusão

É totalmente falsa a afirmação de que 2% da arrecadação de impostos de veículos do Mercosul são revertidos para a reconstrução de Cuba (Renac)! Essa mesma desinformação já havia circulado em 2018, quando foi desmentida por diversos órgãos de imprensa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

33 COMENTÁRIOS

  1. Se o esforço desse pessoal que vive de fake news fosse usado em cobrança aos políticos e não na defesa de incompetência e ingerência o Brasil seria outro. Desinformação é única coisa que esse povo faz, e ainda por cima faz errado.

  2. Claro que só poderia ter sido coisa postada pelo gado do débil mental com a faixa presidencial.

    E curioso o “braZil” no nome do gado. Assim como o “documento sigiloso da Globo”, mais uma vez os erros de ortografia mostrando toda a inteligência dessa escória.

  3. A parte do Brasil já foi enviada na era lulopetista quando os petralhas mandaram dinheiro para construção de porto marítimo e depois com o mais médicos, onde os escravos vinham trabalhar aqui e eram proibidos de trazerem suas famílias que ficavam de refém em Cuba. Levaram na picaretagem bilhões de dólares do dinheiro do povo brasileiro, tudo com os beneplácitos do corrupto Lula e da anta Dilma, aliás ontem foi o dia dela.

    • Cara! Estou achando esse seu texto muito parecido com vários comentários feitos aqui no site. São as mesmas frases feitas, as mesmas palavras-chave… Não sei de onde você copiou esse seu texto, mas gostaria que você fizesse outro comentário sem usar esses chavões e trazendo provas do que está dizendo. Valeu!

    • Aliás, tanto se falou que o BNDES tinha vários esquemas fraudulentos escondidos e até hoje não encontraram nada! O próprio Bolsonaro disse que ia abrir a caixa preta do BNDES (inclusive, ainda em época de campanha eleitoral) e, após gastar milhões dos nossos impostos, não encontraram nenhuma irregularidade.
      https://aberto.bndes.gov.br/aberto/caso/caixa-preta/
      Sobre os gastos, foram 48 milhões: https://noticias.r7.com/economia/bndes-gasta-r-48-mi-com-caixa-preta-e-nao-acha-irregularidade-21012020
      Sobre o tal porto cubano, se você tiver falando sobre o Porto Muriel, saiba que afirmar que o Brasil deu dinheiro pra Cuba é uma inverdade. Aqui um trecho da reportagem do https://www.brasildefato.com.br/2018/10/17/bndes-nao-deu-dinheiro-a-paises-latino-americanos-entenda-para-nao-passar-vergonha/

      “Em primeiro lugar, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não financia governos e nem empresas desses países. O BNDES financia empresas brasileiras! O Porto de Mariel, em Cuba – por exemplo – não recebeu financiamento estatal brasileiro. Foram 400 empresas brasileiras contratadas pelo governo cubano para realizar o empreendimento. O que fez o Banco foi emprestar, financiar essas empresas, como é papel de qualquer banco de investimento estatal, em todos os países do mundo. Essas 400 empresas contratadas forneceram equipamentos para a construção do Porto. Ou seja, esses equipamentos foram produzidos no Brasil, geraram emprego aqui e ainda foram exportados. O que significa, que ajudaram na nossa balança comercial, gerando dólares para o nosso caixa.”

    • Ninguém “enviou” dinheiro. As obras em outros países são FINANCIADAS pelo BNDES, que EMPRESTA o dinheiro e lucra com a cobrança dos juros. Aposto que quando você financiou o seu barraco pelo Minha Favela Minha Vida, a Caixa não te DEU o dinheiro, mas EMPRESTOU. Quanto às acusações sobre o Mais Médicos, você teria alguma prova sobre isso? Se tiver, apresente-as à Polícia Federal ou aos órgãos competentes, porque até agora eu vi um monte de gente falando a mesma ladainha, mas PROVAR, que é bom, nada.
      E vem cá, honestamente você está feliz com o governo atual? Porque se estiver, vai ser o atestado final de chifrudice gadolina, que só comprova que você é um bot pago para repetir frases de efeito em comentários de sites. Uma pena. https://media0.giphy.com/media/1vZ8xljdJAYfNNaUEe/giphy-downsized-medium.gif

      • Lá vem a burrice de militonto! Se o sujeito aponta a corrupção petista é porque é bolsominion, não, sou absolutamente contra este atual governo, bem como fui contra os petralhas. O mais médicos não foi crime, foi sim um projeto pra mandar dinheiro limpo pra Cuba, ou vc não lembra que no início os médicos cubanos ficavam com menos de mil reais dos dez mil que eram pagos? Depois é que aumentaram pra próximo de três mil, o resto da grana era da ditadura cubana. Por que é que Cuba retirou seus médicos quando o atual governo argumentou que só ficariam os médicos cubanos se pudessem ter aqui suas famílias? Vai estudar, guri! https://www.youtube.com/watch?v=IVuTe-SUg7U

        • Lá vem a burrice de militonto!

          Disse o gado pastador que só levanta a cabeça pra mugir MIIIITO, MIIITO!

          Se o sujeito aponta a corrupção petista é porque é bolsominion

          Falar que é corrupção não é provar que houve corrupção.

          não, sou absolutamente contra este atual governo, bem como fui contra os petralhas.

          Sei. Mais um que “votou no Amoedo”. O cara tem que pedir recontagem, nunca vi!

          O mais médicos não foi crime

          Então por que se importa?

          foi sim um projeto pra mandar dinheiro limpo pra Cuba

          Ué, lavagem de dinheiro é crime. Cadê as provsa?

          ou vc não lembra que no início os médicos cubanos ficavam com menos de mil reais dos dez mil que eram pagos?

          Fonte?

          Depois é que aumentaram pra próximo de três mil, o resto da grana era da ditadura cubana.

          Por que é que Cuba retirou seus médicos quando o atual governo argumentou que só ficariam os médicos cubanos se pudessem ter aqui suas famílias?

          Não foi essa a história. Você foi enganado de novo pelas fake news do ZapZap. Não aprende mesmo! Não teve nada a ver com as famílias, gadolino:

          https://brasil.elpais.com/brasil/2018/11/14/politica/1542212032_463199.html

          Vai estudar, guri!

          Pare de acreditar em tudo o que recebe do ZapZap, robô. E no YouTube! Já que só porque está na internet é verdade, chupa:

          https://www.youtube.com/watch?v=ySUb4yyEPKQ

      • Nesses anos de experiência, noto um certo padrão nesse tipo de comportamento.
        Geralmente, após eu apresentar os fatos, a pessoa ainda tenta rebater afirmando que os links apresentados não tem credibilidade etc.

        • Brasil de Fato não tem credibilidade mesmo, Gilmar. Os empréstimos do BNDES para operações de construtoras em países estrangeiros nos legou rombo de bilhões, pois mandamos dinheiro pra obras em ditaduras e fomos, o Brasil, os próprios avalistas, daí tiraram dinheiro do FAT pra cobrir o rombo no banco estatal. O problema é que quem fez a cagada tá aí, solto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui