27.2 C
São Paulo
sábado, novembro 27, 2021

José Roberto Wright foi flagrado roubando bacalhau de supermercado?

- Publicidade -

É verdade que o ex-árbitro e comentarista de futebol José Roberto Wright foi flagrado roubando bacalhau de um supermercado?

O vídeo ganhou forças em diversas publicações nas redes sociais e nos grupos do WhatsApp no fim da primeira quinzena de fevereiro de 2018 e nele podemos ver um homem sendo abordado sendo abordado por um segurança, no estacionamento de um supermercado.

O texto que acompanha as imagens afirma que o homem abordado seria o ex-árbitro de futebol José Roberto Wright e que ele foi flagrado roubando bacalhau do supermercado, no meio de suas compras.

Será que essa história é verdadeira ou falsa?  

 

Verdade ou mentira?

Apesar de fazer “sucesso” em fevereiro de 2018, esse vídeo apareceu pela primeira vez em abril de 2017! Na época, o próprio Wright veio à público explicar que ele não era o homem do vídeo e que iria processar quem teria inventado essa história a seu respeito.

Em entrevista ao UOL Esporte, José Roberto Wright disse que:

“Vai ficar caro para as pessoas que fizeram essa brincadeira de mau gosto! Já encaminhei para a Polícia Federal a queixa. Isso vai ficar ruim para quem fez.”

Wright também explicou que, além da clara diferença física entre ele e o sujeito do vídeo, a placa do automóvel que aparece nas filmagens é de São Paulo e ele mora no Rio de Janeiro.

Detalhe da placa iniciada por “FMP”

- Publicidade -

No site Coxipo Placas podemos ver que placas iniciadas por “FMP” são do estado de São Paulo:

Diversos outros sites publicaram a respeito disso na ocasião, inclusive afirmando que se tratava de um sósia e não do ex-árbitro.

Perceba que, dias antes, o vídeo apareceu como sendo “um coroa” que havia sido abordado pelo segurança. Ninguém havia associado o homem ao ex-árbitro, algo que aconteceu uma semana depois, em abril de 2017:

 

Conclusão

O homem que aparece sendo abordado por ter levado bacalhau de um supermercado sem pagar não é o ex-árbitro José Roberto Wright. O vídeo surgiu em abril de 2017 e voltou a ser compartilhado no ano seguinte, por causa da proximidade da quaresma (época em que o consumo de peixe aumenta).

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

16 COMENTÁRIOS

  1. As letras da placa do veículo nada querem dizer. O carro pode ter sido licenciado no Estado de São Paulo na primeira vez e depois transferido para qualquer unidade do país. Ninguém disse que o carro era dele. Pode ser de um parente, amigo ou mesmo alugado…
    Eu mesmo já tive veículos comprados em Estados diferentes de onde resido no momento.
    Que a cara é do cara não temos dúvidas. Ou será que temos?

  2. “NA MINHA OPINIÃO ERA O CARA SIM”

    Ainda bem que opinião é igual a bunda, cada um tem uma e dá quem quer. Você expôs a sua na janela, não reclame se levar uma dedada!

  3. Tem a cara so Wright, tem a voz do Wright e não é ele. O carro tem letras de placa de Sp, mas ele e do RJ e está proibido de vir a SP e usar carro de alguém ou alugado. E a Polícia Federal agora investiga crimes que envolvem a honra de particulares, não é mais a polícia civil como sempre foi. TUDO verdade.

  4. Tem a cara do Wright, tem a voz do Wright, mas não é ele. O carro tem letras de placa de Sp, mas ele é do RJ e está proibido de vir a SP e usar carro de alguém ou alugado. E a Polícia Federal agora investiga crimes que envolvem a honra de particulares, não é mais a polícia civil como sempre foi. TUDO verdade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui