today-is-a-good-day
22.2 C
São Paulo
segunda-feira, abril 15, 2024

Letra da música Menina Veneno diz “abajur cor de carmim”?

- Publicidade -

É verdade que, ao contrário do que muitos cantam, o trecho da música “Menina Veneno” imortalizada por Ritchie diz “um abajur cor de carmim” ao invés de “cor de carne”?

A música “Menina Veneno” foi gravada em 1983 pelo cantor e compositor inglês Ritchie, mas em dezembro de 2013 (sabe-se lá o motivo) uma história apareceu no Facebook afirmando que todos os que cantarolavam a canção estariam fazendo de forma errada em alguns trechos.

De acordo com um texto que circula pela rede social, a letra correta menciona um “abajur cor de carmim” e não “cor de carne” como muitos afirmam por aí.

E agora? É “abajur cor de carne” ou “abajur cor de carmim”?

Publicação que se espalhou no Facebook em dezembro de 2013 afirma que contamos a música de Ritchie errado! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)
Publicação que se espalhou no Facebook em dezembro de 2013 afirma que contamos a música de Ritchie errado! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)

 

Ó dúvida cruel!

Será que alguém poderia nos ajudar com essa “importante” questão?

Bom, a notícia não é muito importante, mas serve para tentarmos levantar alguns pontos que poderemos usar no futuro, quando nos depararmos com textos igualmente falsos como esse.

Em primeiro lugar, façamos uma pequena e rápida pesquisa em algum site de buscas. Vamos de Google que é um dos mais populares. As primeiras respostas no buscador já nos mostra que muita gente questionou a veracidade da informação. E isso muito bom!

Aliás, algumas as pessoas chegaram até a perguntar ao próprio cantor, em seu perfil no Twitter, qual é a letra certa e ele explicou que a palavra “carmim” é oxítona e não se encaixaria na melodia de Menina Veneno.

- Publicidade -

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

 

Ritchie conta também que a cor de carne é essa:

ritchie_cor_de_carne

 

No site oficial do cantor encontramos a letra completa da música “Menina Veneno”. A canção foi composta por Ritchie em parceria com Bernardo Vilhena e foi a mais tocada nas rádios brasileiras no ano de seu lançamento!

Trecho da música "Menina Veneno" no site oficial do cantor! (foto: reprodução)
Trecho da música “Menina Veneno” no site oficial do cantor! (foto: reprodução)

 

Para relembrar

E, se você não conhece a música que estamos falando (ou se quiser relembrar do sucesso), clica aí no vídeo abaixo:

Conclusão

A letra correta de Menina Veneno é “Um abajur cor de carne”! Continue duvidando de tudo que você lê na internet!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla! Autor do livro de ficção Marvin e a Impressora Mágica!

Últimas Atualizações

- Publicidade -Compre o livro Marvin e a impressora Mágica de Gilmar Lopes

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

42 COMENTÁRIOS

  1. Gilmar, parece que foi o Cifras.com, que se não me engano pertence ao site Terra, quem começou os boatos. Eles publicaram não faz muito tempo uma lista com músicas que sempre cantamos errado, entre elas, Menina Veneno, do Richie!

  2. Nossa!!! Choquei com a grosseria do Ritchie. Ele que ensinar português aos brasileiros, mas como cantor deveria saber que existe a tal da licença poética que permitiria o uso de Carmin sem problemas.

    • Licença poética é diferente de acentuar *errado* as palavras… como ele explicou, se fosse carmim não teria por que acentuar a primeira sílaba.

    • Vou te ensinar o que é prosódia. A letra de uma música deve ter a sílaba tônica sempre coincidente com o tempo forte ou “apoiado” da melodia… Do contrário teremos erros bizarros de prosódia como aquela do Legião Urbana na música “Será” que cantada virou” “Cera”… Exemplos não faltam e são fáceis de identificar.
      Carmim tem silaba forte em “mim” e essa sílaba é que deveria estar no tempo forte.

    • Muito grosseiro mesmo e ridículo!!! Nem parece que precisou de nós brasileiros para ter o sucesso que foi e ainda é essa música!!! Palhaço

  3. Ritchie….quemmmmmmm????seu mau educado vai tomar no seu cú….

    Jamais será como SIR Paul McCartney,Sir Elthon John,

    jamais será SIR quero q vc morra de fome e esquecido

    kkkkkkkkkkk

  4. Vejo o e-farsas todos os dias pois acho muito interessante e uso muitas vezes para fazer com que meus contatos do facebook parem de postar bobagens, mas sinceramente estou achando os últimos posts desinteressantes como esse sobre uma música antiga de um cantor falido e estúpido. Não quero que me interprete mal pois gosto muito do site, mas gostaria de deixar como sugestão assuntos e histórias mais interessantes. Acho que, por exemplo, o que muitas pessoas estão comentando revoltadas sobre uma história de racismo por parte da FIFA, seria um assunto interessante.

    • O assunto sugerido tb é uma bobagem, agora tudo é motivo para racismo, preconceito,homofobia… quem acha que Camila e lazaro sao negros ainda nao foi em Salvador ver um negro de verdade.

  5. O Ritchie pode ter sido mal-educado, mas uma verdade se extrai das suas mensagens: brasileiro fala (e escreve) muito mal o próprio idioma. Eu, que trabalho com revisão de textos (vejam meu site), sei muito bem disso.
    Também não devemos julgar a qualidade da música por parâmetros atuais. Na época (30 anos atrás) foi a música mais tocada, e teve algumas regravações. Acho que ninguém regrava música ruim. Fonte; http://pt.wikipedia.org/wiki/Menina_Veneno Aliás, acho que nos últimos tempos a coisa piorou muito. Menina Veneno é melhor que qualquer funk de hoje em dia.

  6. A questão da sílaba tônica não encaixar na melodia é totalmente irrelevante, eu como músico, prefiro quando a acentuação da melodia coincide com a sílaba tônica da palavra, mas se isso fosse regra não teríamos músicas como Será da Legião Urbana e muitas outras.

  7. o que importa? li que alguns
    Acham a musica brega, que não gostam do cantor, tudo bem, gosto é gosto, eu particularmente adoro esta musica, é uma musica que me lembra a minha infância, fazia muito sucesso na época.
    Se é carne ou carmim pra mim tanto faz, falando nisto, sempre a cantei com a palavra carne.

    Só um detalhe: pura ignorância minha, eu acho, não sabia que este cantor era inglês, mesmo porque é raro cantores de outros países cantarem musicas em português, o que tem mais é o contrario, gente daqui tentando emplacar algum sucesso la fora, embora eu adore a musica eu nunca pesquisei sobre o cantor, isto foi novidade pra mim.

  8. Pra mim o mais incrível, é que sempre tive duvida entre “cor de carne” e “cor de cáqui” e nunca me passou pela cabeça a hipótese de “carmim”.

  9. Eu gostava dessa música sem se importar se era carne ou carmim, o que eu não sabia que o cantor é tão idiota. Arrogante! Fiz uma bela fogueira com os seus discos.

  10. Ele agiu corretamente. Foi paciente até demais. Um inglês sabe a diferença de falar cármim (que nem existe) e carMIM, mas, que é uma coisa tão, enquanto que tem brasileiros que nem sabe uma coisa tão básica de básica. Ultrabásica.

  11. Acho q mal educado é ficar falndo mal de uma pessoa q nem sequer precisava se dar ao trabalh de responder perguntas de público, pois poderia muito bem ignorar td mundo mas respondeu por educação e vcs ficam falando mal dele ainda. O Richie foi muito educado pelo simples fato de responder.

    • Cor de carne= VERMELHO. Logo: o tal abajur era avermelhado, que iluminava a noite de transa do casal.

      Poxa, que coisa difícil de ser compreendido!!!!!!

      Um casal trepando, com a luz de um abajur ou mais popularmente: quebra-luz, avermelhado, para dar um tom mais de puteiro, para não ficar aquela luz de 100 watts na cara do casal, trepando e aquele foco na cara, entenderam????

  12. Não ser “carmim” por conta da sílaba tônica não é justificativa para o não uso da palavra. A licença poética permite e nossa música está lotada de canções com esse artifício para se alcançar a métrica correta.

  13. O motivo é q 30 anos depois do grande sucesso apareceu uma dupla sertaneja pouco expressiva cantando esse “carmim” aí, seja lá de onde for q tenham tirado essa ideia. Outro detalhe: também não é “do princípio ao fim”, como eles cantam, e sim: “seu corpo inteiro é um prazer do princípio ao SIM”. É a poesia de Richard David Court.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui