Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Microchip 250 de milhões de anos foi achado na Rússia!

Conspirações

Microchip 250 de milhões de anos foi achado na Rússia!

É verdade que um microchip de mais de 250 milhões de anos foi encontrado na Rússia, provando que já houve uma civilização avançada antes de nós?

A notícia apareceu na web no final de novembro de 2014 e conta o incrível achado de um grupo de pesquisadores na cidade russa de Labinsk. De acordo com a manchete, a análise de vários cientistas encontrou um microchip em uma pedra datada de 250 milhões de anos!

A descoberta comprovaria, segundo o artigo que foi publicado em diversos sites e também nas redes sociais, a teoria de que a Terra já foi habitada, milhões de anos atrás, por uma civilização muito mais avançada do que a nossa!

Será que isso é verdade mesmo?

Dá uma olhada na curiosa pedra e descubra se isso é verdadeiro ou falso:

Microchip encontrado em uma pedra de 250 milhões de anos! Será verdade? (foto: reprodução/Facebook)

Microchip encontrado em uma pedra de 250 milhões de anos! Será verdade? (foto: reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

A história da “pedra do microchip” é interessante e chama a atenção pelo tom misterioso que carrega consigo. Afinal, se uma civilização antiga tinha tecnologia suficiente para criar um microchip, seria isso um objeto aqui do nosso planeta ou trataria-se de um artefato de origem alienígena?

A notícia fantástica se espalhou rapidamente pela internet através de sites especializados em ufologia e alguns ainda publicaram a foto abaixo como sendo uma equipe de cientistas renomados tentando analisar o estranho objeto encrustado na rocha antiga.

Equipe de "cientistas" analisando o objeto! (foto: Reprodução)

Equipe de “cientistas” analisando o objeto! (foto: Reprodução)

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Para começar a desmantelar esse enigma, bastou uma rápida busca na web para descobrimos que os “cientistas” que aparecem analisando a tal pedra na fotografia são, na verdade, dois pescadores que encontraram a pedra e dois membros do grupo Kosmopoisk.

O Kosmopoisk é uma organização não governamental formada por curiosos e adeptos do estudo da criptozoologia e da ufologia (além de outros assuntos, digamos, “misteriosos”) e não teria como analisar mais a fundo o objeto, sobrando apenas especulações e sensacionalismo.

Mas o mistério foi desvendado rapidamente pelo Instituto Politécnico de Novocherkassk, em Rostov (Rússia). De acordo com o jornal russo VVKPress, os testes revelaram que a rocha mede 15 x 11 x 4.5 cm, é sedimentar e contém material constituído por fragmentos de pequenas conchas crinoides de origem orgânica.

Microchip era apenas um fóssil de um lírio do mar!

Microchip era apenas um fóssil de um lírio do mar!

Testes também estimaram que a pedra possui é entre 410 e 450 milhões de anos (muito mais antiga do que se imaginava!) e a área branca retangular (se parecendo com um microchip) é, na verdade, um fóssil de Crinoidea (também chamado de lírio do mar) que foi cortado na transversal. Apesar de fosseis desse tipo serem encontrados com facilidade, raramente se vê um crinoidea cortado dessa forma.

A história se repete

Já mostramos aqui no E-farsas, em abril de 2003, que o mesmo grupo conhecido como Kosmopoisk teria encontrado um parafuso de 300 milhões de anos. Igualmente como ocorreu recentemente com o suposto microchip, o tal parafuso era também um fóssil de crinoidea!

Parafuso com mais de 300 milhões de anos teria sido encontrado na Rússia! Verdadeiro ou falso?

Parafuso com mais de 300 milhões de anos teria sido encontrado na Rússia! Verdadeiro ou falso?

Conclusão

O suposto microchip encontrado em uma pedra de 250 milhões de anos de idade na Rússia era apenas o fóssil de um lirio do mar!

Continue lendo
10 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo