Os muçulmanos exigiram que as mulheres andem separadas dos homens na França?

2
7977
"França, cidade de Nantes: Devido à exigência dos muçulmanos da cidade de Nantes, os sexos são segregados nos passeios, conforme a lei da Sharia." (foto: Reprodução/Twitter)

É verdade que as mulheres devem andar separadas dos homens pelas calçadas de Nantes, na França, por exigência dos muçulmanos em cumprimento à lei da Sharia?

A foto com uma placa supostamente tirada na França se espalhou através das redes sociais no final de novembro de 2018 e mostra a imposição da separação dos gêneros que transitam pelas ruas da cidade de Nantes. Na placa, é explicado que os homens devem andar pela esquerda e as mulheres pela direita!

De acordo com o texto que acompanha a imagem, os muçulmanos teriam exigido do Governo a aplicação de uma separação entre os pedestres homens e mulheres, conforme a lei de Sharia.

Será que isso é verdade?

“França, cidade de Nantes: Devido à exigência dos muçulmanos da cidade de Nantes, os sexos são segregados nos passeios, conforme a lei da Sharia.” (foto: Reprodução/Twitter)

Verdade ou mentira?

No dia 23 de novembro de 2018, a prefeitura de Nantes explicou que a placa foi criada para celebrar o Dia Internacional da Eliminação da Violência contra as Mulheres (25 de novembro) e que a ideia nunca foi a de separação, mas a de união:

https://www.instagram.com/p/BqfnwUMhl9b/?utm_source=ig_embed&utm_medium=loading

Questionada pelo site de notícias FranceInfo, a prefeitura também disse que a placa ficou exposta no local apenas por duas horas (foi instalada na noite de 23 e removida logo em seguida) e que ela faz parte de “uma ação global de conscientização”!

O objetivo, disse um porta-voz, era “ver o que provoca como reações de pessoas para explicar que “o espaço público não pode ser dividido e mostrar como é embaraçoso não deixar espaço para as mulheres no espaço público”.

“Uma companhia de artistas desempenhou várias funções para gravações de videoclipes que serão transmitidos durante todo o final de semana em nossas redes sociais”, disse a prefeitura de Nantes

Conclusão

A placa ordenando a separação entre homens e mulheres em uma rua não foi uma exigência dos muçulmanos! Trata-se de parte de uma campanha de conscientização para o Dia Internacional da Eliminação da Violência contra as Mulheres!  

2 COMMENTS

  1. Espalhador de fake news é um sujeito tão burro! Desde 2010 a França proibiu uso de véu islâmico, primeiro nas escolas e depois em locais públicos. Por qual motivo iria acatar da comunidade muçulmana uma lei separando homens e mulheres nas ruas?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here