14.4 C
São Paulo
sábado, maio 8, 2021

Paddy Power desmata floresta brasileira para promover a Copa!

- Publicidade -

Será verdade que uma empresa irlandesa desmatou parte de uma floresta amazônica brasileira para escrever frase de apoio à Inglaterra?

A imagem começou a circular nas redes sociais no dia 07 de junho de 2014, depois que empresa de apostas irlandesa Paddy Power publicou em sua conta conta oficial no Twitter o que parece ser uma área devastada em uma floresta.

O que chama a atenção (e causou indignação entre os internautas) é que várias árvores parecem ter sido derrubadas, formando nos espaços os dizeres “C’mon England PP” (“Vamos Inglaterra PP”, em inglês). Lembrando que a seleção da Inglaterra fará seu primeiro jogo na Arena Amazônia no dia 14 de junho, em Manaus!

Será que a imagem é real?

Empresa irlandesa teria desmatado floresta amazônica como incentivo à seleção da Inglaterra! Verdade ou farsa? (foto: Reprodução/Twitter)
Empresa irlandesa teria desmatado floresta amazônica como incentivo à seleção da Inglaterra! Verdade ou farsa? (foto: Reprodução/Twitter)

 

Verdadeira ou farsa?

A fotografia gerou enorme polêmica na internet e muitos sites e blogs questionaram a veracidade das informações. O jornal britânico Mirror chegou a entrar em contato com a empresa, que afirmou que a foto é real. Outros sites, como o Sabotage Times, o Mais Futebol e o Exame também publicaram a notícia como sendo um mistério, mas que a imagem lhes parecia autentica.

Alguns dos sites que publicaram a notícia! (foto: Reprodução/Paddy Power)
Alguns dos sites que publicaram a notícia! (foto: Reprodução/Paddy Power)

 

Verdade revelada

Apenas 24 horas após a publicação da foto polêmica, a própria Paddy Power revelou em seu blog que tudo não passou de uma brincadeira! O desmatamento foi gerado com ajuda de software de computação gráfica.

- Publicidade -

Josh Powell, porta-voz da empresa, diz:

“Nem uma única árvore foi prejudicada na Amazônia. A Paddy Power admite que exagerou um pouco para aumentar a conscientização sobre o desmatamento, fingindo derrubar a Amazônia[…]”

O software usado para criar os dizeres na floresta foi o MODO. Abaixo, uma das telas do processo de criação:

Tela do software MODO gerando a imagem da floresta!
Tela do software MODO gerando a imagem da floresta!

 

Josh Powel completa:

“Temos alguns especialistas em design para criar, a partir do zero, um modelo 3-D da floresta 85 quilômetros fora de Manaus. Nos mínimos detalhes, nós olhamos para o tipo de árvore, topografia, onde a luz deve ser a cada hora do dia e até mesmo o reflexo da floresta na janela do nosso helicóptero imaginário. Não houve helicóptero. Na verdade, nós nem sequer pôs os pés no Brasil”

No final do texto, a empresa publicou outra montagem do mesmo local, com a frase: “WE DIDN’T GIVE THE AMAZON A BRAZILIAN” (algo como “Não demos a Amazônia Brasileira”, em inglês).

cmom_england_paddy_power_update

Atualização 08/06/2014:

Vários atentos leitores nos avisaram que  a tradução correta frase: “WE DIDN’T GIVE THE AMAZON A BRAZILIAN” seria uma gíria que soaria como ‘Não depilem a Amazônia!”.

Conclusão

A imagem do desmatamento foi gerada por computador para ajudar na conscientização da devastação da floresta amazônica.

Sugestão do leitor e amigo Fabio Marçal!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

13 COMENTÁRIOS

  1. Olá Gilmar meu caro. Acho q ” C’mon England PP ” seria algo como come on England people, q significaria ”venham ( ou vamos, pode ser ) pessoas inglesas ”.

  2. Esses gringos adoram esse tipo de sacanagem.
    Mas a tradução mais correta seria “Nós não fizemos uma ‘brazilian’ (tipo de depilação pubiana) na Amazônia”.

    • Obrigado pelo comentário! Pra você pareceu óbvio, mas a notícia não pareceu tão óbvia para os jornalistas calejados do portal Exame e dos jornais estrangeiros como o Metro e Sun.
      Temos que entender que nem todos os leitores possuem a mesma perspicácia que você!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui