Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Paddy Power desmata floresta brasileira para promover a Copa!

Natureza

Paddy Power desmata floresta brasileira para promover a Copa!

Será verdade que uma empresa irlandesa desmatou parte de uma floresta amazônica brasileira para escrever frase de apoio à Inglaterra?

A imagem começou a circular nas redes sociais no dia 07 de junho de 2014, depois que empresa de apostas irlandesa Paddy Power publicou em sua conta conta oficial no Twitter o que parece ser uma área devastada em uma floresta.

O que chama a atenção (e causou indignação entre os internautas) é que várias árvores parecem ter sido derrubadas, formando nos espaços os dizeres “C’mon England PP” (“Vamos Inglaterra PP”, em inglês). Lembrando que a seleção da Inglaterra fará seu primeiro jogo na Arena Amazônia no dia 14 de junho, em Manaus!

Será que a imagem é real?

Empresa irlandesa teria desmatado floresta amazônica como incentivo à seleção da Inglaterra! Verdade ou farsa? (foto: Reprodução/Twitter)

Empresa irlandesa teria desmatado floresta amazônica como incentivo à seleção da Inglaterra! Verdade ou farsa? (foto: Reprodução/Twitter)

 

Verdadeira ou farsa?

A fotografia gerou enorme polêmica na internet e muitos sites e blogs questionaram a veracidade das informações. O jornal britânico Mirror chegou a entrar em contato com a empresa, que afirmou que a foto é real. Outros sites, como o Sabotage Times, o Mais Futebol e o Exame também publicaram a notícia como sendo um mistério, mas que a imagem lhes parecia autentica.

Alguns dos sites que publicaram a notícia! (foto: Reprodução/Paddy Power)

Alguns dos sites que publicaram a notícia! (foto: Reprodução/Paddy Power)

 

Verdade revelada

Apenas 24 horas após a publicação da foto polêmica, a própria Paddy Power revelou em seu blog que tudo não passou de uma brincadeira! O desmatamento foi gerado com ajuda de software de computação gráfica.

Josh Powell, porta-voz da empresa, diz:

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

“Nem uma única árvore foi prejudicada na Amazônia. A Paddy Power admite que exagerou um pouco para aumentar a conscientização sobre o desmatamento, fingindo derrubar a Amazônia[…]”

O software usado para criar os dizeres na floresta foi o MODO. Abaixo, uma das telas do processo de criação:

Tela do software MODO gerando a imagem da floresta!

Tela do software MODO gerando a imagem da floresta!

 

Josh Powel completa:

“Temos alguns especialistas em design para criar, a partir do zero, um modelo 3-D da floresta 85 quilômetros fora de Manaus. Nos mínimos detalhes, nós olhamos para o tipo de árvore, topografia, onde a luz deve ser a cada hora do dia e até mesmo o reflexo da floresta na janela do nosso helicóptero imaginário. Não houve helicóptero. Na verdade, nós nem sequer pôs os pés no Brasil”

No final do texto, a empresa publicou outra montagem do mesmo local, com a frase: “WE DIDN’T GIVE THE AMAZON A BRAZILIAN” (algo como “Não demos a Amazônia Brasileira”, em inglês).

cmom_england_paddy_power_update

Atualização 08/06/2014:

Vários atentos leitores nos avisaram que  a tradução correta frase: “WE DIDN’T GIVE THE AMAZON A BRAZILIAN” seria uma gíria que soaria como ‘Não depilem a Amazônia!”.

Conclusão

A imagem do desmatamento foi gerada por computador para ajudar na conscientização da devastação da floresta amazônica.

Sugestão do leitor e amigo Fabio Marçal!

Continue lendo
13 Comentários

13 Comments

  1. Vitor

    8 de junho de 2014 em 12:38

    “GIVE A BRAZILIAN” ñ significa isso, é o nome de um modo de depilação em inglês

    • Gilmar Lopes

      8 de junho de 2014 em 12:40

      kkkkkk! Sério? Maldito google translator!

    • Mr Wood Dude

      8 de junho de 2014 em 13:24

      Pode tbm ser uma brincadeira com ”dont give a damn” q seria não dar a minima mas trocando as palavras damn por brazilian.

    • Luiz Fernando Alves

      8 de junho de 2014 em 21:00

      Sim, isso mesmo. A tradução deveria ser “Não depilamos a Amazônia”, fazendo referência à depilação “à brasileira”.

  2. Mr Wood Dude

    8 de junho de 2014 em 13:20

    Olá Gilmar meu caro. Acho q ” C’mon England PP ” seria algo como come on England people, q significaria ”venham ( ou vamos, pode ser ) pessoas inglesas ”.

    • Gilmar Lopes

      8 de junho de 2014 em 13:30

      Fui na tradução do portal Exame mencionado no artigo!

    • Renato

      11 de junho de 2014 em 11:46

      Que isso, cara. Não Viaja. “PP” é a assinatura do texto.

      PP = Paddy Power, a empresa irlandesa da reportagem.

      Então, o texto é: “Vamos Lá, Inglaterra! Assinado:Paddy Power”

  3. Borba

    8 de junho de 2014 em 20:33

    Esses gringos adoram esse tipo de sacanagem.
    Mas a tradução mais correta seria “Nós não fizemos uma ‘brazilian’ (tipo de depilação pubiana) na Amazônia”.

  4. Dudu

    10 de junho de 2014 em 9:27

    Uma pena que o e-Farsas perde tempo com essas bobagens tão óbvias.

    • Gilmar Lopes

      10 de junho de 2014 em 9:32

      Obrigado pelo comentário! Pra você pareceu óbvio, mas a notícia não pareceu tão óbvia para os jornalistas calejados do portal Exame e dos jornais estrangeiros como o Metro e Sun.
      Temos que entender que nem todos os leitores possuem a mesma perspicácia que você!

    • Renato

      11 de junho de 2014 em 11:48

      Dudu, sugiro se candidatar ao emprego de redator-chefe da revista Exame. Com certeza vc é bem mais qualificado.

  5. SavianoMarcio

    28 de dezembro de 2015 em 12:52

    Gilmar, o software da captura de tela é o Photoshop e não o MODO, que é um software de modelagem 3D.

  6. SavianoMarcio

    28 de dezembro de 2015 em 21:07

    Gilmar, a tela é do Photoshop.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo