13.2 C
São Paulo
sexta-feira, setembro 24, 2021

Preconceito em um vôo da TAM termina com final feliz!

- Publicidade -

Texto que circula há anos pela web conta a história de uma passageira que se recusou a se sentar ao lado de um negro em um vôo da companhia aérea TAM termina com final feliz.

Em 2009, uma mensagem interessante começou a viajar pelas nossas caixas de entrada. Segundo o texto, uma passageira de 50 anos embarca numa aeronave da TAM e, ao chegar em seu lugar, ela se recusa a se sentar ao lado de um passageiro negro na classe econômica.

De acordo com o e-mail, a comissária resolveu o problema da passageira depois de conversar com o comandante. Depois de um tempinho, a comissária teria dito para a senhora:

Veja, é incomum que a nossa companhia permita a um passageiro da classe econômica se sentar na primeira classe. Porém, o comandante pensa que seria escandaloso obrigar um passageiro a viajar ao lado de uma pessoa desagradável.

TAM Airbus
Uma das versões do texto afirma que o racismo teria acontecido em um vôo da TAM

E, dirigindo-se ao senhor negro, a comissária diz:

Portanto, senhor, por favor, pegue a sua bagagem de mão, pois reservamos para o senhor um lugar na primeira classe!

O texto, no final, conta que todos ao redor aplaudiram a atitude da comissária e, como toda boa corrente, pede para que repassemos a história aos amigos.

A mensagem é muito interessante e em muitos casos acabamos por acreditar nesse tipo de texto como sendo reais sem nem ao menos nos darmos o trabalho de checar antes de repassá-lo adiante.

Sem dúvida, é uma história bem bonita para ser contada em uma roda de amigos.

- Publicidade -

Uma parábola com final feliz para todos aqueles que lutam contra o racismo. Mas a história não aconteceu de verdade.

Isso mesmo! A história é falsa.

A empresa de aviação citada, a TAM, não confirma a história.

Entramos em contato – via e-mail – com a TAM questionando sobre a veracidade do texto.

A resposta foi:

 

FALE-37510367

São Paulo, maio de 2011

Prezado Sr. Gilmar,

Recebemos seu e-mail enviado ao serviço Fale com o Presidente e agradecemos sua atenção em entrar em contato conosco.

Soubemos de suas observações com relação ao fato mencionado, porém gostaríamos de esclarecer que a TAM não possui nenhum registro do ocorrido.

Queremos que saiba que permanecemos, como sempre, à disposição para conhecer suas opiniões.

Atenciosamente,

Equipe Fale com o Presidente

TAM Linhas Aéreas S/A

rbl/dm Av. Jurandir,856 – Lote 4 – 6° andar – Hangar VII – Jd Ceci – 04072-000

Sao Paulo/SP – Brasil

Tel. 0800 123 200 – Fax 0800 123 900 – www.tam.com.br

 

Como era de se esperar, a notícia também não saiu em nenhum jornal ou site.

Em qual vôo que isso aconteceu?

Pesquisando um pouco mais, descobri que essa história é uma variação de outra mais antiga só que o caso teria acontecido com outra empresa, a British Airways em um vôo entre Johanesburgo e Londres.

Nesse fórum, em inglês, um membro postou a história, que teria acontecido na British Airways, mas também foi desmentido pelo SAC da empresa.

Essa variante foi traduzida de uma piada em inglês e em algum momento foi mudando até chegar nessa versão usando o nome da TAM.

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

33 COMENTÁRIOS

  1. Falsa, mas mesmo assim bela. O ruim é que as pessoas precisam mentir pra transformar em corrente, dizendo que aconteceu, etc… Quem dera pudéssemos apreciar belas historias sabendo que são “parábolas” ou textos inteligentes e divulgá-los, sem que o autor precise fingir que é um texto de Arnaldo Jabor por exemplo.

  2. Quando li essa “história” pela primeira vez, gostei muito e me perguntei se seria verdadeira ou não! Fiquei na dúvida, mas independentemente disso é uma boa resposta caso nos encontremos numa situação parecida… seja qual for o tipo de preconceito! Mas não justifica o uso de mentiras, tão monstruosamente feio quanto o preconceito!

  3. Isso é uma pegadinha bem antiga, já ouvia essa piadinha a muitos anos mesmo… Quem pensava que isso era verdade é muito bobao mesmo!!! Alguem pegou nessa piada e meteu a TAM ao barulho!!! Falta do que fazer mesmo.

  4. Não tem nada de belo nisso aí. Até parece que fizeram uma caridade a um pária da sociedade.

    Final feliz é se a mulher tivesse sido encaminhada à polícia para esclarecimentos.

    Engraçado é o apelo que sempre existe nessas correntes: “eu juro, aconteceu mesmo!” “é sério, você tem que acreditar”

    Querer fazer corrente com texto b*sta é o fim da picada!

  5. TEM MAIS DE 15 ANOS QUE OUVI FALAR ESSA HISTORIA, NESSE TEMPO A TAM SÓ TINHA FOKER 100 , QUE EU SAIBA NEM PRIMEIRA CLASSE TEM…O POVO PRA ENVENTAR…TAM….NUNCA FOI A TAM

  6. Na verdade a estória apenas reproduz o preconceito.
    O final feliz ia acontecer se o autor tivesse feito valer a lei e colocado a velha como presa no final. Ficaria bem mais real.

  7. Os comentários sobre essa história são, em sua maioria, tão estarrecedores quanto ela, pois admitem a execração pública de uma pessoa. Quem é pior? O que tem involuntariamente opinião desfavorável a alguém ou quem voluntariamente coloca alguém em posição desfavorável. Em outras palavras, seria o preconceito, no caso, pior do que a vingança?

  8. falsa, verdadeira, nao importa..mas a mensagem passada pelo texto é realmente bacana…Só nao precisava ser maiiiiiiiisssss ummmmmmmm email que tooooooodo mundo repassa..rs..

  9. A versão que eu conhecia era da British Airways. A propósito: se tivesse ocorrido em território brasileiro ou envolvendo uma aeronave de bandeira brasileira a mulher racista teria sido presa.

  10. Na verdade não é um fato verídico, mas sim uma campanha portuguesa pelo 50° aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O vídeo, esse sim original, pode ser visto no youtube: http://www.youtube.com/watch?v=6yVMik5Mfwk
    A mensagem é válida como campanha contra o preconceito racial, mas, repito, não é um fato verídico! Assistam ao vídeo. Está em português, legendado em inglês.

  11. São engraçadas essas histórias cujo final é “e todos aplaudiram o ato”. Para todos aplaudirem algo que é dito, todos devem escutar a conversa. Neste caso, num avião com mais de 120 lugares a conversa deveria ter sido feita no alto-falante.

  12. Como foi apurado o fato nao ocorreu.Mas penso que muitas pessoas ja tiveram vontade de fazer isso(ou ja fizeram em outros ambientes).Sou branca mas jamais aceitei nem vou aceitar o preconceito.Nao me acho melhor q ninguem,pelo contrario me vejo nas mesmas condicoes afinal a estrutura ossea celular etc eh igual.O q importa nao eh a cor e sim o carater!

  13. Não aconteceu, é falso, não existiu pessoa assim. Parem de coitadismo. A pessoa que tratou c discriminação é tão fantasiosa quanto o fato falso em si. Existem raras exceções de pessoas preconceituosas a esse ponto e são contra qualquer um que a elas n agrada: negros, brancos, amarelos; altos, baixos, gordos e por aí vai. Acontece, que os que adoram idolatrar “guerras d gêneros,etnias e classes”, terão que dormir c essa: foi mentira e só imbecil c mente pertubada por “síndrome de vira-lata”, quem acreditou. Haha.

  14. Não aconteceu, é falso, não existiu pessoa assim. Parem de coitadismo. A pessoa que tratou c discriminação é tão fantasiosa quanto o fato falso em si. Existem raras exceções de pessoas preconceituosas a esse ponto e são contra qualquer um que a elas n agrada: negros, brancos, amarelos; altos, baixos, gordos e por aí vai. Acontece, que os que adoram idolatrar “guerras d gêneros,etnias e classes”, terão que dormir c essa: foi mentira e só imbecil c mente pertubada por “síndrome de vira-lata”, quem acreditou. Haha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui