20.1 C
São Paulo
segunda-feira, dezembro 6, 2021

Será que engolir sêmen ajuda a prevenir câncer?

- Publicidade -

Estudo feito nos Estados Unidos teria afirmado que a ingestão de sêmen diminui as chances de câncer de mama. Mas será que essa notícia é real?

Segundo o texto publicado em diversos sites e blogs, pesquisadores da North Carolina State University (nos Estados Unidos) teria comprovado que as mulheres que praticam regularmente o sexo oral teriam 40% menos chances de desenvolver vários tipos de câncer. Helena Shifteer, diretora do grupo de cientistas que realizaram o estudo sobre os efeitos do sêmen, teria afirmado em entrevista que ela própria sempre engole o esperma de seu marido e que o método deve ser praticado pelo menos duas vezes por semana.

O texto ainda ressalta as propriedades benéficas do sêmen, como seus componentes minerais, suas vitaminas e proteínas.

Será que isso é verdade?

Matéria publicada no site da CNN comprova os benefícios da ingestão de sêmen! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)
Matéria publicada no site da CNN comprova os benefícios da ingestão de sêmen! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

Apesar da notícia ter feito bastante sucesso na primeira semana de março de 2014, ela já circula pela web há muitos anos!

Como você pode notar, no texto (e nas suas variações) não há nenhuma menção sobre a data que o tal estudo teria ocorrido. Quem lê o artigo tem a impressão que a notícia é nova, mas podemos encontrar versões dessa história em publicações de 2003, em diversos fóruns em inglês.

Como já mostramos diversas vezes aqui no E-farsas, a maioria dos boatos eletrônicos não são datados.

A doutora Helena Shifteer

Como já era de se esperar, uma busca pela a citada doutora no Google só nos retorna sites e blogs que apenas copiaram a notícia. Parece que o único trabalho da vida dessa profissional foi só esse. De 2003 para cá, Helena Shifteer só fez essa pesquisa e mais nada… Além disso, não há nenhum registro dessa entrevista que ela teria dado à CNN ou a algum outro jornal onde teria mostrado as maravilhas do esperma.

Procuramos por “Helena Shifteer” no site da North Carolina State University e, adivinha, não encontramos nada!

- Publicidade -

Nenhuma foto da doutora, nenhuma reprodução de algum papel com alguns dados da pesquisa…

Quantas pessoas participaram do estudo? Foram feitos testes duplo-cego?

Não temos nenhuma resposta para essas perguntas…

Lembrando que outra característica de um bom boato digital é o apelo à autoridade. Inserindo o nome de alguma instituição idônea no texto, muitas pessoas irão acreditar sem questionar. Além disso, fica muito mais bonito, né?

Geralmente, o boato ocorre bem longe. Nesse caso, o tal estudo teria sido conduzido nos Estados Unidos. Muito difícil de alguém se dar ao trabalho de ir até lá para averiguar (ainda bem que temos a internet pra ajudar).

Origens

Esse boato surgiu na internet em 2003, da cabeça de um estudante da North Carolina State University chamado Brandon Williamson. Em outubro de 2003, ele publicou essa matéria com o layout e a mesma linha editorial da CNN onde ele ressaltava os benefícios do sexo oral feito pelas mulheres. No artigo, muito bem elaborado, Brandon insere dados bastante plausíveis sobre um estudo que estaria sendo realizado pela equipe da fictícia Dra. Helena Shifteer.

No dia seguinte, o aluno publicou outra nota, explicando que aquilo tudo que havia sido postado foi apenas para fins de entretenimento e refez o artigo, dessa vez, sem o logotipo da CNN.

Só que já era tarde demais. Muitos outros sites já começaram a espalhar a notícia e o boato já havia fugido das mãos de seu criador.

Imagem ilustrativa apenas (não pensamos em nada melhor para ilustrar essa matéria)
Imagem ilustrativa (não pensamos em nada melhor para ilustrar essa matéria)

Benefícios do sêmen

De fato, o líquido seminal – conforme dito no texto falso que circula por aí – contém muitos elementos para estimular a sobrevida dos espermatozoides no ambiente hostil do útero (essa é a parte real da história). Muitas aplicações para o uso do sêmen (além daquele que você já sabe) ainda estão sendo estudadas, mas ainda não há nada de comprovado.

Possíveis desvantagens do consumo de sêmen

Nem tudo são flores! De acordo com o artigo publicado pelo News Medical, o sêmen pode:

[…]conter diversos vírus que podem ser transmitidos através dos líquidos corporais de um homem contaminado. O exemplo o mais comum de tais infecções de transmissão sexual (WTI) é VIH (vírus de Imunodeficiência Humana) e vírus da Hepatite B e do C, herpes, Clamídia etc.

Conclusão

História falsa! Não há nenhum estudo que comprove que o sêmen ajude a reduzir câncer de mama. Tudo não passou de uma brincadeira de um estudante universitário, em 2003. Faça sexo seguro!

Sugestão do leitor e amigo João Luiz Umabarauna

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

11 COMENTÁRIOS

  1. É BOM, SIM!
    NEWS MEDICAL: Pelo Dr. Ananya Mandal, DM
    Alguns estudos sugerem que a absorção do sémen através da membrana vaginal do muco que alinha suas paredes internas tenha efeitos positivos como a diminuição da depressão e igualmente reduza o risco de cancro da mama.
    Algumas mulheres são inférteis ou perdem as gravidezes devido aos aborto devido a sua presença inerente de anticorpos que destroem as proteínas ou os antígenos actuais em seu sémen dos sócios sexuais. Ter o sexo oral e engulir o sémen do sócio podem ajudar a fazer a gravidez mais segura e mais bem sucedida enquanto a mulher está engulindo os antígenos do seu sócio.
    FONTE: NEWS MEDICAL – http://www.news-medical.net/health/Swallowing-Semen-(Portuguese).aspx

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui