16.9 C
São Paulo
quinta-feira, setembro 16, 2021

Um homem se matou na areia movediça apenas para ganhar like?

- Publicidade -

Será verdade que um homem se jogou para a morte em uma areia movediça apenas para conseguir muitos likes nas redes sociais? Descubra aqui no E-farsas!

O vídeo é antigo, mas voltou a ser compartilhado no Facebook e em demais redes sociais em 2017. Nele podemos ver um homem branco pulando em um pântano e, segundo o texto que o acompanha, teria deixado a câmera filmando apenas para que a sua morte ganhasse muitas curtidas!

O filme foi publicado no final de junho de 2017 e rapidamente teve milhares de compartilhamentos e um sem número de visualizações. Muita gente condenando o ato do suposto suicida, que teria morrido apenas pela fama…

Será que isso é verdade mesmo? Assista o vídeo abaixo e descubra aqui no E-farsas se isso é verdade ou farsa:

https://youtu.be/YkwJ78-Lw6Q?t=6m57s

Verdade ou montagem?

O vídeo é real! Foi publicado em 2015 no YouTube, mas o homem não morreu!

Conhecido como Boggy Man, esse homem parece se divertir com essa “brincadeira” de mergulhar em areia movediça!

O vídeo foi postado em duas partes e, no segundo “capítulo”, o homem mostra que já está familiarizado com essas proezas:

https://www.youtube.com/watch?v=Kw3QkG_Iz2U

 

- Publicidade -

Nesse outro vídeo, Boggy Man aparece nadando na lama:

 

Vídeo vazado!

Em um fórum voltado para os amantes de areia movediça (sim, tem fã pra tudo nesse mundo), o próprio Boggy Man explica que a ideia do vídeo era mesmo dar a impressão de que ele havia morrido, mas que iria revelar a pegadinha em um próximo vídeo!

Ele também conta que havia colocado os vídeos como “não listados” no YouTube, para que só o pessoal do fórum tivesse acesso a eles, mas alguém copiou os filmes e os espalhou na web…

Em 2016, o homem que aparece nos vídeos explicou no fórum que, depois de vários meses sem se aventurar pelos pântanos devido à algumas lesões no joelho e em outras partes do corpo, mergulhou novamente nesse tipo de armadilha (e saiu vivo).

Conclusão

O homem que aparece em vídeo afundando em uma areia movediça não morreu! Ele parece se divertir com esse tipo de “esporte” extremamente perigoso! Mesmo assim, fica a dica: Não façam isso em casa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

16 COMENTÁRIOS

      • Errado não. apenas uma informação desnecessária para a noticia. Mesma coisa que dizer “Nele podemos ver um homem loiro pulando em um pântano” ou “um homem de olhos castanhos…” não acrescenta em nada mencionar essa característica a noticia.
        Na internet todo mundo é ultra sensível então você vai ver mais desses mimimi por ae.

        • Segundo essa lógica, também não poderia dizer que foi um homem, mas sim uma pessoa. e ainda assim seria preconceito para com os outros mamíferos.

          • ninguém falou de preconceito e ninguém disse que não pode dizer algo. não seja cricri. você pode extremar a “lógica” do que eu disse para os mamíferos mas primeiro espere os outros mamíferos vir reclamar. rs

    • É lamentável esse tipo de manifestação RACISTA!
      Eu posso falar que uma pessoa é branca ou negra sem nenhum juízo de valor. O racismo só aparece se um vitimista qualquer me acusar de ter sido racista. É o chamado racismo “do bem”.

  1. É lamentável esse tipo de manifestação RACISTA!
    Eu posso falar que uma pessoa é branca ou negra sem nenhum juízo de valor. O racismo só aparece se um vitimista qualquer me acusar de ter sido racista. É o chamado racismo “do bem”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui