15.5 C
São Paulo
terça-feira, agosto 3, 2021

Vídeo mostra máquina que separa bolinhas por cores! Será verdade?

- Publicidade -

Será que a máquina que separa bolinhas de acordo com as cores existe mesmo? Será que o vídeo mostrando essa invenção é verdadeiro ou falso?

O filminho de apenas 40 segundos de duração surgiu no Facebook no dia 19 de janeiro de 2018 e, em apenas uma das páginas onde foi publicado, já tinha sido visto mais de 8 milhões de vezes em poucos dias!

O que chama a atenção no vídeo é que podemos ver uma máquina que parece separar automaticamente as milhares de bolinhas de acordo com as suas cores. Cada uma das bolinhas cai na canaleta da sua respectiva cor…

Será que esse vídeo é real?

Será que essa máquina existe mesmo?

Como ela funciona?

https://www.facebook.com/anonews.co/videos/1982299498448266/

 

Verdade ou mentira?

Depois desse vídeo se popularizar também nos grupos de WhatsApp, várias teorias surgiram para explicar o funcionamento dessa máquina. Alguns levantaram a hipótese do vídeo ter sido publicado “de cabeça pra baixo” e que as bolinhas, na verdade, estariam saindo das canaletas para se misturarem na parte de baixo. O vídeo invertido daria a ilusão de que a “máquina” estaria separando as bolinhas.

Já, outros usuários do Facebook questionaram se, na verdade, as bolinhas teriam tamanhos diferentes, assim como ocorre nas máquinas de contar moedas.

- Publicidade -

A verdade mesmo é que o vídeo foi gerado com computação gráfica!

O usuário do fórum Reddit The Humeister explicou que criou essa simulação do Tabuleiro de Galton usando um software de computação gráfica de código aberto chamado Blender 3D.

The_Humeister disse também que na animação inicial todas as bolinhas eram da cor branca, mas que antes da renderização final ele coloriu as pecinhas esféricas para dar mais “realismo” à cena.

O Tabuleiro de Galton, na verdade, deveria demonstrar o teorema do limite central, como podemos ver no vídeo abaixo:

 

Conclusão

A máquina que separa bolinhas por cor é uma criação de um estudante de computação gráfica que pretendia simular o Tabuleiro de Galton, também conhecido como Quincunx, um dispositivo inventado por Sir Francis Galton – em 1800 – para demonstrar o teorema do limite central!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

4 COMENTÁRIOS

  1. Não me parece viável colorir as bolinhas quadro a quadro por computação gráfica, seria muito trabalhoso; a explicação que cada cor emite uma vibração que atrai outras bolinhas da mesma cor me pareceu mais plausível. Ainda tenho dúvidas.

    • Não é preciso colorir as bolinhas quadro-a-quadro. Se você gerar a animação e colorir todas as bolinhas no último quadro, a cor é aplicada a toda a animação, já que as bolinhas ainda são o mesmo objeto.

      • Pessoa acredita naquilo que escolhe acreditar e vai criar qualquer desculpa para justificar sua escolha, isso não tem nada a ver com a realidade, eu que não entendo de computação gráfica sei que é relativamente fácil esse efeito, é o programa que faz todo o trabalho, o programador só dá as coordenadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui