Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

É verdade que o WhatsApp vai sair do ar amanhã?

Correntes

É verdade que o WhatsApp vai sair do ar amanhã?

Alerta espalhado pela web pede para que os usuários passem a usar o Telegram como mensageiro instantâneo no lugar do WhatsApp, pois ele sairá do ar! Será verdade?

O aviso apareceu nas redes sociais e, principalmente, através do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp. De acordo com o texto, o WhatsApp irá sair do ar devido a um pedido de um juiz do Piauí, que teria ordenado a suspensão das atividades do app aqui no Brasil .

Corrente que se espalhou pelo WhatsApp!

Reprodução de uma das versões da corrente que se espalhou pelo WhatsApp!

O texto, que já foi compartilhado centenas de milhares de vezes desde o dia 25 de fevereiro de 2015, pede para que os usuários do mensageiro migrem para outro aplicativo, o Telegram, pois o serviços do WhatsApp irão parar de funcionar em pouquíssimo tempo.

Será que essa história é real? Há alguma chance do WhatsApp parar de funcionar aqui no Brasil?

Fim_do_WhatsApp

Verdadeiro ou falso?

O alerta é um pouco exagerado que nasceu de uma notícia real!

No dia 11 de fevereiro de 2015, o juiz da Central de Inquérito da Comarca de Teresina, do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia, determinou que todas as companhias de telefonia suspendam temporariamente o funcionamento do aplicativo Whatsapp no Brasil. As empresas de telefonia foram notificadas no dia 19 do mesmo mês e a punição seria de “apenas” 24 horas.

Na ocasião, o motivo da suspensão não havia sido divulgada, pois o processo corria em segredo de justiça. No entanto, no dia 25, o próprio juiz Luiz de Moura Correia explicou em entrevista à Folha de São Paulo que a sua a medida visava forçar a empresa dona do aplicativo a colaborar com investigações da polícia do Estado do Piauí. Segundo Correia, o WhatsApp não estaria ajudando nas investigações relacionadas a crimes contra crianças e adolescentes realizadas desde 2013.

Essa medida acabou se espalhando pela web, ganhando novas versões e novas proporções, se tornando algo como o “fim definitivo do WhatsApp”!

Só que, no dia 26 de fevereiro, o desembargador Raimundo Nonato da Costa Alencar – do Tribunal de Justiça do Piauí, conseguiu suspender a decisão do primeiro juiz, invalidando o pedido de suspensão das atividades do WhatsApp no Brasil.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Ficou tudo como estava e o WhatsApp não parou de funcionar em nenhum minuto!

Concorrentes aproveitaram o boato

Parece que um boato nem sempre é ruim para todos e há quem se aproveite de rumores para crescer. Conforme apurado pelo Meio Bit, o Telegram (aplicativo semelhante ao WhatsApp) ganhou mais de 2 milhões de usuários em apenas 20 horas – entre os dias 25 e 26 de fevereiro. A empresa comemorou no seu perfil do Twitter:

  O crescimento do número de usuários foi tão grande e em tão pouco tempo que os servidores do Telegram não aguentaram e começaram a ocorrer várias quedas no serviço (voltando a ser normalizado horas depois):

 

Aproveitando o boato do fim do WhatsApp e as quedas constantes do Telegram, o Viber (outro aplicativo semelhante aos dois) também garfou novos usuários:

Atualização 17/12/2015

No dia 16 de dezembro de 2015, as operadoras de telefonia móvel receberam uma ordem judicial para seja cortado o serviço de mensagens WhatsApp em todo o Brasil por 48 horas.
Segundo informado pelo Portal R7, essa medida foi imposta pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP) através de uma medida cautelar em que o autor da ação não foi divulgado por causa de segredo de justiça.
O Tribunal de Justiça afirma que o WhatsApp não cumpriu duas determinações judiciais dos dias 23 de julho e 7 de agosto de 2015 e, por isso, a ordem deve ser executada a partir da meia-noite do dia 16 para o 17 de dezembro de 2015. 

Conclusão

O WhatsApp não irá parar de funcionar no Brasil (pelo menos, até que algum outro juiz decida tentar tira-lo do ar novamente!). O boato acabou sendo bom tanto para as concorrentes do aplicativo (que ganharam novos usuários) como também para os usuários (que conheceram alternativas ao WhatsApp).

Com a contribuição de @Valeria_Olv, através do nosso Twitter!

Continue lendo
8 Comentários

8 Comments

  1. Victor

    26 de fevereiro de 2015 em 22:26

    Servidor Telegram do Brasil loga seu chat e atividades. Tá no contrato, privacidade zero. Viber BR é a mesma coisa, são projetados para facilitar o acesso da Polícia em investigações de crimes, pedofilia, tráfico, etc.

  2. Renan

    26 de fevereiro de 2015 em 23:25

    Viajou legal na maionese. “Servidores do Brasil”…

    https://telegram.org/faq#q-how-is-telegram-different-from-whatsapp

    • Gilmar Lopes

      27 de fevereiro de 2015 em 8:43

      Acho que me expressei mal. Quis dizer “servidores responsáveis aos usuários brasileiros”. De qualquer maneira, o Telegram não disse nesse link onde ficam seus servidores (pelo menos, não encontrei isso).

  3. elton

    26 de fevereiro de 2015 em 23:52

    Mas passou perto. Muitos sites já afirmavam o fim do “Zap-Zap” e induziam as pessoas a substituí-lo por outro semelhante.

    Na boa, a rede social estava mesmo sem controle e só merecia voltar depois que estivesse conforme as normas/leis brasileiras. Sem bloqueio à pornografia e ainda dando espaço para pedófilos – crianças sem nenhuma supervisão de adultos poderiam ter acesso ao conteúdo e, pior, serem vítimas destes aproveitadores?! Nossa legislação tem muitas falhas mesmo! (Pareceu-me ao desembargador ser MAIS IMPORTANTE para os brasileiros que o aplicativo tão-somente continue no ar [será que rolou “dinheiros”?]! O que tem de tão ESPECIAL nele? – me refiro ao aplicativo!)

  4. Chafurdifório

    27 de fevereiro de 2015 em 0:42

    Kkkkkkkk! Como os concorrentes aproveitam os boatos

  5. Ongaro

    27 de fevereiro de 2015 em 8:17

    Então é melhor assim. o Whats App poderia fazer a mesma coisa. Quem não faz merda não tem nada a temer…. Quanto à privacidade, o usuário posta foto até no banheiro no Facebook e depois fica com medinho de arquivarem suas conversas por escrito?

  6. Marcos A.

    27 de fevereiro de 2015 em 8:46

    Fico indignado com a falta de capacidade investigativa da polícia. Por quê não usar o aplicativo a seu favor para auxiliar na busca e captura de criminosos e pedófilos que o utilizam também? É só se infiltrar num desses grupos do whats.

  7. Nathan

    2 de maio de 2016 em 21:47

    Não quero que o whats App saía do ar pelo amor de Cristo!!!???

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo