Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

É verdade que Marielle Franco foi morta por Flávio Bolsonaro por tentar concorrer ao Senado?

Crimes

É verdade que Marielle Franco foi morta por Flávio Bolsonaro por tentar concorrer ao Senado?

É verdade que Marielle Franco foi morta por Flávio Bolsonaro por tentar concorrer ao Senado?

É verdade que a vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco foi assassinada a mando de Flávio Bolsonaro porque estava se candidatando ao cargo de senadora?

Na segunda quinzena na janeiro de 2019, diversas publicações surgiram nas redes sociais – sobretudo, no Facebook – levantando a suspeita de que a morte da vereadora teria sido orquestrada por outro concorrente ao Senado no ano de 2018, Flávio Bolsonaro!

A morte, segundo o que se espalhou pela web, seria uma manobra dos milicianos a mando de Flávio Bolsonaro, que via em Marielle uma forte concorrente!

Será que essa suspeita é verdadeira ou falsa?

Seleção de algumas das postagens feitas no Facebook levantando a suspeita de que Marielle teria sido morta por estar concorrendo ao Senado!

Verdade ou mentira?

Marielle Franco foi executada com três tiros na cabeça e um no pescoço, na noite de 14 de março de 2018, juntamente com o motorista Anderson Pedro Mathias Gomes. A morte ainda está sendo investigada e a principal linha de investigação aponta para que o crime tenha sido premeditado e que se tratou de uma execução.

Nessa reportagem da VICE, podemos ver pelo que Marielle lutava:

“Nos 16 projetos de lei que criou e apoiou durante seu curto mandato, a vereadora focou na efetivação de políticas públicas em prol dos direitos das mulheres, negros e LGBTs.”.

Alguns dias antes da sua morte, Marielle fez publicações no seu perfil do Facebook, denunciando os maus-tratos que o 41º Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro vinha praticando contra os moradores de Acari (bairro da zona norte do Rio de Janeiro.

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

A vereadora relatou, por exemplo – no dia 10 de março de 2018 – que o Batalhão da Polícia Militar estava aterrorizando e violentando moradores de Acari e que, há poucos dias, dois jovens aviam sido mortos e jogados em um valão:

Precisamos gritar para que todos saibam o está acontecendo em Acari nesse momento.O 41° Batalhão da Polícia Militar do…

Posted by Marielle Franco on Saturday, March 10, 2018

Apesar de ser conhecida na comunidade, sua influência ainda ela pequena para concorrer a um cargo tão elevado como o de senadora.

Ligação entre Marielle, Bolsonaro e as milícias

Em janeiro de 2019, a Operação Intocáveis buscou miliciano envolvido no crime e que tinha mãe e mulher trabalhando no gabinete de Flávio Bolsonaro, quando este ainda era deputado estadual. Apesar das nomeações terem sido feitas pelo ex-motorista de Flávio, Fabrício Queiroz, essa ligação colocou o filho do presidente na mira da mídia e das investigações. No entanto, nada ainda foi provado contra Flávio Bolsonaro em relação ao assassinato de Marielle.

Quanto à suspeita de que Marielle Franco teria sido morta por planejar concorrer ao Senado, basta uma busca no Google por notícias da época para descobrir que a vereadora estava se preparando para ser anunciada como candidata a vice-governadora pelo PSOL.

Notícia abaixo retirada do site Extra:

“A vereadora Marielle Franco seria anunciada pelo PSOL como candidata do partido a vice-governadora do Rio na chapa do também vereador Tarcísio Motta. Na última sexta-feira, a parlamentar participou de uma série de reuniões internas do partido para definir quando a chapa seria oficializada. Marielle foi assassinada a tiros na noite desta quarta-feira no Estácio, na região central do Rio, quando voltava para casa, de carro, de um evento na Lapa, no Centro do Rio.”

Conclusão

A suspeita de que Marielle foi morta a pedido de Flávio Bolsonaro apenas por ela ter se lançado à candidatura de senadora é fraca, pois ela não estava almejando esse cargo. O partido estava preparando o terreno para que ela se candidatasse à vice-governadora! As acusações são falsas!

Continue lendo
13 Comentários

13 Comments

  1. Meu Computador Não Fala, Computa

    27 de janeiro de 2019 em 12:19

    GILMAR SEU ESQUER…. não, pera! BUGOU!

  2. Guilherme Henrique

    27 de janeiro de 2019 em 14:33

    e fraca? Achei que vcs iriam dizer se é verdade ou mentira e não “É FRACA”

    • Gilmar Lopes

      27 de janeiro de 2019 em 19:39

      é uma teoria muito fraca justamente por ser uma grande mentira!

      • Michael

        27 de janeiro de 2019 em 23:54

        E pq nao disse que era mentira no texto?? Pq nao tem algo dizendo que eh falso por nao ter indicio algum, como nos outros????

        • Gilmar Lopes

          28 de janeiro de 2019 em 9:09

          Posso colocar, sim! Sem problemas. Pronto.

        • Jules

          30 de janeiro de 2019 em 23:36

          A afirmação é falsa, e a teoria é fraca. Ainda assim, existem os fatos. Só o que existe mesmo é suspeita. Mentem ao afirmar categoricamente que ele teria matado.

  3. Marco

    28 de janeiro de 2019 em 9:41

    to achando que seu site aqui é tudo FALSO, o e-farsa é a propria farsa. porque quando qualquer coisa recai sobre esquerda vc defende estranhamente mas qdo recai sobre direita vc não é assim do mesmo jeito, estranho. demonstra claramente sua intenção.

  4. Luiz

    28 de janeiro de 2019 em 12:24

    A milícia no RJ é mais antiga que a família Bolsonaro, a esquerda agora tenta forçar essa ligação porque é conveniente, mas não se trata de Esquerda nem Direita, mas da força do narcotráfico que há décadas veio corrompendo as instituições.
    Infelizmente, toda a política do RJ é culpada pelo caos que se formou, as instituições todas de lá estão desgraçadas e contaminadas, um Estado bonito e que é símbolo do nosso país daquela forma.
    Ao longo de anos o RJ fecha os olhos ao poder que se formou nos morros (que não está mais lá, estão em lugares diferentes, mas começou lá), Comando Vermelho, PCC, o cidadão do RJ está no meio de uma verdadeira guerra onde sequer dá para confiar no poder público.

    • ELENAOMEREPRESENTA

      28 de janeiro de 2019 em 19:25

      A milícia no RJ é mais antiga que a família Bolsonaro
      Mas em algum momento disseram o contrário? Só porque é mais antiga, não podem se aliar em algum momento da existência dela??

    • Jules

      30 de janeiro de 2019 em 23:37

      “A milícia no RJ é mais antiga que a família Bolsonaro, a esquerda agora tenta forçar essa ligação porque é conveniente”
      A sua ingenuidade é assustadora. Ou será só burrice?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo